Se você é do tipo que não quer saber absolutamente nada de política, saiba que independentemente de quem ganhe as eleições, você terá de obedecê-los.

Política? Nem quero saber!

Nos últimos meses, devido à pandemia, tivemos uma grande demonstração do quanto a política influencia as nossas vidas.

Tenha votado ou não no prefeito da sua cidade, ainda assim, foi ele quem determinou uma série de coisas na sua vida.

Por exemplo:

  • Se você pode ou não trabalhar;
  • Os lugares que pode ir;
  • Os horários que pode circular.

Além disso, é ele, com o apoio dos vereadores, que determina os impostos municipais que você vai pagar, se vai melhorar a saúde, o transporte etc.

Em resumo: você, assim como eu, está nas mãos dos políticos que governam o seu município. Goste ou não.

Então, se você acha que a eleição que se aproxima é menos importante, está enganado.

A sua vida acontece no seu município, portanto, é importantíssimo escolher bem o seu candidato.

Sabe aquelas leis ridículas que atrapalham a nossa vida? Pois é, são os vereadores que criam aprovam.

Sabe quando você precisa de um posto de saúde e ele presta um atendimento ruim?

É porque as pessoas que administram a sua cidade não estão nem aí.

Portanto, é preciso conhecer os candidatos, saber o que fizeram e o que não e votar de forma consciente.

Como votar bem?

Primeiramente, você precisa conhecer o seu candidato.

Eu simplesmente não voto em quem não conheço, afinal, como confiar em alguém que não sabemos nem sequer quem é?

Mas aí você pode perguntar: como vou fazer isso? Impossível!

Bem, talvez você não conheça pessoalmente, mas dá para pesquisar tanto na internet como conversando com pessoas que tenham um bom conhecimento e em quem você confia.

Sempre pesquiso os candidatos em quem vou votar e também acompanho o mandato.

Com as redes sociais é possível saber o que eles estão fazendo praticamente em tempo real.

O meu vereador aqui em SP (que está concorrendo à reeleição e terá novamente o meu voto), teve de me aguentar o ano inteiro!

Mandei sugestões, participei de sessões solenes, conheci o pessoal do gabinete e cobro o que acho válido (como ter educação financeira nas escolas).

Seja participante da política, todo mundo pode.

Assim, você ajuda ativamente o seu município a ser um lugar melhor para se viver!

 

Nos vemos amanhã!

Confira o post anterior clicando aqui.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • O que dói é ouvir o cidadão dizer: ” são todos iguais” ou ” eu não tenho.em quem votar, vai nele mesmo”. E o pior ” ruim com ele, pior sem ele” / ” rouba, mas faz!”

  • Bom dia querida! Acho super importante votar, quando mudei de cidade assim que pude fui transferir meu título, tmb pesquiso sobre os candidatos, antigamente votava nos candidatos que meu pai pedia, hj escolho a dedo, na maioria das vezes o candidato que voto ñ ganha, mas pelo menos eu que escolhi. Um grande abraço! Até mais tarde no nosso Clube da Leitura! 😍

  • Bom dia, se a maioria das pessoas fizesse como a senhora, nosso Brasil era outro.
    Deus abençoe seu domingo 😘

  • Olá Patrícia, bom dia! Ótima abordagem. Exatamente nesse ano de 2020, os políticos tiveram suas caras e intenções expostas nas mídias sociais: cara-de-pau, cara de coitadinho, cara de vilão, cara de bonzinho, cara de solidário, cara de inocente e até cara de super-herói. Enfim, usaram suas máscaras e obrigaram a todos fazerem o mesmo. Excelentes essas dicas para participar da vida política e exercer a cidadania: buscar conhecer o candidato, acompanhar o mandato, enviar sugestões e, é claro, a sua ação de sugerir que seja aplicada a educação financeira nas escolas. Parabéns pelo seu trabalho! Abraços

  • Boa noite! Somos tão a favor de votar que para presidente voamos de La Coruña à Madrid. Foi emocionante estar no consulado com muitos brasileiros, exercendo nosso dever! Beijos a todos.

  • Boa noite!
    Conheço meu candidato. A idéia de participar ativamente com meus direitos é muito boa. Ainda mais porque moro a poucos metros da Câmara dos Vereadores.

  • Obrigado pelo puxão de orelha. Confesso que não é um assunto que conheço, até pesquiso e avalio antes de votar, mas acompanhar depois ainda não foi uma atitude minha. Mas ainda há tempo para mudar. Mais uma vez obrigado por nos inspirar a sermos pessoas melhores e cidadãos atuantes e não omissos. Abraço

  • Muitos estão precisando aprender a usar as redes sociais, inclusive.
    Pô, tem site de partido com pouquíssimas informações sobre essa eleição. Nem dá pra saber quem são os candidatos.

  • Nestes últimos anos que estou mais atuante. E tento alertas às pessoas a votarem também. Pois a consequência vem para todos. As pessoas reclamam muito dos políticos e da gestão, mas quem colocou estes representantes lá? Nós. Então se votarmos mal teremos 4 anos sofrendo a colheita deste mal voto no mínimo. Há cidades e estados endividados por gestões ruins. Pessoas morrem em hospitais sem estrutura. Temos que ter consciência das consequências.

    Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.

    Gálatas 6:7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *