Desafio Detox 9 – Até começo, mas não consigo terminar!

Todos nós temos projetos inacabados, mas há pessoas que simplesmente não conseguem terminar quase nada do que começam. Se esse é o seu caso, detox nesse vai-não-vai!

adiado_abre

Talvez você tenha começado os 21 dias de Desafio Detox já com medo de não chegar ao fim, pois você sabe que costuma abandonar seus projetos no meio do caminho.

Talvez você já esteja tão acostumada a largar o que começa que já entra em um novo projeto com aquele espírito de “vamos ver até onde consigo ir” e não com o objetivo de chegar até o final, aconteça o que acontecer. E é aí que mora o perigo!

Quando nos damos a opção de falhar, a propensão à falha é muito maior, ou seja, o seu pensamento lá no fundo passa a ser: se eu posso falhar, porque me esforçar tanto? Note a expressão: eu posso falhar. Você seu deu essa opção e, como ela é permitida, pode muito bem acontecer.

A primeira vez que fiz um trabalho nos Estados Unidos notei uma diferença muito grande na forma como fui atendida. Meu marido foi fotografar e filmar um catálogo de moda e eu estava encarregada da produção executiva (contratar modelo, produtora de moda, assistente, cinegrafista).

Comecei os contatos para encontrar um modelo brasileiro em Nova York e de cara, já ouvi do booker (pessoa que busca modelos): “I’ll do my best” (vou dar o meu melhor). Logo me veio à mente que, aqui no Brasil, o que costumo ouvir é “vou ver o que posso fazer pra te ajudar“. Quando ouço isso, sempre penso: “me ajudar? Eu estou ligando para contratar um trabalho e pagar por ele, não estou pedindo ajuda nenhuma!”

Só com esse exemplo você já vê as opções que as pessoas dão a si próprias. Se você encara o trabalho como uma ajuda, não precisa fazer o melhor, não há necessidade de se esforçar tanto, afinal, trata-se de “uma mãozinha”. Mas quando você encara como um trabalho, uma missão, uma tarefa importante, então você dá o seu melhor, se esforça e não se permite a “opção falhar”.

Vamos para a hora de “arrancar o esparadrapo”? Às vezes dói, mas é preciso e passa rápido! 😀

A verdade é que se você não termina nada do que começa é porque você mesma permite fazer isso consigo própria. Sim, a frase é propositalmente redundante para que você veja que é você que se conduz a esse eterno faz-não-faz.

Como você faz isso?

  • Quando sabe que precisa fazer algo para seu projeto sair do papel, mas diz que “só hoje” vai ver um pouco de TV para espairecer e, amanhã sem falta, você retoma. Você já se permitiu abandonar “um pouquinho” seu projeto. A chance de fazer isso novamente é grande e, portanto, seu projeto vai ficando inacabado.
  • Quando você deixa coisas importantes sem fazer porque são chatas e se ilude que vai ter mais gás se fizer as mais legais primeiro, ainda que não sejam tão necessárias assim. Você vai fazer as coisas menos úteis, mas legais e deixar para o fim todas as coisas importantes e chatas. O que você acha que vai acontecer quando vir um monte de coisa chata a fazer? Sim, você vai abandonar o projeto.
  • Quando você só cumpre o que promete para os outros, mas não cumpre o que promete a si mesma. Você quer emagrecer, mas sai da dieta só hoje, afinal, você não está fazendo mal a ninguém, né? Mas e quanto a você mesma? Será que, para si, você não é mais importante que os outros?

Por isso, o desafio detox de hoje é: não se dê a opção de falhar. Quando você programa seu cérebro para ir até o fim, é muito mais factível que você chegue até o fim. E isso não se refere só a coisas consideradas grandes, como um projeto de trabalho, mas também às menores, como arrumar um armário. Se você colocar na sua cabeça que não vai parar enquanto não terminar, então você consegue!

19349É como disse o rei Davi sobre seus inimigos:

“Persegui os meus inimigos e os derrotei; e não voltei enquanto não foram destruídos.” – 2 Samuel 22:38

Não volte à estaca zero, mas vença o inimigo do “deixar para depois”.

 

Te espero amanhã para a segunda parte do desafio detox com uma surpresa para os próximos 10 dias e, para fechar com chave de ouro, um gran finale! 😀

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

Categoria: Desafio
  • Junia diz:

    Patricia incrível o seu post de hoje. Estava justamente pensando em dar uma pausa hoje e retomar o meu projeto depois de dar uma espairecida rsrs. O seu texto caiu como uma luva e seus desafios tem me encorajado muito. Obrigada. Deus lhe abençoe.

  • GILVANA LIMA diz:

    Perfeito o detox

  • Leniria Bilião diz:

    Boa tarde Patricia !

    Muito obrigada por trilhar esses 21 dias conosco, nos desafiando e pelo que percebo sempre desafiando a si mesma também, vejo claramente a sinceridade e transparência das suas palavras, nada do já tradicional: façam o que eu escrevo, mas não façam o que eu faço, que é tão recorrente nos dias de hoje.
    Vim hoje para dar o meu feedback sobre os desafios realizados. Luto todos os dias contra o desperdício de tempo, estou aprendendo muito, consegui até fazer dois desafios de uma só vez: parei de procrastinar e destralhei meu roupeiro.
    Desde que abrimos nossa empresa luto contra o medo de falhar, dei detox nesse medo.
    Aprendi que sou aquilo que penso, se penso que consigo, eu consigo, se penso que não consigo, não consigo mesmo, então escolhi crer que eu consigo, que sou capaz, não serei uma heroína, serei uma mulher capaz, que ciente das seus pontos fracos, trabalha neles, para mudar e crescer.

    Obrigada e que seu trabalho alcance e faça a diferença na vida de muitas pessoas, esse é meu mais sincero desejo para você.

    Atenciosamente

    Leniria Bilião

  • Thais Silveira diz:

    Excelente! Vou encaminhar para muitas pessoas que tem grande dificuldade pois trabalham e param, trabalham e param. Obrigada! Bom final de semana!

  • Maria Auxiliadora V. L. Arsiolli diz:

    Querida Patricia, parabéns pelo projeto detox e todos os demais trabalhos que voce realiza. Vim a conhecer seu trabalho pela eduk. assisti aos seus três cursos e adorei. Comprei seus dois primeiros livros, pois fiquei curiosa para conhecer sua história de coragem e resoluções. Muito bacana a forma como voce passa para terceiros suas experiencias.Ate adquiri seu 3º livro, espero receber em breve. Voce tem sido muito inspiradora par muitas mulheres que como eu adoram desafios. a propósito também sempre fui considerada pão dura. mas nem ligo, assim garanto o bem estar de minha familia e minha velhice. beijos e” Keep going”.

  • DIANE diz:

    Esse post de hoje foi feito pra mim sempre comecei algo e nunca consegui ir até o fim e ver o final. Recentemente começou a mudança do meu eu e esse vício de não terminar foi a primeira coisa que decidi mudar e tem dado certo mas é uma luta diária.

  • Joana diz:

    Muito forte o desafio! Vou perseguir o que quero até o fim! Detox no “deixar pra depois” já!!!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: