Creio que todos nós já tentamos conversar com alguém que só fala, mas não ouve. Entre falar e ouvir, quem mais ganha?

Todos querem falar, ninguém quer ouvir

Provavelmente você não tenha ideia de qual é a maior dificuldade em ajudar alguém, por isso, vou dizer por experiência própria:

A coisa mais difícil é fazer a pessoa ouvir o que você está dizendo.

Em grande parte das vezes que as pessoas me escrevem pedindo todo tipo de orientação (todo tipo mesmo!) preciso escrever duas e até três vezes as mesmas coisas  até que elas finalmente leiam.

 

 

 

Primeiramente eu ouvia os áudios que me enviavam pelo direct do Instagram, mas hoje coloquei uma regra e não ouço mais.

Isso porque, geralmente, são gravações longas que repetem diversas vezes as mesmas coisas e me tomavam um tempo que não posso desperdiçar.

Então, comecei a responder:

“Não ouvimos áudios, mas se escrever uma pergunta objetiva, tentaremos responder.”

Diante disso, o que você acha que vinha na sequência? Uma pergunta objetiva? Não, vinha outra sequência de áudios!

É irritante ver como as pessoas não respeitam nem mesmo aqueles a quem pedem ajuda de graça…

Mas, ao mesmo tempo, é triste constatar que talvez nem seja isso, e sim, a falta de atenção  causada por uma ansiedade que chega a neutralizar o raciocínio.

E esse é o grande problema dos nossos dias: raciocínio neutralizado.

 

A fé vem pelo ouvir

Certamente você já ouviu a frase acima, mas é preciso mais que ouvir. É preciso raciocinar sobre ela.

A fé é uma crença que não se abala pelas circunstâncias, pois ela independe do que vemos é sentimos.

Você pode estar vivendo um inferno, mas se mantiver a fé de que tudo vai mudar, você é capaz de ignorar tudo o que vê e focar em tudo o que acredita que vai ver.

Portanto, fé tem a ver com raciocínio e não com sentimento.

Mas, uma vez que o seu raciocínio está neutralizado, você não OUVE e sua fé fica igualmente neutralizada.

Quem fala, planta. Quem ouve, colhe.

Entende agora porque a maioria das pessoas nem sequer conseguem aprender?

Elas não enxergam que é preciso ouvir para colher, mas em vez disso, apenas lançam suas sementes de dúvida, insegurança e tudo mais.

Seja sábio e, entre falar e ouvir, prefira o segundo verbo, tendo cuidado com o que ouve para selecionar boas sementes.

 

Nos vemos!

 

Confira o post anterior clicando aqui.

 

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Já pratiquei ambas…. E concluí que muitas vezes que não quis ouvir, paguei preços altos. Outros ganhei porque não guardei tudo o que ouvi. Outros perdi porque falei demais. Outros porque falei de menos. 🤔🧐🤭
    A minha avó dizia: “Coitado de quem as ouve, porque quem as diz fica aliviado.”
    Muitos anos concordei com este dizer, mas hoje olho de forma diferente. À primeira vista parece certo, mas este vai contra outros muito importantes “A fé vem pelo ouvir”, a verdade liberta. Quando precisamos mudar algo em nós, e somos confrontados com a verdade, dói, e seremos “coitados” se não quiser-mos mudar. Mas seremos bem-aventurados se produzir-mos a mudança em nós.
    Tudo de bom. Obrigada.

  • Sábias palavras e digo mais as pessoas só querem ouvir e ver o que lhes convém.

  • Neste fim de semana assisti um programa bem interessante e me lembrei agora, porque tem tudo haver com esse post.

    Havia uma família que tem um restaurante, e um dos filhos é que está á frente do negócio.

    Porém esse restaurante está cheio de dívidas, o senhor deve dinheiro á mãe, e ele anda muito desmotivado e sem saber o que fazer.

    A equipe do programa instalou câmeras para poder entender o que se passa na empresa.

    Passado uns dias eles verificam o filho que está á frente da empresa sentado e muito desmotivado.
    Consequência disso: os funcionários com celular na mão e desmotivados também.

    Na cozinha uma bagunça, muita sujeira, comida estragada enfim…

    Quando vão conversar com ele e confrontá-Lo, ele não aceita que o problema seja ele, e que está gerindo mal o negócio.

    A chefa da cozinha diz que ele não ouve ninguém!

    Ela não gosta da ementa do restaurante e ja deu várias sugestões para mudar, mas ele simplesmente não houve.

    E foi isso que me chamou atenção no programa, porque ele esta sofrendo muito, a família esta pagando um preço alto, o restaurante esta indo de mal á pior, e ele simplesmente não consegue ser humilde para perceber que não está fazendo a coisa certa.

    Tudo porque ele é muito resistente á mudanças e não houve ninguém.

    E hoje vejo esse mesmo cenário acontecer nos dias atuais, as pessoas estão sofrendo porque não querem ouvir á voz de Deus.

    Eu já fui assim também essa pessoa de não ouvir ninguém, pensava que eu é que sabia, fazia e acontecia… mas depois de quebrar muito a cara e sofrer bastante, chegou um momento que eu tive que me curvar e reconhecer que não era nada e que precisava sim da ajuda do Altíssimo.

    Grande abraço pra você linda Patrícia.

  • É Patrícia, realmente as pessoas não estão ouvindo. Mas digo a você (Ter Fé é acredita no que você não está vendo).
    Se conta uma história que um alpinista, estava escalando numa grande montanha só, ele ia com muito cuidado, mas escureceu de repente e ele desequilibro-se e iniciou uma grande queda , então ele gritou senhor Jesus me salve, e a corda que ele tinha Brendida aos ganchos segurou ele, então uma uma foz perguntou , você acredita em Deus , ele respondeu sim acredito, a foz falou corte a corda e ele não cortou a corda e algumas horas mais tarde o resgate chegou e ele estava a 2 metros do chão e com a falta de fé dele , ele morreu congelado. Então torno a falar, que ter fé é acredita no que não se vê. Boa tarde e Parabéns pelo trabalho. Eduardo Almeida.

  • É verdade. As pessoas atropelam tudo, sem se dar conta que depois de ouvir tem que raciocinar sobre o que foi dito para depois responder adequadamente. Aff. Acho que é consequência destes tempos em que tudo está acelerado. Que Deus tome conta.

  • Tenho tentado falar menos e escutar mais, as vezes na ansia de esquecer o que eu ia falar, por achar importante a pessoa ouvir acabo falando de mais, a ansiedade também tem muito haver com isso!

  • Boa noite Patrícia! Aqui no meu trabalho eu prefiro escutar, pois a mulherada gosta de falar rsrsr…e minha memória é muito boa, elas ficam admiradas, gravo até os nomes dos Pets, prefiro assim. 🤗🤗

  • Olá Patrícia, boa noite! Principalmente nos anos mais recentes, é exatamente isso que ocorre “Todos querem falar, ninguém quer ouvir”. Penso que seria muito oportuno se fosse possível divulgar um tipo de “outdoor” com as palavras que estão em Mateus 13,9 “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.” Ou um “cartaz” utilizando o que está em Tiago 1,19 “Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” Bem, como as palavras da Bíblia são do “tempo antigo”, embora retratem muitas das situações atuais, quero acrescentar algo “mais recente”, década de 1970 (rs… rs…), ou seja, um pequeno trecho de uma música que aprecio bastante e é muito atual, no meu ponto de vista, trata-se da música Congênito (LP Álbum de 1976 do Cantor e Compositor Luiz Melodia): Se a gente falasse menos / Talvez compreendesse mais / (…). Abraços!

  • Olá, boa noite, Patrícia!
    Melhor mesmo é ouvir…. desde sempre, ainda mais agora com tantas restrições…. pode ligar para alguém e saber como tem passado…. e deixar a pessoa falar sem interrupção, isso não tem preço!
    Obrigada!

  • Boa noite Patrícia!
    Eu fiz um curso chamado escutatória.
    Faz algum tempo, estou pensando em refazê-lo, pois tudo que não se pratica cai no esquecimento.
    Beijos!

  • Oi Patrícia,
    Preciso ainda de muita disciplina a esse respeito, o meu problema é a falta de paciência em escutar tanta abobrinha. Usando a estratégia de mudar de assunto, não consigo falar com pessoas que querem contar tudo no mínimo detalhe, não presto atenção e no final nem sei o que a pessoa falou. Quero que as pessoas me escutem porque eu sou direta no assunto e elas não são, não é nada legal da minha parte, tentando melhorar a esse respeito.

    Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *