Circularam muitos memes nas duas últimas semanas de janeiro de pessoas reclamando que o mês teria 100 dias. O que essas ondas na internet podem causar?

 

Seu mês de janeiro teve 100 dias?

(Post 9 de 30 do Desafio 30 dias para crescer)

A modinha de janeiro foi postar memes dizendo que o mês não ia acabar nunca.

É claro que sei que isso se trata de uma brincadeira, mas se você parar para pensar, o resultado pode ser bem negativo.

Quando algo nos acompanha durante cinco, dez, quinze dias, inegavelmente e aquilo vai ficar na nossa cabeça.

E se é uma reclamação – ainda que na base da brincadeira – se forma uma onda que acaba derrubando muita gente.

Não faltaram pessoas “fechando” o mês antes da hora para esperar por fevereiro.

Quando digo “fechando o mês”, quero dizer que as pessoas pararam seus projetos e ficaram de bobeira esperando a virada do calendário.

Mas a minha pergunta é: qual é a diferença?

Seja qual foi o mês ou quantos dias tenha, por que essa necessidade enorme de que o mês termine logo?

Em fevereiro, pode crer que vai rolar a onda de reclamações por conta da quantidade de feriados.

E, ao mesmo tempo, também haverá a enxurrada dos que dirão que feriado passa voando e deveríamos ter mais.

Enfim, nunca está bom!

Porém, ademais das pessoas que postaram e repostaram sem nem mesmo saber o porquê, a raiz desses memes é financeira.

 

“Está sobrando mês no meu salário”

Por conta de terem gastado demais no fim do ano, muitos não veem a hora de chegar fevereiro para receber o salário.

São pessoas que vivem de pagamento em pagamento, sempre terminando o mês sem dinheiro e gastando antes de receber.

Dessa forma, as pessoas vivem estressadas, desanimadas e sem perspectiva de melhora.

É o que chamamos de escravidão moderna.

Esse será o assunto do desafio de amanhã, mas por hoje, a sua “tarefinha” será postar nos comentários como anda a sua situação, considerando 3 alternativas:

  • Você acredita que esteja caminhando para essa vida de escravidão moderna (onde o dinheiro acaba antes do mês);
  • Sua situação está ok e você não se enquadra na escravidão moderna;
  • Você já está vivendo nela.

Espero sua resposta!

 

Para ler os desafios anteriores, clique nos títulos abaixo:

 

1 – Regras: uma relação de amor e ódio

2 – Por que não consigo mudar?

3 – Vivo sem dinheiro, o que faço?

4 – 10 segredos dos campeões quenianos

5 – Boa comunicação faz diferença

6 – O desafio de tomar água

7 – Sextou! Como aproveitar bem o fim de semana

8 – Boa convivência na internet

 

Para ler o próximo post, clique no título abaixo:

10 – Viver de crédito é a escravidão moderna

 

Nos vemos!

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Oi Patrícia! Ótima reflexão! Já vivi nessa escravidão. A espera pelo novo salário, chegava a ser angustiante e causava até ansiedade. O pior é que eu achava que isso era normal, afinal a maioria das pessoas que eu conheço passam pelo mesmo. Mas graças a Deus, que me fez conhecer educadores como você, estou me libertando disso.

  • Bom Dia Patricia,
    Apos a leitura do seu livro virada financeira seguimos nos desafiando, coloco uma meta para o mês e tudo tem que sair conforme o planejado, temos meta para gastos com lazer, e reserva para imprevistos, o cartão de crédito também tem.meta de gastos.

    Todos temos o livre arbitrio para fazer escolhas!

    Excelente semana .

  • Estou vive do um caos financeiro ,que se Deus permitir esse mês começo a me livrar. É muito dificil quando a gente não tem educação financeira, tenho dois irmãos que dizem que dinheiro é pra se gastar e só vivem… no vermelho .

  • Olá, Patrícia! Posso dizer que me enquadrava nas situações acima. Agora digo que minha situação está ok, não estou na escravidão moderna. Mas… tomar cuidado para não cair novamente! Tenho está muito atenta às suas dicas! Super abraço

  • Minha situação está tranquila. Como as contas que chegam no início do ano são previstas, já deixo dinheiro reservado para o pagamento

  • Bom dia. Estou ok e não me enquadro na escravidão moderna.

  • Bom dia!
    Infelizmente vivi o ciclo de escravidão.
    Agora quero sair dele.

  • Bom dia Patricia!

    Eu não vivi essa situação, mas estava caminhando, por isso esse ano comecei com a meta de uma virada financeira: chega de gastar dinheiro desnecessariamente, chega de comprar coisas que depois não uso. Coloquei todos os meus gastos numa planilha e agora sei o que faço e antes de comprar, penso muito bem, com isso aprendi que comprava por ansiedade e não por necessidade. Esse ano é o ano da mudança. Já até ouvi que sou mão de vaca, mas prefiro ser tachada assim.

  • Não vivo nesta situação.
    Porém, vejo-me como uma escrava, sim.
    Escrava livre.
    Se você trabalha, paga imposto por isso.
    Se você recebe aumento, paga mais imposto por isso.
    Se abre um negócio, mais imposto.
    Se contrata alguém, paga outro imposto.
    Se faz importação, imposto.
    Ao que me parece, sempre dão alguma forma de dar uma abocanhada em meu esforço,
    em minha conquista. Ou seja, sou punida por dar o melhor.
    Vida escrava, liberdade é ilusão.

  • Minha situação no momento está ok, estou me pagando primeiro todos os meses para formar minha reserva de segurança. Ainda não parei de usar o cartão de crédito, mas só uso o que eu sei que vou conseguir pagar no mês seguinte. Mas, durante muito tempo fiquei nessa escravidão, por falta de conhecimento mesmo, se eu tivesse guardado dinheiro todos os meses desde que comecei a trabalhar, hoje minha vida setia completamente diferente.

  • Eu acreditoque estou caminhando para essa vida de escravidão moderna (onde o dinheiro acaba antes do mês).

  • São as mesmas pessoas que em dezembro diziam que o ano passou rápido mas que 2019 não terminava nunca. Agora, já tivemos Megxit, Brexit, Coronavírus, as enchente de todos os janeiros, morte de esportista e contando. E o ano só começa depois do Carnaval, rs. Eu adotei um novo estilo de vida, acho que desde o ano passado ou 2018: viver bem cada dia.
    Minha situação atual é prestar atenção no uso do meu dinheiro e do tempo. Estou ok mas tem meses que sinto que fico meio escrava.

  • Bom dia!
    Graças a Deus tenho conseguido me manter na 2a alternativa.
    E as dicas de Patricia Lages só vêm a ajudar!

  • Estou no momento vivendo ela, mas querendo sair dessa, por isso estou aqui >•<

  • Até semana passada sim, eu estava caminhando para essa escravidão financeira. Tenho feito os desafios (e agradeço em especial pelo Post 3 de 30 do Desafio 30 dias para crescer), onde já comecei a buscar os meus 300 reais. E olha que não foi nada difícil!!! Agradeço pelas dicas e já indiquei o blog para uma amiga.

  • Bom dia!
    Você acredita que esteja caminhando para essa vida de escravidão moderna (onde o dinheiro acaba antes do mês);

    Sim, pois recebo no dia e no outro já não tenho mais nada, não consigo investir.
    E as vezes eu fico frustada.

  • Minha vida está OK. Estou com dinheiro aplicado. Gasto pouco, ja separei as coisas para vender. Participe do desafío de 1 semana sem compras com sucesso. Estou fazendo um curso de lettering, pois se precisar da renda extra ja tenho uma alternativa. Espero ter respondido certo. Bjs a todos.

  • Não vi janeiro como um mês enorme, pelo contrário, acho que passou até rápido demais.
    Cada dia que temos é uma oportunidade a mais de desenvolver crescer e evoluir.
    Hoje não ficamos na pendura, mas ainda não há um super conforto financeiro.

  • Minha situação está OK, graças a Deus. Inclusive, institui em casa a campanha “Natal sem presentes”, kkkk. Uma forma de celebrarmos o verdadeiro sentido de Natal que não é, com toda a certeza, o de dar e receber presentes

  • Olá Patrícia,

    respondendo sua pergunta:
    Minha situação está ok e não me enquadro na escravidão moderna, mas precisei me organizar e definir prioridades para isso.

  • Meninaaa era tanto meme que teve uma hora que eu estava me sentindo uma ET, sem entender porque só pra mim o mês estava correndo. Mas como você falou todos eram relacionados a vida financeira, o dinheiro acabou antes do mês terminar. Mas tenho pra mim que há também uma urgência em torrar o pagamento de fevereiro em folia de carnaval, porque brasileiro infelizmente tem o péssimo habito de viver de aparência. Eu graças a Deus e ao mundo fantástico da bolsa blindada que eu vivo, me libertei desta escravidão moderna, meus compromisso financeiros passa bem obrigada e minha conta ainda não me permite gritar Estooou ricaaaaaaaaaaaaaaa kkk mas está uma gracinha me dando segurança para meus compromissos de fevereiro,me sinto uma verdadeira mocinha 🙂

  • Boa tarde !
    Minha situação ok . Não estou vivendo na escravidão moderna ,Graças a Deus ! Aprendi muito aqui no blog a da valor meu dinheiro!
    Não achei que janeiro foi um mês devagar , uma cliente até estava reclamando que janeiro nunca acabava . Mas achei que foi rápido, como tem sido os últimos anos..bjs

  • Boa tarde Pat
    Minha situacão está ok e não me enquadro na escravidão moderna.
    Sempre me esforco para q no final de cada mes sobrar dinheiro para nã ficar no vermelho.
    Nunca usei o limite do cheque especial ,tb não uso o limite do cartão de credito.
    Vivo tranquila ,Gracas a Deus.
    Grande abraco

  • Boa tarde,
    Infelizmente estou vivendo nela, mas estou trabalhando pra sair dela.

  • Boa tarde
    Não vivo nesta escravidão, tenho vivido uma vida estavel e calma, sem entrar na moda.
    Alias uma boa coisa que fiz é não assistir mais televisão com esses canais abertos, acostumei com o jejum de Daniel, e foi otimo.
    Obrigada pelas dicas incriveis.

  • Oi Patrícia.
    Eu resolevi começar o ano diferente.
    Como recebo por dia de trabalho a meta é guardar alguns dias de trabalho por mês. No mínimo 3 dias cada mês.
    E começei logo no primeiro mês, para me adaptar e poupar cada vez mais.
    Eu venci o janeiro e a mim mesma.

  • Após muitos anos de escravidão podemos dizer que agora estamos ok. A próxima meta a ser alcançada é viver com menos do que ganhamos para termos uma reserva.

  • Minha situação financeira no final do mês é bem tranquila, pois sempre consigo reservar parte do meu salário para investir. Mas, eu acho que há outros tipos de escravidão moderna, como, por exemplo, as mídias sociais, que nos prejudicam muito também.

  • Minha situação financeira no final do mês é bem tranquila, pois sempre consigo reservar uma parte do meu salário para investir. Mas, para mim há outros tipos de escravidão moderna, como as mídias sociais, que também nos prejudicam bastante!

  • Minha situação está ok!! Graças a Deus! E eu quase nem vi janeiro passando!! ??? tenho tanta coisa pra fazer que não queria que chegasse fevereiro! ???? Mas, chegou e estamos aqui agora!! Tenho que correr mais um pouquinho!!! ?

  • Oi Patrícia, aqui em casa estamos em mais um ano de metas para sair da escravidão. 2019 foi do especial e esse ano será do cartão. Mas eu achei que janeiro foi curto pq estava de férias, curtindo minha filha. ?

  • Estou caminhando para sair da escravidão moderna, a partir da consciência dos meus gastos e auto controle na hora de tomar decisões. Às vezes ainda tropeço, mas estou seguindo em frente.

  • Minha situação está ok e não se enquadro na escravidão moderna; mas…….. porém, entretanto e toda via rs estou colhendo os frutos da escravidão passada em minha vida, pagando dividas e mais dividas, mas um dia elas acabam, já não uso mais cartão de credito, estou deixando de usar o limite da conta e estou menos ansiosa para comprar coisas, sempre me questionando se da para esperar e se realmente eu preciso comprar!

  • Olá Patrícia!
    Para mim o tempo sempre voa.
    Tempo é nosso bem mais precioso!
    Quero viver bem cada minuto!
    Graças a Deus não sou escrava moderna!
    Bjs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *