Saindo do vermelho

Hoje, faltando 91 dias para 2014, vamos conhecer a história da Giovanna Bigongiari, que resolveu mudar de hábitos e investir na vida financeira. Conclusão: já está colhendo frutos!

Gio_CapaPaty, quero muito contar o que aconteceu desde que soube do lançamento do seu livro!

Primeiro vou contar como entrei na situação que estava para todas as amigas aqui do blog entenderem. Quando eu era pequena sempre tive tudo que eu quis e nunca saia do shopping sem sacolas e mais sacolas.

Depois que meu avô faleceu as coisas mudaram e a situação não foi mais a mesma. Eu e minha família tivemos que passar a controlar os gastos.

Desde que entrei na faculdade, há 4 anos, fui morar com a minha avó e passei a trabalhar. Meus pais pagam minha faculdade, então eu não via meu salário como um dinheiro para poupar e sim um dinheiro para gastar. E eu gastava tudinho! Todo mês o meu salário caía e logo ia embora, mas como eu queria mais, passei a usar o cartão de crédito.

Como nunca sobrava dinheiro na conta, não conseguia pagar a fatura, mas mesmo assim não parava de comprar! Sempre estava “precisando” de roupas, sapatos e bolsas, ainda que no meu guarda roupa não entrasse mais nada.

Daí a bola de neve começou: pagava o mínimo da fatura e os juros só aumentavam. No mês seguinte, ao invés da conta diminuir ela aumentava… Só o que vinha de juros era mais do que eu tinha pago!

Havia mais de um ano que esta dívida vinha passando de um mês a outro e eu não conseguia quitar de jeito nenhum. O valor não era alto, mas simplesmente eu não conseguia pagar, era como se tivesse uma barreira mesmo.

LivrosFoi então que fiquei sabendo, através de uma amiga do Godllywood que conhecia a Patricia, que o livro Bolsa Blindada seria lançado. Me animei muito, pois sabia que esse seria o pontapé inicial que estava faltando para mim. Era “ou vai ou vai”! Não tinha outra opção!

Conheci a Patricia na Igreja Universal da Vila Mariana e, naquele momento, tive certeza de que ia conseguir me livrar desse problema. No mesmo dia, entrei em contato com o banco e fechei um financiamento da dívida. Foram parcelas altas, que pesariam no meu orçamento, então vi que teria que me controlar durante os 5 meses do acordo. Utilizei as ferramentas indicadas no livro, verificando quais eram os juros mais baixos e quitei a fatura com o dinheiro do próprio banco, fazendo eles mesmos “pagarem” para mim, ao invés do contrário!

Eu era muito consumista, então outra ferramenta que usei foi definir o que estava realmente precisando e comprar apenas aquilo durante o mês. Em vez de sair com mil e uma sacolas das lojas, contendo várias coisas que eu nem precisava, fazia uma análise e definia qual seria a peça do mês, e me limitava a uma só. Deixei de comprar tudo junto e de várias cores como antes.

GiovannaEssa semana será debitada a última parcela do acordo, finalmente paguei essa dívida! Mas fiz ainda mais: já fechei uma opção com o banco e todo mês será creditado um valor na minha poupança automaticamente.

Dessa forma, estou formando uma poupança que será usada para o meu casamento com o Daniel.

Só tenho a agradecer, primeiramente a Deus, por ter me dado a sabedoria e tirado essa venda dos meus olhos através do livro!

E agradeço a você, Patricia, por ter se deixado usar por Deus e estar ajudando a tantas outras mulheres assim como eu, a glorificar o nome dEle com nossa vida. Já estou arrebentando! 🙂

Muitos beijos, na fé!

Giovanna Bigongiari

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Sheila Macena diz:

    Belo exemplo de superação e perseverança.

  • AISE diz:

    Adoreiiiiiiiiiiiiiii!!!

  • Adriana Azevedo diz:

    Parabéns Gi, tudo começou com a sua determinação, por ter praticado o que a Paty ensina.
    Mil beijos pra duas 😀

    • Patrícia Lages diz:

      Adri, lindinha! Foi vc que me apresentou essa nova e já tão querida amiga!! Love U! 🙂

      • Giovanna Bigongiari diz:

        Aaaah vocês duas são umas queridas!! Adoro muuuito!!! 🙂

  • Raquel Oliveira diz:

    Muito bom é assim que temos que fazer a disposição é tudo temos que pensar mesmo antes de fazermos qualquer coisa pois pode ser prejudicial ao nosso bolso rs.

  • Elaine diz:

    É isso aí Deus é maravilhoso, / / .Parabéns Giovanna!!!

    • Giovanna Bigongiari diz:

      Obrigada, mas sem Deus e sem a Paty nada teria sido possivel! Se me fechasse a voz de Deus através da Paty a situação continuaria a mesma por anos e anos 😉

  • Maria do Carmo Freitas diz:

    Bom dia! Hoje quero agradecer pela a família IURD, na qual tem feito a diferença em minha vida. Depois que conheci a senhora Viviane, a senhora Patrícia e a senhora Cristiane, minha vida não é mais a mesma. Detalhe, sou de outra denominação Cristã. Tenho aprendido a conhecer o senhor Bispo Edir Macedo, no qual enfrenta tantas questões pejorativas, através da mídia. Nunca fui tão tocada em quanto mulher, princesa do Senhor. Um chamado a renascer no Espírito Santo. Hoje tenho sede de acompanhar esse renomado trabalho em nome do Senhor Jesus Cristo, na qual a família IURD, trabalha com tanto amor e determinação. Sobre o Jejum de Daniel, deixo aqui o meu testemunho. Hoje só tem 10 dias do Jejum de Daniel e já recebei uma graça. Amém. Que nunca, em tempo algum, duvidemos do amor de Deus em nossas vidas. É tremendo!

    Maria do Carmo Freitas
    Ceilândia/DF.

    • Patrícia Lages diz:

      Olá, Maria. Na verdade a denominação é o de menos. O que realmente faz a diferença é quando nos entregamos verdadeiramente a Deus. Nem os Evangelhos são iguais, temos 4 deles justamente porque somos diferentes e temos formas diferentes de compreender as coisas. Fico feliz por vc estar no Jejum e, muito mais, por estar firme com o Nosso Deus! Beijos e seja sem bem-vinda! 🙂

  • Miriam diz:

    Olá desde que descobri este blog, todos os dias fico ansiosa à espera que seja colocada mais post’s. Nunca fiz qualquer comentário embora a cada post eu aprenda sempre alguma coisa nova. Mas o que me fez comentar hoje, pela primeira vez, foi que a situação da Giovanna Bigongiari é muito semelhante à minha, e também desejo encontrar uma saída como a Giovanna encontrou.
    Gostaria muito de ler o livro Bolsa Blindada mas vivo em Portugal e não sei como adquirir.
    Obrigada Patrícia pelo blog e por todas as dicas. Que Deus te abençoe grandiosamente

    • Patrícia Lages diz:

      Olá, Miriam. Semana que vem teremos um testemunho de Portugal! Olha, o livro está disponível em versão e-book e pode ser baixado pela Amazon.com. A versão impressa não está aí ainda! Bjs

  • Andressa Almeida diz:

    Acabei de comprar o livro online, quero que chegue logo para ler e saber as dicas para negociar as dividas com o cartão de crédito.
    Estou enfrentando problemas na vida financeira por não ser organizada e por falta de disciplina, mas essa situação vai mudar e seu livro será a bússola.

    Até próxima a qual darei meu testemunho.

    • Patrícia Lages diz:

      Aguardando ansiosamente pelo próximo comentário!! 🙂

  • Gislene - Santos - SP diz:

    Que legal…eu estou buscando o mesmo caminho, quitando as dívidas…estou com meu sapato furado embaixo, não dá pra ver, mas pra uma mulher é humilhação kkk, nunca deixei ficar desse jeito, mas não vou abrir mão até dezembro deste ano, quando termino de pagar as dívidas.Não vou desisitir, tô me virando com 2 sandálias que eu tenho e reveso com o sapato furado na sola e por ai vai.Isso vai passar, eu sei que vai.Tô na luta e não posso sair do meu propósito.

    • Patrícia Lages diz:

      Fotografa o sapato, pois ele será parte do seu testemunho!! 🙂

      • AISE diz:

        Gislene ..VAI NESSA FÉ QUE DEUS É CONTIGO…. eu tb to passando por situação semelhante. Determinei que não comprarei nada, até as dívidas cessarem. No meu caso o sapato não ta furado, mas a sapatiha ta com uma linguinha, rs. O cabelo que era loirissimo platinado está ombré de tanto que a raiz cresceu, rsrs. O interessante é que não to sofrendo com isso pq tenho certeza que é uma fase e que em breve darei glória á Deus pela minha vitória. Vou tirar foto tb da minah sapatilha, rsrs. Beijux à todas as guerreiras da bolsa blindada 😉

  • Simone Cristina Nicastro Delphino diz:

    Oi Patrícia,preciso muito desse livro também,porque a minha vida financeira tem que mudar,até porque eu tenho que honrar
    o nome do meu Senhor,estou desempregada ,com dívidas e dependendo de seguro -desemprego .Me dá uma idéia,o que eu
    faço,pra procurar emprego não dá pra eu ir já perdi várias oportunidades por causa do dinheiro da condução e fico dependendo do meu marido.
    O que eu posso fazer???Me ajude ,me responda.
    Obrigada,Simone.
    Obs:estou há oito meses parada.

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Simone. Vc precisa tomar uma decisão. Se você não for procurar emprego, ele não virá até você, certo? Se organize, faça alguma coisa para poder levantar um valor ainda que seja para vc poder se locomover e ir atrás de um trabalho. Também experimente colocar o seu currículo em sites de emprego, pode ser uma boa. Não se permita ficar na dependência de nada nem de ninguém, saia na frente vc pode!!! Bjs

    • Kátia Bernardes diz:

      Oi Simone, sugiro que você venda algo em casa, tipo chup chup (em SP chamam de sacolé), ou picolé por consignação, alguma coisa que chame a atenção dos clientes. Aproveite que está parada e tente pegar dessas revistas de cosméticos, roupas e bijouterias para vender. Assim terá uma renda pra procurar trabalho e após conseguir não precisa parar, poderá ter duas rendas! Beijinhos, Kátia.

  • Adiusa Dias diz:

    Ameii este Post
    Arrebentou Pati e Gii
    Duas Lindas *-*
    e que Deus siga abençoando esse blog e que a cada dia nós venhamos abrir as nossas mentes para aprender muito mais !!

    • Giovanna Bigongiari diz:

      Duda queridissima!!! Você também faz parte dessa, já que meus cabelos também sofreram com isso e agora você esta me salvando hahah

  • Juma Martins diz:

    Arrebentou !
    Poxa Muito Legal *– *

    Beijos as Duas 🙂

    • Giovanna Bigongiari diz:

      Lindaaa! 🙂

  • rosa maria diz:

    Parabéeeeeenss!!! Giovanna, Arrebentou 😉

  • Roberta Miranda diz:

    Boa noite Paty, e parabéns Giovana, sua iniciativa de colocar em práticas os ensinamentos hoje lhe deu a oportunidade de nos dar esse testemunho maravilhoso, e eu como leitora fica super feliz com a alegria de cada uma de vcs, Eu sempre fui assim me alegro com a conquista das pessoas pois isso faz bem para nós mesma. E fico pensando como Deus tem se agradado da Paty, por esses ensinamentos que tem ajudado tanta gente. Com certeza Paty, O Espírito Santo tem ti dado a direção. Que venha o “Bolsa Blindada 2”. Beijos.

    • Patrícia Lages diz:

      Olha que vai sair mesmo, hein!!! 🙂

  • Gis diz:

    Eu também louvo e agradeço,como as dicas práticas,e coisas que nunca vi,outras até ouvi dizer,mas quando me foi apresentado como agir,tudo ficou muito bom!
    Vale a pena o livro,vale a pena estar aberta a amizades,rs 😉 que nos influencia e nos convida a ver tudo diferente!
    Obrigada Pat!

    • Patrícia Lages diz:

      Eu que agradeço por tê-la sempre aqui!

  • Stephanie Martins diz:

    Olha…é com muita tristeza que posso dizer que sei exatamente como é essa historia, tou na mesma fé aqui me limitando e me deixando com apenas uma certa quantidade a cada salario e aplicando mais e mais nos cartoes como um ultimo suspiro por um objetivo. É um sacrificio, mas só assim estarei livre das dividas. Infelizmente aqui os bancos nao renegociam assim, e nem emprestam quando vc ja deve muito, entao tenho usado a criatividade, determinaçao, inteligencia e fe, e quero chegar ao ponto de ja começar a guardar na poupanca, pois alem dos cartoes de credito tenho sido bombardeada com outras contas nada a ver que acabam tirando o foco de onde estava aplicando o dinheiro.
    Finalmente recebi meu bolsa blindada hj!!!! Que quase como um milagre encontrei aqui kkk e estou super animada parar ler e aprender essas ferramentas tb pra ver se consigo resolver tudo mais rapido.

    • Patrícia Lages diz:

      Recebeu? Que legal!! Já já essas dívidas vão acabar, Deus vai colocar Sua mão e tudo vai dar certo! Bjs

  • amanda torres pereira diz:

    Olá dona Patricia
    Depois de 10 desafios … tudo maravilhoso… tenho até saldo no cartão de débito. Estou muito grata pelas dicas e não vejo a hora do lançamento do seu livro aqui em Curitiba.

    • Patrícia Lages diz:

      Que legal, Amanda! O livro já está disponível em Curitiba, só não sei se eu irei…! Bjs

  • Janaina Campos diz:

    Arrebentou!! Muito bacana o testemunho da Giovanna. Parabéns pela iniciativa, Gi. ,
    Que Deus continue te abençoando Paty Lages, usando-a cada dia mais para alcançar mais testemunhos para honra e glória do Senhor Jesus. Parabéns pelo sucesso do livro Bolsa Blindada 😉

    • Patrícia Lages diz:

      Olha a VPR aqui!!! 🙂

    • Giovanna Bigongiari diz:

      Ta ligado Jana! Obrigada!! 🙂

  • Miriam diz:

    Dona Patricia não consigo comprar o livro no e-books. Ontem, tive durante duas horas no ITunes da loja brasileira para tentar adquirir o livro mas a mensagem que aparece é que a minha conta (ID Apple) esta associado a uma loja portuguesa, o que não permite comprar o livro. É possível a senhora enviar o livro para Portugal e eu fazer a transferência do valor do livro? Gostaria muito de ler o seu livro, e não sei o que fazer.

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Mirin. Tenta na Amazon.com, pois na loja brasileira vc não vai conseguir mesmo. Para mandar por correio o frete é muito alto… Depois me diz se conseguiu!

  • Aniele Hidaka diz:

    Muito boa essa história, nos anima a seguir em frente no desafio de mudarmos nossos hábitos, tbm quero dizer que as dicas tem me ajudado muito a mudar, ainda não comprei o livro, mas vou comprar ppis quero ter as dicas tim- tim por tim- tim kkk obrigada D Pati por ser usada por Deus a noas orientar nessa área tão importante em nossas vidas, bjssss

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Estou emocionada com a história!
    De minha parte, resolvi utilizar tudo o que comprei no atacadista (amido de milho, ervilhas, azeites, enfim, coisas que levam tempo para chegar ao vencimento) e assar os quitutes, mas sem exagero. Assim eu preservo a minha saúde – afinal o INSS está pagando direitinho e cabe a mim administrar da melhor forma. E depois de algumas pesquisas, passear mais na zona cerealista para comprar itens saudáveis e divulgar uma alimentação mais saudável – e eu também fazer parte da geração saúde!
    Obrigada pelo testemunho; me encoraja a continuar indo em frente, passo a passo, sem atropelamentos!

  • Katharine Soares diz:

    Olá Patrícia!
    Eu estava na mesma situação que a Giovanna. Me enrolei com o cartão de crédito, comprei mais do que devia e pronto! A bola de neve se formou. Adquiri uma dívida de mais de mil e quinhentos reais sem visão de como iria quitá-la. Quando me dei por conta da situação eu levei um baque. É a primeira vez na minha vida de consumista que as minhas contas saem do meu controle. Eu fiquei em choque. Não tinha ideia de como pagar esse valor. Mas fui tentando… Faço faculdade de Administração e sou eu quem pago minha faculdade. Moro com a minha mãe. O meu salário de estagiária é para pagar os meu custos. E essa dívida estava tirando a minha paz. Ao ponto de atrapalhar a minha vida espiritual. Sinceramente, era muito fácil resolver o problema. Mas a minha cegueira espiritual não permitia. Mas bendito seja este Jejum de Daniel e o blog da senhora! Ah, o nosso Deus é muito bom. A minha vida ficou marcada no dia 2, quarta feira. Depois dessa quarta, sou outra pessoa, rs. Em outra oportunidade eu conto. Mas emfim, conheci o blog do Bolsa Blindada através do blog da Dona Cris e já estou no desafio! Também já tive uma ótima ideia para multiplicar o meu dinheiro, vai arrebentar! E quanto a dívida, Deus me deu a saída. Como financiar a dívida que restou – 500 reais – seria ruim para mim, eu fiz o seguinte: O meu pai vai me emprestar o dinheiro, vou ao banco e pago o valor total da dívida. Ainda devo ter algum desconto, não fui lá ainda. Vou pagar meu pai em duas vezes de 175 reais, pois 150 é meu. Saio da dívida sem dever ao banco e claro, com uma bela lição. E dessa forma, não pesa pagar o meu pai 😉 Mas desde quarta feira, as preocupações sumiram, a confiança em Deus se apossou de mim e as ideias também! rs O desafio só veio a acrescentar e na hora certa. #RindoaToa

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Katherine. Que bacana o seu depoimento. Que tal mandar pelo Contato aqui do blog para publicarmos? Assim como a Giovanna, vc pode usar sua experiência para ajudar outras meninas! Bjs

  • Kátia Bernardes diz:

    Ei Pati, gostei demais do testemunho da Giovanna! É difícil ter que regrar quando viemos de uma de miséria onde não se tinha nada, imagino então quando se vem de uma vida onde se podia tudo!! Deve ser mais complicado ainda! O que os olhos não veêm o coração não sente tanto, mas quando veêm e até desfrutam, fica bem complicado!

    • Patrícia Lages diz:

      Concordo com vc, é ainda pior!!

  • Sabrina Hanauer diz:

    ARREBENTOU!!

  • Jeana Batista diz:

    Oi Paty, meu nome é jeana e comigo foi um pouco diferente, a minha vida financeira é desse jeito, eu não posso comprar nada porque meu dinheiro só da para pagar as dividas e mais nada. Eu não consigo comprar nada que ajude na minha beleza exterior e nem consigo comprar nenhum livro pra me orientar na minha beleza interior. Eu sou uma pessoa que pensa antes de gastar mas do mesmo jeito não consigo nada do que quero, pra comprar algo é um sacrifício enorme porque muitas vezes tenho que depender dos meus pais e não gosto pois como sou da igreja eles ficam me julgando e jogando na minha cara tudo o que me dão. Pesso ajuda pois estou desempregada e endividada, mas quero muito sair do vermelho e parti pro azul. Paty desde já agradeço por tudo e pelo site que ajuda as várias mulheres que Deus a Abençoe muito.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: