Juros do cheque especial podem cair vertiginosamente

Imagine ver juros de 330% caírem para 48%? Isso é possível, mas  temos que ficar de olho para que a medida entre em vigor o quanto antes. Confira o post de hoje e fique por dentro!

Screen Shot 2017-01-17 at 10.25.09

Notícia linda que foi divulgada no Facebook do Senado Federal e que precisa entrar em vigor “pra ontem”. Aliás, sugiro que você curta páginas como essa nas redes, assim você fica por dentro do que está acontecendo. Eu sigo as páginas dos deputados em quem votei e também do vereador e sou do tipo que fica no pé. É meu direito e seu também, olho vivo!

Entenda o impacto dos juros de hoje

Camila Conti é uma mãe que largou a carreira de designer em uma badalada agência de publicidade para ser mãe em tempo integral. Criar um filho se tornou mais importante do que ver a conta bancária crescer, mas o que cresceu mesmo foi a dívida no cheque especial.

Uma decisão como essa muda radicalmente a vida de quem está acostumada a ter um bom salário todo mês, e é mais do que comum dar umas derrapadas e entrar no limite da conta. Aos poucos, Camila usou os R$ 4.500,00 de limite disponível na conta e não conseguiu cobrir mais. Em oito meses o débito se multiplicou e hoje está em R$8.417,14. Não, pera… Ela acabou de me mandar o novo saldo! Esse era o valor de ontem, porque hoje a dívida subiu para R$8.426,69. São quase 10 reais em questão de 24 horas… Detalhe: o valor só não está mais alto porque durante vários meses Camila depositou o que pode, debitando parte da dívida.

Os bancos podem cobrar essas taxas?

Hoje podem. Infelizmente, a lei permite que os juros do cheque especial (bem como de outras modalidades de empréstimos) sejam estratosféricos, mas isso pode mudar!

Mudanças à vista!

O senador Ivo Cassol (PP-RO) é o autor do projeto que propõe uma limitação na cobrança de juros ou seja, se a medida for aprovada, a taxa de juros fica restrita ao dobro da taxa do CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

Segundo o site do Senado Federal, “se a medida, prevista no Projeto de Lei do Senado (PLS) 467/2016 – Complementar, entrasse hoje em vigor neste momento (cálculo feito em 22/12/2016), os juros de cerca de 330% por ano cobrados no cheque especial cairiam para 48% anuais, sendo esse o limite máximo a ser cobrado”.

 

Cassol ressalta: “Precisamos coibir a cobrança de juros extorsivos e infames, infinitas vezes acima do patamar da taxa do CDI”.

O senador considera o CDI um referencial alinhado às condições de mercado e afirma que, se os bancos cobrarem o dobro do CDI, já estarão recebendo um lucro de 100% do custo de captação. Bem, um lucro de 100% me parece bastante razoável, não?

O que falta para a medida entrar em vigor?

O projeto será analisado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e depois vai para o Plenário. Com isso, vale o aviso aos desavisados: quem votou “de qualquer jeito” e nem lembra quem elegeu, saiba que agora estamos nas mãos dessas pessoas para que um país inteiro deixe de ser extorquido legalmente. #voteconsciente #ficaadica

Recado para quem não quer saber a de política

Você não gosta de política? Não se mete nesses assuntos? Quer mais é que se dane? Acha que todos os políticos são iguais e nenhum presta? OK! É seu direito. Mas saiba que, ao se alienar do assunto, você ficará alienada também das decisões que vão impactar no seu bolso, na sua saúde, na sua educação, no tempo que terá de trabalhar para poder se aposentar…

Aliás, você não consegue poupar para garantir sua aposentadoria porque paga centenas de reais em juros todos os meses? Não consegue pagar um plano de saúde porque está endividada? Não pode cursar uma faculdade porque os juros das dívidas não deixam? Se suas respostas foram sim para as perguntas anteriores, eu pergunto a você: não está na hora de pensar um pouco mais em política?

Para receber mais posts sobre vida financeira, empreendedorismo e carreira profissional, cadastre-se aqui no blog:

Cadastre o seu e-mail agora!
Cadastre o seu e-mail abaixo e receba todas as nossas novidades!

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Patricia diz:

    Bom dia, Patricia. A noticia é muito boa, mas provavelmente deve demorar, caso entre em vigor. Estou no cheque especial , deposito sempre aos poucos ,mas sei que isso nao é o suficiente . Nao tenho o valor total por mais que eu condense o máximo minhas despesas. Ja pensei em emprestimo pessoal, ja que os juros sao menores. Fui ao meu banco, e no momento, nao estão me disponibilizando o empréstimo. A gerente informa que pode ser por causa do cheque especial. Mas enfim, o que você me sugere? Ja blindei minha bolsa, mas nao tenho o valor total para pagar e isso exacerba a bola de neve.
    Grata pela atenção

    • Patrícia Lages diz:

      Vc pode pedir o parcelamento dessa dívida. Seu gerente deveria ter dito isso… Vc vai pagar parcelas fixas e acaba com esses juros todos. Bjs

  • Nayane Negretti diz:

    Oi, Patricia

    Eu me interesso por política.
    Na minha opinião, deveria ser disciplina obrigatória nas escolas.

    Abraço!

  • Fernanda Oliveira da Silva diz:

    Boa tarde Patricia,
    Você sabe quando o seu KIT Blindado estará disponível novamente?

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Fernanda. Creio que na próxima semana, estou aguardando a entrega! Bjs

  • Adriana diz:

    Oi, Paty!
    Ótima notícia! Vamos acompanhar os desdobramentos.
    Falando em Reforma da Previdência, Paty, nossa turminha que estão aí nas décadas de 30-40 anos… gostaria de saber o que você pensa sobre. No meu caso, quitei minhas dívidas, estou começando a guardar e minha política é “zero” de fatura de cartão. Quero guardar o dinheiro primeiro e comprar depois.

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Adri! Nós ainda não temos todas as informações de como será feita essa reforma e aos ter de esperar pra ver o que acontece. Mas de qualquer forma, contar só com o dinheiro da aposentadoria quase nunca é suficiente, né? O que devemos fazer – principalmente quem está na casa dos 40 pra cima – é uma poupança (no sentido de poupar, não me refiro à caderneta de poupança) e tentar ter um valor que ajude nas contas futuras, quando trabalharemos menos ou deixaremos de trabalhar. Bjs

  • Alessandra diz:

    Patrícia minha dívida do especial está em 16.000,00, o que posso pedir ao gerente? Como calculo o que é juro? Estou apavorada, me ajude. Ti assisto toda semana na Cátia e gosto muito, você nos ajuda muito, Deus ti abençõe grandemente.

    • Patrícia Lages diz:

      o seu limite é o valor que vc deve e o restante é juros. Vc precisa ir ao banco e tentar negociar da melhor forma possível, pedindo parcelamento em mensalidades fixas. Abs!

      • Alessandra diz:

        Patrícia fui ao banco e conversei com a gerente e ela não quis nem saber de eu pagar apenas o meu limite, eu disse sou cliente a mais de vinte anos quanto juro já paguei para o banco e ela falou que paguei mas também usei. Você sabe se tem algum outro lugar que posso recorrer para conseguir pagar o meu limite e não tanto juros? Grata.

        • Patrícia Lages diz:

          Oi, Alessandra. O banco pode ou não concordar com a negociação que vc propõe, vai muito da sua situação, do gerente etc. mas a questão é que a instituição não é obrigada, pois infelizmente, o que cobran de juros não é ilegal. Vá tentando! Bjs

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: