Dando sequência ao assunto da indústria da cobrança, veja no post de hoje quais são as práticas ilegais, como não cair em armadilhas e o que fazer se você já caiu. Confira!

Se você não conferiu o primeiro post onde falamos sobre:

  • Como não ser vítima da indústria da cobrança
  • Como se lucra com dívidas

Aproveite para ler também clicando aqui.

Hoje você vai ver outros pontos muito importantes.

Confira aí!

Quais práticas da indústria da cobrança são ilegais?

Primeiramente, dever não é crime.

Ninguém vai preso por causa de uma dívida, a não ser que seja dívida de alimentos, ou seja, de pensão alimentícia.

Porém, cobrança abusiva é crime e é aí que o devedor deve ficar de olhos bem abertos.

O credor NÃO pode:

  • Telefonar antes das 8h ou depois das 20h, de segunda a sexta-feira
  • Telefonar antes das 8h ou depois das 14h aos sábados
  • Telefonar aos domingos e feriados (em qualquer horário)
  • Telefonar no trabalho e prejudicar a produtividade do funcionário
  • Cobrar a dívida de terceiros, ainda que seja do cônjuge
  • Constranger o devedor
  • Expor o devedor ao ridículo
  • Fazer ameaças, entre outras regras

Mesmo assim, sabemos que muitas assessorias não respeitam todas as leis.

Muitos usam de ameaça, constrangem o devedor ao mencionar a dívida para qualquer pessoa que atenda o telefone, ligam inúmeras vezes ao dia só para irritar e por aí vai.

O que você pode fazer para não cair em armadilhas?

Aqui vão algumas dicas:

  • Peça o valor principal da sua dívida, ou seja, o valor SEM juros e multa.
  • Peça a memória de cálculo, ou seja, a conta que o credor fez e que prova que você deve o que ele diz que deve

O credor provavelmente vai enrolar o quanto puder para NÃO lhe fornecer essas informações, mas ele é obrigado a fazer isso.

Deixe claro que, sem essas informações, você NÃO VAI NEGOCIAR A DÍVIDA.

Alem disso, o credor pode ameaçar de tomar seus bens, mandar oficial de justiça na sua casa ou vir com uma conversa mole de “cobrar extra-judicialmente”.

Há quem morra de medo de ouvir a palavra extra-judicialmente!

Mas isso não é nada além do que cobrar sem envolver a justiça.

O que, aliás, é exatamente o que ele já está fazendo…

 

Quem já aceitou uma negociação abusiva tem como voltar atrás?

Esses dias recebi uma mensagem de alguém que aceitou pagar R$ 280 por 36 meses, embora devesse R$ 3.400.

A pessoa não fez a conta na hora e aceitou pagar os 280 reais mensais porque lhe pareceu “pouco” e ia “resolver” logo a encheção e parar com as ligações.

A questão é de 280 X 36 são mais de 10 mil reais, ou seja quase 3 vezes mais o que realmente era devido.

O que é possível fazer nesses casos é pedir uma ação revisional de contrato.

A pessoa pode se dirigir ao Procon da sua cidade para ter mais informações ou ao Juizado de Pequenas Causas.

 

Se você ainda não é cadastrado aqui no nosso blog, cadastre-se!

Sempre trazemos assuntos que interessam ao seu bolso e à sua carreira profissional.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Nos vemos!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Bom dia.
    Tenho recebido cobrança em meu email de uma dívida com uma operadora de TV a cabo, porém nunca fui cliente de tal. O que fazer nesses casos?

    • Se isso vem no seu nome mesmo, deve entrar em contato e informar, mas não através desse e-mail, pois muitas vezes é golpe, apenas para fazer a pessoa pagar um boleto falso. Aí é só ignorar mesmo.

  • Bom dia, d.Nubia eu tenho algumas dúvidas sobre dividas antigas e novas por não ter ficado atenta. A cinco anos atrás não soube usar o cartão e tinha três e usava os três, mas qd somou as contas, não tive como quitar todas e por fim fiquei endividada, depois acabei ficando desempregada e não consegui nem negociar todas e virou uma bola de Neve.
    Hoje trabalho mas não consegui quitar todas aínda, pq muitas tem um valor abusivo.
    E tem mas.. a empresa a qual trabalho, trocou de banco e o novo banco colocou cheque especial junto ao salário um valor só e eu usei o valor, mas este valor é pago somente em 10 dias sem juros e eu acabei pagando um valor muito alto de juros, ele também deu um cartão de crédito, que usei mas que nunca chegou fatura, mas depois de quase dois meses eu cobrando eles me disseram que tinha juros e multa, num valor alto também. Agora fizeram uma só dívida e em algumas parcelas da qual eu vou pagar apertada, pq a pessoa me passou quanto mais parcelas maior fica o valor. A Sra pode me ajudar? Obrigada

    • A dívida de mais de cinco anos é outra história. A dívida atual não deve ser unificada com essa. O que eu indico a vc é que pague essa dívida nova, corte o limite e não use o cartão, pois vc ainda não sabe como funciona a dinâmica de trabalhar com crédito. Vc precisa se educar primeiro para depois poder usar essas ferramentas. Aconselho que leia o livro Bolsa Blindada. Bjs

  • Bom dia Pati! estou acompanhando seus posts! Ontem descobri q esse ano o fiés começará a cobrar um valor maior por mês, antes era só 50 reais e a cada 3 meses. Acontece q não estou trabalhando e não tenho como pagar, pensei em não renegociar pq realmente não tenho como pagar nada ainda. Se eu não pagar sei que o meu nome ficará sujo, mas gostaria de confirmar com vc, é só isso mesmo q acontece? Pq uma vez eu fiquei devendo algo na faculdade e recebi uma carta, e parecia q ia aparecer alguém em casa, eu não lembro muito bem pra te explicar, mas o q lembro é q é como se eu tivesse q ir em algum lugar tipo “depor” rs, não deve ser isso ne? E sobre pegarem os meus bens?
    No caso d juros, será q eu poderei negociar lá na frente e não pagar os juros do atraso? Obrigada! Bjos!!

    • Oi, Luciana. Na verdade vc está conjecturando, pois ainda não aconteceu nada. E quanto à carta, não tem como eu responder sem saber exatamente o que dizia. O melhor é vc ler o que diz a nova regra do Fies e conversar na faculdade. Beijos!

  • O ano de 2018 conheci o seu canal!! Esta sendo uma bençao!!Tenho uma loja ha 22 anos e so fazia tudo errado to aprendendo muitoo!Eu fiz mudanças radicais na minha vida!! ontem estava olhando a minha conta no banco santander e verifiquei que todas as vezes que faço um saque e cobrado uma taxa de 2,45!! Achei um absurdo !!A gente pagar pra tirar o nosso dinheiro!! O que faço?? Ah! Aprendi a negociar as minhas dividas!! Tudo que vc fala funciona direitinho!!Deus te abençoe!! forte abraço!!!

  • Boa tarde!
    Eu tinha uma dívida de um cartão que possuía e queria negociá-la, ela ficou aproximadamente 5 meses em atraso, como eu não tinha mais a fatura, solicitei ao credor a memória de calculo pois não me recordava mais do valor da dívida, porém a empresa me mandou um outro documento, eu expliquei que o documento era legal, autorizado pelo Bacen, mas a atendente nem sabia que documento era esse e a empresa não acabou me fornecendo, como proceder neste caso?
    Outra coisa, você falou do constrangimento, mas como eu possa comprová-lo, já tive situações de receber ligação 21hs e uma vez ligaram para meu cunhado informando que eu tinha um débito e precisa ligar para a empresa. Uma vez recebi ums SMS de um banco pedindo para minha ligar para eles para negociar uma dívida, minha irmã disse que nunca forneceu meu número para nenhuma assessoria de cobrança, o que fazer nestes casos? Obrigada, Deus abençoe.

    • Oi, Lisiane. As atendentes são mal treinadas e geralmente não sabem mesmo do que vc está falando, mas vc deve ligar no SAC da operadora de cartão, pedir o documento e pegar um número de protocolo. Depois, se não te mandarem, fale com a ouvidoria. Sobre o constrangimento, vc deve gravar as ligações e “printar” as telas das mensagens. De posse dessas provas, vá ao Procon. Bjs

  • Ola, Patricia
    Quro tirar uma duvida. Uma assessoria anda me ligando e combrando uma divida que diz ser rescalonamento de divida. Quando pergunto o que vem a ser isso ela nao me dar maiores informacoes e diz pra eu procurar o banco. O banco diz q nao consta nenhuma pendencia minha la.
    Eu fiquei dendo o banco a um tempo atras mas ja foi tudo pago. Vc pode me ajudar a entender isso?

    • Não tenho a menor ideia do que seja…. Se o banco diz que vc não deve, então vc não deve!

  • Nossa Patricia, segui o seu conselho e quando pedi o valor original da divida e a memoria de calculo da divida, o cara da cobrança ficou com raiva você acredita, porque eu disse a ele se ele não me fornecer não vou negociar nada com ele. Tipo eles tentam nos intimidar.

  • Patrícia, gostaria de sua ajuda
    Tenho uma dívida com um Banco que ultrapassa os 300 mil reais. Consequentemente houve o ajuizamento desta ação em 2014. Nunca houve manifestação alguma de minha parte por não poder contratar um advogado e por ter negado atendimento na Defensoria. Enfim, esta semana o juiz determinou que eu fique como depositário de bens em meu nome. São veículos que deterioraram, vendi e não tiraram do meu nome. Enfim, não tenho mais nenhum dos bens mencionados. O que eu devo fazer? O que significa eu ficar como depositário desses bens? Pode me ajudar? O processo está em fase de execução!

    • Vc precisa de um advogado para estudar o seu caso. Não é algo para se resolver via internet. Faça isso o quanto antes, ok? Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *