Estamos no último mês de um ano desafiador em vários sentidos, mas ainda dá para avançar muito, pois melhor é o fim das coisas!

Melhor é o fim das coisas

O livro de Eclesiastes diz que:

Melhor é o fim das coisas do que o princípio delas;

Vide Eclesiastes 7:8

 

Existe um costume em nosso país que chamo de “cultura da espera”.

Isto é, grande parte das pessoas estão sempre esperando algo acontecer para fazerem o que já deveriam ter feito.

Talvez, no fundo, seja uma forma de justificar um tipo de comodismo.

E é nesta época do ano que muita gente já começa a parar, afinal, “não compensa fazer mais nada este ano”.

Certamente você já ouviu alguma coisa parecida, mas, que sentido isso tem?

Ainda temos 30 dias pela frente, sendo que apenas dois são oficialmente feriados.

Porém, muitos jogam fora dezenas de oportunidades se apoiando em coisas totalmente sem sentido.

O que quero dizer é que:

  • Podemos comemorar o que quisermos, mas isso não deveria nos impedir de fazer as coisas que precisamos fazer;
  • Haver alguns dias de descanso não significa jogar fora todos os demais dias do mês;
  • Ter momentos felizes para compensar um ano difícil não deveria significar a entrada em um ano novo cheio de dívidas, fazendo as coisas ficarem ainda mais difíceis.

Como vimos no início do post, o fim das coisas é melhor do que o princípio delas, mas isso não é automático.

É necessário, antes de mais nada, entender o que isso quer dizer e fazer as coisas acontecerem.

Pense: o seu primeiro dia de aula na escola foi o melhor?

Provavelmente não.

Você não conhecia ninguém, não sabia como seria permanecer ali por tantas horas e não queria ficar longe de casa e da família.

Muitos de nós até choraram quando viram os pais virarem as costas e nos largarem á.

Mas com o passar do tempo, as coisas foram melhorando e, no último dia de aula, talvez você tenha chorado exatamente pelo contrário: querer ficar e ter de ir embora!

 

Que lições há entre o início e o fim das coisas?

A análise é a seguinte: o que você deve fazer entre o começo e o fim para que o fim seja melhor do que o começo?

Na escola, provavelmente você, apesar de deslocado, sorriu para alguém, sentou perto de outra criança, puxou conversa etc.

Até que foi conhecendo as pessoas, se adaptando com o local e gostando de estar ali.

Quem não fez nada disso, certamente odiou a experiência do princípio ao fim, afinal, não fez nada para torná-la melhor.

E quanto ao fim do ano, quando as provas e as entregas de trabalho vão se aproximando?

Os estudos devem ser intensificados e a dedicação tem de ser ainda maior para, finalmente, fazer as provas, receber as notas e passar de ano.

Observe um corredor: ele começa a prova com uma explosão na arrancada, mas é no fim do percurso que ele coloca toda a força.

E se ele achar que a prova já está ganha e afrouxar nos últimos metros, veja o que pode acontecer.

E o pior foi a cara de total surpresa de Tanguy Pepiot, o perdedor…

Dá para ler na expressão dele um “Como assim? Você não deveria passar na minha frente, eu ‘já tinha ganho'”.

Pois é… “tinha”, do verbo perdeu!

Portanto, não relaxe agora nos últimos “metros” deste ano.

Coloque toda a sua força e vá em frente pelo que quer.

Ainda há tempo – e uma promessa – de que o fim das coisas é melhor do que o começo.

Basta que cada um de nós faça a sua parte.

Nos vemos amanhã!

 

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Olá Patricia !
    Estou amando participar dessa experiência dos 100 dias. Concordo com a reflexão do texto, essa oportunidade de aprender com as suas mensagens na reta final do ano, foi incrivelmente melhor do que o começo do mesmo.
    Que Deus continue sendo sua inspiração!

  • Patrícia, obrigada pelos textos. Come certeza me ajudam muito e é uma satisfação estar sempre aqui acompanhando as postagens.

  • Depois do Natal, depois do Ano Novo, depois do Carnaval (mesmo cancelado), depois da Páscoa, depois do inverno, depois de emagrecer, depois de separar, depois daquele curso…
    Já até combinei com meu irmão que mora no interior de sp. Vou alugar um ap com internet e vou trabalhar uma temporada em home office fora da capital. Fazer uns testes. Será a primeira meta de 2021.

    • Engraçado que é sempre “depois” e nunca antes… hehehehe. Faz bem em testar coisas novas!

  • Patrícia, querida!
    Chorei agora!!
    Às vésperas da minha formatura no Rhema tenho chorado sim… de vontade de permanecer lá…. mas como está valendo a pena o esforço de dois anos!
    Sem sombra de dúvida: “o fim é melhor do que o começo!”

    E assim com absolutamente tudo que me rodeia…. se eu deixasse prá lá no início da pandemia, nada do que estou colhendo agora teria sido possível… até mesmo o que já parecia caso perdido, eu permaneci firme… e os frutos eu até já contei prá você!
    O seu texto pode se transformar num “CASE” tranquilamente – exemplos de blindetes certamente você tem de sobra para inserir!

  • Boa tarde, eu achava horrível no começo de qual trabalho, olhava as colegas e elas numa rapidez, eu lenta. Mais também depois que pegava a prática, parecia fácil de mais. Com certeza fim e melhor do que começo.

  • Muito obrigada pela leitura de hoje!!!! Completa o que a Thais Godinho fala sobre ciclos da vida!!!

  • Gosto muito de ler os post aqui do blog. O bacana é que não aprendemos apenas sobre finanças, mas temos a oportunidade de refletir sobre comportamentos e hábitos que são elementares para nossa vida, principalmente no quesito espiritual.
    Que o blog Bolsa Blindada e todas as suas demais mídias cresçam para levar conhecimento e assim vida às pessoas.
    Sucesso!

  • Boa tarde querida! Confesso que sempre em Dezembro eu dou uma desacelerada, como trabalho muito o ano todo, em Dezembro dou-me o luxo de andar sem pressa rsrsrsr…apesar dos últimos acontecimentos eu ñ perdi o clima de que Dezembro é sempre mais festivo, início de verão e eu amo! Um grande abraço! 😍

  • Boa tarde Patrícia
    As reflexôes sobre hábitos e comportamentos me faz lembrar que isso é primordial em nossas vidas; portanto concordo sim que o final é sempre melhor que o inicio.
    No mês de dezembro quando recebo o décimo terceiro,procuro guardar sempre uma reserva para os meses vindouros.
    Amo seu blog, leio todos os desafios.
    💋💕❤️

  • Muito forte essa palavra!!! Deus abençoe e continue te usando cada vez mais em nome do Senhor Jesus Cristo.
    E o pastor pregou essa palavra ontem à noite na IURD. É o próprio Deus cuidando da gente. Glória à Deus!!!

  • Olá pessoal!
    Passei essa experiência semana passada, participei da aceleração do curso e na medida que aprendia mais foi ficando emocionante, muita coisa pra fazer ao mesmo tempo, tinha hora que não sabia nem por onde começar e no final foi maravilhoso, tudo começa com o primeiro passo, mesmo com muitos obstáculo.

    Muito bom seu texto Patrícia!

    Grande abraço.

  • Eu estava lendo o bolsa blindada ontem pensando em estar mais organizada financeiramente antes do ano acabar. Ainda dá tempo de virar o ano em saldo positivo e renda organizada. 2020 ainda não acabou.

  • Amei o texto. Que possamos aproveitar cada momento e entender que não acabou. Amando passar esses 100 dias com leitura proveitosa diária.

  • Bem, sei que esse ano foi dificil para muitos, mas para mim além de dificil foi revelador, desafiador e muito bom! Estou saindo desde ano com menos dividas que tinha, saldo em conta maior, com outros pensamentos sobre finanças e com um faturamento na minha empresa maior do que em 2019! Só posso dizer que se cumpriu esse ano a seguinte promessa:

    “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.”
    Romanos 8:28

  • Querida Patrícia, estou sendo muito abençoada com as leituras diárias se seus textos, aqui no blog Bolsa Blindada. Tem contribuído significativamente na minha forma de pensar e escrever. Me inscrevi a pouco tempo no seu canal do YouTube, leio a sua coluna do R7. Só tenho gratidão em meu coração.
    Estou muito feliz, pois, efetuei ontem a compra do combo dos seus 5 livros, aqui pela LOJA VIRTUAL. Poderia ter comprado em outro site, por ser mais barato, todavia, sempre lembro do PORQUE, sempre você fala do propósito maior que é manter o blog no ar e levar educação financeira e empreendedorismo para mais pessoas! Fui alcançada, graças à Deus!!! Que nosso SENHOR continue te abençoando hoje e sempre!
    #AprendendoASerBlindete
    #TôColadaEmVocêQueÉSóSucessoPatrícia

    • Obrigada pela compra! Essa é a forma que vemos o quanto vcs têm privilegiado esse trabalho 🙂

  • Mais um texto inspirador. Obrigado Paty.
    É muito difícil manter a força, foco, perseverança e dedicação quando investimentos tempo em algum projeto e não conseguimos ver os resultados de forma instantânea. Nesses casos sempre lembro da passagem “para cada coisa há um tempo e um momento debaixo dos céus ” e todas as vezes que perseverei o resultado foi melhor que o esperado. Vale a pena dar os 110% e não desanimar.

  • Boa tarde Patrícia!!
    Este foi o ano que te conheci e como contei uma vez, para ter contato com esse mundo financeiro, pois em tempo algum queria saber de vida financeira organizada.
    Antes tinha sido apresentada a uma especialista em finanças, que me deixava mais confusa que esclarecida com tanta mistura de informações e palavras de baixo calão.
    Comecei a buscar na internet alguém que falasse mais devagar, com explicações para pobres e ricos, gordos e magros, altos e baixos. hahahaha. Brincadeiras à parte. Não era este o assunto, mas achei importante recordar.
    Eis que depois de Patricia Lages: Ainda faltam as planilhas, mas voltei a ler, organizei minha casa, meu guarda-roupa, minhas gavetas, minha alimentação, minha conta bancária, tenho dinheiro guardado, cortei “literalmente” o cartão de crédito, faço anotações de dicas, livros, gastos arbitrários, sou mais uma das “leiturestes”, comecei a fazer um curso online IQV 2.0 (indicação sua), tenho conta na CM Capital e comprei uma echo tank. Que influenciadora para o bem, em? Que responsabilidade. Com o desafio dos 100 dias, não há como parar, você não deixa. rsrsrs.
    Meu trabalho só cresce e ainda tenho tempo para passear.
    Beijos querida.

  • Olá Patrícia! Quero te dizer que assim que terminei a leitura desse texto, lembrei de uma das suas falas, aliás até parecia que estava te ouvindo me dizer “não basta ter iniciativa, tem que ter acabativa também!”…rs…rs…Abraços!

  • parabéns Patricia…. cada dia me surpreendo com os textos.

    obrigada por compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *