Em vez de inspirar seus seguidores, muitos influenciadores digitais apenas usam e abusam da bajulação para garantir sua audiência.

Inspiração X bajulação

No post de ontem (clique aqui para ler ou relembrar) falamos sobre comparação X inspiração.

Dando continuidade ao tema, vamos falar hoje sobre a inspiração X bajulação, pois este segundo item tem sido o problema de muitas pessoas.

E qual seria esse problema? Querer agradar os outros a qualquer custo!

Várias pessoas já me questionaram sobre o motivo de eu não ter mais de um milhão de inscritos no meu canal do YouTube (hoje somamos 573 mil).

E também por ter relativamente poucos seguidores no Instagram (são pouco mais de cem mil), afinal, muita gente precisa melhorar as finanças e a carreira profissional.

 

Embora eu não tenha como responder com toda a certeza os motivos das pessoas, tenho uma ideia ao ler alguns comentários do tipo:

  • Eu gasto meu dinheiro como eu quiser! Quem é você para dizer que as pessoas têm que guardar dinheiro? Nunca mais volto aqui!
  • Credo… vim buscar uma palavra de conforto num momento de dívida e ‘essa daí’ vem com a ladainha de que a gente é responsável. Eu sou responsável pelas minhas dívidas ou o responsável é o gerente do banco que me enganou? Você não sabe de nada, nunca deveu nada para saber o que é isso. Vai catar coquinho!
  • Falar é fácil, né madame? Você que nasceu riquinha vem querer ensinar a gente? Enfim, a hipocrisia!

Essa minúscula amostra dos desaforos que recebo todos os dias certamente dá uma ideia do que as pessoas querem: bajulação.

Salvo uma ou outra pessoa, a maioria não está buscando solução, mas sim, alguém que passe a mão na cabeça delas.

E assim que elas percebem em um vídeo, texto ou post que são elas que precisam parar de errar para as coisas darem certo, se frustram.

 

Encenação da bajulação

Conheço pessoalmente vários influenciadores que levam vidas totalmente opostas do que postam nas redes sociais.

Em seus perfis, eles são tolerantes, compreensivos e têm uma paciência admirável, mas na realidade, aquela pessoa não passa de um personagem.

Porém, quem está do outro lado da tela não tem a menor ideia e, desde que seu influenciador preferido fale o que ela quer ouvir, tudo bem!

Não importa se eles fazem a pessoa gastar o que não pode ou que a sua bajulação não muda a vida de ninguém, o que importa é que o que eles falam faz a pessoa se sentir bem por alguns segundos.

E em uma época onde SENTIR está acima do PENSAR, esse tipo de coisa encontra muita aderência.

O que você acha que leva uma pessoa a me chamar de “madame” e a afirmar com todas as letras que eu não sei o que é dever porque nasci “riquinha”?

Quem me conhece sabe que nada disso é verdade, mas por SENTIREM raiva de mim naquele momento, as pessoas criam a imagem de alguém que merece a raiva que elas estão sentindo.

Elas não têm a verdade, então, “criam” uma que justifique seus sentimentos.

Educar é falar a verdade e, muitas vezes, falar a verdade é dizer exatamente o que as pessoas não querem ouvir.

Falar a verdade é se arriscar a ganhar a antipatia das pessoas, é não se preocupar em ser popular.

Mas o que não é popular não atrai a maioria.

 

Escolha a boa parte (e esteja disposto a pagar o preço)

Entre inspirar e bajular existe um enorme abismo.

Bajular é fácil e nem preciso explicar o que é, como é e o retorno que traz.

Inspirar, porém, são outros quinhentos.

Enquanto a bajulação traz um retorno instantâneo, a inspiração requer tempo e constância.

A inspiração é silenciosa e só a nota quem está prestando atenção aos detalhes. Às vezes até causa inveja.

A bajulação é barulhenta, até mesmo escandalosa, qualquer um pode perceber e agrada a todos.

A inspiração faz a pessoa pensar, refletir, tomar um rumo diferente e, algumas vezes, conseguir mudar de vida.

A bajulação faz a pessoa sentir-se bem e ter a certeza de que não precisa mudar em nada, afinal ela já é o máximo!

São caminhos opostos e cada um de nós precisa escolher qual deles quer percorrer.

 

Nos vemos amanhã!

 

Especial Gênesis

Quem está acompanhando a novela Gênesis na Record TV certamente está desfrutando de momentos de inspiração!

Você assistiu o nosso bate-papo com a Rapha Castro, uma das autoras da novela Gênesis, no Clube da Leitura?

Se quiser ver (ou rever) é só preparar um cafezinho ou um refresco, escolher uma horinha calma do dia e clicar aqui.

E o capítulo de hoje está imperdível, confira a chamada abaixo!

 

 

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Concordo plenamente Patrícia, com cada palavra escrita aqui. Tenho te acompanhando a pouco tempo nas redes sociais, e tenho aprendido bastante, reciclado ideias e me inspirado nas suas dicas e orientações.
    Realmente as pessoas não gostam da verdade, elas preferem responsabilizar os outros pelos seus fracassos, é muito mais difícil reconhecer os próprios erros e assumir o controle da própria vida, do que reclamar e colocar a culpa em algo ou alguém.
    Também sou daquelas que preferem inspirar, ao invés de bajular, e portanto, não caio na popularidade dos expectadores do ambiente em que convivo. Mas enfim, isso não é o importante, o importante é saber quem somos, o quê queremos e aonde queremos chegar, e fazer a nossa parte para ajudar quem realmente quer ajuda, fazer a diferença na vida das pessoas.
    Abraços!!

  • Só a verdade que liberta mesmo, e ela dói.

    Todas pessoas que conheci e que fizeram a diferença na minha vida e que te de fato acrescentou algo de bom foram aquelas corajosas que me falaram o que eu precisava ouvir e não o que eu queria ouvir.

    Muitas vezes quando ouvi umas verdades, na hora doeu, não entendi a pessoa, julguei mal, me afastei, mas com o tempo percebi que as mesmas tinham razão.

    Mas infelizmente nem todas as pessoas gostam de ouvir a verdade, querem mesmo ser paparicadas.

    Por isso eu fujo de gente que me bajula demais, mas aquelas me desafiam a ser melhor essas eu quero por perto, eu colo nelas…kkkk

    agora me lembrei daquela live que o pessoal colocou no chat: #ColanaPati… kkkk esse dia foi demais de bom.

    Ah! a entrevista com a Raphaela Castro foi muito boa, podia ter continuação dessa live… fica a sugestão, pois ainda temos perguntas pra fazer pra ela. 😃😃😃😃.

    Grande abraço pra você Pati, que Deus te abençoe muito.

    E um abraço para Rapha também, caso ela passe por aqui e leia.

  • Boa tarde querida! As pessoas gostam de serem enganadas, é mais fácil, ñ precisam pensar. 🤗🤩😘

  • Patricia, tenho a honra, satisfação e gratidão em encontrar vc na minha busca por conhecimentos financeiros.
    Vc com mt clareza e objetividade na condução dos conteúdos q posta, mudou a minha vida, em vários aspectos, inclusive financeiro.
    Vc é uma inspiração!
    Parabéns por ser essa mulher, multiprofissional , especialista em finanças e inspiradora.

  • Muitos de nós querem apoio nas decisões erradas em vez de enfrentrar o que precisa ser mudado. Ser confrontado e aprender com isso precisa de maturidade emocional.
    Quantas vezes, como chefe, fiz observações aos comportamentos e a pessoa levava para o pessoal e em vez de se desenvolver buscava maneiras de sabotar o trabalho.
    Recebi promoções, me desenvolvi e embora não tenha agradado a todos, fui reconhecida porque todas as críticas feitas a mim me fizeram crescer à época.
    Hoje estando em outro ambiente de trabalho, uso muito do que aprendi com as críticas para não errar as mesmas coisas (porque sempre erraremos e faz parte do processo, só não vale errar a mesma coisa) e sempre procuro aprender, afinal somos pessoas em evolução contínua. Que Deus te dê sabedoria e intrepidez para continuar sendo quem você é sem se preocupar com números.

  • Olá Patrícia, boa tarde! Aqui em casa você já é bastante “conhecida” pelo meu marido e até pelos meus dois filhos adolescentes e, não é bajulação não!!! (rs…rs…). Você não pede explicação, porém considero importante te “falar” que gosto de conversar com a minha família, exatamente sobre as situações dos “altos e baixos” momentos, que podem ocorrer quando uma pessoa se expõe, seja para apresentar um produto ou serviço e, mesmo que seja para contribuir com o crescimento das pessoas, através de informações coerentes e consistentes. No caso do blog, informações sobre finanças e empreendedorismo, de forma gratuita. Acredite ou não, falo com minha família, à título de informação sobre “experiência de vida” e isso é como se fosse um “legado” para a vida deles, já que o valor de se adquirir conhecimento é inestimável, não importando a idade, na minha opinião. Outra coisa, muito importante para mim, depois que me interessei por escrever meus comentários no blog, praticamente todos os dias, leio o post, reflito, pesquiso o assunto, quando tem palavras da Bíblia, independente de religião, procuro ver se há outras passagens bíblicas que façam sentido para aprimorar o meu entendimento, procuro adequar a minha linguagem para o contexto, aproveito a oportunidade para estudar um pouco de gramática e ortografia, etc. Assim, passei a “vencer” minha timidez de me expressar, por escrito e, por enquanto, ainda não consegui gravar um vídeo com um trecho de um dos seus livros para o “nosso” Clube da Leitura, no qual a minha família também participa, ainda que indiretamente. Então, por conta de buscar informações sobre finanças no YouTube, “achei” a Patrícia Lages, busquei me “aproximar” através das visitas diárias ao blog Bolsa Blindada, passei a me perceber melhor no aspecto pessoal e profissional também. Adquiri alguns dos seus livros, conheci um pouco mais dos seus relatos e “vi a minha imagem” em alguns deles. Sou grata pelas informações, desafios e partilhas. Algumas vezes digo para minha família que “quando crescer, quero ser igual à Patrícia Lages”, sem bajulação e sim, por inspiração! Obrigada. Abraços!

    • Quando a gente se propõe a vencer as próprias limitações vira inspiração e vc terá uma grata surpresa amanhã aqui no blog! 😀

  • Aprendi que temos que ter cuidado com os bajuladores, geralmente, se aproximam com interesse em algo e usam a bajulação como ferramenta de aproximação.

  • Eu prefiro ficar com alguns “tapas na cara” que você me dá de vez em quando com seus conteúdos, seja no blog, Insta, YouTube ou livros. Rs…Rs.

    Depois que te conheci, aprendi a lidar e a valorizar meu dinheiro. A partir do mês que vem, já não tenho nunhuma dívida e para mim foi uma surpresa maravilhosa! Foi o resultado de pequenos ajustes e práticas diárias relacionado ao dinheiro e outros aspectos da vida. Minhas contas estão equilibradas!

    Mas aprender nunca é de mais e sempre tenho o que melhorar!

    Obrigada! 🥰

    • Parabéns, Alessandra
      Estar sem dívidas é se livrar de um peso enorme. Agora você vai voar muito mais alto!

  • Eu só tenho a agradecer, tudo mesmo que vc posta, tem me ajudado muito. Infelizmente quem tem os olhos de Caim não enxerga como Abel, rsrsrsrs
    Bjs

  • Não se preocupe com esses comentários maldosos e mentirosos. Foque nos que gostam do seu trabalho e percebem a excelente profissional que você é, Patrícia. Eu amo ler os diversos assuntos no seu blog e ouvir seus vídeos, me ajuda muito. A responsabilidade sempre é minha, eu sempre posso escolher a cada momento. Obrigada!! Sucesso.

  • Todos os dias aguardo pelo teu post. Imaginando o que vem hoje?
    Eu gostaria de sugerir um assunto.
    A diferença entre comemorar x celebrar.
    Obrigada.

    • Nunca pensei a respeito, fiquei curiosa agora para levantar a análise dessa diferença, obrigada!

  • Nossa! Fiquei abismada com os comentários Haters que você mencionou no começo do post! Realmente as pessoas não estão preparadas para ouvir a verdade e não conhecem a sua história… Estou lendo o Bolsa Blindada 2 e fiquei bem surpresa com a parte que conta sobre quando o teto da sua casa caiu! Muito legal compartilhar esse lado difícil da vida com nós leitores 🙂 Passei por algo parecido a muitos anos atrás. Morávamos de aluguel e a cozinha era de estuque (acho que a casa inteira era). Chegou um belo dia que cedeu! Não foi o teto todo mas boa parte dele. Não tinha ninguém em casa na hora da queda. Lembro que meu pai pagou alguém para arrumar e o dono da casa não queria descontar do aluguel o concerto! Obrigada por tudo 🙂

  • Boa tarde Paty!!!
    Na minha vida vc se tornou inspiração, tenha essa certeza.
    Um enorme beijo!!

  • Nossa Pati, fico muito triste ao saber que as pessoas fazem esse tipo de comentário ao seu respeito, mas sei que isso não te atinge, muito pelo contrario, te da mais folego para prosseguir e mostra que você está no caminho certo! Bem, para mim você é uma pessoa muito especial, tem me ajudado bastante, uma referencia para mim! Continue assim! Continue subindo, decolando e voando! Porque Deus é contigo minha linda! Obrigada por se deixar ser usada por Ele para ajudar milhares de pessoas! Bjs ah e isso não é bajulação não rs

  • Tenho aprendido muito com você, desde que a conheci no site do Serasa. Não perco nenhum dos artigos! Ajuda a pensar com mais lógica e, por quê não, a se inspirar! Gratidão por compartilhar!

  • Minha inspiração de 2020 foi ter conhecido Patrícia, e não quero largar essa minha inspiração por nada.
    Aprendo todos os dias!! Beijos 😘

  • Ah! Patrícia, foi muito engraçado quando comecei a ler os seus livros, pensei, ela estar dizendo que tudo isso é culpa minha? Como pode? Mas foi a verdade que me fez chegar onde estou, quando você falou sobre comprar coisas desnecessárias, pensei logo, vige, ela estar dizendo que sou estragada e gastona, parecia que você estava olhando para mim e dizendo tudo isso hahahaha.
    Nem todos influenciadores são sinceros, eles sempre passam a mão para não perder o seguidor, buscam números, e ensina algo que não funciona porque só mostra o lado fácil, a pessoa passa a vida tentando, tentando e não sabe porque não conseguiu. A internet estar cheia de pessoas assim, que mostra o caminho das pedras e não ensina como passar por elas. Admiro muito você pela sua simplicidade, te acompanho desde março 2020. Comecei a seguir você e outros, mas por incrível que pareça com o tempo a gente vai conhecendo as pessoas mesmo distante, as palavras e os gestos mostra aos poucos a personalidade de cada um, hoje, de todos que seguir só estou acompanhando dois, pois, descobrir quem eram de verdade e vale a pena me inspirar, o resto deletei.

    Grande abraço.

  • Temos visto muita beleza e promessas nas redes sociais, mas, pouca coisa se aproveita. Precisamos filtrar, por isso, escolhi vc com conteúdo de qualidade.
    Os incomodados com seus números de seguidores esqueceram de lhe elogiar pelos milhões de telespectadores do JR Dinheiro. Parabéns!

  • Boa noite Patrícia!
    Um tantão de bajulador aqui. haha.
    Você é pura inspiração.
    Meu marido já acompanha seu insta e até comentário aqui no blog já postou.
    Tive um professor na faculdade que a maioria não gostava dele. Rapidamente entendi o porque: não era bajulador e a meu ver um dos melhores professores que tive.
    Sua matéria: projetos.
    Eu sei que tive muitos admiradores nas empresas que trabalhei, mas também muitos me odiavam. Sempre fui muito transparente, verdadeira e detestava bajulador.
    Mudando de pato para ganso.
    Assisti hj o primeiro capítulo de Genesis, assinei o play plus como vc falou, mas tenho que usar um VPN e trava bastante, mas logo resolvo.
    Ontem e hoje fiz uma pausa no trabalho das 18h30 as 19h30 para assistir pela TV e a surpresa: quando foi 22h30 meu marido me chamou para dizer que estava passando novamente e era outro capítulo.
    Ao final estou maratonando.
    É realmente fantástica. Estávamos precisando mesmo de bom conteúdo.
    Ainda mais agora que aqui na Galícia estamos até dia 17/02 presos novamente. Cada um na sua cidade.
    Fé em Deus e pé na tábua.
    Beijos querida.

    • Essa coisa de “prende e solta” está realmente atingindo um nível que ninguém aguenta mais… Mas nós vamos em frente de qualquer forma! Bjs

  • Comentei no post anterior sobre comparações e perder a nossa referência. Hoje, os números estão tão gigantes que esquecemos de ver que no insta você tem 2 estádios te seguindo e no youtube são 10 estádios. Gente pra caramba pra um conteúdo de alta qualidade que manda a real sem frescuras. Infelizmente, a maioria quer o ouro dos tolos.

    • Sim, é muita gente e se não nos mantivermos focadas, facilmente é possível se deixar levar pelo que é mais fácil e, digamos, menos “criticável”.

  • as pessoas falam que preferem o tapa da verdade do que o beijo da mentira, mas na prática vemos exatamente o contrário!!! pessoal adora alguém que passa pano pro seus erros e acham outros culpados além deles mesmos…
    Continue inspirando Patricia! 🙂

  • Patricia… vc está absolutamente certa… as pessoas não querem admitir que tudo que lhes acontece, quer seja bom ou ruim, é culpa delas mesmas… todos nós plantamos e colhemos. Tive oportunidade de ler 2 livros seus e vi o quanto tudo de ruim que te aconteceu serviu pra aprender e amadurecer, e é por isso que hoje vc vem com essa paciência e simpatia nos transmitir seus ensinamentos. Sou grata a vc!! Deus abençoe sua caminhada neste mundo!! Abraços.

    • Agradeço cada um dos problemas que tivemos de enfrentar! rs….rs…

  • Olá, Patrícia!
    Concordo com você. Eu mesma, vez ou outra, me faço aparecer nos cenários, mesmo não sendo necessário.
    Admiro você, isso é fato e nem escondo de ninguém, mesmo porque , as muitas falhas minhas algumas vezes me lembram você… eu fico com raiva de mim, óbvio. Afinal, você mostra o caminho, mas eu nem sempre avanço.
    Lembra do desafio que eu chamava de “poupancinha” e semanalmente passava no banco para depositar meu dinheirinho? Foram 2 anos de muito empenho…. que logo no começo já passou a ser tão bom que eu nem chamava desafio! E deu certo!
    Agora, o Planner….. fiquei toda animadinha, mas confesso que foi só!
    Cadê tempo para prestar atenção? Cadê que eu raramente pratico suas dicas? Claro, que, sem querer ser a vilã da história por completo, muitas delas já fazem parte da minha vida e eu sou grata a você!
    Assim, eu não precisaria fazer a maior produção (vídeo abrindo o pacote, blá, blá, blá). Uma mensagem simples já seria suficiente! Eu conheço um pouquinho de você e o quanto marcou a minha vida há alguns anos que praticamente “caminhou de mãos dadas comigo”, lembra?
    Putz…. que lição boa você me deu! Muito obrigada mais uma vez!
    Beijos

    • Eu creio que ambas crescemos muito desde que nos conhecemos e sempre teremos um caminho mais longo pela frente do que aquele que já caminhamos. Mas é assim que seguimos avançando!! Obrigada pelo carinho de sempre.

  • A verdade sempre dói, mas naqueles que estão dispostos à obedecer é libertadora! como a própria palavra de Deus diz: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. João 8:32
    Que Deus continue te usando para levar a verdade e a orientação para aqueles que estão perdidos em meio às dívidas e fracassos; e nos conduzindo para o caminho seguro e tranquilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *