Nadar contra a maré é muito mais cansativo do que se deixar levar por ela, porém, nos dias de hoje, é preciso andar na contramão.

É preciso andar na contramão

Escrever todos os dias na época atual sem se deixar levar pelas “bandeiras” levantadas pela sociedade já é um desafio por si só. Pode acreditar…

Há muitos anos o mundo tem considerado o errado certo e o certo errado, mas ultimamente parece que o relógio da inversão de valores apertou o passo.

Chega a ser assustador ver o quanto as pessoas têm desprezado o que é bom e justificado o mal que praticam.

 

É claro que o mal sempre existiu, mas há uma diferença:

Antes as pessoas sabiam que estavam erradas, mas agora, já não têm esse discernimento.

Fiquei perplexa ao conversar com uma jovem de vinte e poucos anos que simplesmente não conseguia entender porquê mentir é errado.

  • “Mas como assim, Patricia? Se eu não mentir no trabalho, vou perder o emprego. Não tem como isso ser errado!”
  • “E quanto à pessoa a quem você mente? Ela está sendo enganada, isso é certo?”
  • “Ué… eu só estou ganhando o meu!”
  • “Você ganha o seu enquanto leva os outros a perderem o que é deles. Isso é certo para você?”
  • “Se eu fosse rica eu não faria isso, mas eu sou pobre e tenho conta pra pagar!”
  • “A pessoa do outro lado também tem conta e também não é rica. E aí?”
  • “E aí, nada! Para mim não ‘pega’ nada. E se não pega nada, tudo bem…”

 

Pega a contramão, o melhor caminho

Ter disciplina nos dias de hoje não é apenas em relação à nossa rotina, à nossa produtividade ou coisas do tipo.

Mas o maior de todos os desafios é manter a disciplina de uma mente sã, como já falamos por aqui em outras ocasiões.

Blinde a sua mente, não se deixe levar por essas ondas de valores inversos e continue a nadar contra a maré.

Vai ser cansativo, vai ser solitário, mas vai ser o melhor.

Nos vemos!

 

Confira o post anterior clicando aqui.

 

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • O Itaú demitiu 50 funcionários que solicitaram o auxílio emergencial. Disseram que a empresa têm seus princípios éticos e que os funcionários também precisam tê-los dentro e fora da empresa. Bingo!

    • Achei excelente e acredito que o governo deveria igualmente exonerar os funcionários públicos que tb receberam!

  • Tô passada!!! Depois essa mesma pessoa deve reclamar que as pessoas não são solidárias, não tem empatia, ninguém a ajuda quando precisa…

  • Infelizmente a cada dia que passa a maldade vem aumentado e um dia essa conta vai chegar a pergunta que fica é quem de fato vai suportar toda as várias consequências que essa maldade toda vai trazer para si mesmo, porque quem planta hoje misericórdia, fidelidade, amor ao próximo no dia de amanhã vai colher as mesmas coisas , agora o que plantar hoje a maldade no dia de amanhã vai colher os seus ” frutos “

  • Bom dia querida! Nadar na contramão é levar a fama de sincera demais, certinha demais, chatinha demais etc…mas vamos que vamos… 🤗🤗

  • Bom dia!

    De fato parece haver até um “recrutamento” invisível na mente de grande parte das pessoas, sobretudo mais jovens, fazendo com que se acione um alarme que ligue um alerta, para que todas as vezes que se tiver que seguir regras de boa conduta, eles venham a engatar a marcha em sentido contrário. Como se cumprir regras fosse a coisa mais absurda a se fazer.

    Tive uma experiência nesse sentido quando “inventei” de estudar idiomas em cursos oferecidos por uma universidade federal. Para início de conversa, era a única “quarentona” rsrsrsrsrsrssr em turmas de jovens, quase todos com idade para serem meus filhos, inclusive os professores (em sua maioria estagiários de cursos de graduação).

    Além de ser vista como um ser de outro planeta habitando o pedaço deles, se mostravam contra, me “fuzilando” com seus olhares ou discordando verbalmente, quando eu fazia qualquer questionamento, alguns dos quais poderiam até ser benéficos a eles próprios, por acharem que deveriam estar sempre do lado do professor e entenderem que assim teriam seus interesses atendidos sempre que precisassem se beneficiar de uma situação.

  • Bom dia Patrícia, tenho acompanhado todos os post, porém o de hoje é a nossa grande realidade, tem horas que fico me perguntando o que estou fazendo aqui , por que só aparece golpista, malandros etc. Outro dia foi vender um carro de uma amiga e eu fiquei em Pânico, não apareceu nenhuma pessoa honesta que realmente precisão de um carro bom e novo. Só apareceu golpista , então eu falei com a minha amiga , não como agente vender esse carro , temos que vender para alguém que seja amigo nosso. Por que com anúncio só aparece ladrões e golpistas. Patrícia é uma triste realidade. As pessoas perderam os valores de viver bem em sociedade. Mas parabéns pelo que você tem feito diariamente. Bom dia. Eduardo

  • Bom dia, Patrícia!
    Perplexa com esse diálogo!!! A que ponto chegamos com essa crise ética e moral.
    Que sociedade é essa que estamos construindo?!!

  • Bom dia Patrícia…
    “pra mim não pega nada” é o que mais se ouve por aí,é o egoísmo,o achismo e tudo mais…afff!
    Mudando de assunto:
    Parabéns a todas pelo dia de hoje!
    Parabéns porque Deus disse que somos preciosas para Ele!
    Obrigada Patrícia por ser esta mulher que faz a diferença neste mundo.
    Vamos remando contra a maré!
    Bjsss!

  • Olá, Patrícia,
    Realmente, é estar num barco solitário, mas eu prefiro assim também.

  • Oi Patrícia,
    Não dá para entender, como as pessoas fazem o errado achando que é o certo, tem hora que me sinto perdida, e a resposta é essa: andando na contramão. Hoje mesmo analisei sobre este assunto, sem querer julgar, olhei o lado da pessoa e fiz várias suposições dos motivos que a faz agir dessa maneira, por mais que eu queira achar argumentos, não adianta querer defender o que estar errado. Blindando minha mente com oração, porque só Deus para guardar os nossos corações de pessoas tóxicas e influenciadoras do mal.

  • Nossa,eu amei! Quando leio artigos como esse me sinto acordada,viva e atual.Constantemente tenho a impressão de que estou dormindo (e tendo um pesadelo),morta ou que estou aqui, mas vim do passado,de séculos atrás.Que bom que o certo continua sendo o certo, embora alguns grupos queiram nos convencer de que o errado é o “novo” certo.

  • Boa tarde, Patrícia, esse seu texto veio bem a calhar, por causa da Pandemia tenho deixado de ir a muitos lugares inclusive a reuniões de família e em casa de parentes. Tenho um tio que amo muito e sofreu um grave acidente e recentemente teve alta do hospital após 30 dias internado, liguei pra ele e disse que não iria vista-lo pois como o estado dele foi muito serio, uma vez que lesão foi nos pulmões achava muito arriscado, ele me agradeceu e entendeu minha preocupação. Até aí tudo bem, porem tenho sofrido com a cobrança de familiares me questionando e me criticando porque ainda não fui visitá-lo, como se a resposta não fosse obvia. Tenho sofrido esse tipo de critica desde o inicio da Pandemia, sei bem como é difícil andar na “Contra mão”, porem necessário. Um grande beijo Paty sou sua fã, obrigada por contribui tanto para o meu crescimento.

  • ANDAR NA CONTRAMÃO DO MUNDO EM SI É DIFICIL E TAREFA PRA QUEM QUER SER UMA PESSOA DIRECIONADA PELA VERDADE…

    PARABENS A TODAS AS MULHERES DESSE LINDO DESAFIO

  • Olá Patrícia, boa tarde! Parabéns pelo Dia Internacional da Mulher para todas nós!!! Conforme a afirmação do filósofo Aristóteles “para o homem não existe maior felicidade que a virtude e a razão” e, eu desejo que essa jovem de vinte e poucos anos, consiga captar a essência da ética profissional ao longo da sua jornada, na contramão da “verdade normal” ensinada pela sociedade na atualidade. Abraços!

  • Boa noite Patrícia!!
    Vai ser como Jesus ensinou.
    Apocalipse 22.
    Foi assim que eu aprendi: mentira tem pernas curtas.
    Aprendi muita coisa na prática, pois também fui adolescente e mentia achando que não ia dar nada, mas sempre dava.
    Beijos!!

  • Olá Patrícia,
    Está cada vez mais difícil viver neste mundo de valores invertidos. É preciso disciplina e foco para mantermo-nos fieis aos nossos valores e seguir na contramão do mundo.

  • Obrigada Patrícia. É sempre bom saber que há pessoas que ainda praticam e crêem dos valores reais.
    Tudo de bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *