Se você acha que trabalha 12 meses por ano, mas recebe 13 salários não é bem assim, não! Acompanhe neste post o cálculo que originou o 13º e entenda porque ele foi criado.

pagando(1)(1)

Se você acha que a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) garante ao empregado, trabalhar 12 meses por ano, mas receber 13 salários, enganou-se! Agora você pode estar pensando: “Como assim, Patricia? A gente trabalha 12 meses e recebe 13 salários, sim!”

Tem gente que até “prova” mostrando o contra-cheque, como você pode conferir no exemplo a seguir, considerando um salário de 3 mil reais mensais:

  • Salário mensal = R$ 3.000
  • Salário anual sem o 13º salário: R$ 3.000 X 12 meses = R$ 36.000
  • Salário anual com o 13º salário: R$ 3.000 X 13 meses = R$ 39.000

Quem tem um salário mensal de R$ 3 mil realmente recebe R$ 39 mil por ano, mas isso não significa que trata-se de um salário extra. Complicou?

Que nada, você vai entender rapidinho que a história não é bem assim!

Para cálculo de salários, é considerado que um mês é composto de quatro semanas, logo, 4 semanas X 12 meses = 48 semanas por ano. Veja o cálculo:

  • Salário base mensal = R$ 3.000
  • Salário semanal = R$ 3.000 : 4 semanas = R$ 750
  • Salário anual: R$ 750 X 48 semanas = R$ 36.000

Daí, supostamente a pessoa “ganha” um salário a mais no final do ano e fica muito feliz com esse “direito trabalhista”. Porém, apesar dessa conta estar matematicamente certa, o resultado é irreal, pois você não trabalhou apenas 48 semanas, mas sim, 52!

O 13º salário foi instituído para incluir essas 4 semanas que faltavam na conta.

Sendo assim, a pessoa tem direito – pela lógica matemática e não pela CLT – a exatos 3 mil reais a mais que, por conveniência, receberam o nome de 13º salário. Afinal, ninguém queria alertar que as pessoas recebiam menos do que deveriam e causar um pandemônio!

Na verdade, o trabalhador está apenas recebendo, no final do ano, todos os dias a mais que trabalhou ao longo do ano inteiro. Então, onde está o salário extra mesmo?

Veja como seria o cálculo se o 13º fosse realmente um salário a mais no final do ano:

  • Salário base mensal = R$ 3.000
  • Salário semanal = R$ 3.000 : 4 = R$ 750
  • Salário anual: R$ 750 X 52 semanas = R$ 39.000
  • Salário mensal correto (R$ 39.000 : 12 meses) = R$ 3.250
  • Salário extra correspondente a um 13º real = R$ 3.250
  • Total anual (R$ 39.000 + R$ 3.250) = R$ 42.250

Mas não são R$ 42.250 que o funcionário recebe, não é mesmo? Assim, você viu matematicamente que trata-se apenas de um acerto necessário para incluir as 4 semanas que cortaram do ano quando arredondaram (para baixo) que um mês tem exatas 4 semanas.

 

Nós temos sido tão manipulados ao longo da história que, quando estamos diante da verdade, muitos nem conseguem acreditar. Mas é isso: nem tudo que reluz é ouro…

O intuito desse post não é “demonizar” a CLT, mas sim, mostrar que ela precisa ser entendida antes de ser discutida, pois tem muita gente lutando com unhas e dentes por direitos que nem sequer chegam a ser direitos. A vida é uma guerra, amiga, e a informação é a arma mais poderosa. Por isso, compartilhe este post e ajude seus amigos. 🙂

Nos vemos!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Verdade! Temos que enxergar além do que nossos olhos podem ver… Já tinha lido á alguns anos atrás falando sobre isso, ninguém dá nada pra ninguém…

  • Patrícia Lages do céu, é uma explicação tão lógica e clara que eu me perguntei: “como é que eu nunca soube disso???”
    Mais uma vez, muuuuuito obrigada pelo esclarecimento que eu nem sabia que precisava.
    É preciso ter consciência que não estamos sendo “beneficiados” por uma legislação apadrinhadora, estamos recebendo pelo que trabalhamos……

  • Paty, amei a explicação. Aguardo os novos livros. Estou treinando meu filho para ter sua “bolsa blindada”. Mostro a ele a diferença de preços entre comprar à vista e a prazo e entre as lojas.
    Com a diferença mostro o que compramos com os descontos ganhos. Ele não passará por tantos apuros como eu passei, antes de te conhecer.
    Parabéns por seu trabalho.
    Deus continue a abençoando.

  • Nossa…e ainda querem tirar esse 13º dizendo que nos dão sendo que já são de garantia nossa.

  • Nossa…. muito bom saber!! Obrigada por mais essa informação!

  • Nunca me ensinaram isso na faculdade de direito na matéria de direito do trabalho, pode isso?

  • Patricia,
    excelente explicação. Obrigada por mais essa informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *