Mais uma vez o brasileiro mostra o quão desinformado é e como opina sobre coisas que não tem a menor ideia. Esse é o triste tema de hoje, confira.

Incêndio no Museu Nacional

Sinto uma enorme vergonha pelo ocorrido e pela posição oportunista de muitas pessoas sobre o incêndio.

É triste ver como muitos políticos tomam posições de acusação enquanto eles mesmos não fizeram nada para evitar a tragédia.

O Museu Nacional vem sofrendo um drástico corte de verba desde 2013, quando o PT estava no poder, mas agora a mídia de esquerda diz que a culpa é de Temer.

Por outro lado, Temer se limita a dizer que foi uma “perda incalculável” (não diga!).

Já o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, disse ter sido uma “imensa tragédia” (não diga 2!) e acrescentou que:

 

Certamente a tragédia poderia ter sido evitada. O MinC está de luto. A cultura está de luto. O Brasil está de luto. É vital refazer o Museu Nacional, revendo também seu modelo de gestão.

 

E veja o que diz o Ministério da Educação (MEC):

 

O MEC “não medirá esforços para auxiliar a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) no que for necessário para a recuperação desse nosso patrimônio histórico”.

 

Vão tomar providências agora?

Não vão medir esforços agora?

Agora vão gastar rios (ou oceanos) de dinheiro para recuperar o irrecuperável?

E o que dizer dos oportunistas que estão massacrando o prefeito Marcelo Crivella?

Apontam Crivella como culpado por um museu que nem sequer é de responsabilidade da prefeitura…

Vergonha. Não há palavra melhor para definir.

Vergonha de um povo que não valoriza a sua história, mas aproveita qualquer coisa para culpar os outros, conforme o que lhes convêm.

Vergonha de pessoas que compartilham opiniões furadas sem verificar as fontes.

Vergonha de saber que pouquíssimos brasileiros visitam museus, mas agora fingem tristeza por um lugar que muitos nem sabiam que existia.

Enfim, vergonha…

Sejamos mais inteligentes

Ontem publiquei um texto na minha coluna do R7 com o resultado de uma pesquisa nacional sobre o aprendizado no Brasil.

Veja que triste título tive de colocar:

 

Só 1,6% dos alunos têm aprendizado adequado em português

 

Para ler, clique aqui.

 

Um país onde os jovens do ensino médio não se interessam nem pela própria língua quer opinar sobre quem é responsável pela história do Brasil?

Um país onde 1 milhão e 400 mil alunos fazem um teste de português e apenas 20 mil tiram nota acima de 7?

É um número absurdo!

Repito: de 1 milhão e 400 mil apenas 20 mil tiveram nota acima de 7 em uma avaliação sobre o idioma que falam desde que nasceram!

Chega a ser inacreditável…

Vivemos em um país onde os governos (todos) fazem o mínimo gastando o máximo e a população ainda vai lá e depreda.

Um país de pessoas que acham que estudar é chato e que livros são caros (em média R$ 40,31).

Um país em que a maioria não sabe nem sequer escrever em sua própria língua quer ir às redes sociais dar solução para tudo e apontar culpados.

Esse post não é bem-humorado como de costume porque não dá para ter bom-humor diante desses acontecimentos.

Desculpe se alguém se sente ofendido, mas essa é a realidade.

Estudei a vida toda em escola pública por falta de condições financeiras, mas isso nunca foi desculpa para não aprender…

Há aulas de Língua Portuguesa aos montes, disponibilizadas gratuitamente na internet, mas quem quer investir tempo em aprender?

E já que querem saber quem é o culpado, o professor Eduardo Bueno esclarece no vídeo abaixo.

É um dia de vergonha muito mais pela situação do nosso povo do que pelo museu em si.

Triste demais.

Nos vemos.

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Patrícia eu gostei muito do seu post! Eu sou museóloga, eu estudei e trabalhei no Museu Nacional durante a graduação e após. Eu convivi naquele ambiente, amei demais tudo o que aprendi lá. Você falou tudo o que eu estou sentindo. Vou compartilhar seu post no meu perfil do Facebook. Obrigada!

  • Sim, muito triste. 😞 E eu me sinto exatamente como o Eduardo Bueno classificou: culpada. Não dá pra fingir que não é com a gente. Triste.

  • Excelente postagem. Infelizmente agora todo mundo quer fama, quer ser o defensor da cultura quando quase ninguém se importa com a cultura nesse país. Políticos preocupados com o que aconteceu? Se nem se preocupam com a educação do brasileiro vão se preocupar com museu? Palhaçada! Quantos brasileiros procuram aprender língua estrangeira quando nem sabem escrever direito o português… e ainda querem aprender outro idioma? Pessoas de “luto” pela tragédia? Quantas delas leram ummmmmm livro no último ano? Povo que cola a bunda na cadeira para ver putaria na tv e se acham donos da razão na hora de opinar sobre cultura e que ainda criticam e dão risada de quem troca a tv por um livro. Infelizmente as coisas ruins que estão acontecendo no nosso país refletem o comportamento da maioria (não todos) brasileiros.

  • Estamos há décadas destruindo tudo que combate a ignorância. Batemos em professores. Criticamos exposição que não visitamos. Demonizamos livros que não são lidos. Concluímos sobre problemas que nunca vivenciamos, como o da escola pública. Choramos por museus nunca visitados. Hipocrisia é um dos nossos nomes.

  • Patrícia concordo plenamente com você, vivemos em País onde muitos dizem que estudar é chato, onde ler livros é chato, mas não é chato ficar horas e horas na frente do computador vendo vídeos que não acrescenta nada, que trás nada de aprendizado.

  • Vc disse tudo Paty! Muito triste essa realidade no Brasil, infelizmente a base de uma sociedade bem estruturada é a EDUCAÇÃO! Esse é o caminho para o país se tornar uma grande potência! Mas enquanto os brasileiros não enxergam isso, infelizmente a tendência é ir de mal a pior! Não querendo ser pessimista, mas como vc disse em outros posts, as pessoas acham caro um livro, mais uma calça jeans de marca ou um iPhone elas não medem esforços pra comprar! Todo mundo quer dar opiniões mais ninguém está disposto a fazer a sua parte!

  • Realmente lamentável!! Não adianta chorar pelo leite derramado, é tarde demais para recuperar o irrecuperável!!
    Mais lamentável ainda é ver rios de dinheiros para artistas através da Lei Rouanet e uma ninharia para manter os museus!
    Se não cobrarmos o poder público, o Museu do Ipiranga pode ter o mesmo destino, está em ruínas, nem passear pelo jardins as pessoas podem mais!!

    • Talvez estejam esperando cair para gastar dez vezes mais para reerguer…

  • Realmente, eu comentei hoje à tarde que nos dias atuais ainda sinto grande pesar pelo incêndio ocorrido na Biblioteca de Alexandria e o Museu Nacional…lamentável, pelo descaso dos responsáveis. Pelos comentários nas redes sociais, você pode mensurar a ignorância do povo, não sabe interpretar texto e essas pessoas querem ser doutores em todos os assuntos!

  • Perfeito Patrícia!!
    Um país que apaga seu passado, sua cultura, como terá um futuro?
    Bjs,
    Adimara

  • Patrícia, minha amiga, bom dia!
    A sua angústia também é minha (e às vezes, confesso, também faço parte desse pobre coro que lamenta tendo certeza que só os outros é que erram).
    Lamentei, sim, pelo ocorrido, mas impossível não ter certeza que é oportunismo!
    Encerro por aqui porque falar mais seria como “encher linguiça”
    Beijo, obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *