Os erros que mais contribuem para que muitas empresas fechem antes de completarem 5 anos geralmente são pequenos e comuns. Veja alguns deles e não entre nessa!

 erros no empreendedorismo

Erros: conhecer para não cometer

Muitas vezes o empreendedor está focado naquilo que ele tem que fazer.

  • “Preciso comprar mais matéria-prima.”
  • “Preciso produzir mais.”
  • “Preciso vender mais.”
  • “Preciso me comunicar com mais clientes.”
  • “Preciso fazer cobrança.”

Porém, o que a maioria não considera é como fazer essas coisas de uma maneira efetiva. Por isso, o que mais temos visto no meio empreendedor é:

Falta de planejamento nas compras

pagando caroO empreendedor só se mexe quando a matéria-prima está no fim (ou já acabou) e ele precisa enlouquecidamente de algo. Daí, sai correndo sem planejamento algum, sem pesquisar preços, sem estudar condições de pagamento e sem nem ao menos saber se pode pagar, e compra no lugar mais próximo que encontra. Paga caro e o lucro vai por água abaixo.

Falta de processos eficientes de produção

ca. 1998, USA --- Ax Stuck in Splitting Log --- Image by © Dale Spartas/Corbis
ca. 1998, USA — Ax Stuck in Splitting Log — Image by © Dale Spartas/Corbis

Se os processos não são eficientes você terá de fazer o dobro do esforço! É como expliquei no post sobre baixa produtividade quando se trabalha com um “machado cego”, lembra? (Para ler clique aqui.)

Se você trabalha com processos ultrapassados, tem de virar noites e faz um esforço além da conta, é hora de parar e analisar se existem formas mais rápidas e baratas de produzir. Quanto mais você trabalhar do jeito errado, mais seu lucro vai desaparecer.

Não definir estratégias de venda

vendedor chatoTodo mundo sabe que se as vendas estão fracas, todo esforço em empreender será desperdiçado. Mesmo assim, grande parte dos empreendedores não investe em desenvolver estratégias de venda. Alguns fazem o papel de “vendedor chato”, querendo empurrar as coisas goela abaixo dos clientes. Outros j ulgam que seu produto é tão bom que “vai vender sozinho”.

Isso não existe! Nada se vende por conta própria, pois ainda que o produto seja genial, as pessoas precisam saber da existência dele. É preciso considerar que o cliente não sabe do que precisa e somos nós que temos que convencê-lo de sua necessidade para, depois, oferecer um produto. Isso é vender.

Até pouco tempo atrás não existia um robô que aspira a casa, não é mesmo? A indústria que o desenvolveu teve que criar uma estratégia de venda que não foi simplesmente “compre este robô inovador e genial”, mas sim, “tenha mais tempo livre”, “você não vai mais se preocupar com seu piso”, “receba os amigos sem se preocupar se a casa está limpa”, “seu filho vai poder engatinhar no chão tranquilamente”.

Alguma dessas frases diz “compre este robô?” Não, e nem precisa! O que está sendo vendido não é o produto em si, mas é tranquilidade, comodidade, liberdade. É isso que você precisa destacar a respeito do seu produto e não só ficar dizendo o que ele é, pois isso as pessoas já estão vendo.

O Canvas pode ajudar você a definir alguns pontos importantes, por isso, se você não conferiu o post explicando como usá-lo, clique aqui.

Péssima comunicação com o cliente

mau atendimentoAlguns empreendedores vivem correndo atrás de novos clientes simplesmente porque perdem os que já tinham. O mal atendimento manda o cliente direto para o concorrente, sem que ele tenham que fazer nenhum esforço.

Atenda bem os seus clientes, dê atenção a eles, ouça, mostre-se interessado sobre as necessidades deles. De nada adianta você ter uma página linda no Facebook, se não responde os comentários e as mensagens.

De nada adianta desenvolver uma comunicação bacana se, na hora de fazer um orçamento, você demora um tempão para mandar.

Esses dias encontrei um site lindo com produtos inovadores e preenchi um formulário de atendimento para que um vendedor entrasse em contato. Para minha surpresa, recebi uma resposta automática dizendo que eu seria atendida “em um prazo de 5 dias úteis para coleta de dados para orçamento”.

Oi? Cinco dias só para entrar em contato comigo para saber o que eu quero para – depois de não sei mais quantos dias – me mandar o orçamento? Obrigada, vou comprar em outro lugar! Detalhe: já se passou mais de um mês e nunca entraram em contato comigo. Adiantou o site lindo?

 

Cobrar errado é pior que não cobrar

angerAs redes sociais têm sido um amplificador de práticas ruins por parte de quem empreende. eis algumas pérolas que já li em páginas de “negócios”:

“Neguinho que tá devendo e não paga vai ter seu nome divulgado aqui, quero nem saber, cansei!”

“Você que me deve e SABE quem é: meu filho precisa de fralda. É muita cara de pau passar na rua e fingir que não me vê!”

Como considerar uma pessoa que faz esse tipo de coisa como uma empreendedora séria? É certo que quem deve precisa pagar, mas em tudo devemos manter o profissionalismo (se queremos ser considerados profissionais).

Se você vendeu em condições que permitiram tomar calote, a culpa por não ter recebido, em parte, é sua mesmo.

Combine o pagamento de um sinal ANTES de aceitar a encomenda, receba por cartão de crédito (que é 100% garantido), enfim, não entregue sem ter garantias de recebimento e você não vai precisar fazer esse tipo de papelão nas redes sociais!

Mais uma semana de sucesso!

Com este post terminamos a Semana do Empreendedorismo com muito sucesso, pois a audiência do blog tem aumentado e o número de pessoas que estão sendo ajudadas tem crescido.

Agradeço a você que sempre nos acompanha e convido a ler os demais posts desta semana incrível (clique no título para ler).

Vem aí a Semana da Organização!

A semana que vem será sobre organização e você vai aprender dicas e truques que irão facilitar a sua vida.

Para não perder, cadastre-se!

[newsletter]

Nos vemos!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Paty, eu sempre tive alma para empreender. Só falta a competência! rsrsrsrs Vou salvar esta página nos meus favoritos para reler de vez em quando e, qdo tiver alguém precisando dos seus conselhos, poder encaminhar.

    E, para vc se divertir um pouco, ontem eu fiz uma pergunta simples e profunda para uma amiga minha, baseada na leitura do teu livro “Virada Financeira”. Peguei ela de calças curtas! Ela estranhou a pergunta, depois respondeu, mas foi aí que percebi como nossas vidas estão sem rumo!

    Bjs!

  • Olá Paty!

    Amei o post de hoje!!!
    Aliás todos os seus post eu gosto e muito, leio todos os dias.
    Os seus ensinamentos tem acrescentado e muito na minha vida, tenho praticado muitas coisas que aos poucos eu tenho visto os resultados.Comecei empreender a pouco tempo e o seu blog tem me ajudado em todos os sentidos desde questões financeiras a motivacionais.

    Muito Obrigada Paty!

    Sucesso pra você sempre, pois você merece!

  • Dona Patricia, muito obrigada por sua dedicação ! Seus posts tem me ajudado tanto que já vejo grandes diferenças em minha vida financeira apenas de janeiro até aqui , acompanho o blog e YouTube todos os dias incansavelmente rs
    Tem sido de grande valia , estou colocando em prática cada dica.
    Obrigada
    Sucesso a nós ! ?

  • Obrigada por mais uma semana de ensinamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *