Reclamações da corrupção na política são comuns, mas e quanto à corrupção que vem de baixo, de quem não pratica o que cobra dos outros?

Novo auxílio emergencial e a corrupção que vem de baixo

O governo anunciou novas regras para o pagamento do novo auxílio emergencial 2021.

No ano passado houve um grande número de fraudes, ou seja,  pessoas que receberam sabendo que não tinham direito.

Neste ano, esperamos que as coisas sejam diferentes, mas sabemos que ainda assim haverá irregularidades.

Aliás, desde que o governo federal instituiu o Bolsa Família há quem receba religiosamente mesmo sem ter necessidade.

 

 

Além de ser um crime de fraude, ainda tira o alimento da mesa de quem precisa,

Portanto, da mesma forma que há corrupção vinda de cima, há corrupção vinda de baixo.

O Itaú anunciou a demissão por justa causa de 50 funcionários que receberam o auxílio no ano passado.

Sem dúvida é uma atitude louvável e esperamos que outras empresas tenham o cuidado de averiguar e tomar providências a esse respeito.

Se o brasileiro entender que ser honesto não é qualidade, mas sim, obrigação, nosso país ainda tem chances de crescer como nação.

Um país não é feito por políticos, mas sim, pelo povo.

É triste saber que, além de tirar o pão da mesa dos outros, esse tipo de pessoa ainda tenta justificar seu crime dizendo que “todo mundo precisa de dinheiro”, “que pagam impostos e nunca têm o retorno”, “que há quem roube muito mais e não vá para a cadeia”.

Enquanto as pessoas acharem justificativas para esse tipo de coisa, não iremos muito longe.

Aliás, regrediremos.

Abaixo seguem as novas regras, mas se você não tem direito, entenda: VOCÊ NÃO TEM DIREITO.

 

Novas regras para o auxílio emergencial 2021

Quem pode receber

– Trabalhadores informais (sem registro em carteira);

–  Desempregados;

– Microempreendedores individuais (MEI);

– Contribuinte individual da Previdência Social;

– Famílias com renda de até meio salário mínimo (R$ 550) por pessoa e renda mensal total (somando todos os salários da família) de até três salários mínimos (R$ 3.300);

– Para o público do Bolsa Família, vale o valor que for maior

 

Quem não pode receber

– Trabalhadores formais (com registro em carteira);

– Beneficiários da previdência, de algum programa assistencial, trabalhista ou de transferência de renda federal (exceto Bolsa Família e PIS/PASEP) ou que receba pensão por morte;

– Quem não sacou nem movimentou o auxílio emergencial  de 2020 depositado na poupança digital;

– Quem teve o auxílio emergencial de 2020 cancelado;

– Residentes médicos, multiprofissionais, beneficiários de bolsas de estudo, estagiários e similares;

– Quem teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019;

– Pessoas com menos de 18 anos – exceto mães adolescentes;

– Presidiários em regime fechado ou pessoa que tenha seu CPF vinculado ao auxílio-reclusão.

 

 

Nos vemos!

 

Participe da nossa pesquisa para a reformulação do nosso site clicando aqui.

 

{jetpack_subscription_form]

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Bom dia Patrícia! Infelizmente muitos que precisam ficarão de fora 😭

  • Bom dia Patrícia.
    Tive meu auxílio cancelado devido a um trabalho temporário de 3 meses que tive. Porém esse contrato acabou em dezembro e estou desempregado novamente desde então. Tenho direito ao novo auxílio?

    • Oi, Roseane
      Se vc está desempregada e cumpre todos os demais requisitos sim

  • Bom dia,.Patricia!
    Lembrando da máxima: “Rouba, mas faz!”
    Lembrando de quem faz escândalo na frente das câmeras pelos direitos…. que coisa baixa!!
    Se não houver temor a Deus e não ser obediente aos Seus ensinamentos, é só isso mesmo que se vê!
    E antes que alguém já meta o dedo no meu nariz, entenda que o próprio Deus já garante que “trigo e joio nascem juntos, mas são separados na colheita”.

  • Patrícia, você poderia fazer um vídeo ensinando o passo a passo de como fazer a declaração do imposto de renda 2021, qual a vantagem de ser simplificada ou completa. Penso ser algo relevante p/ canal no YouTube e seu blog.

    • Oi, Elzieny
      Penso que não vale a pena fazer a declaração por conta própria e vou explicar o motivo: é algo complexo, que todos os anos muda e que se for preenchida de modo errado pode dar muita dor de cabeça. Eu não faço a minha própria declaração, pois prefiro deixar a cargo de um profissional e ter certeza de que está tudo ok. Creio que vale muito mais a pena pagar 120 reais do que perder horas e horas (ou dias) nessa tarefa. Bjs

  • Como diziam nossas mães: “Você não é todo mundo!” Fico indignada como as pessoas são capazes de reclamar dos políticos corruptos, mas no dia a dia fazem o mesmo que eles, a corrupção não está apenas nos grandes detalhes, mas nos mínimos detalhes também.

  • Oi Patrícia,
    Fala mal do governo, faz igual ao governo, mas, estar certo e o governo está errado, o mundo está cheio de pessoas agindo desta forma. Lembrei-me de um texto sobre moralidade e psicanálise que diz:
    “Quando uma pessoa aprimora seu caráter, ela compreende o mal que resta dentro dela com clareza cada vez maior. Por outro lado, quando piora, percebe cada vez menos sua maldade”. (C.S. LEWIS)
    Que cada um possa fazer o que é certo, mesmo que muitos façam o que é errado. A colheita é individual, como disse nossa amiga Vânia: “trigo e joio nascem juntos, mas são separados na colheita”.

    Grande abraço.

  • Olá, Patrícia!

    “se você não tem direito, entenda: VOCÊ NÃO TEM DIREITO”. Simples assim.
    Que todos entendam que esse jeitinho não compensa, que é uma conduta extremamente danosa/pérfida com quem precisa e para sociedade.

  • Olá Patrícia, bom dia! É realmente motivo de indignação ter conhecimento de que algumas pessoas se beneficiam indevidamente de algo não lhes pertence e, o fazem sem a menor “cerimônia”, consideram “normal” e ainda questionam “Ah…que tem de mais? Sabe-se que todo mundo faz isso” e por aí vai… se valendo daquela máxima “lei da vantagem”. Como devemos sempre ter esperanças de que haverá um “novo amanhã”, é necessário investir na educação desde a tenra idade. Relembro um ditado popular sobre “de pequenino é que se torce o pepino”, no qual se diziam para que os pepinos se desenvolvessem melhor os agricultores tinham que retirar os “olhinhos” e assim eles passariam a adquirir um sabor mais agradável. Esse dito popular era o preferido pela minha mãe porque ela orientava que na educação dos filhos, era necessário aplicar o conceito da “técnica dos agricultores dos pepinos”, para que pudéssemos desenvolver o hábito da disciplina desde pequenos, sabendo que não deveríamos nos apropriar de pertences das outras pessoas. Abraços!

  • Oi Patrícia
    É triste ver que há muitas pessoas corruptas e a maioria acha que isso é “normal” eu sempre falo que antes de um político ser corrupto ele também é um cidadão corrupto .

  • Paty, trabalho na Instituição citada no texto e ela não compactua com pessoas que tomam atitudes de má fé. Nosso maior lema é que Ética é Inegociável. É triste mesmo pessoas que deram um jeitinho no sistema para receber. Acredito que além disso é querer continuar dependendo de um auxilio sem tentar fazer alguma coisa para sair dessa situação. Sim, muita gente precisa de ajuda e estamos aqui para ajudar, mas depender pra sempre?? Aí não tem como!! A conta jamais vai fechar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *