Essa é a pergunta que martela a cabeça de muitas pessoas que sabem que precisam mudar algum hábito, mas simplesmente não conseguem. O que fazer?

“Por que não consigo mudar?”

(Post 2 de 30 do “Desafio 30 dias para Crescer”) 

O objetivo desse desafio é, sobretudo, causar mudanças na rotina dos participantes.

Ou seja, quem somente ler não terá os resultados de quem praticar.

Conhecimento sem prática não faz diferença, por isso, esforce-se para implementar de fato as mudanças necessárias na sua rotina.

Caso contrário esses 30 dias serão apenas mais 30 dias na conta da sua vida.

O que você precisa saber é que NUNCA chegará o dia em que todas as condições estarão favoráveis para você fazer algo que precisa.

Isso porque sempre haverá uma coisa contrária, um sentimento inverso, a falta de alguma coisa.

E se você depender do “momento certo” ou de condições favoráveis para fazer a coisa certa, provavelmente não vai fazer tão cedo…

O momento certo para se implementar uma mudança de hábito é quando você percebe que está praticando um hábito ruim.

Vou dar um exemplo bem simples: tomar água.

Já ouvi pessoas dizendo que estão sofrendo os males de não tomar água.

Ainda que que você conheça alguns, acho interessante citar parte deles:

  • Temperatura desregulada do corpo (variar entre sentir frio ou calor) ;
  • Cólica renal;
  • Prisão de ventre (sim, falta de água!);
  • Olhos secos;
  • Não consegue emagrecer;
  • Vive cansada;
  • Pressão baixa.

Creio que alguns você não tinha ideia, não é mesmo?

Mas saiba que ainda há outros…

E se você diz que esquece é porque o seu corpo já acostumou a se virar sem e não manda mais alertas ao seu cérebro.

De tanto você não obedecer os sinais que seu corpo emitiu, ele desistiu de lhe avisar e você passou a achar que estava tudo bem.

E esse é o grande perigo, pois tudo na vida é assim.

Quando você não dá ouvidos e continua a fazer o que não deve achando que está tudo bem, a conta vai chegar de surpresa.

Por isso, minha dica é que você foque em um hábito ruim que tem e que precisa ser mudado.

Escolha um, o pior, e comece por aí.

Mude isso hoje mesmo e, dependendo do que for, use alarmes para lembrá-la, peça ajuda de algum familiar, enfim.

Faça o que for preciso e persevere.

Não queira ver os benefícios nos primeiros dias, mas continue firme.

Para ler o primeiro desafio, clique aqui.

Para ler o próximo, clique aqui.

Nos vemos amanhã!

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Bom Dia Patricia,
    O plantio é opcional, mais a colheita é obrigatória.
    Cuidando do meus pensamentos e atitudes sempre.

    Excelente Domingo
    Abraços!

  • Bom dia!
    Já sei o que tenho que mudar. De fato, estava me apoiando em momentos propícios e a verdade é que eles nunca vão chegar. Eu é que devo provocar a mudança.

  • Olá, Patrícia parabéns por mais um desafio! O desafio de hoje é pegar pesado mesmo! Mudar nossa indisciplina não é fácil, mas é possível quando usamos de nossa força de vontade em querer mudar! Vamos em frente! Abraços!

  • Bom dia,decidi colocar em prática o “faça” sentindo vontade ou não.

  • Essa é pra mim! até baixei um aplicativo pra me fazer lembrar de tomar água, mas quando o alerta disparava eu não tinha vontade de beber e não bebia, exclui o aplicativo. Por isso é que preciso fazer o que precisa ser feito sentindo vontade ou não!

  • Bom Dia Pat
    Quando remos mudança conseguimos ,porém acho q temos q ter muita força de vontadee disciplina .
    É muito dificil mais com perserverança alcaçamos nossos objetivos.
    Continue com seus posts q estar me fazendo muito bem.Estou amando!!!!!

  • Eu quero manter minha casa organizada mesmo com as crianças ainda bb. Uma de 3 anos e a outra de 4 meses. Logo elas estarão maiores e qual vai ser a desculpa?!

  • Muito interessante esse post, nos dá clareza de algo que a gente vai sempre deixando achando que esta tudo certo… Vou começar pelo hábito de tomar água. Obrigada pelas dicas.

  • Eu sei o que preciso mudar, e realmente estava esperando pelas “condições favoráveis”.
    Vou colocar toda força e mudar.
    Obrigada Paty 🙂

  • oi Patrícia gosto de seus artigos acho que tudo é possível depende de cada um claro que se educamos mudando os hábitos e principalmente temos a visão de que não está nos fazendo bm , e fazer nos algo para mudar isso sim .

  • Olá, Patrícia!

    Mais um grande e necessário desafio!

    Caminhemos.

  • Eu costumo criar o meu próprio “habit tracker” – aqueles quadradinhos que a gente vai depois marcando com um “x” o que foi feito. Faço os quadradinhos na agenda mesmo e uso para várias coisas, água, inclusive. Água, dormir no horário, acordar e levantar sem apertar o soneca (já consegui tirar o celular do quarto).

  • Olá, Patrícia!
    Amei o vídeo…. preciso e vou ouvir mais vezes e praticar as ações que ainda tenho dificuldade.

  • Olá Patrícia!
    Estou amando este desafio!
    Em 2019 me dediquei a aprender, incluse com seus livros, e vi o quão importante é colocar esse aprendizado em prática tenho me esforçado bastante para fazê-lo.
    Para deixar um hábito ruim realmente é preciso perseverança!
    Abraço.

  • Pois é, Paty. De forma geral, o que falta é disciplina para conseguir mudar. Beber água com frequência é um bom exemplo. Pq exige que a gente beba mesmo sem sentir sede. Com esse calor, eu mesma estou comendo bola nesse quesito. Eu venho buscando mudar alguns hábitos ruins. Acho que o ideal é fazer uma lista deles e ir eliminando um a um. Tentar todos de uma vez tende a não funcionar. Né?

    • Oi, Paty! A ideia da lista é boa e vc pode tentar conciliá-los anotando diariamente e fazendo um check list no fim do dia. Beijos!

  • Muito sério isso, e o problema está em ter disposição para tal mudança…. Mudança não depende de sentimentalismo e sim decidir mudar. Decisão = disposição.?

  • Tenho me esforçado, mas ainda não foi o suficiente. Mas chego lá.

  • As vezes a pessoa pode ficar preocupada com tantas coisas e não resolver nenhuma, ou seja, realmente é importante ter um foco, como diz no post, escolher 1 mal hábito e muda-lo… É necessário foco, disciplina, perseverança… Sempre haverá certas dificuldades e desafios e devemos enfrenta-los sem se iludir achando que teremos as condições perfeitas para progredir…

  • Meu pior hábito é ser bagunceira, preciso me livrar urgente desse péssimo hábito!
    Patrícia, eu adorei o seu segundo desafio, que texto impecável, mas se possível envie vídeos seus do tema também. Pois, para mim ouvir você me inspira mais! Obrigada!

  • A depender do hábito que desejo implementar, coloco lembretes no celular. No caso da ingestão de água, deixo sempre um copo na minha frente

  • Preciso cuidar mais de mim.. da minha aparencia.. estão bem ou não.. já comecei agora.. passei uma maquiagem bonita mesmo estando destruida por dentro… obrigada pela ajuda
    simples e eficaz

    • Uma mudança de atitude positiva pode muito!! Deus a abençoe 🙂

  • Mais uma coisa que estou praticando: mudar os hábitos ruins! E para isso precisamos de perseverança, pois como você disse, sempre haverá algo ou alguém para nos distrair no caminho, então é fácil começarmos bem e parar no meio do caminho, o importante é identificar onde errou e voltar a fazer o certo, beijos.

  • A gente sempre arranja desculpas para não fazermos algo que sabemos que é importante, esperando a segunda pra começar a dieta, o ano novo pra mudar de vida. O momento ideal tem que ser o agora, com as ferramentas que temos, fazer o melhor possível todos os dias em busca de melhorias.

  • Quanto a água sempre andei com uma garrafinha e tenho uma na mesa do trabalho.
    A mudança que preciso é diminuir a quantidade de doses de café.

  • Boa tarde
    Realmente sei e leio muita coisa o difícil é por em prática e é bem difícil executar, tenho a sensação que estou empacada.

  • Só querer não basta, tem que engolir o medo do fracasso e o apego à zona de conforto e pôr em prática o que se deseja alcançar.
    Toda caminhada, por mais longa que seja, começa com o primeiro passo.

  • Olá, não tenho hábito de praticar exercícios, foi o primeiro que me veio a cabeça.É tão importante como tomar água acredito eu. Minhas costas ja estão reclamando…

  • Oi Paty,

    Mudar alguns hábitos são realmente difíceis mas um livro que me ajudou bastante foi o Poder do Hábito, super indico.

  • Realmente é verdade. Quando achamos que está tudo bem é aí que não está nada bem.
    Aprendendo muito com suas dicas e é claro praticando.
    Obrigada.

  • Boa noite!! Estou correndo atrás do prejuizo de não ter hábito de beber água, sentindo dor e contrariada, por ser algo simples , mas que não fiz. Agora estou vendo a importância que hábitos saudáveis na minha vida. A água é um deles , acredito que o principal.

  • Uau, agora entendi o porque meu corpo anda dando esses sinais. Quando li esse post foi como se tivesse falando literalmente só pra mim.

  • A mudança exige movimento, disciplina, perseverança e é muito mais fácil ficar no status quo e continuar somente justificando.

  • Verdade, Patrícia! Estava só adiando cortar um mau hábito… Cortando em 3,2,1!

  • Bom dia!
    No meu caso, compulsão por doces é grande!!!!
    Preciso tomar atitude, preciso me dominar. Se não fizer isso, sei que vou colher os frutos que não são nada bons.
    Muito obrigada

  • Trabalhar em casa e mudar os hábitos. Disciplina é a palavra. Esta semana conseguir mudar um mal hábito, dormir tao tarde. Tem um video seu que fala para ir fazendo paulatinamente. Estou colocando em pratica. Bjs.

  • A mudança depende de uma decisão. Enquanto isso não vem, ficamos nas idas e vindas.

  • Pura verdade!
    Estou adorando seus vídeos e acabei parando aqui, no blog que você tanto cita.
    Em uma semana já resolvi muitas coisas.
    Parabéns por compartilhar tantas experiências e ideias gratuitamente, e obrigada!
    Um abraço!

  • Estou sempre mudando algumas coisas e a ideia este ano é mudar algumas rotinas que me atrapalham. Indo beber água agora.

  • Patrícia, esse seu post exemplifica a seguinte frase: Vença a si mesmo e terá vencido seu maior adversário. É difícil mudar porque é muito mais fácil e cômodo permanecer na zona de conforto do que vencer a procrastinação ou confrontar as nossas debilidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *