Seu trabalho não resume quem você é, pois ninguém está limitado a uma profissão. Mas ele é uma extensão de quem você é. E a pergunta é: como você é no trabalho?

Seu trabalho é uma extensão de quem você é

Ninguém deve ser resumido ao trabalho que exerce, afinal, somos seres muito mais complexos do que isso.

Por outro lado, também não podemos desassociar quem somos pessoalmente da nossa vida profissional.

Dessa forma, o que devemos considerar é que o trabalho é uma extensão de nós mesmos.

Ou seja, reflete quem somos e a quem representamos.

Para ficar mais fácil, vou dar um exemplo simples:

Imagine que você está desempregada há 2 anos e que, exatamente no dia em que a empresa dos sonhos a chama para uma entrevista de emprego você tem de fazer uma cirurgia inadiável!

Você comunica a empresa e o recrutador responde que você pode mandar um representante, alguém que fale por você.

Obviamente você iria escolher alguém com, no mínimo, estes três pontos:

  • Uma pessoa da mais alta confiança
  • Alguém que fale muito bem de você
  • Um representante que aja como se você estivesse assistindo a entrevista

Fora esses aspectos, provavelmente você buscaria outros como: alguém que se vista adequadamente, que fale educadamente, enfim, alguém que não envergonhasse você de forma alguma.

E a minha pergunta para você é: em relação ao seu desempenho no seu local de trabalho, você é:

  • uma pessoa em quem se possa confiar?
  • alguém que não fala mal da empresa?
  • uma funcionária que enrola quando não tem ninguém olhando?
  • que falta ir de pijama de tanto desprazer de trabalhar?
  • que responde torto para deixar bem claro o seu mal humor?

A lista de perguntas poderia ser muito maior, não é mesmo?

Mas acho que já deu para pegar o espírito da coisa…

Se você não acha que esse tipo de coisa seja um problema, saiba que o título deste post é a mais pura verdade.

Logo, não ligar para o seu comportamento no trabalho é não ligar para quem você é.

Mas se você reconhece que está deixando a desejar e quer mudar, aqui vai uma dica:

Faça uma lista com todas as características que você buscaria em alguém para ser seu representante.

Depois, analise se você é assim.

Caso não seja, foque em desenvolver o que está em falta.

Dessa forma, você será uma ótima representante de si mesma onde quer que trabalhe.

No próximo post vou falar mais sobre a importância de ser melhor e um erro que muita gente comete.

Nos vemos!

Jornalista, especialista em finanças, autora de 5 best-selleres, colaboradora dos programas Mulheres (TV Gazeta) e Escola do Amor (Record TV). Colunista do portal R7 e youtuber.

  • Adorei!! Nunca parei para pensar dessa maneira. Acho bem relevante fazer essa auto análise. Beijos, Pati!! Ótimo post, como srmpre😍

  • TO MORRENDO DE RIR COM ESSA DO PIJAMA MAS É MAIS PURA VERDADE…PATRÍCIA SEMPRE ARRASANDO NAS DICAS DE TRABALHO…AMOO

  • Olá Patrícia, boa tarde.
    Tudo bem?
    Acessei o seu site hoje para ler a matéria seu trabalho é extensão de quem você é, e percebi que o layout está desconfigurado, acessei as outras matérias e o layout está certo.
    Parece que o problema que deu foi só nessa matéria nova.

  • Oieee ótima dica, e preciso de uma outra sabe .. como lidar com gerente arrogante ignorante e que esta de marcação comigo por medo de ele perder o cargo dele ? que responde ate mesmo com palavrões .. ah já reportamos isso ao dono da empresa , inclusive já teve e-mails de clientes reclamando do péssimo atendimento desse gestor e inclusive o dono sabe conhece o jeito dele , mas não o manda embora pelo famoso rabo preso .. como me defender disso ?

    • A melhor forma é não reagir! Quando ele der o seu “showzinho”, continue agindo como se nada tivesse acontecido, sabe aquela cara de paisagem? Rs…rs… Pessoas assim querem que você revide ou, no mínimo, querem estragar o seu dia. Quando ele perceber que vc nem se move, vai ficar sem graça e o jeito vai ser parar com a bobeira!

  • Boa tarde.
    Essa postagem foi feita pra mim, no dia de hoje rs
    Estou extremamento desfocada e desanimada no meu trabalho.
    Vou tentar seguir a dica.
    Obrigada.

  • Que postagem excelente! Hoje mesmo falei com uma amiga sobre atitudes que temos no nosso local de trabalho e como elas interferem no próprio trabalho e nos relacionamentos com os colegas do escritório.

  • Nunca tinha parado para ver as coisas dessa forma, as vezes acho que estou agindo da maneira certa, e quando leio
    algo assim, foi um “desperta” para ver a real situação do que tenho sido. A verdade é que as nossas ações e reações, falam muito quem somos, essa lista que a senhora postou a cima, me fez enxergar quem de fato tenho sido no meu trabalho. Mais uma vez obrigada por essas dicas valiosas.

  • Amei o Post de hoje!!
    Hora de me reavaliar…..
    Bjs

  • Muito boa dica!
    No geral, me represento bem, pois faz parte da minha personalidade agir dessa forma. Porém, a parte de falar mal pesou um pouco. Apesar da indignação com certos pontos da empresa, que seriam minhas justificativas para falar mal, nada é motivo para tal comportamento. Afinal, não vai resolver mesmo! E eu sei disso 😮
    Mas é o calor do momento…aquela necessidade de “botar para fora”, etc., etc..
    Melhor rever esse comportamento, porque no fim das contas, me sinto é mal por desabafar e não aliviada! Contraditório isso não?! rsrs Mas faz todo o sentido, quando não agimos apropriadamente.
    Obrigada! Bjs

  • Eu sempre quero dá meu melhor em tudo! Dos trabalhos mais complexos ao simples….Isso me faz sentir melhor e realizada como pessoa, ainda que os outros não conheçam. Como sempre, ótimo post!

    Beijos, linda!

  • È verdade Paty, motivos para revi dar, falar mal, desanimar, lançar tudo para o alto não faltam. Mas, não tem melhor pessoa que eu mesma para me representar bem e, infelizmente, temos de aprender a engolir sapos e seguir em frente de cabeça erguida pois, nem tudo coopera a nosso favor mas, testam a nossa postura.

  • Nossa, verdade, estava precisando mesmo desse puxão de orelha, beijos e obrigado, (perdão não tenho certeza se é desse ou deste kkkk)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *