“Estou cheia de dívidas, o que pago primeiro?”

Se esse é o seu caso – ou de alguém que você conhece – não deixe de conferir o post de hoje com um vídeo explicando como sair das dívidas, mesmo que sejam muitas!

Assista ao vídeo e tome nota das dicas para não deixar mais os juros levarem todo o seu dinheiro!

Gostou desse vídeo? Então inscreva-se no meu canal e confira mais de 80 vídeos com dicas sobre finanças e faça valer o seu dinheiro!

Para inscrever-se, clique aqui.

Este vídeo te ajudou? Que tal compartilhar com seus amigos que estão precisando de uma ajuda na vida financeira? 😀

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • michele ap diz:

    Pelo amor de Deus,me ajude,ja li e reli seus livros.Quanto mais calculo e recalculo as dividas mais sou cobrada pelos bancos,nao sei mais o que fazer!Hoje mesmo vim chorando por alem de ter transferido minha conta a outro banco desconhecido para amenizar as cobranças,sai sem nenhum centavo ate para pagar contas basicas…É marido cobrando,pois esta desempregado,é bancos…estou desesperada…

    • Patrícia Lages diz:

      Olá, Michelle. Entendo a sua situação, sei bem o que é isso. Você precisa em primeiro lugar ter foco. Não basta ler os livros, mas é preciso colocar as dicas em prática. Veja que em nenhum momento os livros orientam a “abrir uma conta em banco desconhecido para amenizar as cobranças”… Vc deve seguir o que está escrito: fazer seu orçamento, renegociar as dívidas e começar a pagar. Pelo que entendi vc tem o Bolsa Blindada 1 e 2, certo? Se é isso, coloque tudo em prática, pois nada do que eu disser em um e-mail será mais completo do que as quase 500 páginas dos livros. Coloque a cabeça no lugar, não dê ouvidos ao desespero e mantenha o foco. Vc vai conseguir!

  • michele ap diz:

    alem de ter 2 filhos,uma bebe…nao sei mais o que fazer?!?

  • Laura - Portimão diz:

    Oi Michele!!

    Não se renda a pressao que o banco faz,
    é normal, eles têm que fazer o papel deles cobrar!

    eu já estive muito endividada também é enrolada com cheques, cartao de crédito enfim….

    tive que pagar uma coisa de cada vez, pois sou assalariada e não ganhava muito.

    e pouco a pouco consegui, levou 1 ano mas consegui.

    foram cobrancas atrás de cobranças, mas sempre fui dando uma justificativa ao banco, pois houve meses que não consegui pagar, pois surgiram imprevistos, mas não desisti da minha meta.

    e voce vai conseguir também amiga.

    eu também li o 2 livros da Patricia, e fiz o que foi orientado.

    o que me ajudou muito também foi começar a fazer uma planilha, eu nao tinha esse habito, mas com isso consegui detectar onde eu estava gastando dinheiro a toa, nesse tempo também nao comprei roupa pra mim, pois eu gastava sem necessidade, restaurantes cortei, passei a comer em casa, salao de beleza comecei eu mesma a tratar do meu cabelo e unhas, enfim e o dinheiro vai aparecendo.

    minha conta de telefone que antes pagava 25,00 euros, pedi para alterar meu tarifario, hoje pago 13,00.

    então são em pequenas coisas que voce pode rever seu orçamento, tem que parar, analisar e voce vai descobrir onde pode cortar gastos desnecessarios.

    um abraço

  • sche diz:

    Oi Patricia!

    Tenho uma dúvida: Tinha (e tenho…) uma dívida grande com o banco (limite de conta e dois cartões de credito estourados!!) no valor de R$ 16.000,00 da qual fiz a renegociação para pagar. Acontece que das opções de pagamento que eles propuseram eu aceitei a mais longa (mesmo sendo em 48X), que era a que o valor da parcela cabia dentro do que ganho (mais de 50% do meu salario). O problema é que no final serão quase 4X o valor original da minha dívida…
    A pergunta é: existe alguma outra opção pra sair dessa renegociação sendo que já paguei 10 parcelas (quase o valor original da dívida!)? Ou nesse caso, sendo que aceitei a renegociação e já estou pagamento há alguns meses, preciso permanecer até quitar?

    Um abraço e obrigada!

    • Patrícia Lages diz:

      No seu caso, como já existe um contrato firmado, seria melhor consultar um advogado para que ele analise os termos ou até mesmo o Procon para ver o que é possível fazer.

  • Patricia Alves diz:

    Boa noite, Patricia.
    Prexisa muito pagar meu fies e sair da lista do serás e spc por conta disso. Nao consigo resolver essa questao e muita gente está na mesma situação. O site do fies está com erro há muito tempo. A própria atendente relata isso, porém ninguém tem acesso a reparar esse erro p gerar o calculo e o parcelamento.
    Nao sei mais a quem recorrer. A divida com o fies refere-se ao governo e nao ao banco. Mas esse problema do site q está a mais de 1 ano me inviabiliza de acertar essa dívida.
    Se possível, e se souber onde devo recorrer, ficaria imensamente grata.
    Desde ja agradeço Patrícia

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Patricia. Essa atendente que vc cita que relatou o problema do site não pode lhe informar onde recorrer?

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: