No desafio #4 falamos sobre boa alimentação e pudemos ver o quanto as pessoas têm dificuldade de abandonar hábitos nocivos. Hoje, em especial, falaremos sobre os refrigerantes. Confira! 

coca

Você já deve ter visto na TV ou na internet como os refrigerantes são nocivos. Eles são ótimos para desentupir vaso sanitário, pia de cozinha, tirar ferrugem de metais e por aí vai, mas fazem grandes estragos ao organismo.

originalVocê molharia suas plantas com Coca-Cola? Não, né? Você sabe que vai matá-las! Então, por que toma e ainda oferece à sua família? Por que dá para seus filhos beberem? Segundo o documentário “Muito Além do Peso”, 56% das crianças com menos de 1 ano tomam Coca-Cola e outros refrigerantes ainda na mamadeira! 

Assustador, não? Eu mesma já vi um bebê que mal sabia falar, desesperado (a palavra é DE-SES-PE-RA-DO) para tomar “tota” (Coca) e chorando compulsivamente quando a mãe ofereceu a única bebida que havia em casa: “pépi” (Pepsi).

Um bebê de colo já sabia diferenciar uma bebida da outra e gritava “pépi não, qué tota!”, enquanto a mãe tentava enganá-lo dizendo que era “tota” e justificando para as visitas: “Ele quer, o que eu vou fazer? Não posso deixar passar vontade, ele fica ‘aguado’, tadinho…”

É… coitado mesmo!

Esse comportamento aprendido em casa acompanha a pessoa durante toda a vida. A falta de interesse das pessoas em relação ao que ingerem, aliada à falta de tempo e à propagando maçante, faz com que muita gente esqueça dos males que os refrigerantes fazem. Por isso, segue aqui um estudo sobre o que os refrigerantes fazem no organismo de um indivíduo durante 1 hora. Sim, fazem no de todo mundo, incluindo o seu!

  • Assim que você toma – começa uma verdadeira confusão no organismo: alteração na pressão, adeus a diversos nutrientes e início de um processo de acúmulo de gordura;
  • 10 minutos – em 1 lata de refrigerante (350 ml) há aproximadamente 10 colheres (de chá) de açúcar. Essa é a quantidade máxima recomendada de açúcar que devemos consumir em um dia inteiro. O gosto é tão doce que qualquer pessoa poderia vomitar, mas para que isso não aconteça, a indústria adiciona ácido fosfórico, que reduz e disfarça o gosto do açúcar;
  • 20 minutoscom o aumento do nível de açúcar no sangue, o pâncreas libera uma grande quantidade de insulina para processar o excesso. Isso causa uma enorme descarga de açúcar, ácido fosfórico e outras toxinas, deixando o fígado sobrecarregado. E o que o fígado faz? Transforma todo aquele açúcar em gordura;
  • 40 minutos – no caso de refrigerantes com cafeína, as pupilas dilatam, a pressão sobe e o fígado manda mais açúcar para o sangue, o que se transforma em uma bomba de energia. Diante disso, os controladores de energia do corpo são bloqueados para evitar que a pessoa sinta tontura;
  • 45 minutos – o corpo produz dopamina, que estimula os centros de prazer e causa fisicamente a mesma reação causada pela heroína. Essa é uma das coisas que faz com que muita gente não queira abandonar esse tipo de bebida;
  • 50 minutos – as enormes doses de açúcar e outros adoçantes fazem com que a pessoa elimine mais cálcio na urina (aquele que deveria ficar nos ossos para deixá-los fortes);
  • 60 minutos – pela urina, além do cálcio, também serão eliminados magnésio e zinco, que são essenciais para o bom funcionamento do coração e a saúde dos ossos. A sensação do açúcar e da cafeína vão passando e a pessoa começa a sentir irritação ou, ao contrário, começa a sentir sono. Qual é a forma de “voltar ao normal”? Tomar mais um “dose” e começar o ciclo nocivo tudo de novo!

A propaganda mostra gente feliz, sorrindo, curtindo a vida, festejando… Mas a verdade mesmo é que os consultórios estão lotados de crianças e adultos com pressão alta, diabetes, problemas cardíacos, obesidade, colesterol alto etc. e o refrigerante faz parte do cardápio da grande maioria delas.

Se você ainda toma esse tipo de bebida, dê um basta nesse veneno. Os alimentos nas prateleiras dos supermercados já estão ruins o suficiente, então não torne tudo ainda pior.

Amanhã vou falar como faço o meu cardápio semanal para me alimentar melhor e não me intoxicar a cada refeição. Vamos comer para ficar melhores e não piores, combinado?

Nos vemos!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Sinto até vergonha pois consegui fica 5anos sem tomar refrigerante e coca cola, a quase um ano voltei a tomar refrigerante, tem menos de 2 hs que tomei o equivalente a uma lata, #detoxagora

  • Vc estava falando dos nutrientes q vão embora e me lembrei q hoje em dia temos a venda comprimidos d complexo b e cálcio…O que adianta se ao beber refrigerante as pessoas perdem? Paga de um lado pra por no organismo e paga do outro pra tirar rs. E olha q hoje me deu uma vontade mas como não tinha em casa não tomei rs. Um segredo é não comprar, e ter outras bebidas pra substituir. Eu acabei bebendo aquela bebida láctea que é o q tinha, e quando estou na rua eu compro gatorade. Bjos!

  • Olá. Refrigerantes: aqui em casa era vício mas eu cortei ele da minha vida justamente quando estava trabalhando em uma das fábricas destes. Não, não vi nada de horripilante não, e além disso eu trabalhava no setor de TI e tudo era um capricho só. Mas como tínhamos disponível para tomar nas refeições (café da manhã e almoço que fazíamos na própria empresa), minha mente começou a não gostar mais daquilo, foi aí que de uma hora para hora resolvi fazer um teste e não tomar refri durante uma semana… no terceiro dia eu me senti kilos mais leve. A diferença foi na sensação de ânimo, sensação com meu corpo. Meu peso não mudou mas eu me senti melhor. Hoje tomo sim, eventualmente quando como um Xis, uma pizza ou em alguma janta esporádica com amigos. Mas no dia a dia… suco e água. Fico muito incomodada em ver crianças tomando refri. Que pais são esses?

  • Boa noite!
    Estou amando esses desafios. Há mais ou menos uns 5anos parei de tomar refrigerante, não tomo nenhum, me sinto muito melhor.

  • Patricia, bom dia! Vc falou do refrigerante e seus males. Uma dica: fale tb dos sucos industrializados. Eles contém uma quantidade enorme de açúcar. Eu tomo o suco em pó, que contém bem menos. Não deveria tb. Mas… na correria do dia a dia… eu até já sei o que vc falaria: para fazer polpa congelada de frutas! Aí, entram “outros quinhentos”, como diria minha mãe. Pelo menos, refrigerante é uma coisa que não tem na minha casa. Bjs!

  • Olá Patricia, depois do #desafio 4, já tinha decidido parar e não estou tomando, essa postagem só veio para reforçar minha decisão. Bjs

  • A mais pura verdade estou neste detox e estou me esforçando para abandonar este vício, não está sendo fácil qd tenho algum evento final de semana ainda estou lá com eles, mas está postagem abriu meus o olhos. Obrigada!!!

  • Ótima dica.
    Estamos saindo desse vício de refrigerantes, quando li que um copo de coca cola só podemos fazer um detox depois de 32 copos de água fiquei passada.

    E vamos em frente…”100 refri”

  • Entre refrigerante e suco natural, optamos por suco natural sempre 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *