Por que hoje em dia quando alguém menciona atitudes de obediência logo é ridicularizado e considerado estúpido ou parte do “gado”?

Obediência, a nova palavra proibida

Já contei aqui um acontecimento que passei há quase dois anos, mas vale a pena relembrar.

Participei de um evento de mentoria gratuita para mulheres empreendedoras com a finalidade de dar dicas de finanças.

Antes que eu atendesse a primeira pessoa – que já estava sentada na minha frente – uma das organizadoras pediu que eu vestisse a camiseta oficial do evento ali mesmo, colocando por cima do meu vestido.

Atendi o pedido e vesti uma camiseta G que mais parecia uma camisola, então, para ficar menos pior, a organizadora deu um nó na frente.

 

Embora estivesse bem desconfortável usando uma camiseta gigante sem nem mesmo ter me olhado no espelho, obedeci às regras do evento e fiquei assim durante toda a mentoria.

Inclusive tirei fotos com as mentoradas que, obviamente, publicaram nas redes sociais. Acho que devem ter ficado “lindas”…

A questão aqui é que, assim que a mentoria acabou e uma amiga me viu com a camiseta, perguntou espantada:

“Mas o que você está fazendo com essa camiseta horrorosa com essa frase ‘nada a ver’?”

No meio da confusão eu não tinha visto que nas costas da camiseta estava a frase #EuMando!

Aliás, eu nem tinha notado que a comunicação visual do local, incluindo a área de fotos, estava estampada com a tal hashtag…

Na hora tirei a camiseta e só não fui embora na hora porque tínhamos um stand no evento e precisávamos terminar de atender as pessoas que estavam comprando nossos livros.

 

Parece radical, mas é necessário

Sei que o fato de eu até querer deixar o local parece muito radical, mas é necessário e vou dizer o motivo.

O que acontece é que essas ideias de “eu mando”, “eu faço”, “eu aconteço”, vão absolutamente contra a minha fé e, nesse sentido, eu sou radical mesmo.

Ainda mais em um evento para mulheres, onde os organizadores insistem em achar que todos os desafios das mulheres se resolvem “mandando” nos outros ou dizendo frases ridículas de autoafirmação.

Quem pode não precisa dizer que pode, assim como quem manda, não precisa dizer que manda. Ponto.

Pense bem e veja o quanto é ridículo mulheres adultas celebrando o fato de que “mandam”.

Chega a ser uma atitute tão infantil que só me dá vergonha.

É igualzinho aquelas crianças birrentas e mal-educadas que acham que são melhores que os coleguinhas e ficam repetindo:

“Eu tenho você não te-em, eu tenho você não te-em…!”

Acontece que esse tipo de conceito – que sempre aparece travestido de boa intenção – reforça ideias nocivas e a desobediência é uma delas.

Quem quer um filho desobediente? Ninguém, claro! Mas por que as crianças desobedecem?

Uma das razões é se autoafirmar diante dos colegas, pois a desobediência demonstra que a criança faz o que quer e ninguém manda nela.

Só que, além de as crianças não aprenderem mais que é preciso obedecer, os adultos estão desaprendendo…

 

#EuObedeço

Essa é a minha hashtag, pois eu obedeço sim.

E se segure na cadeira para não cair com as próximas frases (ou então, nem leia).

Eu obedeço o meu marido quando ele me pede algo.

Sim, eu obedeço e vou continuar usando essa palavra, ainda que a maioria das mulheres achem absurdo.

Não vou trocar por “atendo”, “considero” ou “faço só para não ter dor de cabeça”.

As pessoas estão substituindo palavras incômodas tentando se sentir bem, mas a palavra obediência não me causa constrangimentos. Eu obedeço sim, qual o problema?

Obediência é uma palavra positiva, então, por que eu a demonizaria?

A questão é que para ir na contramão desse mundo (que piora a cada dia) é preciso ser muito seguro de si, mas isso não é para todo mundo.

 

Nos vemos!

 

Confira o post anterior clicando aqui.

 

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Concordo em número, gênero e grau: #EuObedeço e tenho colhido os frutos dessa atitude desafiadora mas que traz excelentes resultados!

  • Bom dia!!
    Amo obedecer!!!
    Às vezes eu falo (peco) porque a preguiça me vence…. mas ainda assim, optando por obedecer, o caminho de volta é mais curto.
    Obrigada!

  • Olá Patrícia,
    Antes mesmo de ler sobre as crianças birrentas, já estava a pensar nesse exemplo, que atitude mais infantil.
    A maioria das regras são boas e para o nosso bem, digo a maioria porque nos dias que correm infelizmente o certo virou errado e vice-versa. A começar por essa nova regra “desobedeça”.
    Por experiência própria sei que a desobediência só traz sofrimento. E mais do que obedecer apenas para ter uma vida “sem problemas”, escolho obedecer por amor e por respeito.

  • Bom dia, a senhora dá palestras para casais, ou tem algum conteúdo gravado sobre o assunto? Gostaria de ouvir mais sobre o que tem a dizer sobre casais e comportamentos.

  • O post de hoje casa muito bem com os capítulos 2 e 3 da novela Gênesis. Homens e mulheres, por exemplo, possuem papéis diferentes, porém que se complementam. A mulher sábia sabe que a palavra final é de seu marido, porém por ela ser sábia, ele considera sua opinião em cada decisão tomada.
    O grande problema hoje em dia, é que tudo o que faz mal ao ser humano vem disfarçado de boas intenções, causando uma falsa justiça. O politicamente correto na verdade é uma mentira enfeitada que engessa a capacidade de raciocínio e questionamento das pessoas.
    Parece que ninguém repara que quem propaga esses conceitos e valores são pessoas que possuem casamentos fracassados, famílias destruídas, alguns possuem vícios, além de outros problemas sérios, mas mesmo assim as pessoas ouvem essas ideias mesquinhas, que não constroem nada de bom, mas só derrubam a sociedade e nos afastam de Deus ainda mais.

  • É verdade. Obediência é a palavra chave para ter disciplina, autocontrole e para ser bem sucedido em tudo, principalmente quando se trata de obediência à palavra de Deus.
    E infelizmente foi por causa da desobediência que Adão e Eva pecaram pois não deram atenção à voz de Deus e seguiram o seu próprio coração.
    Por isso também que hoje em dia o mundo está esse caos. Tudo o que é contrário à palavra de Deus é considerado “certo” e aqueles que seguem os preceitos divinos são criticados e até mesmo perseguidos.

  • Olá Patrícia! À primeira vista, ao ler o post até acreditei ser verdadeira essa “máxima” de que “Obediência, a nova palavra proibida”. Aqui em casa, meu marido sempre diz para os amigos que “em casa quem manda é ele, que fala mais alto para tudo… e quando eu “mando” lavar a louça, logo começa a gritar “já tô indo minha querida!!!” (rs…rs…). Acrescento as palavras que estão em Apóstolos 5,29 “Pedro e os outros apóstolos responderam: “É preciso obedecer antes a Deus do que aos homens!”; Hebreus 5,8-9: “Embora sendo Filho, ele aprendeu a obedecer por meio daquilo que sofreu; e, uma vez aperfeiçoado, tornou-se a fonte da salvação eterna para todos os que lhe obedecem,” e ainda Deuteronômio 5,29 “Quem dera eles tivessem sempre no coração esta disposição para temer-me e para obedecer a todos os meus mandamentos. Assim tudo iria bem com eles e com seus descendentes para sempre!”. Abraços!

  • Bom dia Paty. Eu também obedeço, aliás obedeçer a Deus é maravilhoso,quando fazemos isso as demais ficam facéis. bjinn sempre acompanhando.

  • Arrebentou!
    A obediência é algo maravilhoso e nos livra de muitas situações desagradáveis!!!

  • Bom dia querida! Hj a palavra de ordem dessas mulheres chama-se “empoderamento” e acham que ser empoderada é sair mandando em tds e ñ obedecer a ninguém e outra tbm que já encheu o saco é a palavra “gratidão ” kkkkk, que ñ tem nada haver com esse post, mas lembrei dela. 😍😘

  • Oi Patrícia!
    Conheço pessoas que sempre quando questiono algo, se justifica com o ditado: eu amarro o burro onde o dono manda. Elas mentem porque os chefes mandam, alegando que isso é obediência. Fui representante de uma empresa, conquistei clientes sem precisar mentir e nem faltar com ética profissional, vestir a camisa da empresa fazendo o que era certo e nem por isso fui demitida, ao contrário sempre fui elogiada e recebi várias promoções.
    Outra questão, vimos que Davi teve boas intenções quando foi buscar a arca da aliança, mas o boi tropeçou e houve morte, a arca foi pensada para ser carregada por quatro homens justamente para que não acontecesse isso, nem sempre estar com boas intenções significa obediência.
    Obedecer fazendo o que é correto, agrada o coração de Deus.

    Grande abraço.

  • Mas, Paty…
    Desculpe, mas eu tive uma outra sensação.
    A palavra “mandar” também não poderia ser interpretada como alguém que resolveu dar um basta, um chega e resolveu que agora é ela quem manda e não o dinheiro, por exemplo? Que ela não será mais escrava das suas vontades mas senhora de sua vida? Eu mando no dinheiro, não é ele quem me manda. Alguma coisa nessa linha? Talvez a comunicação do evento não tenha sido tão clara ou comunicada da melhor forma. A nossa parte, a gente vai ter que fazer acontecer. Deus não vai fazer.
    O problema são as ideias de ostentação que acompanham essas palavras ou frases e “sequestram” e até deturpam o conceito. A era da ostentação, do empoderamento, da lacração, do deboche e do “aqui sou eu que mando” vai passar rapidinho quando perceberem que essa turma não tem envergadura pra dar conta de nada minimamente sério. Já dá pra ver que a geração não vai frutificar em muita coisa daqui pra frente.

    • Eu estava lá e vi bem de perto a conotação “anti-homem”. Foi vergonhoso…

  • Falou tudo !!!!!
    #eutambemobedeço
    👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

  • Boa noite
    A principal obediência é quando sigo a palavra de Deus que é a ünica viva e eficaz nossas vidas.

  • Boa noite!

    Concordo!!

    “Quem tem poder, não precisa dizer que tem”! É o que sempre digo.

  • Obedecer é o segredo do sucesso. Quem obedece está mais propenso a ser disciplinado, pois não tem medo de seguir regras

  • Eu estava precisando disso. Obrigada por doar seu bem mais precioso para suas leitoras!!!

  • Oi Patrícia, gosto muito dos seus textos, mas acho que a palavra “obedecer” pode ser mal interpretada, podendo levar a algumas mulheres a continuarem em situações degradantes em nome dessa “obediência”. Acho perigoso afirmar isso. Não acho que mulher tem que “obedecer” ao marido; acredito numa parceria com respeito, mas respeito sua religião. Enfim, é minha opinião. Admiro MUITO seu trabalho, só temi pelas mulheres que podem estar em risco dentro de casa.

    • Acho que é bem óbvio que eu jamais diria para qualquer pessoa aceitar viver em risco dentro de casa ou onde quer que seja. Isso não tem absolutamente nada a ver com a obediência citada no post. Quem aceita viver com uma pessoa violenta tem que tomar providências legais que nada têm a ver com fé ou como vc mencionou, religião. O brasileiro precisa parar de subestimar a inteligência dos outros, pois é com esse discurso que estamos sendo provados, pouco a pouco, de nos expressar.

  • Puxa, e eu ainda enfatizei que admiro muito seu trabalho para que vc não interpretasse como uma crítica mas sim, como um ponto de vista a se acrescentar. Fiquei surpresa com o tom da sua resposta, mas não vou polemizar. Minha intenção foi colaborar e não afrontar ninguém. Enfim, sigo admirando seu trabalho, Patrícia. Acho de muita relevância o conteúdo que vc produz.

    • Oi, Daniele
      Entendo o seu ponto de vista, mas realmente fico chateada com esse tipo de comentário.
      Agradeço suas palavras neste comentário e a sua volta ao blog. Pensamentos diferentes sempre estarão presentes, mas o que vale é que amigos discutem, porém, não deixam de ser amigos!

  • Outra palavra que causa muita polêmica é submissão.As pessoas,de um modo geral, têm uma ideia de inferioridade,de humilhação,mas o sentido da palavra,na minha opinião é simplesmente lindo.Tudo bem que a mulher hoje em dia trabalha,é independente,mas a que fica em casa cuidando da casa,dos filhos, têm um valor imensurável e muitas vezes nem sabe disso.Enquanto o marido está trabalhando, com a MISSÃO de prover o sustento da família,ela está em casa, com a submissão de administrar tudo o que ele confia a ela:ela mesma,os filhos ,a casa,a vida.Em nenhum momento ela está em uma posição de inferioridade,mas na posição de uma pessoa de extrema confiança a quem tudo o que é mais importante para o marido está sob sua responsabilidade.É ela quem está ao seu lado,parceira da vida.É a mulher virtuosa de provérbios 31,10-31

  • Rindo demais, não havia lido esse acontecimento que ouve com você. Rsrs

    “A questão é que para ir na contramão desse mundo (que piora a cada dia) é preciso ser muito seguro de si, mas isso não é para todo mundo. ”

    Excelente 👏

  • Oi Patrícia
    Bom dia! Estou sempre aqui acompanhando seu blog, mas nem sempre consigo comentar. Lá no livro de 1 Samuel 15:22 diz:
    “Tem porventura o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.”
    Essa passagem fala exatamente que a melhor coisa é obedecer, fala do agrado de Deus quando nós obedecemos aos princípios, sejam eles espirituais e terrenos também. A desobediência nos leva a caminhos tortuosos, sempre falo para as pessoas que não vale a pena ser desobediente, a bíblia é muito clara quando o assunto é obedecer, vemos exemplos de homens e mulheres que não seguiram os princípios e elas tiveram grandes consequências, pagaram muito caro por suas atitudes erradas… Eu escolho obedecer.

  • 😍😍😍 obedeço! AMO! Parabéns, Patrícia! Muito bem dito! Quisesse dizer mais coisas, mas meu português limitado não me permite!

    Deus abençoe muito! Abraço forte do Paraguai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *