Confiança é algo básico para qualquer relacionamento, seja familiar, profissional, de amizade ou afetivo. Mas por que as pessoas não têm confiado em você?

Confiança leva tempo

Todo mundo sabe que confiança se conquista, mas na prática, a coisa pode ser bem diferente.

Muita gente que começa a trabalhar em uma nova empresa se incomoda com o fato de não passarem informações para ela ou não lhe darem tarefas mais importantes.

Ou logo que chegam em uma nova escola/faculdade, reclamam que existem “panelinhas” e ela é deixada de lado.

São em momentos como esses que esquecemos que confiança se conquista.

Se você conhece uma pessoa hoje e logo conta toda a sua vida a ela, eu diria que você está agindo com imprudência.

Porém, para tentar “encurtar o caminho” da conquista de confiança, não são poucas as pessoas que fazem isso.

Principalmente nas redes sociais, onde você nem sequer sabe quem está acessando o que você publica, mas lá está você contando coisas que nem todo mundo deveria saber.

Da mesma forma que você precisa ser mais prudente em relação às pessoas em quem confia, é necessário que você entenda que conquistar a confiança dos outros leva tempo.

Vivemos em uma época onde as pessoas têm pressa demais e, com isso, acabam invertendo a ordem natural das coisas.

É por isso que vemos pessoas que se relacionam por uma semana, mal se conhecem, mas decidem morar juntas.

Elas querem adiantar o processo, mas não percebem que queimam etapas importantes na vida.

Depois que começam os problemas elas não entendem o que fizeram de errado.

Confiança demais é ruim, assim como desconfiar até da sombra também é.

Portanto, tenha equilíbrio e procure fazer uma análise racional em relação a esse assunto.

Quem é você na fila do pão?

Antes de querer que as pessoas confiem em você, faça a si mesmo as seguintes perguntas:

  • Você faz o que fala?
  • Você mente?
  • Quando você mesma promete que vai fazer determinada coisa, você já sabe que não vai cumprir?
  • Você esconde informações ou erros com medo de ser prejudicada?

Se você é uma pessoa que não cumpre o que diz, que falta com a verdade, que sabe que não vai fazer o que deveria e que vive se esquivando das responsabilidades, eu tenho outra pergunta para você:

Você confia em si mesma?

Provavelmente a sua resposta é não. Nem você confia em si mesma!

Então, como é que você quer que outras pessoas confiem?

O que você precisa, primeiramente, é se tornar uma pessoa de confiança para, depois, trabalhar para que outras pessoas confiem em você.

Não há como inverter essa ordem, por isso, decida-se a se tornar essa pessoa.

  • Se você prometer algo, cumpra, ainda que lhe custe muito.
  • Fale a verdade, mesmo que você se prejudique em um primeiro momento.
  • Cumpra aquilo que promete a si mesma para desenvolver autoconfiança.
  • Não fuja das suas responsabilidades sob nenhum ponto de vista.

Quando você se torna uma pessoa de confiança, vai perceber que nem precisa fazer parte de panelinhas ou que os outros lhe deem oportunidades, pois você mesmo vai acabar conquistando o que quer!

Inscreva-se para não perder nada

Receba um aviso a cada post novo!

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Confira os desafios anteriores

1 – 21 dias de boas notícias

2 – Limpeza digital

3 – O que fazer com o tempo livre

4 – O efeito da Bíblia no cérebro humano

5 – Novo normal ou fora do normal?

6 – Livre-se do medo

7 – Como estão seus pensamentos

8 – O menino engraxate que encantou o país

9 – O que fazer quando há falta de apoio

 

Confira o próximo desafio

11 – Amizades e influências tóxicas

Cadastre seu e-mail e não perca nada!

Você receberá uma notificação a cada nova publicação.

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Bom dia, Patrícia,
    Obrigada por me abrir os olhos sobre confiança! Eu nunca tinha parado para refletir (ao invés ficava reclamando, já que queria me “assuntar” de tudo para exercer meu lado profissional a contento. Mas não é nada disso. Sem conquistar confiança não é possível.
    O trecho para reflexão também é oportuno para eu melhorar em muitas coisas!
    Beijos

  • Bom dia! Que Post maravilhoso, isso mesmo, as pessoas hj já querem chegar “chegando”, pulam etapas, confiança é coisa séria. Tenho várias clientes enroladas financeiramente porque confiaram em pessoas que conheceram em site de relacionamento, pessoas maduras, porém carentes e inseguras.
    Um frande abraço!

  • Ola Patricia outro ponto importante que eu prezo muito em alguém é a sua capacidade de guardar segredos.

    Não sei se você ja passou por isso, mas avalio muito uma pessoa nesse ponto. Se eu contar algo para alguém e essa mesma espalha para meio mundo, jamais vou confiar nessa pessoa quem tem a língua solta.

    É incrível isso, como procuro ser essa pessoa de confiança, constantemente as pessoas se aproximam de mim para contar coisas que elas não querem que todos saibam, são assuntos pessoais…

    O que eu quero dizer é: Quando somos uma pessoa de confiança as pessoas percebem, pois eu não fico divulgando que podem confiar em mim, não precisa, o nosso comportamento revela se somos ou não confiáveis!

    Que Deus te abençoe grandemente todos os dias!!!

  • Confiar em Deus acima de tudo e em mim mesma abaixo de Deus…fica a dica.

  • Uau Paty! Eu leio seus posts no e-mail mesmo e compartilho no Insta, mas não venho comentar aqui. É raro. Mas esse post me fez repensar tanta coisa! Mas tanta! Paty eu parei para me analisar e me pesei. Fui achada em falta. Eu queria e quero ser uma profissional topzera rsrs, mas não havia atentado para esses detalhes simples e tão importantes que vc citou no post. Estou no iniciozinho de carreira e com certeza ser uma pessoa de confiança vai ser uma meta agora. Eu já me questionei porque não tinha grandes oportunidades com parcerias e tal, mas sabe… O melhor marketing ainda é o boca a boca. De pouquinho em pouquinho vou conquistar meus clientes, sendo uma pessoa de confiança, e então as oportunidades surgirão ou eu mesma vou criá-las.
    Um abraço Paty! Amei esse post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *