Há quem já esteja com os olhos em março e isso é ótimo, porém, é preciso que você viva o presente, além de planejar o futuro.

Planeje o futuro, mas viva o presente

Entramos na última semana de fevereiro e é um ótimo momento para planejar o que queremos fazer em março.

Porém, ainda temos sete dias pela frente e seria um erro deixar tanto tempo passar esperando o calendário virar.

Sabe aquele tipo de pensamento “no mês que vem faço isso e aquilo?”.

Pois é, ele só nos atrasa!

 

Já falamos aqui sobre aquela questão irritante de todo começo de ano no Brasil sobre “tudo começar depois do carnaval”, lembra-se?

Este ano não tivemos essa suspensão das atividades e, pelo que pude perceber, manter o ritmo sem essa interrupção foi ótimo!

“Mas, Patricia, as pessoas precisam descansar?”

Sério mesmo? Em meio a uma pandemia que ceifou o trabalho de milhões de pessoas e deixou tantas outras sem terem até mesmo que comer é de “descanso” que este país precisa?

Honestamente, acho que estamos muito mal acostumados com essa fixação pelo “descanso”.

O país para do dia 20 de dezembro até 5 ou 10 de janeiro.

Um recesso de 15 ou 20 dias e, nem dois meses depois, mais uma semana de papo pro ar.

Nem mesmo em países de primeiro mundo, onde – teoricamente – a economia aguentaria tanto tempo sem trabalho, esse tipo de coisa acontece.

“Mas, Patricia, vários setores lucram com o carnaval!”

Alguns sim, mas todo o resto não e, no fim das contas, mais se perde do que se ganha.

Principalmente em relação à conformidade de viver esperando alguma coisa passar…

 

Viva enquanto espera

Sempre estaremos esperando alguma coisa acontecer para tomar alguma providência:

  • Ter dinheiro para comprar algo necessário
  • Terminar a faculdade para pleitear um cargo
  • Esperar a pandemia passar para fazer aquela viagem
  • Aguardar as decisões da empresa sobre o retorno ao trabalho

Mas enquanto esperamos por certas coisas temos de nos lembrar que temos outras e que é preciso continuar vivendo.

Parar de viver hoje para esperar pelo dia de amanhã é jogar a vida fora e tenho certeza de que não é isso que você quer.

Portanto, não deixe que os últimos sete dias de fevereiro passem em branco só porque o mês está acabando.

Aliás, é exatamente porque ele está chegando ao fim que devemos acelerar o passo para nossas conquistas.

Viva o presente!

 

Nos vemos amanhã.

 

Confira o post anterior clicando aqui.

 

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Boa tarde, Patrícia!
    Você está certíssima! Os dias estão passando tão rápido que se não fizermos um planejamento dos vindouros, muita coisa ficará para trás!
    E é nessa “corrida boa de viver” que avançamos e os resultados, de igual modo, chegam, fazendo nossos olhos brilharem!
    Obrigada!

  • Olá Patrícia, boa tarde! Esse negócio de “deixa a vida me levar (vida leva eu!)…” é só mesmo no mundo da fantasia ou no contexto da música do compositor Zeca Pagodinho. A realidade é bem diferente e há a necessidade de se ter a visão para o planejamento das próximas ações, mantendo o foco no presente. Abraços!

  • Boa tarde!

    Está certíssima nada de descanso,vamos arregaçar as mangas e ir com tudo para o trabalho kkkk !

  • Boa tarde querida! Verdade! 7 dias para terminar fevereiro 😱! Mas eu nem posso pensar em março, pois a agenda de fevereiro vai até Domingo e tenho que dá conta 🤗🤗

  • Os países do “primeiro” mundo não tem tantos feriados quanto aqui…será que uma coisa tem relação com a outra? Pra se pensar, não é?!

  • Certíssima!! Não podemos ficar esperando, pois o tempo não para.

  • Viva o presente !!!

    Vivo até o último dia de cada mês, agradecendo por fazer tudo aquilo que planejei ao longo dele! Sempre no intuito de ser melhor, evoluindo a cada dia e a cada mês =))))).

    Obrigada !!! =)).

  • mais certa que isso, impossível… compactuo com suas ideias e creio que vivenciamos um fenômeno. Esse ano não teve carnaval e a vida fluiu, quer dizer, poderia fluir mais, se não tivéssemos um Dória no governo de São Paulo, porem, o que ressalto é que o país andou e eu, pelo menos não senti falta nenhuma dos dias de carnaval, isso só nos mostra que essa “tradição cultural” pode ser facilmente alterada e nos trará benefícios.
    precisamos, enquanto nação, desvincular o andar da carruagem da nação ao tempo “após o carnaval”

    tomara que pelo menos isso (tirar o feriado de carnaval) a pandemia traga de bom pra nós, pelo menos….

  • Olá Patrícia!
    Os chineses quando vai fechar um negócio com estrangeiros, leva o tradutor mesmo sabendo falar a língua, eles fazem isso para ganhar tempo na resposta (não lembro o nome do livro que fala sobre o assunto), enquanto os brasileiros descansam eles estão é fazendo vírus com o tempo que tem. É hora de acordar, depois do que passamos, descansar não é a melhor opção.
    E viver enquanto espera o futuro é sim, a melhor opção, aproveitar cada minuto e segundo para acelerar nossas conquistas, porque o ano estar indo rápido.

    Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *