Há quem se considere tímido, introvertido ou qualquer outro adjetivo que “justifique” a pouca ou má comunicação. Mas a boa comunicação faz diferença em todas as carreiras. Confira o post!

Boa comunicação: você precisa disso!

Embora algumas carreiras exijam mais comunicação doque outras, uma coisa é certa:

Quando alguém se comunica bem, inegavelmente vai se destacar mais.

E isso vale para todas as carreiras e não só as que são diretamente ligadas à comunicação em si.

Vou dar um exemplo bem simples:

Um dia eu e meu marido marcamos uma reunião com um empreiteiro de obras.

Logo que entramos na sala, um clima meio esquisito se formou.

Isso porque o empreiteiro ficou nos olhando, sem dizer absolutamente nada.

A timidez dele nos transmitiu, além da insegurança, uma certa desconfiança.

Afinal de contas, se ele é uma pessoa experiente (como diz no portfólio) não seria possível que aquela fosse a primeira reunião dele!

Porém, quando entramos no assunto que ele domina: materiais, métodos e processos, ele passou a se comunicar muito bem.

Posso lhe afirmar que aquela desenvoltura ao falar nos assuntos que realmente nos interessavam nos fez esquecer a desconfiança inicial.

Agora, imagine se ele fosse um ótimo profissional, mas não soubesse transmitir isso em palavras?

Certamente perderia uma oportunidade de trabalho.

Coloquei essa situação, pois muitas vezes a gente não “pula o balcão” e só analisa as situações do nosso ponto de vista.

Por exemplo: se você é tímida e introspectiva e, portanto, não gosta de se comunicar, provavelmente você idealiza que o certo é a pessoa do outro lado lhe dar uma chance.

Mas, pule o balcão e imagine-se contratando o trabalho de alguém que não lhe passa a segurança que só uma boa comunicação pode lhe dar.

O que você faria?

Será que você contrataria aquele pedreiro, encanador, mecânico ou costureira que não consegue lhe explicar o que vai fazer e nem justificar os valores cobrados? Acho que não…

E olha que as profissões de pedreiro, encanador, mecânico e costureira não estão ligadas à área da comunicação, mas fiz questão de citá-las justamente para que você veja que faz falta em todo tipo de carreira.

 

Como se comunicar melhor?

A dica principal que dou para quem tem dificuldade é a seguinte:

Comunicação é prática, por isso, não tem como se aprimorar apenas na teoria.

As crianças só aprendem a falar, falando, não é mesmo?

O começo pode ser a parte mais difícil, mas tenho uma dica muito eficiente para não passar carões:

Treine!

Basicamente há três maneiras de treinar:

  • Treine entre pessoas de sua confiança – a ideia é que você comece com grupinhos de duas ou três pessoas, dando alguma explicação ou fazendo algum tipo de apresentação. Assim você vai se soltando e, mais adiante, treina com um grupo maior.
  • Na frente do espelho – eu sei que pode parecer meio ridículo, mas também sei que funciona! É uma forma de você literalmente ver que você é uma pessoa como qualquer outra, ou seja, se alguém pode se comunicar bem, você também pode! Foi assim que percebi que entortava a boca para falar e consegui corrigir!
  • Filmando – essa forma é ainda melhor do que o espelho, porque você se vê exatamente como é. Isso porque no espelho nós vemos a nossa imagem invertida e no vídeo não. Além disso, você se ouve também de uma forma mais próxima da realidade. Vai ajudar a corrigir algumas coisas e até melhorar o tom de voz.

Então, minha querida leitora (e leitores que também aparecem aqui no blog!), agora é com você!

PRATIQUE!!

 

Para ler os desafios anteriores, clique nos títulos abaixo:

 

1 – Regras: uma relação de amor e ódio

2 – Por que não consigo mudar?

3 – Vivo sem dinheiro, o que faço?

4 – 10 segredos dos campeões quenianos

Para ler o próximo post, clique no título abaixo:

6 – O desafio de tomar água

 

Nos vemos!

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Bom dia, Paty!
    Aprendi me comunicar melhor nas reuniões da igreja, já que, mesmo em grupos menores nem sempre existe as corajosas de plantão… opa…. eu era uma e a partir daí fui me arriscando em grupos maiores, platéias e até cerimonialista de um evento médico pude me destacar. Não é fácil, mas aquele disparo do coração no exato instante de abrir a boca é, como dia a sua prima SENSAMARA!!
    Beijos

  • Já dizia o inesquecível Chacrinha: ” Quem não se comunica, se estrumbica.”

  • Bom dia!

    Esses métodos ajuda muitoooo, até para quem não é tímido, porque nos dá uma visão de como nos comportamos diante do público.

    Parabéns!!!

  • Amei as dicas de comunicação.
    No meu caso, falo demais. Já estava pensando em como começar a reparar isso.

  • Bom dia Patrícia!
    Gostaria de dicas de cursos que ajuda a melhorar a comunicação.

  • Já tem empresa pedindo pro candidato enviar currículo por vídeo, detalhe: vídeo curto.

  • ual não sabia que víamos a nossa imagem invertida no espelho! Fiz um vídeo meu kkkk muito engraçado

  • Geralmente em entrevista de emprego ficamos nervosas na hora de se apresentar.Me ajudou muito esse desafio. Vou colocar em prática.

  • Tenho colocado como meta para esse ano comunicar-me melhor e venho praticando com meu marido, vou aplicar essas dicas acredito que vai me beneficiar muito.

  • Eu tenho muita dificuldade nessa área da comunicação, sobretudo falar em público! Mas, preciso vencer esse medo!

  • Eu sou muito timida e tenho q treinar mais a comunicacão,falar em publico entâo pra mim é muito dificil .
    Essas dicas são boas.

  • Eu noto que para escrever sou muito mais eficaz do que falando. Quando falo com muitas pessoas travo muito, fico nervosa, esqueço do que preciso dizer…

  • Ola a todos.
    No meu caso, tive que aprender a falar menos, ou seja, saber o que fala, existe uma diferença entre falar muito e saber o que fala, pois como diz o ditado: o peixe morre pela boca. Trabalhei muito com vendas e os cursos com técnicas de vendas ajudaram muito, principalmente em falar a verdade. Sempre me recusei a vender um produto que não usaria, ou seja, teria que usar a boa comunicação para vender mais. Aprendi a falar em público na faculdade, fiz gestão em Recursos Humanos e aqueles auditórios lotados de professores e alunos a espera da exposição do seu trabalho de conclusão de semestre. Terrível em público, mas não tive como escapar. A experiência foi boa, mesmo porque já tinha 48 anos. não falo demais somente pela boca, escrevo muito também, hahaha. Beijos. Estou gostando muito desses desafios.

  • Oi Paty. Fui uma criança e adolescente bastante tímida em grupos de pessoas desconhecidas ou não tão próximas. Tinha pavor de apresentar um trabalho na frente da turma. Quando entrei na faculdade, desafiei a mim mesma para melhorar minha apresentação. Comecei a trabalhar aos vinte anos e precisei fazer algumas apresentações no decorrer da minha vida profissional, algumas para pessoas do alto escalão da organização que trabalhava. Sempre senti um frio na barriga. Suei frio algumas vezes, outras tive dificuldade de dormir direito nos dias que antecederam. Contudo, a cada vez que fazia isso, ia conseguindo melhorar minha apresentação. Quase sempre as pessoas comentam que eu passo confiança (consigo controlar a insegurança dentro de mim, dizendo não pra emoção e sim pra razão). É claro que me preparo também. Enfim, vc tem toda razão, a comunicação é muito importante e é possível sim melhorar nesse sentido.

  • Bom dia!
    Ontem eu estava exatamente conversando sobre isso com a minha filha mais nova.
    Quando criança ela era excessivamente tímida, mas ao participar das aulinhas na EBI, depois Grupo Jovem e agora grupo da saúde, tudo isso contribuiu para que ela fosse vencendo a timidez. Hoje com 20 anos ela está na faculdade de medicina e se saindo muito bem para honra e glória do Deus Altíssimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *