Desafio da Produtividade #13 – Ansiedade, inimiga da produtividade

26/08/2019

Desafio da Produtividade #13 – Ansiedade, inimiga da produtividade

A ansiedade está tão em alta que encontrar uma pessoa tranquila é um acontecimento raro. Nade contra essa maré, pois…

A ansiedade está tão em alta que encontrar uma pessoa tranquila é um acontecimento raro. Nade contra essa maré, pois é possível ser diferente!

Ansiedade, inimiga da produtividade

Se você está ansiosa, saiba de uma coisa: você precisa parar.

Ainda que você queira correr e fazer tudo de uma vez, pare e leia este texto com calma!

A ansiedade atingiu níveis alarmantes na nossa sociedade, principalmente entre as mulheres.

Tanto que deixou de ser apenas um estado momentâneo e virou doença.

Embora não seja uma tarefa fácil, é perfeitamente possível viver sem ansiedade.

Não me refiro a não se sentir ansiosa nunca, mas sim, a saber controlá-la e vencê-la.

Apesar de trabalhar na maior parte do tempo sozinha – o que me permite ter calma e tranquilidade – preciso vencer a ansiedade dos outros todos os dias.

Desde muito cedo até muito tarde, recebo cobranças de todos os lados:

  • “Você pode fazer isso AGORA? É rapidinho!”
  • “Você já leu meu e-mail?”
  • “Por que você não responde o WhatsApp?”
  • “Preciso desse orçamento URGENTE!”

E quer saber de uma coisa: raramente essas cobranças têm sentido ou são mesmo urgentes…

E antes que as pessoas consigam me estressar, tomo algumas providências em nome da minha sanidade mental!

Primeiramente não me obrigo a responder tudo o que me perguntam ou a fazer tudo o que me pedem.

Eu tenho limitações e sei quais são elas.

Portanto, escolho muito bem o que vou fazer com o meu tempo.

E isso é uma decisão minha e não das pessoas.

Penso, reflito e só então, respondo ou faço.

Demora? Sim, demora. Mas, no final das contas, ganho tempo fazendo o certo, sem atropelos.

Se algo não está correto, eu NÃO SIGO EM FRENTE.

Por isso eu disse que, se você está ansiosa, tem de PARAR!

Correr ainda mais só vai atrasar a sua vida, acredite.

Há momentos em que você deve dar um passo atrás e analisar as coisas com a cabeça fria.

Por isso que o planejamento – que muita gente acha que é perda de tempo – é totalmente necessário.

Então, se as pessoas estão deixando você ansiosa, afaste-se delas.

Se você é a pessoa ansiosa que descompensa os outros, contenha-se.

Pare, respire e não aflija os outros com a sua ansiedade.

Você tem um cérebro que está posicionado acima do seu coração, certo?

Isso significa que a razão tem de estar acima do que você sente.

Sente ansiedade? Não se guie por ela!

Pense, reflita, analise, e haja com a cabeça.

Essa medida vai fazer o seu tempo ser mais produtivo, além de lhe trazer muito mais paz!

 

Quer iniciar o Desafio da Produtividade desde o começo?

Sempre é tempo para melhorar, então, clique nos posts anteriores:

Desafio da Produtividade #1 – O mito da carga horária brasileira

Desafio da Produtividade #2 – Hábitos de produtividade

Desafio da Produtividade #3 – Técnica Pomodoro

Desafio da Produtividade #4 – Tenha metas

Desafio da Produtividade #5 – O poder da persuasão

Desafio da Produtividade #6 – Hierarquia da persuasão

Desafio da Produtividade #7 – Conversa fiada no trabalho

Desafio da Produtividade #8 – Definição de regras

Desafio da Produtividade #9 – Motivação sem disciplina não traz resultado

Desafio da Produtividade #10 – Como ter mais disciplina

Desafio da Produtividade #11 – Livre-se do que pode te deixar pobre!

Desafio da produtividade #12 – Afaste-se de pessoas tóxicas

 

Para não perder nenhum dos 15 desafios, cadastre-se aqui no blog!

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Nos vemos!

9 comentários

    Muito obrigada, Patrícia pela sua contribuição para nos proporcionar um estilo de vida mais rico em todos os sentidos da palavra.
    Faço parte de uma associação que nos orienta a conviver melhor com pessoas dependentes de álcool e temos uns princípios que nos dão suporte para conseguirmos fazer isso de uma maneira, que não foquemos no álcoolatra, mas em nós mesmos, e que devemos ter compaixão por eles. Um dos sintomas de convivência com álcoolatra é a ansiedade. Um dos meus filhos desenvolveu essa doença, resultado da convivência com o pai. São muitas famílias com essa situação nos seus lares infelizmente. Depois que encontrei essa associação tanto estou conseguindo ter uma vida muito mais proveitosa como tenho conseguido ajudar meu filho e até mesmo meu marido, pois hj sei que é uma doença e que tem seus sintomas como qualquer outra doença.
    A propósito o nome da associação é Al-Anon.
    Um grande abraço querida e continue fazendo seu trabalho que por sinal é extremamente importante. Bjs.

    Você está certíssima, Patricia, eu também vivo nessa correria, mas por enquanto o que decidi fazer.
    O método Pomodoro está me ajudando a pelo menos parar 5min para tomar água, ir ao banheiro e tomar um café… não brigue comigo, mas os 25m propostos não me dão tempo de realizar muito, então eu paro a cada 55m.
    Está dando certo….. estou conseguindo me organizar.
    Quanto a ansiedade, aquela que parece acordar antes de eu abrir os olhos pela manhã, hahahahaha….. eu dou um “istópi”…. respiro fundo, dou bom dia ao Espírito Santo e…. bóra correr! Chega a ser divertido, até (prefiro pensar assim!), mas no final do dia, quando volto da escola, tenho a sensação de dever cumprido!
    Bjs
    Vânia

      Eu tb paro a cada hora, mais ou menos. Apenas 25 minutos para mim não dá! 😀

    Ótimo, Patrícia!

    Há uns dois anos, passei por uma fase com ansiedade agressiva, se é que eu posso dizer assim. Os motivos foram diversos e os resultados não foram nada bons. Precisei me afastar do trabalho, sentia muitas dores de cabeça ao ponto de surgir um “galo” enorme como estivesse levado uma pancada;palpitações no coração, falta de ar, insônia, sensações de morte, medo de ficar sozinha ou no meio de muita gente ….Não suportava nenhum tipo de barulho….NENHUM….Fui dopada algumas vezes e em uma dessas vezes, nem o “sossega leão” me fez dormir para você ter uma idéia do nível de ansiedade em que eu me encontrava! Mas graças a Deus , primeiramente, orações, apoio da família, de verdadeiros amigos e tratamento com psicólogos e psicanalistas, hoje, para honra e glória do SENHOR estou CURADA e ajudando pessoas que estão vivendo o que eu vivi. Algumas pessoas tóxicas não entendiam nem respeitavam o processo e diziam que eu estava ficando doida, perdendo o juízo e faziam piadas, o que me deixava ainda pior. Me sentia humilhada!
    Agora permanece aquela ansiedade natural que todo ser humano tem, e ainda assim, eu consigo ter domínio sobe ela! Hoje mesmo, partipei de um processo seletivo em uma empresa e a ansiedade foi pouquíssima! Se fosse em outra época passaria mal.rs
    Parece bobo, mas esse é um assunto muito sério! Ansiedade (doença) e/ou depressão não é falta de Deus nem frescura como muitos dizem! Julgar é muito fácil! Eu acredito muito em Deus e nem por isso deixo de passar por dificuldades, mas consigo superá-las!

    Obrigada!

    BJs!! S2

      Parabéns pela sua fé!

    Obrigada pelo post.

    Acompanhando todas essas dicas… excelentes. Algumas já faço, outras vou aprimorar e, outras vou botar em prática. Obrigada

    Às vezes a gente sofre mais pela ansiedade do que pelo que tem que fazer. Eu “brigo” comigo todos os dias para não me deixar vencer por ela.

Gostou? Comente aqui!

Deixe um comentário




Outras notícias


Produtos




TV Patrícia Lages




Não perca nada. Seu dinheiro agradece!

Digite seu e-mail no campo abaixo para se
inscrever em nossa newsletter.

Shopping cart

0

No products in the cart.