Para exemplificar como implementar critérios para compras durante o Desafio 30 dias sem compras, vou contar como foram os meus primeiros 6 dias de 30DSC. Confira!

Critérios para compras durante o Desafio

Certamente a maior preocupação das pessoas durante esse desafio foi:

“E se eu tiver necessidade de comprar algo, como faço?”

Um dos objetivos do desafio, aliás, era exatamente esse:

Que cada desafiante saiba diferenciar o que é uma necessidade do que é apenas uma vontade.

Isso porque, uma vez que o critério de avaliação fique claro, ele vai servir para além do desafio.

A ideia é que cada um aprenda a interpretar o que é uma boa compra e o que não é.

Quando dizer não e quando perceber que a despesa traz um benefício maior do que o gasto.

Para exemplificar, vou contar como foram meus primeiros 6 dias de desafio.

Meus primeiros 6 dias

Na segunda-feira que antecedeu o desafio (que teve início na terça, dia 27/03), tive uma crise do nervo ciático.

Não vou entrar na questão do que isso representa, mas posso dizer que, às vezes, é uma dor incapacitante.

Estou em tratamento, mas várias coisas do meu dia a dia colaboram para piorar o problema.

Então, estou adequando a rotina dia após dia.

Porém, na quarta eu tinha um voo para Salvador, o que significa ter de fazer várias coisas que eu não deveria, por exemplo:

  • Carregar peso
  • Ficar muito tempo sentada sem me alongar
  • Pegar friagem (o ar dentro na aeronave, além de pressurizado, é frio)

 

Eu não tinha a opção de não ir, pois estavam marcados dois eventos, um na própria quarta à noite e outro na quinta de manhã.

Outra coisa impossível seria viajar sem mala…

Comecei, então, a avaliar o que poderia fazer para não falhar nos meus compromissos e não piorar minha situação física.

Nessa avaliação, vi que precisaria fazer várias compras nesses 30 dias sem compras…

Usando o meu exemplo, veja como usar critérios válidos para entender quando uma compra é necessária.

Minhas compras

Primeiramente, resolvi a questão da mala comprando uma franquia de bagagem.

Para quem não sabe, com a nova legislação, podemos levar uma pequena mala com até 10 quilos a bordo gratuitamente.

Mas eu não podia carregar, então tive que comprar a franquia de bagagem para despachar antes de embarcar.

Isso me custou 60 reais na ida e 60 na volta, mas que foram absolutamente necessários.

Logo depois, fui resolver a questão de não poder me alongar dentro do avião durante quase 3 horas.

Para isso, comprei um assento especial na fila 1, onde temos um metro de área livre à frente da poltrona.

Esse espaço me permitiu esticar as pernas o tempo todo e não me contorcer para sair do assento para usar o banheiro.

Como bebo bastante água (para evitar a desidratação que a pressurização causa), levanto várias vezes para ir ao banheiro.

Esse assento me custou mais 75 reais na ida e 40 na volta (eram companhias diferentes).

Sendo assim, meus gastos extras somaram 235.

Porém, isso me proporcionou conforto suficiente para chegar bem a Salvador, a ponto de ninguém perceber que eu não estava 100%.

Além do que, também cheguei em casa bem e pronta para o batente!

Foram 235 reais muito bem gastos. 🙂

Recuperando os gastos

Meu objetivo era recuperar esse valor gastos para “zerar” o meu caixa, ou seja, retornar o valor como se não tivesse gastado nada.

E assim fiz (quando temos objetivos, tudo fica mais fácil!).

Para começar, levei dois vestidos que não precisavam ser passados.

Essa medida simples me economizou, de cara, 60 reais.

Já em Salvador, depois do primeiro evento, em vez de sair para conhecer a cidade (onde fui pela primeira vez), preferi descansar para estar bem para a manhã seguinte.

Além de me poupar, não gastei nada!

Para não correr o risco de pagar acréscimo no hotel, fiz checkout bem cedo, antes de ir para o evento.

Se eu não tivesse feito isso, teria pago 3 horas de acréscimo, pois só consegui deixar o evento às 15h.

Não sei quanto custaria esse período, mas considerando que meia lata de batata frita custa 17 reais, nem quero imaginar…

Creio que menos de 100 reais não seriam, de forma alguma!

 

Tudo correu super bem, mas lembramos de uma questão importante:

Teríamos que despachar para São Paulo, no avião, duas caixas de livros, o que geraria um gasto de 220 reais.

Com o foco no nosso 30DSC, consegui negociar com os organizadores do evento e eles aceitaram arcar com o envio.

Yes! Nós havíamos surpreendido os organizadores com nossa apresentação e, em contrapartida, eles nos surpreenderam com sua generosidade!

Quando a gente vai além, as pessoas reconhecem e também fazem o mesmo por nós. 🙂

Dessa forma, todos os gastos que tive foram, além de justificados, recuperados.

E é isso que você deve fazer.

Então, vamos recapitular os critérios:

 

Critérios para boas compras

  • Analise se realmente se trata de algo necessário
  • Quando se tratar de um gasto não previsto, crie uma estratégia para recuperar o valor
  • Coloque a sua estratégia de recuperação do gasto em ação, com o tempo você pega o jeito!
  • Redobre a atenção com os gastos seguintes

Sobre esse último critério, tenho um adendo:

Há pessoas que, por terem gasto um valor não previsto, entram no modo “chutar o balde” e desistem.

Mas o que você deve fazer é exatamente o contrário: redobrar a atenção e avaliar os gastos seguintes com maior atenção ainda.

 

E você, como tem sem saído nesses primeiros seis dias?

O que tem sido tranquilo para você e o que tem se mostrado um grande desafio?

Divida suas experiências como as demais desafiantes!

 

VEJA OS DESAFIOS ANTERIORES!

DIA 01 – Desafio 30 dias sem compras – Começa aqui!

Dia 02 – Vença os obstáculos invisíveis

Dia 03 – Vença as lutas visíveis

Dia 04 – Vença as vergonhas financeiras

Dia 05 – Não é uma resposta completa

Dia 06 – Defina um objetivo e as lutas virão!

 

VÁ PARA O PRÓXIMO DESAFIO!

Dia 08 – A onda do empoderamento desempoderado

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Nos vemos amanhã!

Jornalista, especialista em finanças, autora de 5 best-selleres, colaboradora dos programas Mulheres (TV Gazeta) e Escola do Amor (Record TV). Colunista do portal R7 e youtuber.

  • Bom dia! Para mim os desafios maiores são controlar a ansiedade e dizer não . O desafio de hoje estou a poucos meses já praticando e mesmo assim as vezes acabo comprando coisas desnecessárias. Mas tento não desistir, um dia de cada vez. Patricia esses desafios pra mim veio na hora certa. Obrigada!

  • Ok por enquanto esta tanquilo , pois ainda não sai de casa para gastar nada sem necessário. Mas estou me segurando. Quando sair vou colocar em prática o que já aprendi.

  • Bom,pra mim tem sido um pouco dificil,porque faço salgados,entao todos os dias estou no.supermercado,e tem sido dificil comprar somente os ingredientes que preciso nos salgados,e muitas vezes compro o que preciso mas uso em casa,e depois tenho que comprar de novo pra fazer os salgados.

  • Bem Patrícia… estou gostando do desafio…sempre que tenho o desejo de comprar coisas que são desnecessárias eu me lembro do desafio e evito…isso tem me poupado de vários gastos…e sempre lembro do desafio 30DSC . Obrigada por compartilhar!

  • Bom Dia! Está tranquilo pois já venho a algum tempo treinando e me policiando! Adorei as dicas e estou adorando o desafio. Muito obrigada Patricia bjss

  • Penso que a ansiedade seja o maior desafio. Eu havia feito um planejamento de coisas que preciso repor ou consertar e estou mantendo. O problema é que quando chego para fazer uma reposição. Um exemplo: uso base diariamente para trabalhar e sempre compro no mesmo local porque tem preço, quando chego lá me mostram um monte de novidades e sempre trago uma coisinha a mais. Desta vez fui firme. Só trouxe ela e pronto. Vamos firme!

  • Comprei alguns livros, que poderia deixar para depois, mas vou focar novamente. Esse desafio é muito válido, como um aprendizado para sempre. Bjs

  • O maior desafio é exatamente esse, a consciência de que as ações depois de um gasto necessário, porém não previsto pode ser recuperado, o pensamento de como recuperar é receio de estar perdendo tempo, e estou descobrindo que não é verdade, a minha luta tem sido usar mais a razão e firmar meus pés como nunca no chão, para não ficar “voando”. De fato a sensação de chutar de vez o balde é tentadora, até porque ter que pensar mais é sempre o caminho mais difícil. Tenho vivido esse desafio na luta de insistir e executar bem as estratégias entender que é um processo.

  • Estou firme e forte. Nunca fiquei dois dias sem comprar. E já tem mais de uma semana que estou resistindo as promoções que tanto amava. Obrigada!

  • Exemplo prático gostei!!!.
    Eu estou me saindo bem, embora um final de semana bem conturbado, mas não tive extras.
    bjs

  • Essa primeira semana foi ótima pois percebi que estava viciada em supermercados, mesmo sem precisar comprava. Agora, acredito que esta semana será um pouco mais difícil porque sempre faço um programinha com minha filha adolescente, tipo ir ao cinema, lanchar além de fazer algumas “comprinhas”. Estou pensando em ir ao cinema no dia que tem promoção. Este desafio está fazendo com que eu pense sempre numa melhor forma de gastar

  • Oie, estou super firme…Contei para todas as pessoas que convivem comigo e estou sendo super questionada, o que me dá mais ânimo para conseguir cumprir este desafio..Obrigada Patrícia!!!!

  • Agora que peguei o fio da meada é só alegria…uma semana sem compras que demais!!bjs!

  • Não uso o carro durante a semana, optei por usar o metrô, pois moro próximo a estação. Isso me obriga fazer uma caminha de 30 minutos, por caminhos tentadores aos gastos. Para auxiliar no desafio de não comprar, estou caminhando por outras ruas menos tentadoras ; )

  • Bom dia!
    Só em pensar que estou participando do desafio , já fico consciente o tempo todo.
    Atenda, tenho analisado as compras e estou conseguindo diferenciar o que é necessário e o que não devo comprar !
    Já consegui dizer não pra mim em diversos momentos kkkk
    Ótimo desafio . Amando

  • Olá! Estou começando “oficialmente” o desafio hoje. Eu soube do desafio no dia 2, mas apesar do texto ser justamente sobre os obstáculos invisíveis resolvi me dar esses dias para convencer uma amiga a me acompanhar, levantar minha situação financeira em detalhes, fazer um planejamento com objetivos e metas especificas. No meu caso, me desafio a ficar sem comprar até o dia 31 de outubro de 2019. Nesses seis dias consegui manter o foco. Não tive nenhuma dúvida por enquanto.

  • Não tenho comprado coisas supérfluas na Internet, assim estou dando uma “folga” nos cartões de crédito! Obrigada

  • olhapra mim ja foi assim, minha maquina de lavar pifou e não da pra ficar semmaquinaja se foi 150 de conserto, porem melhor o conserto do que gastar mais demil reais em uma maquina nova sendo que a minha maquina e muito boa e dificil dar defeito como o tecnico mesmo disse, e tev aniversario da minha sobrinha logico que ja estava programado antes do desafio eu ja tinha vo valor em mente do presente, pois e muito bem conversado com meus sobrinhos presente so em ocasioes especiais assim eles aprendem o consumo consciente, enfim peguei uma promoção o preco do presente foi dois ( mimo né ela merece), mas onde vou economizar não comendo fora a semana toda, pois voce gastaum absurdo com o almoço, e como moro perto almoço em casa pois vou andando ate ela, o negocio é nao entrarmos no modo chutar o balde.

  • Nossa Patrícia que chato, vc ter passado por isso. Espero que estejas bem? Hoje mesmo ao sair do trabalho as 13h tive que me controlar. Ao passar pela rua principal de compras aqui de Frankfurt. Andei direto até a estação do metrô e pronto. Estou pensando em evitar fazer esse caminho. São tantas tentações. Especialmente com a chegada da primavera. Tem coisas lindas nas vitrines. Mas resisti é preciso😂bjs melhoras!

  • A minha maior preocupacao nesse momento e k minha filha vai fazer 9 anos k um aniversario e nao queria gastar muito com coisas desnecesaria . tou sem saber o que fazer

  • Olá querida Patrícia 😊
    Os primeiros dias foram tranquilos, estou tentando colocar em prática todas as dicas.
    Meu maior desafio tem sido com comida fora de casa, lanches e afins. Estou me esforçando para cozinhar e comer o que tem casa mas as vezes bate um desânimo pois não gosto muito de cozinhar… comer fora parece mais fácil, rápido e prático, mas acredito que vou conseguir, vou colocar toda força💪 rsrs. Beijos

  • Meus gastos eram completamente compulsivos. Eu até preciso, mas dá para esperar. E estou esperando. 😀

  • Tem sido até tranquilo para mim, pois não tenho dificuldade em economizar, ainda mais diante de um desafio. A tentação maior são as propagandas e promoções que acabo perdendo tempo olhando e desejando. Mas tenho bloqueado quando estas chegam.

  • Esses seis dias para mim está sendo bem cheios de imprevistos. Mas sempre que vejo que tenho um gasto, me pergunto se é necessário. Esses dias terei que ser madrinha de casamento e me senti num beco sem saída, pensei em desistir do casamento por conta do desafio e por conta do propósito de não gastar. Mas essa situação envolve varias questões, e uma delas foi a palavra que dei assim que recebi o convite. Mas estou vendo todas as possibilidades para que eu possa gastar o minimo possível.
    Patricia, através desse desafio percebi o quanto gastava dinheiro com coisas desnecessárias. Obrigada ´pelas dicas, tem me ajudado a ver as coisas de uma forma que nunca tinha visto.

  • Boa tarde, Patrícia!! 😀
    Esse 6 dias tem sido muito tranquilo!

  • Boa tarde.
    Topei fazer o desafio pela minha ansiedade de comprar e os primeiros dias acabei gastando 50.00 em compras de lanche desnecessário por não dizer Não. Agora eu sei que tenho que ser definida nesse aspecto. Refleti e vi que poderia esse dinheiro poderia ter sido complemento de uma conta. Me senti triste e com consciência pesada, mas aprendi que não pisso desistir e agora estou mais atenta aos gastos futuros. Então, vamos seguir em frente que eu sei que vou conseguir!!!! 😊

  • Facilidades: quando vou ao supermercado sozinha;
    Dificuldades: quando meu marido vai comigo ( acabo comprando doces🙄).

  • Estou me sentindo um pouco enrolada, devido as as situações do dia não está sendo fácil pois aparece contratempos e ainda não sei como sair deles.
    Pois as pessoas na minha casa estão dizendo que estou sendo mão de vaca.

    Ajude-me

    • Você tem duas opções: ser fiel ao que você prometeu a si mesma (e sabe que lhe fará bem) ou agradar as pessoas da sua casa. No seu lugar, eu não me importaria com a opinião de quem não respeita as minhas vontades com o meu próprio dinheiro.

  • Nessa semana, consegui ir ao shopping e não comprei nada além do que estava programado. Foi muito difícil, mas consegui!

  • Excelente Patrícia, no meu caso estou controlando os gastos extras com bebida e lanches rápidos , sempre acho que preciso comprar algo , mais tenho seguido firme, levando marmita é algo para consumir quando estou externa até chegar em casa.

  • Estou amando o desafio, mas realmente as lutas veem… e gastos que não contávamos vieram com eles, 3 aniversários, 2 deles já decidi que não vou (é é para economizar no presente mesmo) rsrs…outro detalhe para complementar minha renda, eu vendo Bijouterias e mesmo sem dinheiro tive que comprar no cartão de crédito para atender minhas clientes, pois algumas me fazem encomenda, porém o ruim é que as vezes vou lá para comprar 3 coisas encomendadas e volto com 10 ou mais (exemplo), fico um pouco chateada, mas penso é um investimento vou vende, e corro para vender, e esta dando certo apesar disso. Você acha que estou errada? Devo comprar somente o encomendado, sem arriscar nas novas possíveis venda?

    • Negócio é risco, mas o que vc precisa é equilibrar a compra e a venda, não comprar demais, mas tb não ficar sem mercadoria para oferecer (ainda que não haja encomenda). Bjs

  • Eu só posso imaginar que quem fica 30DSC, pode passar 30 anos fazendo escolhas inteligentes.

  • Nossa que legal…tbem gosto de me precaver sempre… não comprei nada….tbem estou em tratamento tive comprar só remédio já estava no orçamento…

  • Sempre acho q tô precisando de roupas e visitando o guarda roupa tenho o suficiente. Preciso me policiar sempre nesse quesito. Rsrs

  • Já estava pra te perguntar sobre essa questão das compras. Não sou de gastar muito. Mas as vezes escorrego, então estou gostando bastante dos aprendizados do desafio. Você está nos fazendo pensar bem antes de comprar kkkk Como tive que fazer umas comprar no final de semana, me perguntava se estava furando com o desafio, mas pelo que diz o post, acho que não.
    Continuamos firmes!

  • Ok nesses seis dias só gastei o que realmente não tinha como nao gastar

  • Tou a seguir o desafio até agora não fiz compras mas tbm não tenho dinheiro… Mas este mês tenho o batizado da minha filha ao mesmo tempo da Páscoa 🤔🤔🤔vai doer um pouco na carteira

  • Nesses seis dias de desafio disse não para mim mesma, não ando mais com cartão de crédito na bolsa, e se me der aquela vontade de gastar com coisas desnecessárias, calculo mais ou menos o valor que gastaria e deposito o valor em minha conta poupança. Sei que o rendimento da conta poupança é baixo, mas ao menos o dinheiro não está sendo jogado fora.

  • O mais desafiador até agora tem sido evitar comer fora, todo dia é uma tentação de aproveitar os preços de algum happy hour de restaurantes, cupons de desconto e aplicativos de delivery. Desenvolvi uma mania de limpeza que faz com que eu não queira mais cozinhar em casa, pra que eu não tenha que limpar nem lavar lada, então toda e qulquer oportunidade de comer fora de casa me parece ótima. Estou em terapia e o desavio está me ajudando a melhorar meu olhar para as compras por impulso.

    • Se a mania é de limpeza, comida feita em casa é muito mais higiênica! rs…rs… beijos e melhoras para vc, Rapha!

  • Há algum tempo já vinha utilizando a prática do “menos é mais”, ou seja, focar mais na necessidade do obter. Então nesse desafio estou colocando em prática a economia na feira, no consumo da água e luz (que por sinal juntar água de chuva para os afazeres da casa é lucro 😁), entre outras práticas, como envolver de forma lúdica os filhos nesse desafio também. Agradeço demais por compartilhar e te desejo saúde.☺️

  • Tudo ok conforme o esperado! Sempre fui extremamente contida com as compras, avaliando muito bem o que preciso e o que posso gastar.

  • Estou amando as postagens. O conteúdo nos conduz a uma educação financeira, um aprendizado para vida. Difícil controlar a ansiedade, a primeira vista tudo parece necessário e urgente. Mais tenho conseguido me controlar.

  • Para não perder o foco e pemanecer firme no propósito:
    1 – Análise
    2 – Estratégia
    3 – Recuperação
    4 – Atenção
    Desistir, jamais…

  • Tem sido órimo me policiar com o que comprar , pois todo dia me aparece algo que twnho vontade e as vezes acho que é nexessário mas quando penso no desafio paro e reflito, o dia passa e percebo que não comprei nada 😊 ! Estou fazendo anotações para depois analisar o que realmente é necessário, se com o passar dos dias aquilo que anotei continua me fazendo falta, então compro.
    Show de desafio!!

  • Olá Paty, o desafio esta sendo bastante edificante e proveitoso. Estou muito interessada que até o fim comece a fazer parte de mim, assim como algumas coisas que já o fazem. Afinal, te sigo já alguns anos. Estou curtindo particularmente as dicas que enxergo como inovadoras. Gostei imenso e vou levar para minha vida esta que dizes, criar estratégias para compensar um gasto que foi necessário.Esta visão foi uma luz para mim porque a minha mente começou a funcionar, a viajar em coisas que posso fazer para compensar gastos.

    Aí vai algumas experiências:

    1. Vou ao trabalho e volto para casa andando a pé pois vi que de transporte público fica mais distante e, andando a pé faço corta-matos. Assim, o meu valor de transporte mensal, dura mais tempo. Só Pego o transporte quando vou para muito longe ou em caso de alguma urgência e tem mais, ganhei gosto em caminhar e, a minha saúde agradece.
    2. As vezes levo marmita, outras vezes não preciso levar pois, algumas vezes, tomo em casa um pequeno-almoço forte e levo frutas que compensa o dia e volto almoçar em casa.
    3. Perdi o gosto por refrigerantes (coca-cola) e reduzi o consumo de sucos de caixinha, pesquisei e aprendi a reaproveitar casca de algumas frutas para fazer refrigerantes caseiro (abacaxi, limão).
    4. Comecei a praticar exercícios físicos e estava com problema de não conseguir ir o tempo necessário e pagando. Estava prestes a cancelar pois vi que estou gastando dinheiro a toa. Mas graças a Deus, pensei e descobri um horário tranquilo para mim e que consigo ir o número de dias necessário, me deixa satisfeita e compensa o gasto.

  • Oi, Paty. Confesso que já tive deslizes durante o desafio… Mas não vou olhar para trás! Para mim, tem sido uma mudança cultural enorme. Mas vou conseguir, não somente nos 30 dias. 💪

  • Olá Patricia, obrigada por ter nos ajudado sempre com seus ensinamentos.
    Esses desafios tem me ajudado bastante a me policiar, abrindo novos horizontes para alcançar meus objetivos.
    Esta semana, fui convidada por um amigo para participar de uma reunião referente a um negócio que ele quer iniciar.
    Fiquei preocupada, pois fim de mês é bastante complicado gastar o que não temos. Fui, coloquei o cartão de crédito na bolsa para “garantir não passar vergonha” caso fosse necessário comprar algo para se alimentar (o que não seria tão necessário pois a reunião tinha hora de inicio e término) em suma, não precisei gastar nada, e no final teve um colega que por livre vontade comprou algumas guloseimas para os que estavam presente.
    Quero aprender a fazer investimentos, e para isso eu tenho que saber fazer um bom uso do meu dinheiro (o que ainda tenho dificuldades para administrar) existe a possibilidade de você fazer uns desafios como esse para que possamos aprender a investir? desde já ficarei eternamente grata.
    Que Deus continue te abençoando grandemente!
    Obrigada por tudo! :*

  • por enquanto tudo certo, não comprei nada, não pq não tive vontade, mas estou me segurando, vamos firme!!!

  • Olá, já tirei o cartão de credito da bolsa, preciso terminar de pagar minhas compras parceladas, e evitar de fazer novas parcelas, tenho o aniversario a minha mãe no próximo mês o presente será pago à vista.

  • Por causa de um problema, na verdade,uma sequências de problemas de saúde, estou com gasto extra, mas, que compreendo que é necessário. E realmente preciso cuidar da minha saúde. Eu já tinha uma viagem planejada, e conseguir realizar o objetivo de gastar somente com a alimentação.

  • Estou me sentindo muito bem com o desafio!!! Tem sido uma experiência de superação!

  • Seguindo firme com o desafio, o mais desafiador é resistir as pressões, o sentimento de pesar que as vezes bate por não poder atender o que pedem ou fazer o que os outros estão fazendo, ao invés de resistir tenho que optar por evitar mesmo pessoas e lugares, se não quero ser consumista tenho que deixar o que me influencia a ser assim, as vezes é difícil até deixar a companhia de pessoas queridas, mas necessário para criar novos hábitos e enraizá-los em mim.

  • adorei… até que não está complicado…. redefini minha agenda para conseguir não sair da linha.

  • Patrícia, hoje uma colega trouxe umas blusinhas para vermos…eita! Olhando daqui e dali achei uma que era “minha cara” KKKK, experimentei, “caiu como uma luva”, o preço, “cabia no bolso” e “ah….você merece se presentear…trabalha tanto”! Foi por pouco! Na hora lembrei do desafio “você não está precisando de blusinha nenhuma”. Não comprei! Bj!

  • Cedi a vários pedidos da minha sogra, coisas pequenas, mas que vão se somando…
    Vou me esforçar para cobrar dela…

  • Esse mes nao vai ser dificil ficar sem comprar, mesmo pq nao tenho dinheiro, preciso é dar um jeito para cobrir as despesas e continuar com esse desafio até liquidar as contas. Ótimas dicas. Obrigada!!!

  • Olá, por enquanto não comprei nada além do realmente necessário .
    Amando todas as suas dicas valiosas! Obrigada.

  • Nossa tentando absorver o conteúdo. Tô com vontade de quebrar os cartões de crédito. Não tenho gastado com coisas desnecessárias mas nem elas queria gastar. Estou mudando de rotina e pra não ter acidente de ter que comer na rua e gastar comprei um kit marmita congelada. Tenho achado que minha despesa fixa aumentou. Como faço pra controlar isso?

    • Anote todas as suas despesas e analise onde estão as más escolhas. Vai ficar mais fácil colocando tudo no papel!

  • Está sendo desafiador, mas estou conseguindo! Se não fosse seu conselho de pensar e repensar antes de comprar algo, já teria gasto R$ 140,00 só em um fim de semana!!

  • Indo bem, até aqui só comprei o que realmente precisava, e estou me policiando quando preciso almoçar fora. 😊

  • Oie Patricia, tudo bem?
    Estou acompanho o desafio, e por estar “disponível para o mercado de trabalho” no momento, estou mais criteriosa com os gastos. E quanto a dizer “não”, essa palavrinha nos salva de varias enrascadas, portanto ela deve ser usada sim. Você colocou bem quando vem “aquela pessoa” que nos quer deixar pra baixo insistindo para que a gente faça algo; ela não paga nossos boletos e quando começar a pagar mensalmente terá direito de dar palpites na nossa vida, rsrsrs.
    Um grande beijo.

  • Nunca tinha pensado dessa forma de tentar recuperar um gasto não previsto.
    Esses seus artigos tem feito eu pensar melhor nos meus gastos.

  • Não é nada fácil, mas permaneço firme meus únicos gastos até agora foram reposição de alimentos e hortifrutti.
    Confeço que as tentações são grandes mas seguirei firme no foco 👊👊💕

  • Minha vizinha veio me vender cremes hidratantes 🧴 já foi me mostrando abrindo para sentir o cheiro me encantei por um e logo disse que ia ficar quando fui para casa lembrei
    Pra que sendo que tenho alguns no guarda-roupa
    Logo lembrei do desafio fui até Casa dela e disse que não ia fica
    Senti um alívio ufa escapei kkkkk

  • Está sendo tranquilo! Ultimamente estou sem grana e estou tendo de economizar de qualquer forma! rs

  • Eu nunca fui de pedir descontos nas compras que fazia, depois que comecei a estudar sobre educação financeira, encarei meus medos e comecei a encarar a redução de gastos e outros fatores com um novo olhar. Estou em processo de aprendizado e isso verdadeiramente muda a vida da gente. Agora antes de comprar eu penso bastante e quando necessito de algo sempre peço desconto ou negocio.

  • Eu sou assim, às vezes. Fico cuidando para não comprar e guardar dinheiro. Quando resolvo comprar algo, compro outros 2, 3 daí.
    Gostei muito da dica de recuperar o dinheiro gasto de forma imprevista 😉

  • Acabamos de mudar para uma casa nova! Meus tapetes tem 8 anos de uso, da para perceber que já está na hora de trocar rs. Passei em frente à loja hoje e quase me deixei seduzir pelo meu pensamento de … E só dividir , da para comprar. Na hora me veio o desafio na cabeva . Sei que é algo que preciso, mas sei que esse mês não posso, por mais que estava tentadora a ideia de colocar um tapete novo na casa nova, consegui me conter , e vou esperar o próximo mês, que sei que posso comprar à vista esse tapetinhos.

  • OLÁ, ESTOU GOSTANDO MUITO DO DESAFIO,COMO SEMPRE ÓTIMOS CONTEÚDOS.

  • Hoje sai com meu esposo nas lojas para dar uma olhada nas roupas de inverno, agora já estou pensando em ver na internet, pois é mais barato e assim posso economizar.. Comecei o desafio hoje, estou fazendo minhas anotações e deixando tu em dia, Cabecinha fervendo em ideias, agora preciso pensar na minha renda extra!

  • Ótimas dicas, essa semana me programei para levar marmita a semana toda e graças a Deus consegui.
    Foi uma economia notável. Continuar praticando para virar um bom hábito! 🙂

  • Confesso que estou perdida em saber o que é necessário e o que não é , hahaha. Sim, eu sei q só eu posso resolver essa questão, mas foi exemplificar.
    Me mudei há menos de 2 meses, nessa nova cidade aluguei um apartamento já todo mobiliado , até com louças e tudo mais. A idéia inicial é ficar , pelo menos, 2 anos nesse mesmo apê .
    Claro, tudo funciona, sabe ? Mas não são as minhas coisas… vi uma xícara linda esse final de semana 7 euros, super dentro do orçamento, e eu iria usa-la todo e começaria a dar uma casa de casa ao lugar, mas acabei não comprando. Por sinal, fui passear pela cidade e não gastei nada de extra.

  • Neste seis dias gastei o necessário e economizando para zerar uma dívida 😅

  • Estou comentando hoje, mas quero compartilhar como foi meus primeiros 6 dias neste desafio… Confesso que topei o desafio e me comprometi 100% com ele, estou muito seletiva ao fazer uma compra, só pra você ter noção eu preciso comprar um top e ia fazer isso no sábado (6/04), mas no caminho para o centro da cidade eu não parei de pensar sobre ser essencial essa compra e o resultado? Voltei pra casa e decidi não comprar o top no momento! hahahaha que alegria me da saber que fiz uma boa escolha!

  • Estou conseguindo me controlar, mas é preciso vigiar sempre. Hoje gostei muito da dica: “Isso é necessário”? Adorei. Vou colocar em pratica!

  • Tem sido um grande desafio, mas estou sento forte, a vontade de equilibrar as contas é maior.

  • Comecei ontem e estou indo bem. Sei que as tentações virão, mas vou completar este desafio, se Deus quiser. Obrigada pelos ensinamentos, Patrícia.

  • O mais difícil para mim tem sido o costume de comer fora, eu e meu marido criamos esse hábito, mas com o desafio tenho me controlado, aproveitamos o desafio para fazer as contas de quanto essa “brincadeira” nos custa e o resultado foi assustador, desenvolvemos uma nova tática para comer melhor e economizar, vamos colocar em prática e sei que teremos bons resultados.

  • Eu preciso aprender a não comer bilisquetes e snacks na rua…são aparentemente baratos e matam a fome do momento mas não alimentam e furam meu orçamento. Mas eu só lembro de levar algo na bolsa poucas vezes. Acabo gastando, engordando e chutando o balde enfiando o pé na jaca de uma vez 😂

  • Bom dia Patrícia ! Semana passada quando já tinha iniciado o desafio surgiu um gasta imprevisto mas necessário e falei com meu esposo exatamente isso: vou recuperar o valor com estratégia! Estou amando o desafio, mas acredito que eu tenha que melhorar muito nos gastos com mercado! Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *