Em algumas cidades a vida está retornando aos poucos a uma espécie de normalidade. É hora de refletir no que a quarentena lhe ensinou. Bora lá?

O que a quarentena lhe ensinou?

Agora que alguns municípios começam a voltar à reabertura dando sinais de normalidade é tempo de refletir.

A proposta deste post é que, antes de que a loucura da correria recomece, vamos fazer uma análise para que realmente possamos sair dessa melhores.

Afinal de contas, vamos combinar de que ninguém merece ter passado todo esse aperto por nada!

Sei que para muitas pessoas a quarentena foi de boa a ótima, mas não foi assim para todos, infelizmente.

Alguns aproveitaram super bem o tempo em casa, curtindo os filhos e a família, mas outros só brigaram.

Alguns continuaram recebendo o salário normal trabalhando em home office, porém, outros perderam parte da renda e, nos piores casos, perderam a renda toda.

O que fazer?

Independentemente da situação, as pessoas se comportam de maneiras diferentes, ou seja, nem todo mundo que poderia ter passado bem, passou bem.

Em contrapartida, algumas pessoas que tinha tudo para passar por esse período de mal a pior, conseguiram crescer.

Você deve ter conhecido pessoas que estavam com a geladeira cheia, salário garantido, família com saúde, mas que, mesmo com tudo isso, reclamaram de tudo, brigaram nas redes sociais, não aproveitaram a família, enfim… não fizeram nada de bom.

Por outro lado, pessoas que estavam sem renda arregaçaram as mangas, se uniram com a família e começaram um novo negócio ou, no mínimo, aproveitaram as dificuldades para ajudarem-se entre si.

Qualquer que tenha sido a forma como você encarou esse período – que ainda não acabou para muitos – ainda é tempo de usar a experiência para aprender algo bom.

Se você não reagiu bem às limitações que ocorreram, analise os motivos e o que você pode mudar agora mesmo.

Não adiante chorar pelo leite derramado, mas vai ser muito útil que você aprenda com os erros e mude daqui em diante.

E se você passou super bem, porém, está até com medo de voltar à normalidade e que os problemas antigos retornem, também aproveite para criar uma estratégia para que isso não aconteça.

Quer ajudar outras leitoras contando como está sendo sua quarentena? Deixe seu comentário! 😀

 

Para finalizar, trago uma super dica!

Curso gratuito no YouTube

Se você está chegando agora aqui no blog e não sabia do nosso curso gratuito, atenção!

Preparei um curso especial para este momento e você ainda tem chance de assistir às aulas.

O curdo “9 passos para enfrentar a crise” tem 9 aulas com cerca de 1 hora cada e está disponível no meu canal do YouTube.

Além de assistir as aulas você também pode receber um e-book gratuito com 35 páginas de conteúdo de apoio ao curso.

É tudo gratuito, então atenção aos links:

Link para receber o e-book de apoio: clique aqui.

Link para acessar as aulas: clique aqui.

 

Leia também: Quarentena e suas revelações.

Nos vemos!

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Oi Patricia! Nessa quarentena estou aproveitando para fazer cursos online gratuitos, inclusive o seu também, voltei a fazer exercício físico, li mais a bíblia, acompanho pessoas de fé, ouço músicas e cuido da mente. Já me escrevi para participar do sorteio! Quem sabe já inicio uma renda extra né? rsrs. Que Deus abençoe seu trabalho!

  • Bem, essa situação toda só reafirmou a necessidade de ter uma reserva financeira de emergência, de no mínimo 6 meses da renda atual. Não tive minha renda afetada (estou em home office e meu marido está trabalhando normalmente, é administrativo da área da saúde), mas se tivesse acontecido o pior, teríamos ficado bem menos angustiados,.pois a reserva está lá.
    Também aprendi que rotina é essencial, entrei em parafuso com tantas demandas novas. Meus filhos são tranquilos,.mas conciliar o trabalho em casa, os afazeres domésticos, as aulas deles online, a necessidade de atenção deles, não é fácil.
    Vida que segue.

  • Primeiramente muito obrigada pelo espaço que você nos dá para podermos compartilhar experiências…

    Sem dúvida, não podemos sair dessa quarentena sem tirar uma lição para nossa vida.

    E o que aprendi é sobre a Prevenção.

    Muitas pessoas assim como eu ignoram totalmente o cuidado com a saúde.

    Eu sempre ouvi falar a respeito do auto exame que a mulher PRECISA fazer no seio todo final do ciclo menstrual, mas quem disse que eu fazia!

    Até que no mês de março senti muitas dores no seio direito, era como se estivesse sendo queimada por dentro.
    Mas passei 1 mês resistindo e não querendo ir ao médico, igonorei e pensei que ia passar a dor, mas não passou, o problema piorou.

    Quando resolvi ir, o médico disse que eram quistos.
    Ele me passou remédios, disse pra fazer uma ecografia mamária e levar pra ele ver.

    Não havia clínica pra fazer o exame, tudo fechado pra piorar.

    Sabe o que fiz?

    Usei a minha Fé!

    Fiz o uso da medicação como foi recomendado e lembrei do que foi escrito na palavra de Deus:

    Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si;
    Isaías cap.53 vers. 4

    Eu cri com todas as minhas forças nessa promessa, e mesmo sentindo muitas dores, dentro de mim eu dizia: Eu ja estou curada.

    No dia 14 de maio quando finalmente consegui fazer o exame, já não havia mais nada.

    Tudo para Glória de Deus, o que Ele promete se cumpre, temos é que usar a fé.

    E aprendi que a prevenção é essencial em tudo na nossa vida.

    Muitas pessoas culparam o corona, os chineses por estarem passando necessidades financeiras, mas a pessoa não enxerga que a culpa é dela de não ter se prevenido antes e feito uma reserva de emergência como ja temos ouvimos falar há muito tempo.

    Hoje fui ao dentista, pois estava com sérios problemas na gengiva e sabe quanto tempo eu não ia fazer uma limpeza?

    3 anos.

    A culpa é toda minha de saber que a cada 6 meses preciso ir ao dentista, fazer a limpeza correta diariamente nos dentes e não fazia!!!

    Precisamos parar com esse costume de colocar a culpa nos outros e assumir a nossa responsabilidade.

    Outro dia a Patrícia falou a respeito de umas fechaduras que tinha na casa antiga que ela morava, e que as pessoas se assustavam ao ver tanta fechadura na porta, até foi criticada por isso, mas o que ela fez foi simplesmente se prevenir.

    Não precisa esperar ser assaltada para depois fazer algo a respeito.

    Então avalie a sua vida e veja onde tem faltado prevenção e tome as devidas providências.

    Patricia grande abraço pra você e para suas leitoras e leitores 😄😄😄😄😄

  • Patrícia, primeiramente muito obrigada pelo curso disponibilizado, deixou um gostinho de quero mais, já com planos de fazê-lo por completo, assim que as coisas derem uma folguinha “$”. Graças à Deus para mim e minha família foi uma fase boa, continuamos trabalhando, eu em casa e meu esposo normalmente, nada nos faltou, meu filho estudando de casa. Pude olhar mais para a necessidade de outras pessoas nesse momento de dificuldade para a maioria. Finalizei as 9 aulas, uma das coisas que você ensinou, “termine aquilo que começou”, isso traz satisfação e motivação. Fiz outros cursos gratuitos e pude estudar mais para concurso público. Conheci melhor meu filho. Coloquei em ordem coisas em casa que não conseguia antes. Tive mais tempo para meditar na Bíblia, e olhar mais para mim mesma, coisas que preciso mudar. Enfim, essas 4 horas diárias economizadas de trajeto para o trabalho me renderam muitos outros ganhos, que poderia ficar aqui escrevendo por mais tempo, rsrsrs. Abraço!

  • APRENDER, essa palavra diz muito a nosso respeito, bem no inicio do ciclo da vida ja precisamos colocar em pratica. tudo começa quando em uma disputa gigantesca lutamos para ver quem sobrevive, então temos que aprender a lutar para sobreviver.
    mas não e tudo, apenas o inicio para alguns; de um longo aprendizado, para outros curto período de aprendizado.
    quando entramos nesse mundo nosso aprendizado se inicia com nossos pais; que maravilha e a fase da inocência, aprendemos através dos gestos de nossos pais ou quem tem a missão de nos ensinar.
    aprendemos os primeiros gestos, palavras, a andar por conta própria. aprendemos a fazer escolhas, tomar decisões, a planejar… enfim a vida e um belo livro de aprendizado. tudo o que gira em nossa volta pode nos ensinar alguma coisa; com o sorriso de alguém, como também com o choro.
    essa quarentena nos faz refletir e ver o quanto somos frágeis, nāo importa se e grande ou pequeno, com condições ou sem nenhuma, aqui e um curto período de tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *