O errado sempre será errado, ainda que todo mundo esteja fazendo. Por isso, não se conforme com o que não deve se conformar!

Não se conforme com o que não deve!

(Post 28/30 do Desafio 30 dias para crescer)

 

O post de hoje é uma espécie de continuação do desafio de domingo, embora ambos tenham começo, meio e fim.

Então, vamos lá?

Você já sabe que nas redes sociais muitas pessoas passam por cima dos textos, não entendem os contextos e, para piorar, ofendem achando que os outros é que são ignorantes…

Costumo dizer que aqui no blog vivemos em uma espécie de bolha, pois temos leitores mais qualificados, ou seja, pessoas que gostam de ler de raciocinar.

Raramente me deparo aqui com pessoas hostis, com xingamentos ou algo do tipo. Pelo contrário, quem segue é porque realmente gosta do conteúdo.

Mas, “lá fora” a coisa é bem diferente!

E, uma vez que quem trabalha com internet está exposto a tudo, esse tipo de coisa sempre vai acontecer.

Ser comum que as pessoas entendam tudo errado é uma coisa. Porém, que eu me conforme e passe a achar que isso é normal, é outra!

Há vários vídeos em que trato de temas como investimentos, pagamento de dívidas, como fazer um controle financeiro simples, mas que, boa parte dos comentários é para perguntar exatamente o que passei 5 ou 10 minutos explicando…

Sobre isso, várias pessoas me dizem que não devo ligar, porque “é assim mesmo” e que as pessoas estão “ficando malucas”.

São frases do tipo: “toca o barco, Patricia, isso não vai mudar!”

A minha reação a essa conduta enlouquecida das pessoas é a seguinte:

Eu sei que as pessoas estão vivendo em um grau absurdo de distração.

Também sei que há quem fique tanto tempo “queimando” o cérebro na frente da tela do celular que já não sobrou quase nada. Aliás, tem gente que parece que vai babar de tão idiotizado que fica, desculpem os termos…

E não é segredo para mim que isso tende a piorar porque parece que ninguém mais tem vergonha de perguntar o óbvio e parecer um imbecil.

Porém, embora pareça que pouca gente tenha vergonha de agir publicamente como seres desprovidos de inteligência, eu jamais vou me conformar!

JAMAIS!

Eu vou me afastar de pessoas assim.

Vou fazer de tudo para não agir como elas.

Vou trabalhar para colocar alguma coisa de bom na cabeça das pessoas.

Enfim, vou me empenhar naquilo que acredito que possa ser uma contribuição positiva.

Mas o que não vou fazer, repito, é me conformar!

Por isso, o desafio de hoje é que você passe um scanner aí na sua mente e veja se não está se conformando com coisas que não deveria se conformar.

Se você está vendo cada vez mais imbecilidades, achando que isso é normal e que faz parte do momento que estamos vivendo, abra os olhos. Não é normal, é absurdo e você não deve se conformar, nem muito menos fazer o que “todo mundo” está fazendo.

Está percebendo que a cada ano que passa as pessoas estão mais enlouquecidas no carnaval e está começando a achar que nem é tão ruim assim? É ruim sim!

É péssimo o aumento da violência nesses dias. E não é passível de conformação vermos meninas sendo engravidadas, pessoas sendo mortas como se fossem insetos, acidentes causados pelo consumo de álcool e drogas, enfim…

Ainda que aconteça todos os anos – e que a cada ano piore – não se conforme, não ache normal e não aceite o mal como se fosse bem.

Abra os olhos!

 

Para ler os desafios anteriores, clique nos títulos abaixo:

 

1 – Regras: uma relação de amor e ódio

2 – Por que não consigo mudar?

3 – Vivo sem dinheiro, o que faço?

4 – 10 segredos dos campeões quenianos

5 – Boa comunicação faz diferença

6 – O desafio de tomar água

7 – Sextou! Como aproveitar bem o fim de semana

8 – Boa convivência na internet

9 – Seu mês de janeiro teve 100 dias?

10 – Viver de crédito é a escravidão moderna

11 – Hábitos de fracasso levam ao fracasso

12 – Como fugir das fake news

13 – Comodismo só leva ao fracasso!

14 – O mito da zona de conforto

15 – Você vive para trabalhar e ter dinheiro?

16 – Você é parte do problema ou da solução?

17 – Guardar dinheiro é sinal de falta de fé?

18 – 5 frases inspiradoras de Steve Jobs

19– Para que juntar dinheiro se eu vou morrer?

20 – Economize: dicas para o seu dinheiro crescer

21 – Saber priorizar é uma arte

22 – Diferença entre o quê pensar e como pensar

23 – Técnica dos 5 porquês

24 – Problemas pioram com o tempo

25 – Abandone conceitos antigos

26 – Como pagar dívidas que saíram do controle

27 – Atenção com quem você segue

Para ler o próximo post, clique no título abaixo:

29 – Faça uma coisa diferente

Nos vemos!

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Isso porque o Carnaval antes era só 3 dias de festa, agora é 1 semana, daqui a pouco inventam de pular o ano inteiro…. bem assim mesmo Patricia, e o texto de hoje se encaixa em tudo na nossa vida.
    Se você decide ser organizada disciplinada e cuida da sua casa com todo carinho é por que sofre com o TOC!

    Trabalhei uns anos atrás num hotel e penso que quando prestamos um trabalho é nossa obrigação dar o nosso melhor, e cheguei na copa e vi muita bagunça, sujeira e então tomei a iniciativa de limpar, de colocar ordem no lugar.
    Claro que enfrentei a oposição das funcionárias antigas que ficaram furiosas porque eu decidi limpar.
    Uma delas teve a cara de pau de me dizer que não ganhava pra isso. E eu lhe respondi: a senhora é paga pra isso! ela não gostou, eu continuei faxinando a cozinha e passado alguns dias as 2 antigas funcionárias da copa começaram a se esmerar mais, a fazer realmente o trabalho que era da responsabilidade delas.

    E ja vi isso acontecer muito, funcionário antigo tem a tendência de se acomodar, achar que não é preciso mais fazer além do que é pedido.

    Pensam que ja estão garantidos, puro engano.

    O mercado de trabalho hoje esta bem competitivo.

    um grande abraço e tenha um excelente dia pra ti.

  • Você é uma pessoa incrível!!!

    Saiba que me ajuda muito com seus conselhos… eles me fazem crescer e assim minha admiração aumenta!!!

    Gratidão

  • Olá, Patrícia, bom dia!
    Não aceito, mesmo e até sou hostilizada por isso, mas não me importo. No final das contas, o crédito será meu.

  • Bah muito bom esse post, sim não podemos nos conformar e é preciso coragem para isso, não podemos aceitar como normal, ainda que a maioria aceite, não podemos estar na massa e sim ser a diferença se esta diferença seja o correto.

  • Realmente, eu saí das redes sociais por causa de muita coisa. Muito desgastante. Hoje prefiro os blogs. Leio mais, estudo mais, me estresso menos. Nós, como nação, precisamos aprender e praticar a autorresponsabilidade. Sermos responsáveis por tudo o que diz respeito a nós mesmos: saúde, dinheiro, educação, casa, trabalho. Não precisamos extravasar nada no Carnaval se vivermos o tempo todo com responsabilidade.

  • Olá Patrícia, excelente a sua escolha para o tema do post 28! Precisamos lutar sim contra o conformismo, que o caos nosso de cada dia nos impõem. É fundamental manter a nossa esperança viva, pois nós podemos e devemos mudar essa realidade!

  • Boa tarde Patricia
    Tenho apre dido muito com seus conselhos q säo para o bem de todas as blindetes,seus posts ,videos. Etc.todos tem me edificado cada vez q leio seus livros me sinto mais leve em relacâo as financas.
    Q Deus te abencoe sempre

  • A mais pura verdade, esses dias meu tio postou no grupo da familia um vídeo de um “futuro” onde as pessoas não ligam mais para as outras devido o celular, e comentei que eu não estava assim e que estou lutando para não ficar, e ele disse que eu estava sim pois todos estavam! Eu disse que não estava!!! Não me conformei e nem aceitei!

  • Estou lendo esse desafio com atraso, e por isso não comentei nos posts anteriores, mas nesse, não tive como! Foi impactante!
    No post anterior, embora seja um texto incrível e com ótima análise, eu me peguei pensando, “Gente, mas ela falou o óbvio! As pessoas realmente precisam ser informadas para não seguir quem lhes faz mal?! Elas não reconhecem isso?!” Então pensei, “Sim, hoje as pessoas precisam ouvir até as obviedades!” E então, logo no primeiro comentário, vejo alguém pedindo para abordar o assunto melhor em vídeo! :S
    Me identifiquei muito com esse texto e vou compartilhar porque ele é cheio de luz!
    Obrigada por tudo sempre! Bjs

    • Pois é, Maisa! Muitos posts que escrevo têm base em mensagens ou pedidos que recebo. Por isso posso dizer que as pessoas hoje em dia estão mais perdidas do que nunca e não conseguem discernir por si mesmas o que é bom ou ruim para si mesmas. Estamos vivendo tempos estranhos…

  • Estamos vivendo tempos estranhos, começo do fim.
    Seus ensinamentos vão na contra mão. Tenha certeza de que está no caminho certo.
    Um abraço!

  • Bha Patrícia, esse POST abriu os meus olhos.
    #NAOACEITAROERRADOCOMONORMAL

  • Boa tarde, Patricia e tb todas as blindetes.
    Excelente tema, às pessoas estão mesmo sem a menor noção do que é certo ou errado e no meu entendimento vem do fato de não terem muitas vezes quem lhe ensine o que seria certo ou errado… não sei onde nos perdemos, porem sei que nós como pais não podemos abrir mão de educar nossos filhos, pois o resultado será esse caos que estamos vivendo. Tenho irmãos professores, que sofrem com a falta de educação e respeito dos seus alunos. Os pais estão delegando sua obrigação aos professores de educar seus filhos e isso não é correto de forma alguma.
    Obrigada pelo espaço. Abraços serenos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *