Significado do Natal

Se você  está triste porque não está vivendo o Natal como a sociedade diz que deve ser, ótimo! Este post foi escrito especialmente para você. 

Rockefeller-Tree-Lighting-2014-Far1-537x379

Para mim, Natal nunca foi sinônimo de festa, alegria e fartura. Ao contrário, se ninguém nos convidasse para ir em algum lugar onde houvesse essas coisas, nem saberíamos direito o que era isso… Na nossa casa mesmo não havia Natal.

Minha mãe fazia o que dava. Houve alguns anos que ela conseguiu comprar um presente para mim e para minha irmã e, algumas poucas vezes, além do presente, ela conseguia comprar uma roupa nova para o Ano Novo também. Na verdade, a gente não ligava para o Natal, o importante mesmo era o Ano Novo.

Quando as pessoas perguntava o que havíamos ganhado e a resposta era um “nada” bem redondo, podíamos ver na cara das pessoas uma expressão do tipo: “em que mundo vocês vivem?”

Quando se é criança isso é chato, mas depois que crescemos, eu já nem ligava para o que as pessoas diziam. Sabe por quê? Por que eu via que essas mesmas pessoas que torciam o nariz quando não exibíamos um monte de presentes, viviam endividadas e com a corda no pescoço o resto do ano…

Eu achava que na minha casa, pelo menos, as coisas eram mais verdadeiras: nós não tínhamos dinheiro e ponto. Nunca ficamos vivendo de aparência e nem nos desdobrando para termos o que não podíamos. O que eu considerava dentro de mim era o seguinte pensamento:

 

“Vou estudar e trabalhar muito para ser alguém na vida e não ter que passar necessidade e nem fingir ser o que não sou”.

 

É claro que a vida é cheia de percalços, mas no final das contas, aprendi a cuidar do meu dinheiro e a fazê-lo render o máximo possível nas minhas mãos.

 

Aprendi a diferenciar as coisas que têm valor daquelas que só têm preço e a valorizar o SER e não o TER.

 

Natal para mim não é uma data, uma ceia ou uma troca de presentes. Natal é uma lembrança de algo que me fez nutrir uma revolta contra a pobreza e trabalhar muito para sair dela. Por isso, Natal para mim é todo dia.

Se você comemora o Natal, que essa data seja excelente para você! Mas se, como eu no passado, você não tem a casa cheia de amigos, uma árvore lotada de presentes e uma mesa farta, não se preocupe. Pense que essa pode ser a oportunidade que faltava para você ter aquele “click” e começar a lutar para sair da situação em que se encontra.

Não se trata de se revoltar contra pessoas, mas sim contra tudo aquilo que a coloca para baixo. Decida, de uma vez por todas, que você vai estar por cima e que nada vai derrubá-la e nem entristecê-la.

Screen Shot 2014-12-23 at 23.55.49A foto no alto é da decoração de Natal do Rockefeller Center, em Nova York (Estados Unidos) que, este ano, pude ver pessoalmente com meu marido. E olha que nem fui lá por isso… Estava mais interessada em ver a nova loja da Lego que fica dentro do complexo! hahahaha…!

E nesta ao lado estamos em frente à sua famosa e super concorrida pista de patinação no gelo. Se eu pude, você também pode!

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Roberta Miranda diz:

    Bom dia Paty assim como vc eu também não comemoro natal.
    Quanto crianças presenciel a hipocrisia de meus que brigavam o ano todo, gastavam tudo que tinham com vícios, podia faltar roupad para nós crianças mas a mesa dia 25 yjnha que edta cheia…mas o resto do ano dívida dívida e mas dívida.
    Graças a Deus não sigo essa tradição de família e hoje vivo muito bem e divida nenhuma rsrsrs.

    • leiliane gonçalves da silva macedo diz:

      Amei seu post ele faz a gente repensar um pouco no real sentido do natal!

  • Ana Maria Albuquerque diz:

    Querida Patty, gostei muito do seu post. Esse ano resolvemos não viajar para o Natal da família na cidade de Ribeirão Preto. Ficamos em casa, a mesa farta e ontem foi o primeiro Natal na minha vida onde eu só dei um presente que foi um caneca para a minha mãe. Ontem avisei a todos os parentes que este ano não ia ter presente, pois tinha uma dívida a quitar e eu queria começar o ano ainda mais endividada. E para minha surpresa, meus irmãos ficaram muito felizes e me parabenizaram pela a minha atitude de não ter comprado presente e só ter dado uma lembrança para a minha mãe. Estou começando o ano mais pé no chão e saiba que seu blog tem me ajudado muito. Vou levar para as férias os dois livros do Bolsa Blindada para reler e colocar mais a risca os princípios dele. Feliz Natal! Abraços da blindete, Ana Maria.

  • elisangela diz:

    Patricia voce e abençoada por DEUS em todas as suas palavras me emocionei muito com seus poste faço minhas suas palavras ,vce me motiva muito a querer melhorar todos os dias e conquistar meus objetivos,estou lendo seu segundo livro devagar para não acabar como fiz com o primeiro quando fiquei sabendo que ia ter o segundo quase não acreditei, de tanta felicidade espero que DEUS te ilumine para o terceiro ,quarto etc… ese ano tomei postura e estou liquidando com dividas antiguas uma parte consegui tenho fe que vou liquidar com todas,acompanho voce a tempo quis escrever outras vezes,inclusive quando li uma parte do seu livro que mais uma vez me fez chorar,pois era o que precisa’ ouvir’naquele momento enfim nao vou mais me prolongar que JESUS continue de dando sabedoria.

    • Patrícia Lages diz:

      Obrigada, Elisangela. Escreva sempre!

  • Steff diz:

    Mto Bom esse post ! E queria que vc soubesse Paty que seu livro me Ajudou muito esse ano. Estava ha anos prostrada por ter uma divida e sem saber como pagar. E ja tinha comecando a ler o seu Livro e parado. Numa tarde de sabado, resolvi terminar de ler, levei as criancas pro parque e praticamente comi o livro. Qnd terminei ja tinha um pensamento diferente, estava cheia de ideias, forcas e sem abaixar a cabeca pro meu problema. Com a mudanca de mentalidade, Deus abriu uma porta maravilhosa que me da condicoes para pagar a divida. Definitivamente, seu livro foi um divisor de aguas pra mim esse ano e assim q eu quitar a divida, vou te deixar saber!

    • Patrícia Lages diz:

      Obaaa! Tô esperando!!

  • Hingrid Rodrigues diz:

    Patty sua palavras servem como motivação pra mim. Minha vida ainda não está da forma que desejo, mas tenho trabalhado e estudado muito pra isso. Não nascemos num lar que desejamos e almejamos, mas pela fé podemos transformar nossa realidade. Obrigada por sua dedicação e excelente trabalho que tem realizado, ajudando pessoas que assim como eu por não administrarem de maneira correta suas finanças, acabaram se enrolando em uma bola de neve gigantesca. Li seu post a primeira vez através do blog da Cristiane Cardoso e logo me apaixonei. Era tudo que eu precisava, me cadastrei e passei a ler diariamente, não conseguia nem comprar o livro e acabei ganhando de uma amiga de presente de aniversário. Amei!! Criei uma planilha e vi o quanto gastava com coisas supérfluas. Ainda não estou totalmente livre das dívidas, mas estou caminhando para isso. Esse foi o primeiro ano que não me enveredei pelo consumo do natal e estou muito feliz com isso. Não fiz dívidas!!!!! Estou no foco de pagar as que possuo.
    Orientada por você, fiz uma lista com o meus objetivos e metas para alcançá-los. Consegui concluir minha faculdade e passei no exame de suficiência para tirar o registro da categoria, consegui no período que determinei. Agora sou uma contadora. Agradeço a Deus e a você Patty, que apesar de ainda não a conhecer pessoalmente a tenho como uma amiga, que me fez muito bem. Bjs!!!!

    • Patrícia Lages diz:

      Muito bacana! Obrigada por dividir sua experiência com a gente

  • Paula Silveira diz:

    Olá Patrícia, na minha casa também nunca comemoramos o Natal, minha mãe nunca nos incentivou pelo contrário sempre nos ensinou que tudo isso é para fazer as pessoas gastarem o que não tem e enriquecer os outros. Eu sempre pensei como ela, mas eu achava que não existia muitas pessoas que pensam como a minha mãe, agora que li a sua história pude ver que sou normal.rsrsrsrs. agradeço a Deus pela minha mãe ter nos ensinado que o Natal é todo dia sim, pois devemos comemorar o nascimento de Jesus sempre ,mas principalmente a sua morte porque é através dela que estamos aqui. O meu marido já foi criado diferente, mas consegui fazer com que ele mudasse e hj ele pensa como eu e nunca comemoramos o Natal. Quero agradecer a você por me ensinar e por me ajudar a resolver minha vida financeira. Bjs

  • Rosângela do Nascimento Candinho diz:

    Parabéns!!!

  • Ana Paula Vianna de Aguiar diz:

    Adorei o seu artigo, inspirador e sincero sem ser triste. É muito legal você ter se tornado o que é hoje. Gostaria de ter tido toda essa sabedoria mais jovem.

    • Patrícia Lages diz:

      Eu também! Mas nunca é tarde, Ana Paula. 🙂

  • PATRICIA Z. DE SOUZA diz:

    OLÁ PATRICIA, EU E MEU ESPOSO ESTAMOS ENROLADOS COM DIVIDAS E NÃO ESTÁVAMOS CONSEGUINDO SAIR DA BOLA DE NEVE A DIFICULDADE ERA TANTA QUE NÃO TINHA CONSEGUIDOS COMPRAR SEU LIVRO , MAS GRAÇAS A DEUS AGORA EU CONSEGUI E LEMOS O LIVRO JUNTOS …. AMAMOS SUAS DICAS E JÁ COLOCAMOS EM PRATICA…. MEU MARIDO NÃO ACREDITAVA NESSE NEGOCIO DE FAZER UMA PLANILHA DE PLANEJAMENTO, ELE DIZIA QUE ISSO NÃO RESOLVIA NADA…MAS DEPOIS DE LER O LIVRO E EU MOSTRAR ALGUNS DEPOIMENTOS PARA ELE QUE TEM AQUI NO BLOG ELE PODE PERCEBER QUE DÁ CERTO, DESDE QUE SEGUE AS REGRAS E QUEIRA SAIR DAS DIVIDAS DE UMA VEZ POR TODAS. ESTOU MUITO FELIZ POR ELE ESTAR JUNTO COMIGO NESTA BATALHA PARA SER BLINDETE…. EU BLINDO A MINHA BOLSA E ELE A CARTEIRA KKKKKKKKK. NÃO COMPRAMOS PRESENTES, POIS AVISAMOS A FAMILIA QUE NÃO PODERIAMOS DAR PRESENTES PORQUE TEMOS DIVIDAS A QUITAR…..TEMOS CERTEZA QUE 2015 VAI SER BEM MELHOR E QUE QUANDO CHEGAR NO FINAL DO ANO VAMOS PODER PASSAR UM NATAL SEM DIVIDAS…OBRIGADA!!!! BJS!!!

    • Patrícia Lages diz:

      E muito bom termos alguém nos apoiando e lutando ao nosso lado. Parabéns aos dois e, com certeza, em breve vcs já começarão a notar a diferença! Bus

  • Joselene Lima diz:

    É isso aí!

  • silvia diz:

    Verdade Paty eu tbém posso ir mto loge!!

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: