Quando você não implementa uma definição de regras no seu trabalho e na vida como um todo, as coisas ficam soltas e a produtividade fica comprometida. Veja como trabalhar nisso!

Definição de regras

Antes de mais nada precisamos deixar uma coisa bem clara: definir regras não é engessar a vida!

Ao mesmo tempo que muitos detestam regras, sentem-se perdidos quando não há regras.

Por isso é tão comum as pessoas perderem o fim de semana todo – mesmo tendo esperado tantos dias – sem fazer nada…

São dois dias que se pode fazer o que quiser, sem ter de pensar o que e nem como, e é por isso mesmo que muitos acabam apenas vendo o “finde”passar!

Quando faltam regras, falta produtividade, pode ter certeza.

Isso não quer dizer que você vai ser a louca da regra e que para tudo na vida tem de ter um manual.

Mas sim que você não vai deixar as coisas correrem soltas sem o menor controle.

Você sabia que um dos problemas de quem começa a empreender é não ter um chefe?

Pois pode acreditar!

A razão de muita gente abrir um negócio é se livrar do chefe, mas ele é o primeiro que faz falta…

Isso porque é o chefe quem dava as regras, quem definia o que o subordinado tinha que fazer e controlava suas tarefas.

Na falta dessa definição, não são poucos que ficam sem direção e passam a fazer as coisas aleatoriamente.

Por isso, veja a definição de regras como algo POSITIVO.

A importância das regras

Pense em um jogo esportivo ou de tabuleiro, ou ainda em qualquer brincadeira de criança.

Aqui já vai uma dica:

Quando você vê uma chamada ampla como essa acima, acaba demorando para escolher qual jogo ou brincadeira, não é mesmo?

Isso porque está muito aberto, sem definição.

Mas e seu eu disser: pense no jogo de esconde-esconde (ou pique-esconde). Não é mais rápido e certeiro quando se tem uma definição?

Pois é!

Usando o exemplo do esconde-esconde, qual é o objetivo?

Geralmente, divertir os participantes de forma saudável.

Até aí, maravilha, mas…

Todo mundo sabe que, se não combinar as regras antes, a probabilidade de a diversão se transformar em briga é grande!

Por isso, é preciso definir quem vai “bater cara” primeiro, até quanto tem que contar, se vale se esconder dentro de casa ou se só vale no quintal e por aí vai.

Agora pense: se um jogo de passatempo e qualquer diversão precisam de regras, imagine o seu trabalho!

Como definir regras

Comece pensando no objetivo, pois se você estabelece regras que não atingem o seu alvo, elas serão em vão.

Vou usar o exemplo do fim de semana que é algo que serve para todo mundo.

Digamos que o seu objetivo seja descansar.

Sim, descansar também é um objetivo, aliás, bem difícil de se alcançar!

Para atingir o seu objetivo, você pode precisar de regras como:

  • Não ter de limpar a casa, nem lavar, passar ou cozinhar
  • Não combinar de sair com ninguém
  • Não se comprometer a fazer compras
  • Não permitir que as pessoas “se convidem” para ir à sua casa

Tem até um meme circulando na internet que diz que quem quer sossego tranca a casa, não atende a porta e finge que foi viajar! Rs…rs…

Essas regras é que vão assegurar que seu objetivo seja alcançado, porém, para que você as cumpra, precisará de um planejamento.

Sabendo o que você NÃO vai poder fazer no fim de semana, será preciso se planejar para realmente não fazer nada e descansar.

Por exemplo: você lava as roupas à noite, vai limpando a casa um pouco a cada dia, pede as compras pela internet e programa a entrega e deixa a comida pronta congelada ou pede um iFood! 🙂

Viu como as coisas vão tomando forma?

Se você não fizer nada disso, provavelmente não vai alcançar seu objetivo, porque pode aparecer gente na sua casa ou você vai ver as coisas por fazer e adeus descanso!

Já deu para perceber que isso vale para tudo na vida, né?

Agora é só empregar as dicas em tudo o que for fazer e seus dias serão bem mais produtivos.

Quer iniciar o Desafio da Produtividade desde o começo?

Sempre é tempo para melhorar, então, clique nos posts anteriores:

Desafio da Produtividade #1 – O mito da carga horária brasileira

Desafio da Produtividade #2 – Hábitos de produtividade

Desafio da Produtividade #3 – Técnica Pomodoro

Desafio da Produtividade #4 – Tenha metas

Desafio da Produtividade #5 – O poder da persuasão

Desafio da Produtividade #6 – Hierarquia da persuasão

Desafio da Produtividade #7 – Conversa fiada no trabalho

Para não perder nenhum dos 15 desafios, cadastre-se aqui no blog!

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Nos vemos!

Jornalista, especialista em finanças, autora de 5 best-selleres, colaboradora dos programas Mulheres (TV Gazeta) e Escola do Amor (Record TV). Colunista do portal R7 e youtuber.

  • Patricia do céu! Quando eu li o título do post, não teve como não rir! (no bom sentido). A impressão que tive é que vc está antenada com o que estou passando nesses últimos dias. Inclusive ontem, estava falando com o meu chefe direto/empregador justamente sobre isso! Foi a falta de regras que deflagrou toda a problemática da empresa. Ele precisou levar um safanão da vida para me escutar. Continue com essa linha direta, por favor! rsrsrsrs

  • Bom dia Patricia Lages, nossa a cada dia você me surpreende.
    Quantas coisas maravilhosas, dicas, orientações, testemunhos.
    Bora praticar meninas, estou começando por mim e posso garantir já não sou a mesma de ontem rs.
    Bjs

  • Estava pensando sobre como ser disciplinada: criando e seguindo as regras. 👏👏👏

  • Sempre aprendendo muito com suas dicas simples e didáticas, porém de muita relevância.
    Até me considero uma pessoa “regrada” em todas as áreas da vida, porém é preciso que eu tenha mais disciplina no sentido de que, na hora de fazer o planejamento, não estabeleça mais regras do que tenho condições de cumprir. Rsrsrsrsrs.
    Muito obrigada mais uma vez!

  • Boa tarde! Essa dica foi muito boa , todas pra falar a verdade! Mas tem umas que parece que veio de encontro a minha necessidade. Tenho dificuldades em criar regras, faço dois dias depois volto tudo de novo. Desejo muito mudar, preciso.
    Obrigada!

  • Eu sempre me programo para preparar minhas marmitas da semana, no domingo, aproveitando que tem feira na minha rua.
    Sábado à tarde eu estava “di boa” vendo tv quando recebi uma chamada para uma providência no domingo de manhã cedo lá no trabalho.
    Não perdi tempo: já voei prá cozinha e adiantei as comidinhas!
    No domingo cedo já coloquei os potes na mochila, já levei a necessáire com absorventes, enfim…. na segunda feira saí bem mais “leve de bagagem” nas costas, já que era dia de escola e normalmente nesse dia eu chego até meio envergada de tanto peso que carrego, ahahahahah……

  • Eu também estou como a Fátima!
    Tenho dificuldade para traçar objetivos, regras, etc.
    Por exemplo: se fosse planejar pra descansar no fim de semana eu jamais teria “um plano” para que isso fosse capaz de acontecer. E quando consigo chegar o mais proximo disso, não tenho a disciplina necessária para seguir.
    Tenho inúmeras agendas e planners no celular que mal sei como usar e quando faço isso, não consigo seguir nem por 3 dias.😣
    Preciso muito de ajuda!
    Obrigada pelo blog Paty. Eu amo, amo e procuro ler e participar de tudo.
    P.s: Isso acontece em TODAS as áreas da vida!
    Inclusive na financeira. Tenho os bolsas blindadas, mas pôr em prática, é muito difícil. Já li, e reli mais de 8 vezes.

  • A dica de hoje foi muito preciosa para mim, nem imagina o quão importe é definirmos regras e nos finais de semana também, obrigada Paty😊

  • Isso!
    Comecei a colocar isso em prática há algumas semanas! Escolho o que vou fazer em cada dia da semana. O que me permito ou não fazer… E uma das coisas que ajudam muito, como você já citou em um outro post é o controle do celular e redes sociais. Determinar um horário para isso realmente faz seu tempo render!

    Bjs, linda!

  • Gostei muito.
    Planejar regras é muito bom, pois traz organização para atingir o alvo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *