Menos “sextou” e mais “desfrutou” – DTP9

22/04/2022

Menos “sextou” e mais “desfrutou” – DTP9

“Sextou” praticamente virou um novo verbo e está entre as hashtags mais populares, o que mostra o quanto muitos detestam…

“Sextou” praticamente virou um novo verbo e está entre as hashtags mais populares, o que mostra o quanto muitos detestam seu trabalho.

T.G.I.F. e o “sextou” brasileiro

Esperar ansiosamente pelo fim de semana não é somente coisa de brasileiro.

Nos Estados Unidos, a sigla T.G.I.F. é muito popular e significa “Thank God is Friday”, ou seja, Graças a Deus é Sexta, em português.

É claro que existe um toque de brincadeira, mas a questão é que muita gente vive seriamente dessa forma: aturando os dias úteis para tentar ter um pouco de alívio aos sábados e domingos.

Não podemos ignorar que há atividades, empregos ou empresas incompatíveis com o perfil de determinadas pessoas, mas, em muitos casos, não é o que tenho visto entre aqueles que me pedem orientação profissional.

Inúmeras pessoas me escrevem contando que odeiam seus empregos, detestam a profissão que amavam no passado e que precisam “mudar de ares” para serem felizes de novo.

Porém, depois de um pouco de análise racional, a própria pessoa percebe que o verdadeiro problema não é no trabalho em si, nem a empresa, nem a sua profissão.

O que tem acontecido é que essas pessoas deixaram de apreciar o lado bom do que fazem e, por isso, não conseguem desfrutar de uma vida profissional mais feliz.

Fofocas, reclamações, influências negativas de outras pessoas ou até mesmo cismas sem pé nem cabeça têm sido os causadores dessa perda de interesse.

Não por acaso, o desafio desta semana vem numa sexta-feira de feriadão.

Descansar, estar com a família e curtir momentos longe do trabalho é ótimo, porém, temos cinco dias úteis que não podem ser simplesmente empurrados com a barriga enquanto se vive à espera da sexta-feira.

O grande desafio desta semana é descobrir o que tem feito você olhar apenas para as coisas negativas e parar de jogar todos os holofotes sobre elas.

Passe a apreciar as coisas boas do seu trabalho, afinal, nos dias de hoje, só o fato de ter emprego e renda já é algo a se comemorar.

Exercite o seu cérebro a valorizar e celebrar o positivo e ignorar as picuinhas.

Dessa forma, você vai viver muito mais feliz “segundando”, “terçando”, “quartando”…

Nos vemos!

Confira os desafios anteriores clicando nos títulos abaixo:

Não esconda um defeito atrás de uma qualidade – DTP 1

Carência: porta aberta para todo tipo de perigo – DTP 2

Sucesso demora, dói e dá trabalho – DTP 3

Você está no ambiente certo? – DTP 4

O que mais limita o seu crescimento – DTP 5

Cuidado com o que você pede – DTP 6

Meu corpo, minhas regas, mas pode abusar da minha mente – DTP 7

Você vale por quantas pessoas – DTP 8

5 comentários

    O ritmo de vida tem sido cada vez mais absurdo de tanta correria para todo mundo! A expressão “sextou” alivia qualquer frequência cardíaca rsrsrs.

    Bem pensado. Parabéns!!!

    Realmente, se você der ouvidos à rádio peão ou ao grupinho fofoqueiro do café, você não terá paz profissional.

    Como sempre ótima reflexão.

    “Passe a apreciar as coisas boas do seu trabalho, afinal, nos dias de hoje, só o fato de ter emprego e renda já é algo a se comemorar.”

    De todo o texto foi o que me chamou atenção, eu estou em um trabalho onde me mudaram o posto sem perguntar se eu queria ou não mudar, vi-me a retroceder na hora pois estou executar algo de menor responsabilidade.
    Apesar de sempre procurar dar o meu melhor naquilo que faço e de o continuar a fazer neste novo posto onde me encontro, mas hoje entendi que desenvolvi novas competências que nem esperava algum dia vir a ter e que me tornaram uma profissional ainda melhor, alem disso entendi que ainda assim só tenho que agradecer porque não perdi o emprego e ainda evolui apesar do aparente retrocesso.

Gostou? Comente aqui!

Deixe um comentário para Cristina Cancelar resposta




Outras notícias


Produtos




TV Patrícia Lages




Não perca nada. Seu dinheiro agradece!

Digite seu e-mail no campo abaixo para se
inscrever em nossa newsletter.

Shopping cart

0

No products in the cart.