Há quem diga que não existe local de trabalho sem fofoca e que é impossível evitar. Mas será que você precisa mesmo fazer parte disso? Esse é o assunto de hoje!

Fofoca no local de trabalho

Todo mundo sabe que para conquistar grandes coisas e ser bem-sucedido é preciso vencer muitas lutas.

Quem acha que pessoas de sucesso chegaram lá por sorte, engana-se!

Ainda que alguém venha herdar muito dinheiro, uma empresa já montada e tenha recebido um ótimo estudo, terá de enfrentar lutas.

Aliás, a primeira delas será provar que tem capacidade e não é apenas um herdeiro.

Nós, mulheres, passamos por essa questão de provar nossa capacidade o tempo todo.

Eu, por exemplo, que comecei a trabalhar bem cedo e logo me destaquei, tinha de ficar provando minha capacidade a todo momento.

Tive de ouvir, inclusive, que devia ter um caso com algum dos chefes…

O mais triste disso é que quem levantava essas ideias malucas não eram os homens, mas sim, as próprias mulheres!

“Colegas” de trabalho invejosas que se achavam no direito de estarem no meu lugar apenas porque eram mais velhas de casa ou tinham mais idade.

Pessoas que, em vez de fazerem seu próprio caminho, trabalhavam para desfazer o dos outros.

Elas, assim como muita gente, escolheram lutar a batalha errada.

E, por mais incrível que possa parecer, isso é muito comum nas empresas.

Há muito mais pessoas interessadas em beneficiarem a si mesmas do que trabalhar de fato.

Em lugar de estarem investindo tempo e energia em crescer na carreira do jeito certo, ou seja, trabalhando, elas preferem fazer fofoca e prejudicar os outros.

Há pessoas que almejam uma promoção esperando que a pessoa acima delas fracasse e não por méritos próprios.

Como eu disse:

Elas escolherem lutar a batalha errada!

Afinal, “passar a perna” em alguém dá trabalho…

Quantas vezes já vi pessoas passando a maior parte do tempo de trabalho fazendo intrigas…

Além de ser um comportamento absolutamente inapropriado, a pessoa ainda rouba a empresa!

Sim, rouba, pois ela está sendo paga para trabalhar, mas, em vez disso, perde tempo fazendo qualquer outra coisa, menos trabalhando…

Se no local onde você trabalha há pessoas que vivem de fazer intrigas, que fofocam da vida de todo mundo e torcem pelo fracasso dos outros, fuja delas!

Se você pensa que estará livre das fofocas e intrigas fazendo amizade com esse tipo de gente é melhor mudar de ideia. 

Afaste-se delas o quanto antes.

Você não foi contratada para derrubar os outros, mas sim, para crescer por seus próprios méritos.

Aliar-se a pessoas fofoqueiras e que não têm compromisso nenhum com a ética não é uma boa estratégia.

Aliás, a melhor estratégia para se crescer na vida é fazer o que deve ser feito.

Pense: para que você foi contratada?

Se você está cumprindo só com as suas obrigações, provavelmente vai continuar onde está.

Se está fazendo além das suas obrigações, tem muito mais chances de crescer.

E se está fazendo qualquer outra coisa que ludibrie seus superiores ou prejudique alguém, cedo ou tarde colherá o que plantou.

A colheita de quem planta más sementes pode parecer mais próspera, mas lembre-se:

Cada pessoa colhe aquilo que ela mesma plantou.

Essa é uma lei fixa e, cedo ou tarde, se cumpre.

Cabe a cada uma de nós escolhermos muito bem que tipo de fruto queremos colher e plantarmos as sementes adequadas.

Nos vemos no próximo post!

Jornalista, especialista em finanças, autora de 5 best-selleres, colaboradora dos programas Mulheres (TV Gazeta) e Escola do Amor (Record TV). Colunista do portal R7 e youtuber.

  • Nossa adoro seus posts fala comigo sempre. Escreve um post falando d quando a vida não nos dá o que queremos como por exemplo quando a vida nos obriga a trabalhar num lugar que não gostamos mas precisamos.

    • Já vou dizer agora mesmo: a vida não dá nada. Nós é que temos de conquistar!

  • Bacana o post Pati! O q vc acha sobre a gente ficar falando para os superiores, ou até para quem está perto, o q estamos fazendo, pra mostrar trabalho, tanto pra não pensarem q não estamos trabalhando tanto para q eles vejam a nossa dedicação.
    Lembro q trabalhei em uma editora, e eu estava no MEU facebook, pq era onde eu tinha o contato de uma pessoa q poderia ser uma futura cliente da editora, por isso eu estava falando com ela e querendo mandar uma amostra grátis. Aí a dona da editora chegou e falou tipo assim, nós aqui trabalhando e vc no facebook! Fica feio pra mim, no meio de todo mundo e aos olhos da própria dona, mas EU sabia q estava trabalhando…..
    Como vc acha q deve ser o nosso comportamento sobre ficar falando, mostrando trabalho? Bjos!!

    • Trabalho bem feito não precisa ser mostrado, autopromoção não é uma coisa da qual eu gosto. Os seus superiores vão ver o trabalho feito e acabarão sabendo quem fez. No caso que vc citou sobre o Facebook, bastava dizer o que estava fazendo para esclarecer e não aparecer. Beijos!

  • Nossa, Pati, o que mais odeio é justamente isso – fofoca. Dentro ou fora do trabalho. Torna o ambiente tão ruim… Normalmente, quando alguém fala de outros para mim, eu faço entrar por um ouvido e sair pelo outro, não faço nenhum comentário que contribua com a situação e deixo de lado. Nem sempre conseguimos evitar o escutar. Mas, o propagar, com certeza temos total condição para isso! “Crivo da Razão” em atividade! Bjos! 🙂

  • É infelizmente acontece muito isso nos ambientes de trabalho,é triste mais é real.

  • Infelizmente quando eu era mais nova eu era o tipo de pessoa que gostava de ficar nas rodinhas de fofocas, não só ouvindo como também ajudando a proliferar a fofoca passando para frente as coisas que eu ouvia! Até que um dia isso se voltou contra mim mesma e eu senti na pele o que é ser vítima de fofoca. Foi a pior coisa que me aconteceu, Eu me vi de braços atados sem nem poder me justificar ou me defender, porém, ao mesmo tempo essa foi a MELHOR COISA que poderia ter me acontecido, porque a partir dai, sentindo tudo na própria pele me ajudou a enxergar o meu erro tão grande que eu estava cometendo e achava que era NORMAL. Hoje sou uma pessoa totalmente mudada a respeito disso, e quando se aproxima alguém perto de mim já querendo fazer fofoca eu desconfio na hora, já fico atenta com aquela pessoa porque se está falando de alguém pra mim, com certeza amanhã estará falando de mim para alguém, então procuro me afastar! Hoje eu ODEIO fofoca e faço de tudo pra me manter afastada disso e graças a Deus isso só tem trago benefícios na minha vida! O tempo que eu tinha pra me preocupar com a vida dos outros hoje eu invisto em mim mesma e eu só tenho colhido frutos bons na minha vida! Me concentrei nos estudos e hoje falo dois idiomas além do Português! As vezes a gente só precisa mudar o foco das nossas atitudes para não se preocupar com a vida dos outros e passar a investir em nós mesmos!

    • Obrigada por compartilhar sua história. Tenho uma bem parecida e acho que valerá a pena contar aqui em algum post! 😀

  • Que Deus te abençoe muito, porque o bem que a gente planta também colhe!! E um dia você Há de vir fazer palestra em Paris, então treina já o francês 😉… Infelizmente aqui o ambiente de trabalho é tão fofoqueiro quanto em qualquer outro lugar e como sempre principalmente entre mulheres…

    P. S. – você escreveu “colherá o que planou” Beijos

    • Adoraria palestrar em Paris, meu meu francês é quase inexistente a esta altura!!
      Corrigida a falta do “t”, obrigada! Bjs

  • Só verdades…e até obviedades, mas é incrível como essa lição não é tão simples para as pessoas! Post muito esclarecedor. Obrigada pelas lições valiosas de sempre 🙂

  • Paty, ótimo assunto abordado hoje. As vezes perdemos o foco e acabamos nos envolvendo em assuntos que não nos desrrespeitam, com isso atrasamos o nosso crescimento profissional. Mas também já estive do outro lado da moeda, onde me sentia muito mal com críticas e rejeição das colegas. Faz parte enfrentarmos difículdade em busca de nossos objetivos 😘😘😘 .

  • Paty no meu trabalho eh assim mesmo as pessoas querem crescer fofocando uma das outras às vezes fico numa sinuca de bico pq, chega uma comigo falando mal da colega aí dps venha a outra e faz a mesma coisa e elas querem que eu faça parte, me faço de surda mas me encomoda bastante.
    Não aguento mas isso tem hora que vou expludir.
    Me ajude
    Bjs
    Marta
    Manaus -AM

    • Quando alguém vier fofocar, diga que escolhe ficar fora. Não se envolva, não ouça.

  • Bom dia!
    Ontem conversei com a minha filha sobre isso. Quando termina o expediente no trabalho, pego carona no carro de uma das colegas do Setor. No percurso, é uma falação, uma fofoca sem fim. Sempre tem uma vítima e isso me incomoda.
    E foi como a minha filha disse; “mãe assim como elas falam das outras, vão falar da senhora também.

  • Comigo já era diferente ,como eu sempre fui muito calada ,e sistemática ,as pessoas não faziam fofoca perto de mim ,eu sempre cortava ,não dava nem tempo de vir falar bobeira perto de mim. Quando começava com conversa torta eu já fazia aquela cara. O pior e que a grande maioria das vezes são as mulheres que fazem isso e muito feio são conversas de todo tipo ,desde corpo de opção sexual ,do que a pessoa faz na intimidade com o parceiro chega dar nojo, quando eu chego perto elas param na hora .Graças a Deus .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *