Você vive correndo de um lado para outro, estressada e frustrada, sem saber como dar conta de tudo? Então, este post é para você!

Como dar conta de tudo

Se há uma coisa hoje em dia que tem angustiado grande parte das pessoas é a ânsia de querer dar conta de tudo.

Embora tenhamos tecnologias que agilizam nossos dias, parece que isso só piorou as coisas!

Isso porque, em muitas ocasiões, as pessoas usam as tecnologias de forma errada.

Ou seja, em vez de ganharem tempo com elas, acabam perdendo.

Além dos ladrões de tempo, muita gente está se rendendo ao que chamo de ditadura do fazer.

Vejo isso quando converso com as pessoas e, principalmente, quando leio as mensagens que recebo aqui no blog e nas minhas redes sociais.

A mais recente, há alguns minutos, dizia:

Patricia, socorroooooooo… Minhas contas viraram uma bola de neve! Reformei a casa, consertei o carro e não sobrou nada. Ainda por cima, fiquei grávida! Me ajudaaaaa….!

As pessoas esperam que eu – ou alguém – dê uma fórmula mágica para os problemas que elas mesmas causaram.

Aí você pode dizer: “mas, Patricia, tenha dó! Ela precisou reformar a casa e consertar o carro. E que culpa ela tem de ter ficado grávida?”

Bem, eu preciso de muitas coisas. Férias, por exemplo, pois em dezembro completo 5 anos sem…

Mas, infelizmente, no momento NÃO POSSO.

Pois esse é o problema de quem nunca consegue dar conta das coisas:

Querer fazer o que não pode!

Eu também quero fazer muitas coisas, contudo, sou uma só, assim como você.

Não tenho conseguido escrever aqui com a regularidade que gostaria, porque estou com outros projetos no momento.

Minha loja virtual está fora do ar ainda, esperando que eu tenha tempo para aprovar as novidades (sim, teremos novidades!!).

E tenho que dizer não a um monte de convites que me fazem todos os dias.

“Mas, Patricia, é só uma reuniãozinha de 20 minutos.”

“Mas, Patricia, é só uma collab para o meu canal do YouTube. Meia horinha e matamos!”

“Mas, Patricia, é só uma presença de uma hora. Coisa rápida!”

“Mas, Patricia, é só uma perguntinha que eu preciso da sua resposta. Em dois minutinhos você me ajuda!”

Se eu fosse somar todos esses “minutinhos” não ia fazer mais nada a não ser atender tudo o que as pessoas acham extremamente fácil e rápidas de fazer…

Então, acredito que essa seja a maior dificuldade das pessoas que se enchem de coisas que não podem dar conta:

Assumirem coisas sabendo que não podem cumprir, afinal, elas não querem ter de dizer não.

Por isso, NÃO assuma o que não pode e NÃO queira fazer tudo de uma vez.

Primeiramente você tem de saber que quando assume uma coisa nova, terá de deixar outra de lado.

Isso porque o seu dia continua com o mesmo número de horas.

Da mesma forma, selecione o que vai fazer com o seu tempo, ainda que desagrade a si mesma (por querer fazer mais) ou aos outros (por acharem que você está de má vontade!).

E para ajudá-la a conciliar as tarefas que você decidir fazer, tem um presente para você!

Um e-book gratuito que você pode baixar agora mesmo.

BAIXE SEU E-BOOK CLICANDO AQUI!

 

Para ler as reflexões anteriores, clique abaixo.

Dia 1 – Tempo para pensar

Dia 2 – Andar a segunda milha

Dia 3 – Cuide da sua vida

Dia 4 – O que as dúvidas causam

Dia 5 – Não se perca pelo caminho

Dia 6 – O que o mimimi faz por você?

Dia 7 – Eu sei o que fazer, mas como faço?

Dia 8 – Caráter, intenção e conduta

Dia 9 – Preguiça até para receber ajuda

Dia 10 – Finanças e relacionamento afetivo

Dia 11 – Não venda a verdade

Dia 12 – Aja diferente, faça a diferença

Dia 13 – 12 regras para a vida

Dia 14 – Você está em guerra

Dia 15 – Dia das Crianças: presente ou presença?

 

Nos vemos no próximo post!

Jornalista, especialista em finanças, autora de 5 best-selleres, colaboradora dos programas Mulheres (TV Gazeta) e Escola do Amor (Record TV). Colunista do portal R7 e youtuber.

  • Patrícia vc é 10,como sou inspirada por vc e pelos seus ensinos, mulher valorosa e virtuosa é vc. Beijos

  • Oi Paty! Já baixei meu e-book! Agora, o meu maior problema não é nem o tempo. É a ansiedade de resolver os maiores problemas o mais rápido possível. Meu carro quebrou na sexta e ainda estão tentando descobrir o problema. Meu fogão que tinha comprado usado (já que o anterior estava enferrujado – mas funcionava…) quebrou!! Aí, onde moro, é raro achar prestador de serviços. Achei um. Estou há 2 dias sem fogão e há 4 dias sem carro, justo quando eu mais precisava dos dois… Haja autocontrole…

  • Boa dica Pati! Eu já tenho as minhas prioridades. Mesmo tendo poucas coisas semanalmente pra fazer (toda semana são as mesmas tarefas), tem vez q fico bem cansada. Imagine se falasse sim pra todo mundo! Bjos!

  • Esse posto fala exatamente sobre o livro que estou lendo: Essencialismo.
    Precisamos aprender a dizer não.

  • Concordo com o texto e obrigada pelo e-book. Ao lidar com as escolhas do dia a dia, já temos que saber que vamos ter que arcar com as consequências e resultados do que fazemos. Não tem jeito. Bjs

  • Bom dia, Patrícia!
    Certíssima! Quanto a mim, há um bom tempo tenho dito não para isso ou aquilo. Não dá para esmagar o meu tempo e… adoecer!
    E não tem nada a ver com “ficar de papo pro ar”…. porque trabalho eu tenho…. e bastante! Graças a Deus! Já baixei o e-book e já li!
    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *