No nosso Desafio 30 dias sem compras de ontem, vimos como vencer os obstáculos invisíveis. Hoje, você vai saber como vencer as lutas visíveis. Acompanhe!

Vença as lutas visíveis!

Com o post de ontem você já ficou alerta sobre as barreiras invisíveis.

Acredito que você percebeu que elas não fazem o menor sentido e que nem é tão difícil assim vencê-las.

Porém, a luta de hoje será MUITO mais desafiadora porque ela está ligada às nossas emoções.

A ideia de trazer esse desafio veio de vários comentários de leitoras.

Aliás, acho que é interessante dizer que, quando inicio um desafio, não me preocupo em deixar tudo 100% pronto.

Acho muito mais interessante ir desenvolvendo o conteúdo conforme os comentários de vocês.

Fica muito mais real trazermos coisas práticas e dificuldades do dia a dia.

Então, vamos lá!

 

Razão X emoção

Recebi muitos comentários de pessoas que diziam que não podiam participar do 30DSC por alguns motivos.

Mais adiante vou comentar os outros motivos, mas para hoje, escolhi este:

 

Não vou poder participar porque tenho uma netinha. Não posso ficar sem comprar as coisas de que ela precisa.

 

É claro que eu jamais faria um desafio – ou qualquer coisa que seja – para levar as pessoas a passarem necessidade!

Talvez a leitora/seguidora seja nova nas minhas redes e ainda não saiba que nós, blindetes, somos “mulheres possíveis”! rs…rs…

Mas, a questão aqui é bem outra.

Quando estamos diante de algo que confronta nossas emoções, logo queremos achar um jeito de nos livrarmos dela.

Se conseguirmos justificar o motivo então, ótimo!

Pense comigo:

Você acha que essa vovó só compra para a netinha aquilo que é necessário?

Acho isso meio impossível vindo de uma vovó! rs…rs…

Um dos objetivos do nosso 30DSC é a mudança de hábitos que traz economia e nos ajuda a fazer melhores escolhas.

E se tem uma coisa que nos cega quando o assunto são melhores escolhas é a emoção.

Quando agimos pela emoção, 10 entre 10 vezes quebramos a cara!

Emoção vem do coração e o CORAÇÃO NÃO PENSA.

Você pode agir sem pensar muito em ocasiões que não terá consequências ruins, por exemplo:

Quando você deixa a casa de lado e larga tudo para dar atenção a alguém.

Se você for pensar racionalmente, você não vai fazer isso, pois a casa vai ficar bagunçada e você vai se atrasar.

Mas o que isso vai lhe trazer de prejuízos?

Correr um pouco mais no dia seguinte? OK, mas acho que vale a pena não é mesmo?

 

Por isso, vença as lutas visíveis.

Vença a vontade de comprar aquilo que esta “te chamando” na vitrine.

Vença a vontade de comprar aquilo que seu filho, neto ou sobrinho está pedindo, mas que você sabe que será mais um gasto inútil.

Talvez não vai passar de mais um brinquedo largado pela casa daqui três dias.

Vença a emoção de “ter que agradar” alguém gastando o que não pode.

Dinheiro e emoção não devem andar juntos.

Pois o dinheiro mal gasto hoje não vai voltar para a sua conta amanhã.

Lembre-se: dinheiro não aceita desaforo!

 

Lembrando que:

 

Ao longo do 30DSC vamos dar muitas dicas, então não deixe de acompanhar.

  • Você deve comentar para melhorar nosso raiting no Google (obrigada a todas que estão bombando por aqui!)
  • Teremos um e-book gratuito para você baixar na semana que vem (aguarde sem ansiedade! haha)
  • Se você não é inscrita aqui no blog, faça isso para não perder nada (veja abaixo)
  • Convide uma amiga (ou mais) para fazer o 30 DSC com você
  • Se possível, publique nas suas redes com a #30DSC para nos ajudar a alcançar mais pessoas!

 

LISTA DOS DESAFIOS JÁ POSTADOS:

DIA 01 – Desafio 30 dias sem compras – Começa aqui!

Dia 02 – Vença os obstáculos invisíveis

 

Para se inscrever, coloque seu e-mail!

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Nos vemos amanhã!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • É muito difícil vencer a emoção na hora de fazer uma compra. Sempre penso ” não vou comprar, não posso fazer mais parcelas”. Quando me vejo já passei o cartão em 10x.

  • Olá Patrícia, acho que meu maior desafio será diferenciar o que é necessidade do que é desejo. Esse é um limiar difícil de definir e é, para mim, o que me custa caro.

  • Além de desafiante é profundo e reflexivo. Trabalha bastante o emocional. Todos necessitamos de reflexões nesse nível. Agradecida.

  • Vejo que hoje em dia a maior vitrine é a internet. Somos bombardeadas com propagandas a todo momento. Estava olhando um salto boneca para usar com meia calça de forma que essa combinação não me atrapalhe a andar e decidi não comprar porque encontrei uma solução muitíssimo barata, pois o problema não é o salto que já possuo dois semelhantes, mas sim a meia calça escorregadia. E depois da pesquisa virou um tormento navegar na Internet, me aparece propagandas a todo momento do calçado que é lindo demais. Todo dia tenho que resistir! Patrícia, você tem dicas para nos ajudar a pelo menos diminuir essas propagandas? Se eu não vejo, fica mais fácil não comprar. Obrigada linda por nos ajudar a ter saúde financeira que reflete em tudo em nossa vida!

  • Amei, e é bem assim! Principalmente com namoro, minha pior parte! Pois gastamos muito com lanche e besteira! Com relação a isso estou fazendo uma reeducação alimentar e ele também, então estamos diminuindo mais! E sobre roupa só vou comprar roupa quando bater a primeira meta de peso!

  • Mercado vale Patricia, generos alimentícios e material de limpeza, afinal dona não tem folga né.

  • Essa dica foi pra mim, porque parece que sempre tenho a possibilidade de comprar e eu vejo algo, acabo pensando: Nossa, como isso parece a cara de fulano. Sem vê já estou até fazendo as contas pra comprar aquilo ali. Até parece que dinheiro parado na minha vida não é possível, tenho que está gastando.

  • As vitórias só vem com muitas lutas, saber esperar o momento certo, saber identificar aquilo que nos faz gastar sem necessidade pode ser recompensado depois.
    Em 2012 dei o primeiro passo para mudar a minha vida financeira, já mudou muito, mas não cheguei ainda onde quero, comecei fazendo acompanhamento de tudo que gastava, anotei tudo que comprei e paguei em 60 dias, descobri que não me divertia com meus filhos, não comia se quer um pastel ou sorvete com eles. Somos de uma família ENORME, aniversários são de até 5 no mesmo mês, eu comprava presente para todo mundo, então depois de começar analisar minhas compras tudo isso mudou.

  • É uma luta diaria, a compulsão acaba com qualquer um. Eu estou nessa luta e esse desafio veio pra completar e me mostrar que estou no caminho certo. Muito obrigada Patricia!

  • Realmente as emoções nos atrapalham bastante na hr de economizar. Mas vamos seguir firmes!

  • Bom dia Patricia! Amei o post! Realmente, não podemos deixar que o nosso coração e emoções nos deixem influenciar em relação ao dinheiro ( e entre outras coisas e situações também)
    Entrei no desafio e creio que irei aprender bastante! 🙂
    Muito Obrigada!

  • verdade quando deixamos as emoções de lado agimos com a razão e a razão no faz pensar se o que vamos comprar é necessário ou não.

  • Bom dia Patricia! Sou sua seguidora fiel! este desafio esta sendo muito importante para minha vida! Já que estou me casando daqui 01 mes!!Muito Obrigada.

  • Pois é, Paty já entendi que a mensagem aqui é passar por cima da emoção/coração para adquirirmos novos e bons hábitos. Tudo que me remete a gastos deve ser bem pensado.

  • Eu comprei o livro bolsa blindada e amei..e estou sim participando desse desafio que vai ser desafiador e muito bom para minha vida..tenho vivido um caos por conta da minha vida financeira mas sei que irei vencer..

  • Estou nesse desafio e muitas das vezes levada pela emoção gastamos até o que não temos estou nesse desafio , estou no meu segundo dia e está me ajudando muito.

  • Muitas comprinhas acabamos fazendo por emoção, ainda mais quem tem filhos e eu sou mãe se gêmeos, então já viu kkkkk.
    Mas tenho aprendido muito com você e hoje minhas compras são mais conscientes.
    Amando o desafio.

  • Meu Deus quantas vezes na minha vida, comprei por emoção. Teve um momento da minha vida que recebi meu salário e ficou tudo em roupas e fiquei sem pagar a faculdade. Pior fase financeira da minha vida, tudo porque só agia com a emoção, descontava toda minha frustação em compras. Hj o cenário mudou, desde que comecei a seguir suas dicas. Por isso tô aqui comentando todo dia, ligadinha em cada post disposta a aprender mais e mais! Bjos e obg por esse carinho em compartilhar tuas experiências.. ah e tô compartilhando com uma outra amiga!

  • Bom dia querida.
    Passei dessa fase sabe? De tá comprando coisas desnecessárias. Já trabalhei em 3 empregos. O primeiro, como marinheira de primeira viajem, gastei uma boa parte do meu salário em cabelo. Nem em roupa era. Que desgosto!!!
    Amava arrumar meu cabelo. Sabe como ele está hoje? Literalmente no lixo. Pois estou com ele natural e não se compara aos altos valores que deixava no salão.
    O meu segundo, agi muito pela emoção, não soube investir. E o terceiro, já amadurecida, não tive tempo de por em prática o que aprendi com os erros. A empresa contratou, assinou carteira, e usando de má fé, demitiu todos com 3 meses, pegando todos de surpresa.
    Hoje eu decidi ter o meu próprio negócio, trabalhando com o que mais gosto de fazer: Arte na confeitaria. Estou no inicio. Enfrentei a vergonha, faço as coisas e saio de porta em porta vendendo.
    Deixo as emoções de lado e sigo em frente. E aqui no blog aprendo muito. Lições pra todas as áreas da vida.
    😉

  • É verdade. Quando a gente nao quer fazer pensa logo numa desculpa. Quando vi o titulo por primeira vez pensei ser impossivel ficar sem comprar “nada”. Mas nao é essa a proposta. É ficar sem comprsr nada desnecessáriio. Gostei e estou dentro, penssndo muito mais na hora de comprar e economizsndo.

  • Estou tentando ao máximo conseguir terminar este desafio! Sou compradora compulsiva, que desconta as emoções no cartão de crédito..Obrigada Patrícia!

  • Eu estou participando do desafio dos 30 dias! Retirei da carteira meus cartões, estou só com uns trocadinhos pois moro pertinho do meu trabalho e vou almoçar em casa. Eu pretendo apenas comprar comida no supermercado.

  • Bom Dia Patricia! Realmente as nossas emoções influenciam muito. Vivo em uma montanha russa de emoções e me policio o tempo todo porque por agir só pelas emoções e sem parar pra pensar, me programar e me organizar hoje estou pagando o preço. Há dois anos no desespero comecei a procurar ajuda na internet sobre organização e finanças e conheci vários canais inclusive o Patricia Lages que me ajudaram e me ajudam muito e aos poucos, dando um passo por vez estou saindo do “buraco negro” em que me meti. Muito obrigada! Bjs

  • Bom dia Paty, comecei a fazer inconscientemente o desafio q comecou anteontem, qdo vc decide nao comprar aparece akela limpeza de pele com 50% de desconto em 3 x no cartao, aparece promocao de “brusinha” com 30% de desconto, akeles ovos de pascoa lindos de colher q vc tem na mente de presentear os filhos e o namorado, dai o q eu fiz? to aki quietinha rssss meu problema eh a ansiedade e seus posts sobre o desafio estao me ajudando, obrigada!! Juliana

  • Bom dia, Paty! Estou acompanhando esses 30 dias e, tirando o presente de aniversário do meu filho (completará 15 anos) e um livro (ambos já programados na minha planilha financeira), estou empenhando meu cérebro a controlar meu coração! Eu já venho fazendo isso, buscando sempre questionar a necessidade real ou não da compra. Mas… mesmo tentando raciocinar, as vezes caímos sim em argumentos “racionais” do tipo: “eu mereço, pq minha vida não é fácil e ninguém me dá nada”… Muito legal ter a oportunidade de desenvolver essa consciência. Bjs!

  • Aprendi que emoção e dinheiro não andam juntos desde muito cedo. Mas mesmo assim ainda dou umas escorregadas de vez em quando kkkkk
    Mas agora vamos ser diferentes. Firma no desafio!

  • Me senti um fracaso eu apostoi em .mim mais mais falhei comprei coisasq nao preciso .estou arrasada

  • Concordo super que dinheiro e emoção devem ser sabiamente trabalhados, caso contrário poderá gerar problemas.

  • Amei as sugestões, ontem fiz uma compra, que valeu muito a pena. Comprei o livro bolsa blindada 1, por menos da metade do preço.
    Não poderia deixar pra lá, aqui em BH seus livros estam em falta. Obrigada pela atenção, carinho e paciência.

    • Oi Márcia, obrigada por vir aqui compartilhar é sempre legal ouvir minhas leitoras queridas. Você saberia me dizer onde estão em falta e qual livro, não posso deixar BH na mão não.

  • Esse comentário tá bem a cara de uma amiga minha quando sai com ela uma vez e passamos no McDonald’s e ela viu os bonecos da promoção do mês e disse “vou comprar 4 agora porque meu filho precisa deles e depois pego os outros” acho que é o mesmo caso dessa avó, mas recentemente descobri que minha mãe está indo pelo mesmo caminho com a chegada do primeiro neto… Estou tendo até que fiscalizar o cartão dela 😂

  • como diz meu marido emoção soda prejuizo em tudo, fiz ate uma montagem e publiquei no instagram, te marquei para que todos possamos compartilhar muito

  • Esta ótimo isso, venho fazendo isso a 2 anos e está maravilhoso, já não tenho este impulso de comprar sem necessidade, foi o melhor que podia ter passado comigo. Uma das coisas também que nos impulsiona gastar sem necessidade e as promosões. Estou participando para aprender muito mas. Obrigada pelo sua atenção conosco🙏

  • Vi hoje que venho gastando sem pôde, somente para agradar . Daqui para frente, é vencer está emoção.

  • Bem isso, dinheiro não leva desaforo e não volta pra quem não gosta dele! kkk to rindo mas é de nervoso rs. Diante de acompanhar seu trabalho e alguns outros pela internet, tenho vencido o uso do cartão de crédito, do limite, que é a minha ilusão de poder, que é o alívio num momento estressante, compro algo e me sinto aliviada, mas o alivio passa assim que a fatura fecha kkk e vira um tormento. Está desafiador utilizar a compra no débito, tenho até pensado em começar a andar com dinheiro mesmo, porque o dinheiro de plástico, os limites me atrapalham bastante, quando vejo já comprei. Uma coisa que me ajudou, foi não parcelar mais que 5x no cartão, fazia muito em 10x ou 8x, quero reduzir para 3x e isso quando necessário, porque estou montando minha casa, então tenho muitas coisinhas que quero e preciso ter de acabamentos e decoração, ou utilidades domesticas, então como tenho dificuldade em guardar, compro parcelado, mas eu fazia parcelas baixas e quando via de 30 em 30 reais, tinha uma fatura de mais de 2mil por 10 meses! Estou eliminando o uso do cartão e os cartões, está devagar porque também os números eram altos, mas estou confiante. Essa semana meu desafio vai ser não ir na inauguração de uma grande loja aqui na cidade, destas que vendem de tudo para a casa aiai!! Porque estou tentada as “promoções” de inauguração e as minhas necessidades, meu coração diz: oportunidades! meu cérebro diz: aguarde e compre a vista com desconto! Mas é difícil lidar com o prazer momentâneo, o poder de ter de imediato, difícil guardar dinheiro. Poderia falar mais sobre poupar pra ter no futuro, e não ter pra pagar depois!? bjs obrigada

  • Muito bom! Nossa luta é diária e entrei no desafio para me desafiar à mudança de hábitos. Necessitava desse incentivo. Muito obrigada.

  • Esse dsafio de hoje fala muito sobre mi pois muitas vezes queremos fazer para os outros tudo e nos deixamos levar e muitas vezes prejudicamos nosso orçamento. Eu preciso dizer não.

  • Eu estava precisando muito desse desafio para organizar minhas finanças.Gratidão

  • Já entrei em dividas movida pela emoção e o prejuízo foi de meses de dor de cabeça, tentando colocar tudo em dia depois!

  • Com certeza isso é verdade Paty! Tirar o foco das nossas emoções traz resultados positivos em todas as área da vida. Muito obrigada!!! O desafio está ótimo! Bjs.

  • Terceiro dia e pá,passei o cartão,
    😱mas comprei carne e frango, 😎estou de corpo e alma no desafio e comprei o necessário, tinha um bolo maravilhoso e não comprei, tenho os ingredientes em casa e vou fazer!
    Não acho que o bolo seja besteira,mas pra que pagar caro por algo industrializado🤔 se posso fazer?Mudança de habito por aqui!

  • Já comecei a dizer não para os pedidos fúteis da minha irmã mais nova (que é como uma filha pra mim) hoje estou comprando apenas o que acabou e realmente precisa repor.

  • Olá, Muito bom esse desafio!
    Sobre o post de ontem, aprendi com você a muitos anos atrás antes de comprar fazer as perguntinhas básicas:
    Eu preciso? Eu posso? Tenho como pagar?
    Às vezes não funciona kkk
    Mas tudo por causa da emoção!
    Obrigada pela ajuda, beijos!

  • Acabei de ver o desafio e me vencer dizendo não a comprinha que queria fazer, rs. Vamos em frente com fé nos venceremos!

  • Desafio de avó: trocar o brinquedo inútil por um tempo de leitura, pintura, origami 😘

  • Excelente!!!!
    Agradar os outros e ficar no vermelho no final do mês não dá. Fiz muito isso. Tenho 7 afilhados, 3 sobrinhos e um filho. Socorro em épocas de Páscoa, dia das crianças e Natal.

  • Muito desafiador!
    É a primeira vez que encontro auxílio para ajudar na mudança de hábitos de consumo.
    Obrigada!

  • Emoção x Razão – a desorganização emocional reflete-se no nosso bolso … na alimentação …. no espírito! Vamos trabalhar em prol do equilíbrio emocional e racional!

  • refletindo onde esta o gargalha de minha vida financeira, ja nao compro vestuarios, presentes. E trabalhando nos alimentcios e mercado em geral mas mesmo assim ainda nao tem tido resultados
    vou buscando a direcao aqui, sei q vou encontrar e me corrigir.
    obrigada

  • Vencer as emoções é realmente um desafio, gostava de dar presente mas risquei essa prática da minha vida, opto por experiências com as pessoas que gosto, passar mais tempo em dias especiais fazendo coisas que tornam esse tempo especial, o gasto é menor ou inexistente e se transforma em memórias que amo relembrar. E para evitar gastos do dia a dia por impulso parei de andar com o cartão de crédito, só me tem feito bem porque quando tenho vontade de comprar algo tenho que esperar chegar em casa e depois voltar ao lugar para então comprar e na maioria das vezes já até esqueci o que queria e vejo que se esqueci é porque não precisava tanto assim rsrs essa tem sido uma saída para vencer os impulsos.

  • Boa dica essa de que o coração não pensa. Temos mesmo que saber diferenciar entre essa voz e a voz da razão. E nos apegar sempre à voz da razão na hora de comprar e em todas as horas! Obrigada. Bjs

  • Louvo a Deus por sua vida, por está nos ajudando a mudar a vida de muitas de nois,
    Obrigada

  • Muito obrigada Patricia por esse importanticimo ensinamento,realmente as vezes eu compro por impulso e quando vou, nem precisava.Um beijooooooooo😍⚘

  • Tenho que raciocinar mais. Vamos levando tudo no automático o que acaba nos deixando mais vulneráveis.

  • Estou gostando muito do desafio, a propósito, creio que o desafio é mais emocional porque quando se gasta com besteira é falta de pensar.
    Ontem precisei comprar um presente de aniversário, mas foi uma compra super consciente e econômica, entrei duas vezes na loja e sai de lá sem compras extras. Duas vezes porque estava pesquisando, e deixei a aniversariante feliz….tirei foto dos sapatos que estavam dentro do orçamento e pedi para ela escolher….(sem preço claro…presente é presente) ela escolheu feliz….voltei no outro dia e comprei. Presente que será usado, sem gastos extras…e lógico que fiquei com vontade de pegar algo pra mim…..mas pensei…para quê?…estou cheia de roupas e sapatos…preciso é montar mais looks com o que já tenho….(pura razão)
    Firme e forte no desafio.
    Bjos

  • Hoje resistir uma bolsa Kkkk , Mas sempre algo entra em promoção, as coisas te chamam atenção !!

  • Nossa, hoje foi corrido e só agora consegui ler o post de hoje e como sempre mais um post maravilhoso!!! Tudo o que vivo hoje mesmo!!! Firme na propósito, vamos em frente!!!

  • Muito importante racionalizar as emoções em alguns momentos! Obrigada!

  • Emoções, emoções, emoções…
    a principal vilã do meu descontrole financeiro

  • Pra hoje só o necessário!! Segurar a onda pra manter o foco!! E vamos que vamos!!

  • HOJE FIQUEI FELIZ COMIGO,
    FUI NO MERCADO E TODA VEZ COMPRAVA BESTEIRINHAS, CHOCOLATES, BOLOS ETC…
    MAIS HOJE FUI COMPRAR MISTURAR E LOGO VEIO O DESEJO: COMPRA O CHOCOLATE!
    EU PAREI, PENSEI E PERGUNTEI: EU PRECISO DISSO, VOU COMPRAR O NECESSÁRIO
    SOMENTE O QUE PRECISO COMPRAR.
    E FUI PRO CAIXA FELIZ E CONTENTE KKKKK

  • Conhece seu blog assisti seus vídeos tem sido pra um ótimo aprendizado e agora quero mas do que nunca consegui para de gartar e aprender a economizar meu dinheiro pois saiu comprado tudo que tenho vontade no cartão e quando recebo não sobra nadaaa .

  • Hk fui pagar o cartão da loja…entrei, olhei, fui tentada mas resisti bravamente…briga emoção x razão e sai correndo sem comprar nada rs…bora pro 4o.dia!

  • #30DSC: ESTOU VERIFICANDO MINHAS NECESSIDADES PARA COMPRAR CONSCIENTE E NÃO LESAR O MEU BOLSO AGINDO POR IMPULSO.
    AMEI O “Dinheiro não aceita disaforo”
    Bjs

  • Estou adorando suas dicas, como sempre você arrasa em suas postangem. Obrigada por a cada me ensinar a blindar minha bolsa. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

  • Geralmente, as coisas que eu compro, são baseadas na minha emoção do momento. Por isso estou fazendo o desafio. Creio que no final dos 30 dias terei ótimos resultados 😊 #30DSC

  • Estou gosta6muito desse desafio
    Preciso ficar muoto mais que 30 dias sem compras .

  • Acompanhando cada detalhe do desafio. E colocando em prática claro!
    Parabéns pela iniciativa

  • Coração não pensa! amem kkkk
    bora colocar a cabeça pra pensar kkk cada um no seu quadrado kkk..

  • Difícil pra mim, o controle dos gastos, quando se tem apenas uma fonte de renda, muita gente desempregada em casa, e ainda, quando surgem os imprevistos.

  • Eu estou de mudança e hoje eu precisei fazer um gasto desnecessário que acabou sendo necessário! O apartamento que vou morar estava bem sujo e minha mudança ainda não tinha chegado… precisei ir ao supermercado comprar balde, rodo, vassoura, pano de chão e mais todos os materiais de limpeza… fiquei brava pelo gasto, porque tinha todos os itens em minha mudança. Para compensar, vou economizar nos itens das compras dos próximos 2 meses. Ao menos são itens que não se perdem! Mas lidar com a emoção ao comprar é complicado!

  • Boa tarde, Paty!
    Essa dica me ajudou muito! Meu maior desafio é vencer as emoções!!

  • Emoção e dinheiro não andam juntos, quando a emoção chega o dinheiro acaba, rs.

  • Simplesmente genial este desafio , e também esta postagem! Desde janeiro sigo este blog, já cresci muito financeiramente e em várias áreas de organização pessoal e da casa. Comprei os livros na amazon, e estou concluindo a leitura! Gratidão demais, Patrícia pelo seu trabalho! Tem me ajudado de forma transformadora! Que Deus continue te abençoando, e te dando direções para prosseguir! Tudo a ver comigo a postagem deste desafio. Desafio , com “d” maiúsculo. Estamos juntas, vamos vencer !!! 💙

  • Ótimo tema. Vencer a emoção. Sou muito mole e basta meus filhos pedirem que fico tentada a dar.

  • Oi Patrícia. Boa noite!! Estou acompanhando ! Até amanhã, e mais uma vez obrigado.

  • Olá, o post de hoje está muito interessante! Realmente a emoção de ver alegria de netos , sobrinhos ganhando presentes é muito bom!
    Mas a reflexão de hoje está indo de encontro para usarmos a razão e aprender a usar o nosso dinheiro.
    Antigamente eu presenteava meus netos a qualquer momento…agora, e principalmente depois de conhecer você Patricia Lages …venho modificando minhas atitudes e aprendendo a cada vídeo seu, a importância de buscar o equilíbrio da minha vida financeira.
    Após assistir seu vídeo do desafio das 52 semanas, você me deu uma meta que ainda nao havia pensado…o bendito IPVA rsrsrs… decidi e já coloquei em prática o depósito (jan, fev e mar) e vou fazer também mais esse desafio para em 2020 pagar o IPVA do meu carro à vista…chega de parecelar!!
    Obrigada por seus vídeos sempre inspiradores e que me ensinam a cada dia buscar o equilíbrio das minhas finanças. Beijos,

  • Amei Paty o desafio de hoje. Sim, dinheiro e emoção não caminham juntos. Minha maior dificuldade às vezes é dizer NÃO a uma pessoa e eu acabo fazendo aquilo que eu não podia só pra agradar. Mas agora estarei ligadinha.

  • Ufa não foi fácil, não esta sendo fácil e hoje tive que me segurar para não comprar.
    Mas estou nesse desafio para melhorar e continuar melhorando a cada dia.

  • É um eterno ir e vir… Tomei consciência há uns 2 anos que precisa reorganizar minha vida financeira. Ainda não consegui o equilíbrio necessário, mas continuo me esforçando…
    A emoção é o grande vilão que ainda me atrapalha… Seguro uns dois meses os gastos e de uma hora pra outra começo a comprar desesperadamente… Presentinho, roupas… Coisas que não estou precisando.
    Estar no desafio é mais uma tentativa de superar essa falta de educação financeira e ter dias mais tranquilos…

  • Estou tentando resistir às reclamações e pedidos da minha sogra…
    E também tentando segurar a onda nos presentes.
    Força, foco e fé!
    Chegamos lá!

  • Que legal Patrícia, eu vou tirar 15 dias de férias a partir do dia 04/04. Aí pensei: puxa, vai ficar meio difícil fazer o desafio… Mas vejo que posso fazê-lo mesmo assim, porque uma coisa não tem nada a ver com a outra!! Obrigada!! 😘

  • É difícil vencer as emoções quando se trata de comprar algo. De início parece que não vamos sobreviver se não comprar aquilo que chamou a atenção, mas quando paramos para se perguntar se é necessário aquilo, vemos que não. Eu sou muito impulsiva e acabo pensado depois que compro. Está sendo difícil fazer esse desafio.

  • É verdade Paty, eu já fui muito emotiva com compras, até mesmo nos brinquedos das minhas filhas, em roupas, etc e depois me arrependia.
    Mas aprendi a segurar a emoção e agora até sou bem selectiva no que compro e acabo comprando coisas de qualidade e que realmente irei usar.
    Quando chego no shopping e as montras me chamam, eu falo para mim mesma: segura a emoção Manuela kkkkkkk, respiro fundo e vou em frente.
    E realmente, segurar a emoção e agir com a cabeça abre os nossos olhos e nos mostra o que realmente precisamos levar.
    Eu agora não me deixo levar pela emoção e sou mais realizada!!!!

  • Muito bom, obrigada. Já me ajudou em outras ocasiões com dicas e que prático até hoje. Claro com este desafio vou melhorar ainda mais rsrsrs

  • Vou participar!
    Já há muito tempo que ando gastando mais do que ganho. Virou uma bola de neve.

  • Otimo post!!! Realmente qdo compramos no calor da emoção nos apegamos na frase… “dou um jeito depois e consigo pagar”. So que ficamos espremendo o dinheiro para finalizar o mes… terminando totalmente dura… Enquanto esta dando pra pagar ainda esta bom… mas isso é vida?? Me pergunto muito isso… mas sempre entra mês e sai mês e a situação nao muda… Ahh mas isso vai mudar!!! #30DSC já!!! Bjao😍

  • Olá Patrícia!
    Esses dias venho empreendendo uma jornada de autoconhecimento. Estou fazendo o Curso de Inteligência Financeira do Gustavo Cerbasi e, no primeiro módulo, ele traz uma série de conteúdos sobre nossas escolhas com o dinheiro e vi que muito disso está ligado às nossas emoções, como você tratou em alguns de seus vídeos.
    Eu amo fazer trilha e estar em contato com a natureza me traz uma paz muito grande e uma melhor consciência de mim. Quero levar as minhas filhas comigo para elas experienciarem isso. Porém, uma delas está sem tênis, pois os que ela têm em casa faz calos no pé. (Achei que era frescura dela, mas eu usei um dia e me arrependi, rsss). Eu precisava comprar um, mas não poderia gastar mais nada este mês. Enfim, alguns pedidos que fiz ano passado num site de produtos para revender não chegaram, e me ofereceram a opção de pedir reembolso do valor já pago. Com isso, escolhi um tênis para ela no valor que cabia no reembolso. O motivo deste relato todo é que a gente pode driblar as situações, usar a criatividade, fazer algo que se gosta sem se descapitalizar!
    Amando o desafio! Bjos

    • Exatamente! Como vc tinha o objetivo de não gastar, mas tinha uma necessidade, a criatividade se encarregou de dar um jeito. Ótima estratégia 🙂

  • Estou amando o desafio. Não li todos os comentarios, mas uma coisa que vou fazer e seria legal você comentar e parar de seguir em redes sociais sites de lojas, aquelas que enchem seus olhos com modelos lindos e promoções, e cuja compra basta um click🙄

  • Nao da pra comprometer a.alimentacao.Entao nesses 30 dias de desafio.reservei o que preciso apenas para a alimentação diária da famila (boa alimentacao)

    • Sem dúvida! A ideia não é cortar alimentação de forma alguma! 😀

  • Olá Paty! eu gostaria de falar por aqui sobre seu livro “O sucesso não cabe na Bolsa”.
    Desculpa, não tem haver com o Desafio, mas não sei onde eu posso ELOGIAR esse livro MARAVILHOSO!!!
    O livro me ajudou não só na minha vida financeira, como em todas as áreas, principalmente na espiritual, pois você dá o exemplo da vida de vários “personagens” da bíblia. Também ajudou muito na minha vida emocional!
    Sem palavras para descrever um livro com conteúdos tão fundamentais e ricos para nossa vida!!!
    Que O Senhor Jesus continue te usando para abençoar as pessoas que querem ser abençoadas e também as que não querem também ! rsrsrs

  • Boa tarde Patrícia,
    estou gostando muito dos desafios, e cada post tem me ajudado a entender a necessidade que tenho de me controlar. Preciso me organizar financeiramente e não agir pela emoção ou vontade de comprar algo só por comprar. Lendo esses posts estou trabalhando e me forçando a entender a necessidade de agir pela razão e de pensar antes de comprar. O cartão de crédito é uma fraqueza na minha vida e por isso estou lutando para usa-lo só se for necessário.
    Muito obrigada pelas dicas, tem me ajudado muito. 🙂 :*

  • Boa tarde Patrícia
    Estou fazendo o desafio, mais a há dois dias atrás fui vencida por comprar uma rede para minha varanda que queria muito comprar kkkk mas sabe o que aconteceu, é até engraçado o suporte que foi colocado estava muito baixo e a rede ficou bem baixinha.. Moral da história comprei mais ainda não consegui desfrutar…kkk continua está ótimo o desafio.
    Preciso muito vencer o vilão cartão de crédito.
    Bjs

  • Boa tarde Patrícia
    Estou no desafio, mais a há dois dias fui vencida a comprar uma rede para minha varanda que tava namorando a um tempo. Só que comprei e o que aconteceu nem pude desfrutar o suporte ficou baixo e não aproveitei a rede ainda…
    Bjs

  • Amei as dicas!!! Sou sua admiradora Patrícia, as suas mensagens tem mudado minhas ações com relação a como administrar melhor meu dinheiro. Como fazer uma renda extra dar certo? Você tem algumas dicas de rendas extras?

  • Estou amando a ideia do desafio!! Já assisti vários vídeos seus e já me considero uma “blindete”.

  • Ufa… Pensei que era só comigo esse mal…. valeu Paty!

  • Eu tinha esse impulso de comprar brinquedos e coisas desnecessárias para meus sobrinhos (ainda não tenho filhos). Mas hoje aprendi a me reenducar e estou firme!😉

  • Excelente desafio, a maioria das compras desnecessárias que fazemos, são no calor das nossa emoções, sou experiência viva disso.

  • Boa… o “coração não pensa” e além disso ele é enganoso. Aff…

  • Estou gostando muito do desafio e estou dando o melhor de mim nesses 3 primeiros dias, logo no dia 1° que foi quando vi seu vídeo no youtube eu já aceitei o desafio rs, ai fui fazer o fechamento do meu controle de gastos mensais, pra eu já me programar para pagar os boletos e também ver o que quanto teria de dinheiro, e confesso que fiquei decepcionada comigo mesmo, nunca tinha me sentindo assim antes, gastei R$ 98,64 a mais do que posso pagar.. por um lado fico tranquila pois tenho um dinheirinho guardado para emergências, então vou conseguir bancar, mas por outro lado fiquei super chateada, ainda mais quando vi que meus gastos foram com coisas que eu poderia ter não comprado e com esse dinheiro, poderia ter comprado uma bolsa que preciso muito, pois a minha está com a alça arrebentada e com um belo furo numas das laterais 🙁 e o pior é que uso ela pra trabalhar pois não tenho outra, preciso de uma bolsa urgente e fico gastando dinheiro com pequenos luxos do dia a dia, como gastar em padarias e confeitarias… coisas bem supérfluas! Mas nesse desafio vi uma oportunidade de mudar isso, de fazer um belo corte nessas despesas e enfim ter dinheiro para comprar minha bolsa e colocar as coisas no eixo.

  • Estou me identificando com as dicas parece que está falando de mim 🤭

  • Estou adorando. Já tenho um certo controle mas não um resultado relevante no final de tudo. mas estou na esperança de ter mais conhecimento aqui que possa me trazer resultados mais eficientes.

  • Diariamente acompanho o desafio, para me reeducar financeiramente. Após perder a mão no cartão de crédito, mas sem repercussão negativa, felizmente, estou aprendendo a me controlar no Bolsa Blindada.

  • Realmente um desafio que veio no momento certo. Nunca senti tanto peso no bolso igual esse começo de 2019. Senti porque sempre administrei mal as minhas finanças, sempre agi por ansiedade, desculpas e depois me arrependi. Entrei 2019 desejando muito reverter essa situação e na busca por aprender, descobri o desafio e vi que tudo depende de nós. Primeiramente devemos descobrir que há algo errado e buscar ferramentas/ajuda. Muitas das vezes deixamos passar experiencias como essa, o desafio, achando que será impossível terminar sem comprar, mas creio que tudo na vida é aprendizado e cada dia do desafio vamos fazendo uma auto-analise e descobrindo que podemos melhorar a cada dia e a cada situação. Aprender, evoluir e melhorar sempre serão os alicerces para uma vida tranquila.

  • Amei a proposta de me desafiar, vou colocar em prática tudo que você me ensinar, e depois quero testemunhar pra minhas amigas que valeu a pena !!!

  • Estou no 3• dia , estou amando.Muiti obrigada Patrícia , Deus te abençoe.

  • Boa tarde, fiquei conhecendo o site por meio de uma amiga. estou tentando me reeducar financeiramente. Vou iniciar o desafio com atraso hoje dia 10 de abril, porque só agora acessei o blog. Espero conseguir. Tudo que li até agora aqui foi muito proveitoso. Muito grata pela oportunidade.

  • Falar de gestão das emçoes é algo realmente necessário, pois, se aprendemos domá-la, vencemos parte dos problemas ocasionados do agir por impulso/irrefletidamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *