Você tem compulsão por compras? Faça o teste!

Será que você é uma compradora compulsiva? Será que possui comportamentos característicos de compulsão por compras? Faça o teste agora mesmo!

42273370No ano passado li um livro maravilhoso chamado Mentes consumistas – Do consumismo à compulsão por compras” da médica e psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva. Inclusive escrevi um post sobre o livro (leia aqui).

Nele há um teste com 50 questões para identificação do problema por meio de uma análise de comportamento, mas aqui vamos colocar apenas algumas para que você tenha uma ideia de como anda seu comportamento de consumidora.

IMPORTANTE: Esse teste não tem o objetivo de diagnosticar, mas sim mostrar se é hora de buscar ajuda. O teste abaixo traz metade das perguntas feitas no livro para que você tenha uma noção de como tem sido seu comportamento. Está pronta para o teste? Vamos lá!

RESPONDA SIM OU NÃO (vá anotando num papel quantos sim e quantos não você responde)

  1. Você compra coisas frequentemente sem se programar e sempre pega algo mais na fila do caixa ou costuma sair de casa planejando gastar uma quantia, mas sempre gasta mais?
  2. Compra produtos que já tem ou não precisa, além de coisas supérfluas que estragam por falta de uso?
  3. Você não consegue resistir a uma promoção ou oferta?
  4. Você compra coisas ou contrata serviços sem ter condições de pagar?
  5. Costuma nem abrir as sacolas de compras ou os embrulhos?
  6. Já comprou coisas iguais para estocar ou colecionar? Ou comprou o mesmo produto em cores ou estampas diferentes para evitar que acabem?
  7. Já tentou diminuir ou parar de comprar sem sucesso? Concorda que sua vida seria melhor comprando menos?
  8. A maior parte da sua renda é gasta com coisas não essenciais?
  9. Esconde as compras para que as pessoas não vejam?
  10. Já aconteceu de você estar fazendo compras, mas mentir para que alguém não soubesse que estava comprando?
  11. Já precisou pedir dinheiro emprestado para pagar compras, mas mentiu dizendo que era para outra coisa?
  12. Ocupa mais de 70% do seu tempo pensando em compras, visitando  sites de compras ou comprando? 
  13. Você está preocupada com seus gastos mas continua comprando por não conseguir parar?
  14. Não sabe ou não quer admitir o valor dos seus gastos?
  15. Arruma frequentemente desculpas para comprar sem culpa, como “eu mereço” ou “é um investimento”?
  16. Você faz compras para se sentir melhor?
  17. Sente que algo a impulsiona a comprar sem que você consiga manter  controle sobre o seu querer? Sente como se houvesse um “anjinho” e um “diabinho” soprando no seu ouvido?
  18. Seu estado emocional influencia nas suas compras? Por exemplo: você compra mais se está ansiosa, deprimida, decepcionada ou  irritada?
  19. Sente prazer, bem-estar ou uma certa euforia depois de uma compra?
  20. Você se sente envergonhada, culpada ou ansiosa depois de uma compra?
  21. Fica irritada ou agitada quando não consegue comprar algo que queria?
  22. Está com problemas financeiros por causa das compras? Nome sujo ou devendo ao banco ou cartão de crédito?
  23. Você percebe que algum familiar ou marido sofre ou sente-se prejudicado pelo seu hábito de comprar? Já brigou com alguém por causa de suas compras?
  24. Você se define como uma pessoa frequentemente sem dinheiro?
  25. Já deixou de pagar contas essenciais por ter gastos com coisas supérfluas?
  26. Já teve de devolver alguma mercadoria por não conseguir pagá-la?

RESULTADO:

Se você respondeu SIM entre 50% e 70% das perguntas (entre 13 e 18 perguntas), você deve ficar atenta aos seus hábitos de consumo. O seu comportamento sugere abuso ou excesso de compras e se não teve problemas em relação a isso é possível que seja apenas uma questão de tempo começar a ter.

Se você respondeu SIM em mais de 70% das perguntas (mais de 19 vezes deu a resposta SIM), seu comportamento sugere fortemente a compulsão por compras, sendo indicado procurar ajuda. Nesse caso, seria interessante ler este link e este aqui.

A Dra. Ana Beatriz Barbosa Silva faz a seguinte colocação ao final do teste:

“A compulsão por compras guarda em si uma complexidade que, num primeiro momento, pode parecer desanimadora. No entanto, existe uma luz no fim desse túnel: o problema tem tratamento, e a grande maioria dos pacientes apresenta melhoras consideráveis, especialmente quando eles se predispões a aderir às propostas terapêuticas.”

Se você gostou deste post, compartilhe com seus contatos em suas redes sociais!

Siga-me também nas minhas redes clicando sobre elas: FacebookInstagram e YouTube. E para não perder nenhum post futuro, cadastre-se aqui no blog:

Cadastre o seu e-mail agora!
Cadastre o seu e-mail abaixo e receba todas as nossas novidades!

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Juliana diz:

    6 sim e 20 nao… ate q to bem… mas se eu fizesse esse teste antes de conhecer seu blog com certeza iria ser o estrago kkkkk sou uma blindeteeeee!!!!! bjs

    • Patrícia Lages diz:

      👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

  • Laura - Portimão (Portugal) diz:

    Olá Patricia! Já tive esse problema e tive que reconhecer que precisava urgentemente mudar !!

    Eu precisava comprar!
    Lembro – me que tinha coleção de botas, mas raramente usava..
    Tinha crédito em muitas lojas e 3 contas abertas em 3 bancos, cartão de crédito, talão de cheque, e com tudo isso contraí uma enorme dívida!
    Minha finanças era uma bagunça!

    E foi no ano passado que consegui me organizar e hoje tenho controle na hora de fazer compras.
    Hoje compro o que realmente preciso e não aquilo que meus olhos vêem, ou o que a moda dita.

  • Silmara Freitas diz:

    Eu sofro de TOC há mais de vinte anos. Desenvolvi o TOC (se é assim que posso falar “desenvolvi”) quando eu tinha apenas 14 anos. Mas não é por compras.
    Ao contrário, sou bem consciente. Penso três vezes antes de comprar.
    No ano de 2008. fui demitida da empresa onde trabalhava. Falei para meu marido que o dinheiro que eu receberia, não gastaríamos UM CENTAVO se quer! Iríamos dar entrada num imóvel, pois pagávamos aluguel. Não comprei nem uma peça de roupa para nós com aquele dinheiro. Também, nem fiquei tentada em gastá-lo com outra coisa. Mas passado alguns meses, conseguimos comprar uma casa própria financiada, e já estamos morando nela faz quase seis anos.

    Sou daquela que pesquisa antes de comprar qualquer coisa. Mas meu marido já não é assim.

  • Rosemarie diz:

    Olá Patrícia

    Estou a escrever de Portugal. Já faz algum tempo que leio o que publica e penso que chegou a hora de lhe agradecer sobre os assuntos que publica.
    Sou casado á 3 anos com um homem que é gastador, que compra sem olhar ás consequêncas, que compra coisas que eu considero supérfulas, que rebenta com todos os cartões de crédito…como diz no ponto 23 do teste, sofro, sou prejudicada e brigo muito com ele, meu casamento é uma luta, que poderia ser evitada. Seus artigos são realistas e têm ajudado muito, dicas preciosas que ponha em prática…muito obrigada do fundo do coração. Beijinho.

  • Luciene diz:

    7 sim e 19 não, tenho que melhorar em algumas
    coisas , mas seus livros já me ajudaram muito.
    obrigada sempre

  • patricia diz:

    Ola patricia,estou endividada,compro tudo pela frente,depois ficou louca para pagar,2014 gastei em 11 cartões não conseguir pagar ainda devo 2 porque não consigo renegociar,estou tentando quita mas não consigo parar de gastar ai não sobra dinheiro,é horrível essa sensação de compulsão com ansiedade,fico alegre quando compro,depois triste com as faturas do cartão

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Patricia. O bom é que vc reconhece que tem um problema, então é hora de buscar ajuda. Vc acessou os links de ajuda no post? Dá uma olhada. Bjs

  • Taysa diz:

    Minha mãe tem esse problema compra coisas sem nenhum necessidade ela tem tantas roupas e coisas já percebi que ela não consegue falar não para os outros .Tudo que oferecido a ela ela compra ,não consegue se quer pagar uma conta em dia .Só Deus na causa emprestei um carrão pra ela compra alimentos ela explodiu o cartão ,conclusao vou ter que pagar para limpar meu nome

    • Patrícia Lages diz:

      No que vc puder ajuda-la a entender que isso é um problema, ajude. Porém não empreste mais seu nome, cartão, cheque etc., pois isso atrapalha vc e não ajuda sua mãe. Bjs

  • Cidalia-Tunisia diz:

    Boa noite Paty,
    Já fui essa mulher num passado bem longe,
    Mas entendi a razão de ter necessidade dessa ” droga” quando conheci a Palavra de Deus.
    A necessidade compulsiva de gastar sem medida era para preencher o vazio do meu coração. Afinal comprava hoje e amanhã metia de lado e tudo recomeçava !!

    Mas a partir do dia que me entreguei ao meu Senhor Jesus ( já là vão 23anos)nunca mais tive esse vicio , porque O vazio do meu coração foi preenchido pelo Amor de Deus.

    Hoje , claro que como mulher gosto de ter roupas bonitas, mas agora é O meu juizînho que compra , por isso o vicio foi banido uma vez por todas.

    Beijinho

  • Roberta diz:

    to horrorizada respondi 23 sim!!!

  • heloisa diz:

    Respondi 13 sim meu Deus a gnt não se da conta dos gastos até que chega a fatura e vc percebw que seu dinheiro não da pra nada

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: