É preciso impor condições para ter sucesso, pois ele não acontece por acaso, mas sim, quando criamos estratégias e lutamos para alcançá-lo. Confira o post de hoje!

Condições para ter sucesso

Mais uma vez um comentário de leitora me inspirou a escrever um post, pois é algo muito interessante.

Ela disse que o namorado impôs uma condição para poderem se casar:

Que ela pagasse todas as dívidas primeiro.

O que quero destacar aqui é a inteligência desse rapaz que, muitas vezes, falta nas mulheres!

Aliás, elas estão fazendo o contrário hoje em dia:

Casando com quem está cheio de dívidas, nome sujo, desempregado etc.

Afinal, elas são empoderadas, não é mesmo?

Não precisam de ninguém, pois são autossuficientes…

Até que não aguentam mais pagar tudo sozinhas e ainda tenham que sustentá-los, pois os acostumaram a ter “vida mansa”.

Esse rapaz é um exemplo para você que ainda é solteira, mas não liga a mínima para a forma que seu namorado ou noivo cuida do dinheiro.

Não são poucas as mulheres que me escrevem dizendo que, embora saibam que o namorado é irresponsável com dinheiro, elas o amam muito e não podem deixá-los.

Igualmente, recebo muitas mensagens de mulheres dizendo que, embora amem muito o marido, vão deixá-lo, porque não aguentam mais a irresponsabilidade deles com dinheiro.

Ou seja, enquanto elas podem fazer algo, pois não há compromisso, afirmam que não podem.

Mas, depois que já assumiram um compromisso, querem voltar atrás…

Esse rapaz colocou uma condição para que a namorada não coloque em jogo o sucesso futuro dos dois.

Afinal, ninguém se casa sozinho.

 

Sucesso não vem por acaso

Esse é um exemplo claro de atitude para ter sucesso.

Você também precisa colocar condições, mas não apenas na questão amorosa.

Você precisa colocar condições no seu local de trabalho.

Ou seja, se o seu patrão lhe trata mal, se a ofende etc., você tem que chegar a ele e ter uma conversa séria sobre isso.

Se você é uma boa funcionária, ele vai acatar o seu pedido de respeito. Mas se não é…

Você precisa colocar condições com os seus clientes.

Não aceite o que eles querem pagar, não permita, por exemplo, que eles coloquem preço no seu produto.

O sucesso não vem quando você responde: “você é quem sabe” para todo mundo.

O sucesso não vem quando você diz: “qualquer coisa para mim está bom”

A sua tarefa é pensar sobre o que tem deixado na mão dos outros e que atrapalha a sua vida.

Pense sobre as condições que precisam ser impostas para garantir o seu sucesso.

Você só terá a ganhar e as pessoas irão lhe respeitar mais!

 

VEJA OS DESAFIOS ANTERIORES!

DIA 01 – Desafio 30 dias sem compras – Começa aqui!

Dia 02 – Vença os obstáculos invisíveis

Dia 03 – Vença as lutas visíveis

Dia 04 – Vença as vergonhas financeiras

Dia 05 – Não é uma resposta completa

Dia 06 – Defina um objetivo e as lutas virão!

Dia 07 – Critérios para compras durante o Desafio

Dia 08 – A onda do empoderamento desempoderado

Dia 09 – Cuidado com as compras via internet

Dia 10 – Você foi programada para ser pobre

Dia 11 – Não te entendo, te ofendo

Dia 12 – Autoconhecimento é a palavra-chave para o sucesso

Dia 13 – Ilusão, fantasia e perda de dinheiro

Dia 14 – Viver sem crédito

Dia 15 – Fundo do poço para despertar

Dia 16 – Na seleção natural só ficam os fortes

Dia 17 – Projeção financeira, como fazer a sua

Dia 18 – Assuma suas responsabilidades

Dia 19 – Perseverar para vencer

Dia 20 – A melhor forma de aprender

Dia 21 – Não cresço e não deixo você crescer

Dia 22 – o problema não é o salário mau uso

Dia 23 – Muito mais do que ficar sem comprar

Dia 24 – Dias de decisões

VÁ PARA O PRÓXIMO DESAFIO!

Dia 26 – Recupere o tempo perdido

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Nos vemos amanhã!

Jornalista, especialista em finanças, autora de 5 best-selleres, colaboradora dos programas Mulheres (TV Gazeta) e Escola do Amor (Record TV). Colunista do portal R7 e youtuber.

  • Eu e meu irmão fizemos o mesmo: todos em casa ajudam com algo. Estamos com nossos nomes limpos e pretendemos permanecer assim…e se alguém quiser se afundar em dívidas, não faremos parte disso. O que dá pra fazer, fazemos. O que não dá agora, planejamos. E vamos em frente.

  • Meu marido diz que sem divida ele não consegue nada.Esta difícil mudar esse conceito. Está ano comprei um carro a vista, foi muito bom. Falta foco

  • Bom dia, Patrícia!
    Aconteceu comigo algo parecido, por não usar a razão fiquei endividada por causa de um ex namorado, que por fim me deixou sozinha com toda dívida para pagar. Levei + de 1 ano para pagar, desse meio tempo conheci meu marido, mais coloquei na minha cabeça que a dívida era minha e só me casaria somente com ela paga. E assim foi.
    Abraço 😉

  • Verdade….que rapaz inteligente… sempre falo para os filhos… difícil é quando eles dizem que sem dívida não se consegue nada como a moça disse acima… mas sabemos que não é verdade… Meu marido quando casamos não tinha dívida e me ensinou a não ter dívida.,..Tanto que compramos a casa a vista no dia do casamento….

  • Inspirador, pena que o desafio está acabando. Obrigada Paty.

  • Ótimo post Patrícia! Pena que tá acabando o desafio,Faz outro por favor….

  • Muito bom esse texto. Eu sou essa aí: qualquer coisa para mim esta bom…penso que assim não estou exigindo dos outros, não estou sendo “mala”… Acho que preciso rever meus conceitos.

  • Estou travando uma batalha comigo mesma e penso que eu fui minha única inimiga em relação ao meu dinheiro, amava ajudar todos que emprestava e depois fazia as contas para ver se conseguia pagar as contas. Hoje sou casada meu marido e eu já tivemos sérias discussões a respeito das minhas dúvidas pois, comprava tudo que via e acabava escondendo. Quando tomei a decisão de liquidar todas as dúvidas (quando tomamos uma decisão Jesus conspira a nosso favor), uma amiga me falou a seu respeito. Comecei a te seguir nas redes sociais e pimba eis que o desafio começou. Ainda não paguei tudo que devo mas, não estou compreendendo nem balinha. E fiz um desafio para mim mesma. Até o final do ano quero estar com 8.000 reais na poupança. Esta sendo maravilhoso. Obrigada e que Deus continue te dando forças para continuar nesta jornada.

  • Patricia,ontem tive certeza que estou curada do consumismo, estou “precisando”de calca jeans e uma loja que costumo comprar estava em promoção, estive lá ontem e gostei da calça mas não levei, vou usar as que eu tenho é comprar quando realmente estiver precisando e não por conta de promoção.
    Hoje eu penso até pra comprar uma pasta de amendoim, antes entrava no empório e deixava R$60,00 de besteirinha.

  • Por falta de priorizar o que é realmente importante não estava acompanhando as postagens sobre o #30DSC e hoje fazendo uma reflexão das coisas que são realmente importantes para mim vim correndo aqui para me atualizar de tudooo… E sim isso tudo faz muito sentido para mim, não é apenas sobre comprar, mas sim sobre conhecer a si próprio! Sempre desempenhei um trabalho excelente e muitas pessoas me reconheciam por isso, mas eu mesma não me dava o devido valor como profissional e não apenas por aceitar receber um salário muito abaixo do que mereceria mas por tolerar desrespeito e ficar calada diante de muitas injustiças. Obrigada Patrícia por me fazer pensar, refletir, raciocinar… Você é um exemplo a ser seguido, parabéns por seu trabalho que transforma não apenas o olhar para o dinheiro, mas para o que realmente importa… O nosso interior, ter paz!

  • Isso é muito verdade, meu esposo sempre foi muito trabalhador, e isso sempre chamou minha atenção, porém ele nunca soube administrar muito o seu dinheiro, então deixei essa parte por minha conta, porém de uns tempos pra cá , inventei de acumular pontos no nosso cartão que é junto, meio que entramos no automático, e nos endividamos muito, já não estava sabendo lidar , quando veio o desafio, pensei não vamos conseguir, percebi então que até eu que sempre fui organizada, tb tinha entrado nessa, então lembrei do seu livro que li a muitos anos atrás, sobre pagar dividas, e resolvemos parar de usar o cartão de credito por um tempo e comprar tudo a vista, mas confesso que tem ficado muito dificil pro meu esposo, ele fica desesperado, creio que tudo isso vai passar, pois ele vai voltar a comprar tudo á vista, sinto que se eu não fizer algo rápido, vai afetar até o nosso casamento, pois é muito sério.

  • Deveria existir educação financeira nas escolas, e até em casa mesmo. Os pais nos ensinam a ter valores morais, mas não nos ensinam a cuidar do dinheiro, até porque, eles também não tiveram. Então, quando nos casamos, acabamos cometendo os mesmos erros pais…
    Estou com 40 anos, casada há 21. Se pudesse voltar no tempo, teria feito muitas escolhas diferentes. Porque meu marido e eu cometemos muitos erros financeiros por não termos experiência nem educação financeira. Agora, com a cabeça no lugar, estamos correndo atrás do prejuízo.
    Beijos, Pati!!!

  • Amei (mais uma vez” Patrícia! Como é importante nós aprendermos sobre impor limites, a nós e aos outros.

  • Impor condições a minha própria pessoa para ter sucesso é muito mais desafiador que impor as pessoas ao meu redor. A nossa decisão tem de ser realmente firme.

  • Meu marido é um exemplo a ser seguido e constantemente me cobra resoluções de dívidas para que assim eu possa progredir na vida como ele. Afinal juntos somos mais fortes!!!! Não adianta um economizar e o outro apenas gastar, pois jamais essa conta fechará. É aí que iniciam-se as brigas e separações, não devemos permitir que isso acontece e deixar que seu relacionamento acabe apenas por um problema único e exclusivo seu, que é não saber utilizar seu dinheiro corretamente. Bora lá meninas, o desafio está acabando e conseguimos grandes resultados.

    Por falar nisso ontem eu fiquei surpresa comigo mesma…rsss. Levei meus filhos na Expo Mickey 90 anos, fizemos todo o trajeto da exposição tiramos muitas fotos e no final tem aquelas “benditas” lojinha com todos os produtos possíveis e imagináveis da Minnie e do Mickey. Falei para os meus filhos que eles poderiam levar uma lembrançinha da exposição, desde que não fosse muito caro….já sabia que teria que gastar essa quantia e limitei valores. Graças ao meu bom Deus meus filhos são muito sensatos eles conseguem distinguir o caro do barato, o útil e o superfluo, sempre agindo assim com a razão. Sendo assim escolheram um copo que custava R$ 10,00 2 unidades…tá ótimo o preço. Mas minha filha se deparou com uma mochila que de fato era maravilhosa da Minnie e questionou se não poderia levar….custava R$ 100,00, disse para ela: filha estamos com planos de ir para a Disney, sendo assim tenho certeza que lá essa bolsa será mais barata e você conseguirá inclusiva comprar mais de uma bolsa….temos que guardar dinheiro para a viagem..ela rapidinho disse verdade mãe compraremos lá então.
    Se fosse outros tempos certeza que diria, pode pegar filha….depois me viro para pagar…mas consegui analisar e verificar que não havia necessidade de comprar aquela bolsa, ali naquela ocasião, que com certeza está com o preço um pouco mais caro em razão das circunstancias, vi muitas pessoas saírem carregadas de produtos, que não trazem qualquer utilidade sendo apenas uma mera lembrança, vi mulheres gastando cerca de R$ 600,00 em produtos da Disney que você encontra em algumas lojas instaladas em alguns shoppings…loucura…hj eu acho loucura…mas já fiz muito disso…mas passou…e graças a você que tem a cada dia mais nos mostrado o real valor do seu dinheiro e das coisas.

  • Ameiii esse post. Compartilhando geral, ainda mais com meus amigos Auxiliares da Terapia do Amor. Além de blindar nossas bolsas, vamos blindar nossa vida amorosa 👏🏻👏🏻👏🏻😍😍😍.

  • Boa noite Paty, gostei muito do post! Como sempre vc arrasando! Continuamos com o foco de pensar muito antes de gastar e, principalmente pensar em por quê comprar???? Amando nosso desafio! Bjs

  • Jamais questionei o preço de nenhum profissional. Penso que cabe a cada um definir quanto acha que deve cobrar. Se eu achar que não vale ou se não puder pagar, posso tentar negociar, mas nunca faço pouco do trabalho de outra pessoa. Hoje mesmo tive uma conversa assim com a baby sitter. 😉

  • Amei, sou noiva e estamos fazendo estudando planejamento financeiros juntos, sou um pouco mais controlada porém preciso sempre estar atenta as coisas ao redor e o que meu noivo está comprando kkkk amando as dicas… passando tudo pra ele.

  • Eu trabalho e tenho meu salario, meu esposo trabalha por conta e tem o salario dele, cada um paga algumas contas e faz seu proprio controle, mas sempre comentamos como anda as finanças no geral e se por acaso um dos dois se perde ou faz alguma coisa fora do orçamento e se perde ou gasta alem do permitido, um socorre o outro e recomeçamos no controle. Temos vivido de forma controlada assim, na medida do possivel. Ja demos algumas cabeçadas, fizemos algumas burradas, mas lutamos juntos e reorganizamos a situação!! Os dois tem que ter controle, senao a relação é afetada!!! Muito bom esse post como todos os outros!! Que DEUS continue te abençoando e que vc sempre tenha inspirações como essas Patricia, que sempre toca exatamente nos pontos onde precisamos de ajuda e conhecimento!!! Bjão

  • Meu noivo sempre me diz que precisamos ter prioridades. Que queremos muitas coisas até necessárias, mas que infelizmente não dá para alcançar tudo de vez! Tudo é questão de prioridades e planejamento!

  • Oi Paty, eu deixei um casamento de 22 anos… por vários motivos, mas o prinncipal deles era a irresponsabilidade financeira e a falta de compromisso com o trabalho do marido!

  • Paty, esse desafio me fez repensar a minha vida financeira e as escolhas que fiz. Quero aprender a viver com o que ganho, sem fazer dívidas.
    Consegui criar o hábito de levar meu almoço e a pensar e avaliar bem quando vou comprar.
    Obrigada por me ensinar tanto!
    Receba o meu abraço de obrigada. Você se tornou minha amiga!
    Beijos

  • Fiquei atrasada na leitura dos posts… mas sigo no desafio, não tem limite para acabar, vai ser sempre e sempre! Valeu, Paty!

  • Eu fico feliz por ter influenciado meu namorado e algumas amigas a investir, as pessoas sempre colocam muitos empecilhos no começo, mas quando começam a realizar sonhos graças à essa determinação percebem o quanto vale a pena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *