Esse deve ser seu maior objetivo na vida financeira: viver sem crédito. Confira o post de hoje e saiba porquê e como fazer isso.

Viver sem crédito

Há pessoas que perdem o sono diante da ameaça de ficarem com o nome sujo.

Elas acham que não ter crédito na praça é como a morte, então, fazem de tudo para fugir disso.

Porém, para a maioria das pessoas, ficar com o nome sujo é a melhor coisa que poderia acontecer na vida!

Isso porque, quando alguém tem restrição em seu CPF, não consegue mais:

  • Comprar a prazo
  • Fazer financiamento
  • Contratar empréstimo
  • Pedir mais um cartão de crédito

Mas, para quem não sabe lidar com crédito, essa é a melhor coisa.

Aliás, essa pode ser a única maneira de impedí-la de fazer mais bobagens!

Só para exemplificar, vou comentar dois casos que recebi esta semana.

Primeiramente, uma leitora contou que vendeu o carro para um conhecido.

Depois de um tempo, descobriu que ele não transferiu o veículo e estava devendo multas, bem como os impostos.

Com medo de ficar com o nome sujo, ou seja, sem crédito, ela pegou um empréstimo para pagar os débitos.

Visto que foi uma atitude desesperada e sem fazer contas, ela não conseguiu pagar o empréstimo e ficou com o nome sujo.

Por outro lado, o segundo caso é mais comum.

Uma leitora disse estar devendo quase 20 mil reais, sendo que seu salário é pouco mais de mil.

Conforme ela mesma relata, seus gastos são: cerca de 40% com contas do mês (água, luz etc.) e o restante com roupas, calçados e maquiagem.

Embora ela tenha uma divisão de gastos desastrosa, o que ela queria era fazer um empréstimo para comprar mercadorias para vender, já que EU aconselho a ter uma renda extra!

 

O medo e o ouvir só o que quer

No primeiro caso, a fim de não sujar o nome, a pessoa sujou o nome!

Apesar de ela não ter dívidas e não estar com o nome sujo, a leitora, por medo assumiu uma dívida que nem era dela.

Em vez de fazer as coisas do jeito certo, que seria consultar um advogado, ela foi no que lhe aprecia mais fácil, embora tenha se tornado o caminho mais difícil.

Semelhantemente, a outra leitora – acostumada a “resolver” tudo com dinheiro emprestado – quis continuar com a dinâmica, sem acordar para o fato de que foi isso que a levou a dever quase 20 vezes mais o que ganha por mês.

No primeiro caso, o medo venceu a razão e a pessoa não parou para raciocinar.

No segundo, a pessoa só ouviu o que quis, de todas as coisas que ensino aqui!

E, antes que você as julgue, pense se você já não fez (ou, talvez, esteja fazendo) algo similar.

 

A resposta para esses problemas

A resposta está no título: viva sem crédito!

E antes que você diga que isso é impossível, não é. Aliás, é o único jeito certo de se viver.

Afinal de contas, quem não consegue viver com o que tem, vai viver devendo o que não tem.

Se você tem dívidas, livre-se delas o quanto antes.

Tome coragem e faça isso:

  • Coloque todas as suas dívidas na ponta do lápis
  • Pare de comprar TUDO, absolutamente TUDO o que não seja necessário.
  • Venda tudo o que não vai lhe fazer falta e direcione o dinheiro para quitar tudo o que puder.

Saindo das dívidas, NÃO volte a contratar mais crédito.

  • Tire o limite da sua conta
  • Não use mais o cartão de crédito se não sabe usar bem
  • Não financie mais nada

 

Quando você perceber que viver sem crédito é ter a verdadeira liberdade, nunca mais vai se sujeitar a dar o seu dinheiro para os outros em forma de juros.

 

 

LISTA DOS DESAFIOS JÁ POSTADOS:

DIA 01 – Desafio 30 dias sem compras – Começa aqui!

Dia 02 – Vença os obstáculos invisíveis

Dia 03 – Vença as lutas visíveis

Dia 04 – Vença as vergonhas financeiras

Dia 05 – Não é uma resposta completa

Dia 06 – Defina um objetivo e as lutas virão!

Dia 07 – Critérios para compras durante o Desafio

Dia 08 – A onda do empoderamento desempoderado

Dia 09 – Cuidado com as compras via internet

Dia 10 – Você foi programada para ser pobre

Dia 11 – Não te entendo, te ofendo

Dia 12 – Autoconhecimento é a palavra-chave para o sucesso

Dia 13 – Ilusão, fantasia e perda de dinheiro

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Nos vemos amanhã!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Percebi só agora (há pouco tempo) que viver sem crédito é melhor. Meu nome está limpo. Já fiz muita besteira com cartões e limites, agora vejo que meu planejamento deve ser de acordo com meus rendimentos, e não fazer os parcelamentos mirabolantes e “depois eu vejo como vou pagar”. É muito mais sensato planejar sem necessidade de parcelas.

  • Parabéns Patrícia por mais esse desafio. Estamos juntas.

  • Estou adorando esse desafio. Que diga-se de passagem que desafio!!! Mas é um aprendizado diário e estou muito feliz por cada mini conquista! Gratidão

  • É exatamente o que estou precisando, vou colocar tudo em pratica.

  • Desde muito pequena que ouvi isto :quem ganha um e gasta dois não tem para depois.

  • Faz algum tempo que vinha sonhando em viver so no debito. Recebi um acerto. Paguei todo o cartão e comecei a viver so do debito. Isso é tão libertador. Chegar no final do mês e nao ter que entregar todo seu salário para pagar o cartão de crédito. É melhor quando voce tem que pagar avista ou no débito. Eu penso duas, três vezes antes de comprar. Por que estou dando meu dinheiro limpinho para adquiri algo. Ai é mais fácil questionar se aquele compra faz sentido. Uma dica sua que uso muito é a de fazer a lista e ir ao mercado com o valor determinado que vou gastar.

  • Ainda não consegui me livrar do cartão de crédito, porém, semana passada me ofereceram aumento de limite e eu neguei!!! Depois que desliguei o telefone, bateu um arrependimento, tipo “Não acredito no que acabei de fazer!”, mas quando me dei conta que mal estava conseguindo pagar o total da fatura, com o limite atual, achei que foi melhor assim!!🤔

  • É tudo o que quero viver sem dívidas, porém as despesas são enormes e não é nada supérfluo, são realmente gastos necessários. Fico deprimida com isso.

    • Se vc está gastando mais do que recebe precisa mudar isso. Uma coisa é o que necessitamos e outra totalmente diferente é o que podemos. Temos que viver dentro do que podemos porque necessidades não têm fim, mas o dinheiro tem. É preciso priorizar as necessidades e atender as que são possíveis. O que estiver além do que vc pode precisa de uma renda além da que vc tem. Por isso falamos muito sobre renda extra. 🙂

  • Bom dia Patricia. Já passei por uma situação destas citadas no post.
    Consegui quitar. Agora estou mais tranquila em relação à finanças.
    Abs.

  • As vezes a pessoa precisa chegar no fundo do poço para despertar.

  • Paty, eu vivo essa experiência de não ter crédito. Fiquei 4 anos com o nome sujo. Paguei todas as minhas dívidas, faltando só o que devo ao meu irmão (que já comentei contigo e que estou trabalhando para resolver esta última pendência) e, apesar do nome limpo, aprendi a conviver sem crédito. Eu não quero mais nem cartão de crédito. Exatamente pq não sei usar. E não estou a fim de aprender agora. Uma coisa de cada vez, né? Minha última compra grande levou 2 anos para ocorrer, comprei no dia 02 de Janeiro, para encontrar uma boa promoção e paguei à vista. É uma delícia! Hoje, prefiro esperar meses para conseguir algo do que pagar parcelas. Elas me tiram do sério!! Até minha anuidade do CRF e meu IPVA eu consegui pagar à vista este ano!

  • Patrícia, esse desafio é antes de tudo um grande aprendizado. No fundo sabemos o que é certo, o que deve ou não ser feito e muitas vezes ouvir só o que a gente quer torna a as coisas mais complicadas. Só tenho a agradecer

  • “Quando você perceber que viver sem crédito é ter a verdadeira liberdade, nunca mais vai se sujeitar a dar o seu dinheiro para os outros em forma de juros.” Essa frase resume o texto. Viver sem dívidas é libertador!

  • Uauuuu!!! Foi um tapa na minha cara do tipo: ACOOORDAA LÍGIAAAA, ABRE OS OLHOS GAROTA…😱😱😱 Principalmente essa parte “É o único jeito certo de se viver. Afinal de contas, quem não consegue viver com o que tem, vai viver devendo o que não tem. Se você tem dívidas, livre-se delas o quanto antes.”😵😵😵 Eu li e fiquei boquiaberta, pois apesar de não estar tão enrolada com o cartão, estou vivendo sim da falsa sensação de liberdade que o ter crédito te dar. Antes de comentar, já abri minha planilha, olhei o que estava parcelado e que dava para quitar hoje, consegui até um desconto por adiantar as parcelas, paguei a fatura atual, e bloqueei 1 cartão. Falta me livrar de mais 2 cartões. Percebi que a utilização do cartão de crédito tem dificultado eu enxergar o meu real poder de compra, e que o fato de ter parcelas futuras a pagar (dívidas), me tira sim a paz. NOSSA, QUE MARAVILHA!!! OBRIGADA PATRÍCIA!!! Deus lhe abençoe grandemente 🙏🏻🙏🏻🙏🏻🙌🏻🙌🏻🙌🏻😍😍😍❤️❤️❤️

  • É uma ambiguidade esse sentimento de viver sem crédito; ao mesmo tempo que consigo passar meses sem gastar nenhum tostão no cartão de crédito, ainda me pego gastando acima do meu previsto quando invento de comprar o que estou realmente precisando.
    Aconteceu isso ontem quando precisei comprar um creme para o rosto e a moça da loja me ofereceu um tônico da mesma linha que estava em promoção (mas acabei gastando mais do que deveria)….. resumindo: poderia ter passado sem ele? sim…. mas como estava com o cartão de crédito….. pois é…. 100,00 não previsto…. snif….

  • Estou tentando zerar meus 2 cartões de credito, falta bem pouco, e vou conseguir. Eu sempre usei com consciencia e dentro do meu orçamento… Algumas poucas vezes tive que recorrer a ajuda do marido, mas ja superei essa fase de gastos por impulso. Quero em breve ter o prazer de conseguir passar o mes com o salario que ganho, “com sobras” até para o lazer. Seus posts são fantásticos e nos ajudam muito. Deus a abençoe!!!

  • Olá Paty!!

    De todos os posts (acompanho desde sempre), este foi fenomenal!! Absolutamente aquele tapa da verdade com muito mais intuito de demonstrar zelo e carinho por nós do que ferir e apontar erros!! Parabéns pelo sucesso!!
    Que Deus lhe instrua e lhe abençoe cada dia mais!!

    Um super beijo!!

    • Obrigada pelo comentário e por estar conosco desde sempre! Beijos 😀

  • Engraçado à alguns dias atrás ,eu fui me cadastrar no site da natura para ser consultora,só que não é pra vender é pra comprar e ter desconto maior,mas meu nome esta´ sujo devido à algumas besteiras que fiz no banco como avalista, e a natura só me passaria os produtos à vista ,fiquei triste por saber que quem tem nome sujo ,não tem boa reputação ,mas depois eu até achei bom ,talvez eu iria comprar mais do que realmente preciso.Obrigada por está conosco todos os dias,firme e forte no desafio.

    • Vc iria comprar só para “aproveitar” o desconto porque se não fizer o pedido mínimo “perde” o “cargo” de consultora.

  • Poxa!! Esse foi direcionado a mim, que ja estou com o nome sujo e vivo uma angustia diariamente por conta disso, pois nao controlei meus gastos diante do que ganho. Quero vencer isso e viver mais tranquila.

  • É a mais pura verdade! Quando percebi que não estava sabendo usar os cartões, comecei a cancelar. Hoje percebe que se tenho limite, gasto e se não tenho, não gasto! Obrigado por estar nos ensinando tanto!

  • Realmente, ter o nome “sujo” pode ser o sacode pra muitas pessoas, pra mim foi. Há 15 anos após um atraso de salário me vi enrolada com tanta divida que não consegui pagar e o jeito era usar somente dinheiro a vista pois fiquei sem crédito. Foi ótimo, sobrevivi e aprendi. Hoje, só tenho 1 cartão de crédito, mas pago o valor total da fatura quando chega, e quero usá-lo cada vez menos.

  • A melhor coisa que eu fiz foi cancelar o cartão de crédito, não cheguei a pagar o mínimo, mas vi que estava passando dos limites, meu esposo me ajudou e me senti liberta!!

  • Eu já estou vivendo sem credito tem um tempo, é bom, fé a paz, mas o cartão não deixei não.
    Sabendo usar é muito útil, você ganha algumas coisas com ele. Além do mais, se controla bem os gastos, porque estou sempre acompanhando a fatura, já com um limite para usar.

  • Adorei as dicas deste post. Tenho que me libertar da ideia de comprar sempre com cartão de crédito. Com as dicas de hoje, só vou comprar em dinheiro. Se não tiver dinheiro, não compro. Vou mentalizar a ideia de “não QUERO crédito”. Um dia de cada vez! Vou conseguir! Obrigada, Patricia.

  • Graças aos teus ensinamentos Paty aprendi a controlar os limites do necessário. Sei usar muito bem o cartão de crédito.

  • Estou enrolada nessa do cartão de crédito… pago 100% da fatura, mas aí o dinheiro acaba e continuo comprando no cartao de crédito.

  • Muitas vezes no desespero tomamos atitudes precipitadas e depois que a bola de neve está enorme é que nos damos conta da borrada que fizemos,olha eu aprendi da pior forma possível,pois se existir uma palavra maior do que super endividada era eu, e pior de tudo, não consigo dizer em que foram as minhas dívidas. Mas depois de muito tomar pela cara aprendi com meus erros e hoje controlo bem na pontinha do lápis as minhas contas, se não der pra comprar agora fica para o ´próximo mês ou mais adiante, dívidas nunca mais!!!!

  • “Afinal de contas, quem não consegue viver com o que tem, vai viver devendo o que não tem.”
    As pessoas tem que se conscientizar disso!!!! Parece que a maioria dos endividados nem percebe o que está fazendo, vai no automático, por uma cultura, como você disse no post anterior: somos programados para ser pobre!

  • Minha meta é exatamente liquidar toda minha dívida com os cartoes de crédito, eliminar de vez o cheque especial e realmente ter a liberdade de usar o meu dinheiro de forma correta…sem as noites mal dormidas por conta das dívidas…a boa noticia é que estou com o foco total nas metas que fiz para esse ano e com certeza…o próximo ano será diferente . Patrícia muito obrigada por todas as suas dicas…Deus continue a abençoar sua vida e vc passe a cada vídeo um novo olhar sobre as finanças nos orientando e incentivando a ser cada dia mais livres…principalmente no que se refere ao nosso suado dinheiro. Bjs

  • Bom dia !
    Estou na luta, mas sinto que estou conseguindo
    Com a ajuda de Deus e a sua 😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *