Todo mundo sabe que sem qualificação as chances de sucesso tornam-se menores. Mas qual é a melhor maneira de nos prepararmos para o sucesso?

qualificaçãoXfinanças

Uma das queixas que ouço por parte dos empreendedores é a seguinte:

Antes, no mercado de trabalho, eles geravam lucro para as empresas em que trabalhavam. Agora, porém, que deveriam estar gerando lucro para si mesmos, não conseguem. Por que isso acontece?

Os motivos podem ser muitos, mas um deles, sem dúvida, é a falta de qualificação (e você já vai entender onde quero chegar, ainda que não seja empreendedor!).

Qualificação para algumas coisas, noção zero para outras

Quando se faz uma faculdade, na maior parte das vezes é para se preparar para trabalhar em alguma empresa e não para trabalhar na própria empresa. Por isso se diz: “preparar-se para o mercado de trabalho”.

Mas e quanto a preparar-se para trabalhar naquilo que é seu? Em que faculdade você aprende isso? Agora você entende porque tantas empresas fecham antes mesmo de completarem 5 anos.

As pessoas não estão qualificadas para serem seus próprios patrões.

E por que há inúmeros casos de pessoas que não eram endividadas até receberem um salário mais alto? Quando a renda era baixa, as contas eram mantidas na ponta do lápis. Mas quando passaram a receber mais, deixaram o controle de lado, gastaram sem se preocupar com nada e, por fim, se viram em meio às dívidas.

Da mesma forma, as pessoas também não estão qualificadas para terem mais dinheiro. Isso mesmo: elas não se preparam para lidar com mais dinheiro, por isso, quando têm um pouco a mais, acabam perdendo de um jeito ou de outro. Acumulam coisas que não trazem retorno algum, ou mal lembram onde o dinheiro foi parar…

Prepare-se para gerenciar mais dinheiro

Quando pergunto para alguém o que faria se recebesse 100 mil reais hoje, a maioria das respostas vem de alguém que nunca parou – realmente – para pensar nisso.

  • Eu pagaria minhas dívidas
  • Eu quitaria meu carro, jogaria minhas roupas fora e compraria tudo novo!
  • Eu daria uma festa de 15 anos para minha filha
  • Eu viajaria com a minha família
  • Eu reformaria a minha cozinha e ajudaria meus pais

Raramente se ouve algo que se refira a multiplicar esses 100 mi reais – ou a quantia que seja. Na cabeça das pessoas o conceito de que dinheiro foi feito para gastar ainda está muito enraizado.

Por isso, você precisa começar a pensar nas duas possibilidades que o dinheiro oferece e optar por uma delas:

  • Dinheiro é algo que acaba
  • Dinheiro é algo que se multiplica

Qual você escolhe? É bem óbvio que a melhor opção é a da multiplicação, não é mesmo? Mas, na prática, o que você tem feito: dado fim a cada real que chega às suas mãos, ou multiplicado parte do que recebe?

É claro que você pode estar passando por um momento de aperto e não esteja nem dando conta dos compromissos que tem a pagar. Mas uma coisa você precisa definir desde já: essa situação tem que ser passageira e não perpetuada.

Você precisa planejar e se programar para por um fim a essa situação e, a partir daí, começar a se separar parte da sua renda para ser multiplicada. Fazendo isso você já estará começando a se qualificar para lidar com mais dinheiro.

Amanhã estaremos aqui para dar continuidade à nossa Semana das Finanças, mas antes, tenho um convite especial para quem é de São Paulo!

Convite especial para São Paulo

CapaEstá chegando o lançamento do livro “O sucesso não cabe na bolsa” aqui em São Paulo! Anota aí:

12/04, às 19h30 – Livraria Saraiva – Shopping Morumbi

E tem uma surpresa 🙂 Haverá um brinde especial para 100 leitoras! As 100 primeiras que se inscreverem para estar com a gente no evento de lançamento receberão seu presente surpresa ao adquirirem o livro.

Para se cadastrar e garantir o seu brinde, clique aqui.

Nos vemos aqui ou na Saraiva!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Todos os seus post me fazem refletir, mas esse em especial me fez refletir ainda mais…. Obrigada.

  • Olá Patrícia,estarei presente e já fiz minha inscrição para garantir meu brinde ?? Obrigada por ser dia 12/04 ee ser no Saraiva do Shopping Morumbi praticamente do lado do meu trabalho ? e quinta não tenho aula na faculdade ? nos vemos lá ?

  • Bom dia! Verdade, sou prova disso. quando ganhava muito bem, multiplicar seria a última coisa que eu pensaria… e não pensei… Hoje, com o orçamento mais do que justo, levo tudo na ponta do lápis, minha criatividade aflorou no preparo da minha comida e desde o ano passado estou conseguindo fazer o Desafio das 52 semanas… para garantir “uma ternurinha para mim mesma, no Natal”!
    Meninas que ganham bem… pensem que é real: em tempo de vacas gordas… armazene! vide exemplo de José do Egito – uma história e tanto!

  • Olá Patrícia.Adorei o post. Tem ajudado muito, depois que comecei a ver seus vídeos minha percepção sobre finanças mudou. Antes pensava que só quem tinha muita grana precisava se preocupar em administrar bem, agora penso que se deve gerenciar o pouco para chegar no muito. Abraços!

  • Olá! Você virá lançar seu livro em BH?
    Torcendo para que venha!
    Sucesso sempre!

  • Obrigada Patrícia por compartilhar o seu conhecimento conosco. Eles são enriquecedor ( e não apenas no bolso).
    Tudo de bom, bjs.

  • Olá Patricia estou no ensino médio e pretendo fazer faculdade, talvez jornalismo não sei se é isso que quero. sou manicure Designer de sobrancelhas gosto dessa área de beleza você tem alguma sugestão pra mim de faculdade???

  • Amo sua forma de escrever, nos faz pensar e analisar nossos comportamentos e resultados.

  • Oi Patricia, comecei a cuidar do meu dinheiro quando iniciei o desafio das 52 semanas, agora vou começar a investir, sempre agradeço à Deus por você existir, não tive educação financeira em casa, nem um cofrinho quando era criança, então você pode imaginar o meu desastre financeiro, mas desde que conheci você através do blog da Cris Cardoso, tudo mudou. Muito obrigada!!

  • Quando comprei seu primeiro livro, comecei a analisar e raciocinar o que seria da minha vida se continuasse a gastar, sem pensar no amanhã. Agora eu tenho objetivo,e estou muito feliz. acabei de terminar o Bolsa Blidada 2 rs.. e olha que isso vicia..bjuss Pati vou até trocar meu horário no trabalho,não vou perder por nada !! até dia 12 ?

  • Bom dia,esta realmente foi na ferida!!Tenho meu proprio negocio, mas confesso nunca ter pensado assim, se puder abranger mais este assunto com certeza ajudará a muitas de nós. Obrigada e sucesso neste novo livro.bjss

  • Patricia, seu primeiro livro abriu meus olhos em relação ao cuidado com o dinheiro. Muito obrigada pelos teus ensinamentos! Agora estou à espera do “Cofrinho Blindado”, para poder ensinar meus filhos o que aprendi contigo. Um abraço , Suzana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *