Onde está o respeito ao consumidor?

Até quando seremos ingênuas e aceitaremos as falsas ofertas e pagaremos fortunas por coisas que não custam nem metade da metade? Confira o post e… pasme com os exemplos que vou dar!

Eu_Boston_bxComo vocês já sabem, estive em Nova York, Boston e circunvizinhanças americanas no mês passado. É claro que brasileira que se preza tem que fazer umas comprinhas, né? Então, lá fui eu com minha bolsa blindada buscar umas coisinhas que estava precisando. Bem, tenho que confessar que… nem tudo que comprei foi porque estava…  assim… digamos… “precisando”… hahahaha! Mas tudo com bom senso! Eis aí algumas das minhas comprinhas:

 

 

Produtos

Estes são alguns itens que comprei em uma loja chamada Target. Aí na foto temos o “3 Minute Miracle” da Aussie, que é um creme de hidratação profunda. Usei na casa da minha querida amiga Stephanie e adorei, então tinha que trazer (aquela que se hospeda e ainda usa as coisas da anfitriã!…rs…rs…!). Paguei US$ 6.99 (cerca de R$ 17), agora vejam abaixo quanto custa o mesmíssimo aqui no Brasil, em um site de cosméticos que o colocou em “promoção”.

Screen Shot 2014-11-04 at 6.07.51 PM

Eles ainda fazem a “gentileza” de parcelar em até 6 vezes “sem juros”!! Agora a gente vai parcelar até condicionador? Pelo amor! Você vai passar metade do ano pagando um condicionador??!! E pra piorar dizem que vc vai economizar R$ 15, sendo que esse é praticamente o preço do produto…

Outro que fiquei espantadíssima foi o Bioré. São umas tiras adesivas que você cola no nariz para limpar os poros em minutos. Comprei aqui no Brasil uma embalagem de outra marca com 6 unidades e paguei R$ 59,90 (até hoje não creio que fiz essa compra…). Já o Bioré vem com 14 unidades e custou US$ 8.16 (o que dá uns R$ 20). Calculando o preço unitário em reais, o que comprei aqui saiu por R$ 10 cada adesivo, enquanto o Bioré saiu por R$ 1,42 cada. São mais de 600% de diferença, quase 7 vezes mais caro… Fiquei “grená” e tive que comprar 3 caixas para aplacar o meu ódio!

E esse pequeno redondinho é um lip balm (hidratante para os lábios) da EOS. Paguei U$S 2.99 (pouco mais de R$ 7, porque o dólar está alto) e… adivinhem só quanto custa o bonitinho aqui? Mais de R$ 20!

Lip

Por mais que a gente viva em um país de impostos abusivos (eu tenho uma empresa e sei muito bem como é caríssimo andar na linha), nem tudo se justifica dizendo que são os altos impostos que encarecem as coisas. Afinal de contas, que tanto imposto faz um produto custar 600% mais caro? Nem frete, nem taxas, nem custos adicionais mirabolantes fazem um preço crescer tanto assim. Eis aí a nota fiscal para que não digam que eu devo ter me enganado… hahahaha!

Target

O fato é que esse tipo de exploração continua porque as pessoas compram.

Outro ponto importante é: não é porque a oferta diz que é uma promoção que na verdade é uma promoção. Você viu o exemplo do condicionador. O que justifica um produto de 7 dólares nos Estados Unidos custar 80 reais no Brasil e ser vendido, em “oferta”, por mais de R$ 65? Oferta? Sério mesmo?

Amiga, guarde esta frase para a vida e lembre-se dela em toda situação em que alguém esteja querendo lhe fazer de boba:

 

“Não existe explorador se não houver explorado”

Não quer ser explorada? Não se deixe explorar! Nós temos voz agora. Temos as redes sociais para difundir informações e alertar as pessoas, para exigir nossos direitos e exercer nossa cidadania. É possível fazer tudo isso sem faltar com o respeito e sem sensacionalismo.

A blindete Marcia Gadben me informou sobre os aplicativos ju$to e SPHonesta, onde é possível colocar os preços que os estabelecimentos estão cobrando por seus produtos e/ou serviços em São Paulo. Ela também falou sobre uma página no Facebook para o pessoal aqui de São Paulo botar a boca no trombone quando vir algum preço surreal, que é a Sampa Surreal.

Se você conhece alguma página ou aplicativo aí para a sua cidade, divulgue aqui nos comentários. Sejamos mais espertas do que esses espertalhões.

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Josy diz:

    Bom dia Patrícia, é um fato que as pessoas se deixam levar pela palavra “PROMOÇÃO” esses dias via um vídeo postado por um amigo em que uma loja de departamentos anuncia uma TV de 51 polegadas de 2,999,00 por 1,650,00, as pessoas brigavam por uma senha pareciam animais em busca de alimentos sei lá? Pesquisando um pouco na net, encontrei a mesma por 1,700,00 sendo que o certa loja fazia este preço “incrível” para pagamento à vista, enquanto neste outro site a TV apenas 50,00 mais cara é sem risco de “lesões corporais” rsrsrs poderia ser parcelada em 10 X sem juros ,fiquei pasma como as pessoas se deixam enganar, ainda bem que tenho aprendido a ser uma blindete bem esperta,

    • Patrícia Lages diz:

      A pesquisa de preço é essencial em qualquer compra. Vc fez muito bem!

  • Katharine diz:

    Bom Dia Paty!
    Muito bacana seu post. Esse tipo de coisa acontece muito aqui na minha cidade. Moro no interior de Minas – Nanuque – e as coisas aqui são muito caras! E por falta de opção, as pessoas aceitam o que lhes são imposto. Esses dias fui apressar uma baike pra comprar e cai de cara com o preço, rsrs Mesmo pagando à vista a bicicleta não me sairia por menos de R$550,00. Fui em um site bem conhecido e a mesma bicicleta estava por R$389,00! Mesmo com o frete, montagem e uma sapatilha que comprei junto, não deu o preço que eu pagaria se comprasse aqui! Muita gente me critica, dizendo que aqui é assim e pronto e eu não aceito isso! Meu dinheiro não é achado na lata do lixo.
    Blindete que é blindete procura as melhores opções, isso sim! 🙂
    Bjs

    • Patrícia Lages diz:

      Se aí é assim e pronto, vc compra em outro lugar e pronto, resolvido! Rs….rs…!

      • Katharine diz:

        Isso, isso isso. rsrs

  • Nayana Eduarda diz:

    Boa Patricia!!!! Engraçado que ontem eu passei no Subway do aeroporto de Recife para comprar aquele suco de caixinha, “laranja caseira” e, pasmem, R$6,00 a unidade – preço do sanduíche baratissimo!!!!!!!! Eu olhei pro caixa e perguntei se ele tinha certeza que dois sucos davam R$ 12,00, pois esse mesmo suco custa centavos em qualquer Atacadão… Fica a dica: não comprem nada no aeroporto nunca na sua vida!!! Pois tudo é bem mais caro e a desculpa deles é pq o aluguel é mais caro (mentira pois o aluguel do shopping é caro e as Lojas Americanas sobrevivem vendendo tudo mais barato). Pronto, desabafei!

    • Patrícia Lages diz:

      Nos aeroportos eu só vou nas lanchonetes de redes grandes, onde os preços são tabelados. Eu não pago 6 reais num suco nem por decreto! Hahahahaha!

  • Camille Lago diz:

    Esse creme Aussie, é ótimo msm! Comprei fora tb, queria outro mas o preço aqui é realmente inacreditável. Depois que virei blindete fiquei bem pechincheira, quando tenho de comprar algum eletrônico vejo qnt custa lá fora para estipular o máx de valor que aceito pagar. Com as promoções relâmpago de sites dá pra encontrar coisas bem em conta. E tb tá chegando a Black Friday, e algumas coisas valem a pena!

    • Patrícia Lages diz:

      Sim, tem que ficar de olho porque às vezes aparecem “promoções” que, na verdade, está sendo cobrado o valor correto. Olho vivo!

  • Gislaine Tavares diz:

    Nossa que diferença de preço!

  • Danielle Friash diz:

    Infelizmente é a nossa realidade… Lembro-me dos Cremes da Preimer (Dead Sea) que comprei em Israel, La Custa 25 Ils (shekel) fica em torno de R$17 aqui uma bisnaga R$75.. o Kit de unha, bisnaga, creme e mascara… Estou bege até hoje de saber R$350!!!!! Como diz minha chefe um Absurdo!! Vou acessar o aplicativo gostei da dica! Bjinhos!

    • Patrícia Lages diz:

      Eu tb comprei esses creme lá!!! rs…rs… Teve uns que paguei 4 dólares. Pagar R$ 350 nem pensar!!

  • Elisangela diz:

    E por isso que vou mandar para minha irma e ainda posso comprar 3 for 2!!!
    Absurdo Brasilll!!!!

    • Patrícia Lages diz:

      Pois é, amiga… As pessoas tinham que parar de comprar, aí eu tenho certeza de que a coisa muda por aqui.

  • Adriana diz:

    Amei o post. E, a Black Friday, também conhecida como Black Fraude?

    • Adriana diz:

      Esqueci de falar do trench-coat. Arrasou no look, Paty!

      • Patrícia Lages diz:

        Look de friozinho! 🙂

    • Patrícia Lages diz:

      Já começaram a anunciar. No ano passado foi mais fraude do que Friday, vamos dar dicas!!

      • Camille Lago diz:

        Eu acho que o único jeito de não cair nas fraudes é saber com antecedência quanto custa mais ou menos o produto que se quer comprar, desta forma a gente sabe exatamente se há desconto ou não. Ano passado eu comprei uma máquina de lavar na Black Friday, eu já tinha estipulado um valor máx de R$900, mas a que eu queria custava R$1000. Consegui comprar por R$ 650. Por ser Black Friday tive alguns problemas com o site e só depois de fazer uma reclamação consegui comprar. E a compra à vista garante descontos bacanas também.

  • jessica diz:

    Inacreditavel Paty

  • Patricia diz:

    Nesse caso, “o que parece ser, de fato é”!
    Se você desconfia que o preço de alguma coisa lhe parece caro, é porque realmente é! Eu também já comprei muita coisa cara(contrariada), pensando que “é esse o valor mesmo”. Mas pensando bem agora, as próximas compras que eu fizer vou levar comigo esse critério: “isto me parece caro e abusivo? Então é caro e abusivo mesmo! Com certeza tem outro lugar onde é mais barato e com preço justo!” E dá-lhe a sair à procura do tesouro escondido. 😉

    • Patrícia Lages diz:

      É verdade, “tesouros” estão sempre escondidos, mas existem!! rs…rs…

  • Fernanda Xavier diz:

    O creme da aussie por 7 dólares, ui quase cai da cadeira agora!
    como assim! aqui no Itaim bibi vendem por 110 o conjunto xampu e condicionador!valeu as dicas dos aplicativos! gente que coisa!!!
    Aproveitando gostaria de compartilhar com vocês está semana uma experiência ruim com “bancos”, eu fico alerta na minha conta e esta semana fui ajudar minha mãezinha com as continhas dela e no extrato dela estava Maxi conta 32,00R$, como assim mãe pq 32,00 de conta, taxa?! oi, como? não sei não Fê, tô pagando é? pois bem vamos ao caixa eletrônico…..e lá trocamos para a tarifa mais simples, p/ que pagar a mais cara sem usar?! Queridas, pasmem 12x 32,00= R$ 384,00/ano; com esta mudança que gastamos 2 minutos para fazer: 12×15= R$ 180,00/ano; menos da metade!!!! Amigas, vocês que tem suas mãezinhas senhorinhas ajude-as a blindar a bolsa também! bjos

    • Patrícia Lages diz:

      Fe, vc me deu uma super ideia. Vou levantar o que cobram das aposentadas porque muitas (a maioria) não entende o que os bancos cobram e pagam centenas de reais por ano em coisas que não usam. Arrasou!!!

  • Adriana diz:

    Acabei de passar raiva por causa de uma compra e vim espairecer aqui…rsrs comprei dois produtos em uma loja virtual separadamente pq o site dava problema pra comprar os dois juntos…um produto chegou bem rápido até, e o outro nao chegava, entrei no atendimento por chat pra ter informaçoes pq no status dizia que o produto estava pago e seria separado para envio…entao a atendente(foram muitas tentativas ate que consegui falar com alguem) me disse que o produto tinha apresentando defeito e nao foi enviado, era a ultima peça e nao tinha outro em estoque.. entao eu pensei: eu nao ia saber nunca?!ela perguntou se eu queria trocar por outra coisa, ou o estorno… pedi a devoluçao do pagamento, o que vai demorar mais que a entrega do produto (se ele estivesse disponível…) e ainda por cima fui mal atendida…fiquei muito decepcionada pq pesquisei tanto, demorou encontrar esse preço e agora perdi o valor pago no frete e meu tempo.

    • Patrícia Lages diz:

      Adriana, vc tem direito à devolução do valor do produto + frete, pois ele não foi enviado. Peça o estorno dos dois.

      • Adriana diz:

        o que não foi enviado tinha frete grátis..o frete pago foi do produto de menor valor, que chegou primeiro, aliás o único que chegou, mas obrigada 😉

        • Patrícia Lages diz:

          Menos mal… Realmente é chato quando a gente fica na expectativa e o produto não vem. Mas creio que é melhor quando eles fazem o que fizeram contigo, que foi não enviar o produto por não estar de acordo. Para mim já enviaram produto avariado e disseram que eu que quebrei… Mas o que foi chato no seu caso foi que ninguém entrou em contato para te avisar!

  • Flávia Priscila diz:

    Nossa, pasme mesmo! Bom saber viu?! Patrícia Lages, só tem post massa nesse blog.

    • Patrícia Lages diz:

      Adorei o “massa”!!! 🙂

  • Fabi diz:

    Boa noite Paty,

    tem coisas que só acontecem nesse país, tem gente querendo lucrar 100% em cima dos consumidores, o pior é que tem gente que ainda paga!
    Vejo o exemplo de economia que dá certo em casa, fazemos compras para quase 3 meses somente pesquisando e ainda sobra para algum mimo 🙂

  • Elizandra diz:

    Realmente precisamos fazer valer nossos direitos. Compramos uma máquina de costura pra minha sogra em um site confiável. Na primeira troca da linha a máquina enguiçou. Entrei em contato com a loja e mandaram levar pra autorizada. Como assim? Não tinha nem um mês e eu queria uma nova. Dai foram trocas de email sem retorno da troca. Enfim, reclamei no site “RECLAME AQUI”. Em menos de um mês a máquina nova chegou e recebi pedido de desculpas.
    Não podemos jogar dinheiro fora.

  • Fernanda Oliveira diz:

    Boa noite Patricia!

    Estava aqui lendo o blog e lembrei que tenho visto o sócio do meu marido reclamando do preço dos produtos que eles estão importando para revender aqui no Brasil, por exemplo, um produto X que custa R$ 30,00 lá fora ao chegar aqui tem o preço de custo para o importador de R$ 100,00, lembrando que este preço ainda não tem a margem de lucro. Ele me explicou que o preço do container consolidado (quando divide-se com outras pessoas ou empresas para enche-lo) ou cheio é o mesmo, que o que é ideal é importar um volume muito grande de coisas baratas para diluir melhor o custo. Soma-se a isso as despesas do frete internacional, que inclui o transporte e navio ou aéreo, desprezas para nacionalizar a mercadoria, com documentação, por exemplo, os famigerados impostos icms, pis, confins e taxas alfandegárias, tem também o custo do importador que é altíssimo aqui, um absurdo. Quando a mercadoria chega tem a armazenagem na alfândega, somente em armazém homologado por ela, que sai a bagatela de U$ 1.200,00 a cada cinco dias; se a documentação não está correta a mercadoria fica armazenada até que tudo esteja impecável e o custo vai aumentando. Claro que isso se aplica somente a quem está importando mercadoria legalizada aqui no Brasil.
    Tem mais uma série de coisas que não consegui guardar na mente para poder escrever aqui, pois como você sabe, tenho memória de Dolly… :/
    Espero ter contribuído com alguma informação útil.
    Beijos!

    • Patrícia Lages diz:

      Sim, os custos são altos para o importador. Mas conheci uma pessoa que importou perfumes que poderiam custar, já com o lucro, R$ 300 aqui no Brasil. Porém, são vendidos por mais que o dobro, pois fizeram uma pesquisa e o brasileiro se dispôs a pagar cerca de R$ 700. Então, porque vender a 300 se pode ser 700? O problema é a cabeça do brasileiro que está inflacionada e aceita pagar absurdos.
      Escreva mais vezes, Dolly. Digo, Fernanda!! hahahahahahaha…

  • Alice diz:

    Bom dia Patricia,

    Eu fico revoltada com essa situação toda. O Brasil é um pais rico só que explora tanto as pessoas que acabamos virando pobres. Na empresa onde trabalho eu praticamente passei mal no outro dia. Eles compram seus produtos direto da China então imagina sai super barato. Eu estava olhando os preços das coisas que eles vendem porque me interessei, queria comprar uma coisa ou outra. Um belo dia descobri que no sistema mostra o seguinte, o valor que eles pagam por cada unidade do produto, o preço para funcionários, o preço para lojistas e o preço para o consumidor final. Ok! Eu vi uma renda de silicone muito linda, que da pra fazer um trabalho legal em cupcakes e bolos. Fui pesquisar o preço… O valor que eles compram na china sai R$9.98 (até então obbaaa cabe no meu orçamento!) valor para funcionários: R$120 (oi? como é que é???) Valor para lojistas: R$144 (uhh.. isso não me cheira bom..) e finalmente, o valor para o consumidor final: R$264.. (morri)

    Eu fiquei tão em choque que eu nunca mais comprei nada pela empresa. Mesmo o preço saindo mais barato pra mim eu fiquei tão chateada, tão revoltada com essa situação, e isso me fez refletir sobre o Brasil em si; obviamente essa empresa não é a unica que faz isso, tem milhares de empresas em nosso pais que faz isso. Agora optei para fazer compras no exterior.. Minhas amigas trazem as coisas que são absurdamente mais caras aqui no Brasil, la dos Estados Unidos. Ou se for bobeirinhas compro em sites chineses e recebo com tempo (bota tempo nisso, uns 3 meses)
    É Lamentável a situação do nosso País.

    • Patrícia Lages diz:

      Morri junto!!

  • Marta diz:

    Olá,

    Essa situação não acontece só no Brasil, mas em muitos países, com diferentes produtos. Por exemplo os sapatos brasileiros em Portugal são muito caros e difíceis de encontrar(por exemplo das marcas Picadilly e Moleca). Apesar de Portugal ter uma grande indústria de calçado, sendo uma das principais exportações, os sapatos brasileiros apresentam muito melhor relação conforto/fashion.
    Normalmente o preço é cerca de 3x mais caro cá – obviamente esta diferença não diz apenas respeito a taxas de importação.

    Outros produtos muito caros e difíceis de encontrar cá são o óleo de coco, manteiga de cacau, quinoa…

    Uma coisa que eu noto é que à medida que os países se vão desenvolvendo, os preços vão baixando, hoje em dia há artigos que há uns 10/20 anos eram muitíssimo difíceis de adquirir, por serem tão caros, e hoje estão acessíveis a praticamente toda a população.

    Creio que à medida que os consumidores forem vendo a oportunidade de comprar os produtos mais baratos, vão deixar de comprar aos preços exorbitantes e as empresas vão se ajustar levando a que os preços fiquem mais homogéneos – pelo menos em termos económicos deveria funcionar assim!

  • Stephanie Martins diz:

    amei o post kkkkk vc vai voltar na super queima de estoque do que sobrou do black friday se prepare 🙂

    • Patrícia Lages diz:

      Obaaaaaaaa!

  • Mary diz:

    Oi, Paty tudo bem? Aqui em Miami o aussie custa $ 3,99 na própria Target. O preço e duas vezes mais caro a comparação . Vai entender né ?

  • cristina zaago diz:

    Gnt, eu fui pra Itália ano passado, e olha que lá é em euro… comprei batom MAC muito mais barato, loreal então enchi a mala (menos de 10 euros) e sem contar as frutas então :(lá 1 euro o kilo do pessego, qdo cheguei aqui 12 reais). Acho que a gnt fica mais blindete ainda quando viaja pra fora e vê os absurdos que vivemos no brasil…

    • Patrícia Lages diz:

      É de chorar….!!! rs…rs…

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: