Há várias coisas que podem ser caracterizadas como atrasos de vida e no detox de hoje vamos falar sobre algumas delas. Confira!

Atrasos de vida, livre-se deles

Ontem falamos sobre as amizades e influências tóxicas e também sobre violência patrimonial.

E, como muitas pessoas estão passando por situações desse tipo, resolvi estender o assunto um pouco mais.

Primeiramente, precisamos nos lembrar que tudo o que existe no mundo é energia.

Nosso corpo transmite energia e nossa palavra é uma vibração.

Essas afirmações não têm nada a ver com esoterismo ou crendices. Isso é ciência.

Às vezes você é capaz de perceber alguém se aproximando mesmo sem fazer nenhum barulho, não é verdade?

O nosso corpo é capaz até mesmo de produzir eletricidade, sabia?

Veja o resumo de um trecho de uma matéria sobre o assunto no Portal Educação:

Nosso corpo é composto de aproximadamente 60% de solução salina (soro fisiológico)… um ótimo condutor de eletricidade. A cada batida do nosso coração é produzida uma corrente elétrica cuja potência varia de pessoa para pessoa, dependendo da constituição orgânica das células e da condutibilidade do corpo. Sendo assim, nosso corpo produz eletricidade.

Portanto, o nosso corpo tem propriedades que nós mesmos desconhecemos.

Além disso, o nosso subconsciente trabalha o tempo todo em uma velocidade muito maior do que o nosso consciente.

Por esta razão, devemos ter muito cuidado com o que falamos e até mesmo no que pensamos.

Afinal de contas, aquilo em que pensamos, em algum momento, virá à tona e pode ser tanto positivo quanto negativo.

Talvez provavelmente, você viva falando coisas do tipo:

  • Eu não posso
  • Não consigo
  • Isso é difícil demais para mim
  • Eu não aprendo

Bem, esse tipo de coisa é sim, um grande atraso de vida.

Ao afirmar esse tipo de sentença, você está dando uma ordem para o seu cérebro.

Por outro lado, a sua mente vai absorver aquele comando e passar a ordem adiante.

E, dessa forma, você vai cada vez mais não poder, não conseguir, não aprender etc.

Antes de mais nada, você precisa se livrar desse tipo de coisa.

Pode ser que frases assim já estejam enraizadas no seu vocabulário, mas é preciso que você se desintoxique delas.

Policie tudo o que disser, mude o seu pensamento a respeito de si mesma e passe a falar exatamente o contrário.

Pode parecer pouca coisa, mas tenha certeza de que não é!

 

Confira o vídeo sobre o assunto

Gravei um vídeo muito interessante tratando sobre diversos atrasos de vida para que você se livre deles.

Clique aqui para assistir.

 

Cadastre seu e-mail e não perca nada!

Você receberá uma notificação a cada nova publicação.

 

Confira o desafio anterior

11 – Amizades e influências tóxicas

 

Confira o próximo desafio

13 – Fins de semana proveitosos

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Bom dia!
    Aprendi a máxima de quando se é pego de surpresa por alguma “sacanagem feita por alguma mentalidade atrasada”: ‘O cilada vai acabar se encontrando com quem aprontou!”.
    Pronto, me livro do aborrecimento e toco a vida porque “é prá frente que se anda!”

  • Bom dia! Hj aos 59 anos já sei fazer várias coisas na internet, mas nem sempre foi assim, tinha muita dificuldade, meu filho caçula, hj com 28 anos sempre falava quando eu pedia p ele me ensinar alguma coisa: “mãe vc é mt burra, ñ tenho paciência “, eu deixei de pedir p ele e comecei a pedir para uma nora, hj ex-nora, mas considero como filha, e dai fui aprendendo e desconstruindo aquela visão de burra que eu achava que era. Tenho muito que aprender ainda, mas a vida é isso um eterno aprendizado. Um grande abraço!

    • Muito triste saber que um filho chama a própria mãe de “muito burra”. Deveria tomar um castigo, igual criança, até que se desculpasse… Vc provou que o problema era quem ensinava, não quem não aprendia. Agora só falta ele aprender a ter respeito por quem o criou.

  • Estou dando uma nova ordem para o meu cérebro, mudei o meu pensamento a respeito de mim, mesma.Que eu posso e
    consigo e vou aprender.

  • Teve uma época da minha vida que eu não conseguia ficar em nenhum trabalho. Como precisava do emprego, acaba aceitando o primeiro que me oferecia a oportunidade. Depois eu via que o horário não era legal, pois chegava tarde em casa, trabalhar finais de semana e feriados eram uma tortura.
    Certo dia em uma conversa com uma amiga, ela disse que eu não estava sendo assertiva nas minhas escolhas e me explicou sobre o assunto. Patricia, isso mudou a minha vida, pois eu estava sendo tóxica para mim mesma e não havia me dado conta disso. Então eu comecei a me reavaliar e fez toda a diferença saber dizer sim e não para as condições de trabalho que eu realmente estava disposta a aceitar. Então decidi que iria trabalhar como babá, pois dentre as opções era a única que me permitia trabalhar de segunda a sexta e com o salário que eu queria. Deu super certo. Fui super seletiva na escolha da única vaga que me candidatei e sabe o que aconteceu? Fui contratada e com um salário muito maior do que eu estava querendo. Trabalhei lá por 2 anos e meio e só sai porque me mudei para outro estado. Mas foi uma experiência muito legal.

    • Quando a gente não sabe para onde vai, qualquer caminho serve. Mas quando definimos onde queremos chegar e traçamos nosso caminho, chegamos exatamente onde queremos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *