Há quem confunda disciplina com rotina e isso pode fazer com que a pessoa fique estagnada em vez de crescer. Confira!

Disciplina não é sinônimo de rotina

Sem dúvida a disciplina exige uma certa rotina, porém, uma coisa não é sinônimo da outra.

Mas há quem esteja tão preso a uma rotina que qualquer coisa que saia do “script” se torna um problema enorme.

E é sobre isso que vamos falar no post de hoje: quando você é metódico demais e, assim, acaba ficando estagnado.

 

Ainda que as coisas funcionem melhor quando temos uma rotina definida, precisamos manter um certo equilíbrio (como em tudo na vida).

Ao mesmo tempo que devemos planejar as nossas tarefas e fazer as coisas de forma organizada, precisamos também ter jogo de cintura para as coisas que acontecem de última hora.

No Brasil não temos uma cultura de prevenção, mas sim, de remediar os problemas conforme vão surgindo.

Às vezes não temos como prever o que pode dar errado e, invariavelmente, teremos que “nos virar”, mas quando isso é frequente, qualquer tentativa de manter uma organização acaba indo por água abaixo.

Por outro lado, quando queremos prever tudo ou organizar demais as coisas, corremos o risco de ficarmos empacados quando alguma coisa sai do eixo.

É ótimo poder listar nossas tarefas, por exemplo, e ao longo do dia ir “ticando” uma a uma, porém, isso pode ser um laço.

 

A rotina do “check” não é disciplina!

Já houve uma época em que dar um “check” √ na minha lista de tarefas era tão importante, mas tããããããão importante que eu nem podia dormir se falta um!

Com isso, eu acabava fazendo coisas importantes – e que levam seu tempo – correndo só para não deixar para o outro dia.

A rotina que eu instituí – e que não podia quebrar de jeito nenhum – era terminar tudo o que tinha me proposto a fazer.

Isso não foi produtivo, nem saudável e… nem mesmo inteligente!

Foi um caso típico de confusão entre disciplina e rotina…

Portanto, não se deixe enganar pensando que disciplina é uma prisão.

Antes de mais nada, é através de uma rotina disciplinada que conseguiremos alcançar o que queremos.

Mas a rotina que aprisiona só nos faz ficar parados!

 

Nos vemos!

 

Confira o post anterior clicando aqui.

 

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

 

Jornalista, especialista em finanças e autora de 5 best-selleres. Colunista do portal R7 e apresentadora do JR Dinheiro, no Jornal da Record.

  • Excelente post. Minha mãe é este tipo de pessoa, extremamente metódica. Faz exatamente as mesmas coisas praticamente no mesmo horário todos os dias salvo algumas exceções, em alguns dias. Tem que se tomar cuidado pois quem vive com ela acaba sendo “contaminado” por esse comportamento dela. E acaba sendo obrigado a seguir a vida metodicamente como ela. É como você disse: assim não se sai do lugar. Não se progride.

  • Bom dia querida! Ñ consigo fazer listas, como trabalho com agenda, minha lista já é a própria agenda. Os afazeres domésticos ñ precisa listar, hj é que consigo fazer lista de supermercado, pois nem isso fazia, dava uma olglhada rápida nos armários e ia embora, hj me disciplinei e faço a lista de compras. 😍😘

  • Verdade!!

    O remédio só é bom na dose certa, do contrarío é veneno!

    Obrigada!! 🥰

  • Bom dia Patrícia…
    Eu estava caindo nesta armadilha,pois nas minhas finanças eu precisava de muita disciplina e resolvi criar uma rotina pra tudo que eu fazia,quando não conseguia fazer o que estava agendado me frustava.
    Pra tudo na vida tem de ter equilíbrio.
    Obrigada,seus post tem me ajudado muitíssimo.
    Deus abençoe!

  • A ROTINA É UM DOS ELEMENTOS MUITO IMPORTANTES NO PROCESSO DE SISCIPLINA, POREM, HÁ ALGO AINDA MAIS INTERESSANTE A SE HABITUAR – O IMPREVISTO.
    por experiência própria, sempre fui metódica e rotineira e minha disciplina, também era impecável, porem, muito mais cedo do que o previsto em minha vida, experimentei o desequilíbrio advindo do IMPREVISTO.
    PERDEMOS TUDO POR TRES VEZES… e tivemos que começar do zero financeiramente, porque minha rotina e disciplina só pensava no aqui e agora e no ticar ao final do dia as tarefas estabelecidas. Não tinha reserva de emergência porque NUNCA QUIS LIDAR COM IMPREVISTOS, então me negava a isso.
    confesso que por um tempo isso até funcionou, mas quando o imprevisto resolveu entrar na minha rotina quadradinha as coisas se complicaram.
    graças a Deus, em momento mais que oportuno, me ocorreu um bom imprevisto – Resolvi falar dessa minha postura para uma amiga porque isso me incomodava – o fato de negar imprevistos. Eles agora eram muito reais em meu trajeto.
    minha amiga me ouviu e me indicou você, PATRICIA LAGES.
    ADQUIRI seu primeiro livro : BOLSA BLINDADA e comecei seguir o canal
    resolvi isso de uma certa forma tão bacana, que o maior imprevisto de 2020 – A PANDEMIA serviu como alavanca para o meu sucesso!!! – confesso que financeiramente e em outras áreas de minha vida, o ano de 2020 foi o melhor de todos para mim
    por isso, acredito muito na disciplina caminhando com a rotina, mas nas costas das duas está a mochila do imprevisto e das ações preventivas… obrigada PATRICIA, Deus te abençoe

  • Realmente. Acho que o ideal é ser um pouco dos dois, um tanto metódico e saber improvisar se necessário também.
    É como dirigir, atrás do volante você segue um protocolo padrão, respeito ao limite de velocidade, frear em curvas, dar a seta, olhar sempre nos retrovisores, etc… assim você se previne de muitos possíveis acidentes.
    Mas há também momentos no trânsito totalmente imprevisíveis, que não estão previstos em manual algum do Detran. Nessas horas, somente o pensamento rápido e instinto dão conta de driblar essa situação.

  • Boa tarde, temos que nós planejar e se não sair como era pra ser, busca um plano B, e não fica frustada.

  • tudo tem que ser no equilíbrio, se passar disso, até o que era pra ser bom, vira um problemão!
    ter uma rotina disciplina, mas não ser refém dela ao mesmo tempo, afinal, todos estamos sujeitos a imprevistos.

  • Nossa, essa da lista eu já caí também. Você tica freneticamente itens de uma lista sem perceber que algumas tarefas nem deveriam estar ali pois não levam a lugar nenhum.

  • Boa tarde Pat
    Realmente é através de uma rotina disciplinada que conseguimos realizar nossos projetos.
    Certo que na vida acontece imprevistos, porém ‘é nessa hora que temos que ter sabedoria e discernimento para resolver situações .adversas.
    Tenho me policiado e aprendido muito com seus posts, vídeos, e livros;
    muito booooom!!!!!

  • Olá Patrícia, boa tarde! Muito bom trazer neste post de hoje, que a “disciplina não é uma prisão” e que por meio de uma “rotina disciplinada”, poderemos alcançar os nossos objetivos. Também penso que não precisamos partir para “o tudo ou nada” e, de forma equilibrada, consistente e perseverante, será possível realizar nossos planos. Obrigada!

  • Boa tarde!
    Realmente Patrícia, fazemos confusão entre disciplina e rotina, não gosto da rotina, sempre vou mudando os horários das minhas tarefas a cada dia, se faço algo pela manhã que não é importante, deixo para fazer a tarde e assim vou moldando para ficar interessante e não cansativo, contanto que, no final do dia seja concluído o que é importante e se faltar alguma coisa encaixo no outro dia. Mas para chegar a esse nível eu tive que entender que não sou robô e muito menos um programa que faz tudo na mesma sequência, as vezes quando não fazia algo programado pela manhã por conta das circunstâncias, eu parava minha produtividade e não conseguia fazer mais nada só porque houve um imprevisto, era a gota d’gua, até quando gerenciei meus horários e encaixei as circunstâncias, assim eu sabia que se houvesse um imprevisto não precisava se preocupar porque ainda havia tempo para concluir as tarefas importantes. Enganando meu próprio cérebro (rsrs), e tendo uma vida mais saudável.

    Grande abraço.

  • Era algo que eu realmente precisava ler, ate porque uma única vez por tanto tentar cumprir todas as muitas tarefas que eu me propunha a fazer durante o dia e nem sempre conseguir conclui-las, acabava por desanimar.

  • Eu achei que era a mesma coisa…obrigada pela informação. To estagnada não ando pra frente…odeio rotina sou péssima em disciplina …mas te seguindo to me educando. Bjs

  • Boa noite!

    Muito boa abordagem. Equilíbrio e leveza! Faço listas de tarefas e gosto de ir ticando. Isso para mim tem sido muito produtivo, porém não fico neurótica se algumas coisas não foram possíveis transporto para o dia seguinte, priorizando sua execução para também não ir rolando, rolando….. rsrsrsr.

  • Boa noite Patrícia!
    Uau! Cada dia que passa me encanta mais o depoimento das leitoras.
    O que a Leida postou é fantástico.
    No meu caso em particular, não consigo lidar com a rotina, nunca consegui, sempre me incomodou.
    A organização me encanta, a rotina me esgota e a disciplina está me fazendo ter uma visão totalmente diferente do que vivi até hoje.
    E olha que não são poucos os anos.
    Como disse o Cardoso: sou do tempo do Elo Perdido.
    Beijos.!

  • Olá Patrícia,
    Identifiquei-me muito com este post. Há uns tempos atrás, eu planeava o meu dia de tal forma que tudo o que saísse do previsto já virava um problema, por vezes até coisas boas tornavam-se um problema, mas como não estavam no plano eu ficava ansiosa e irritada.
    Quando comecei a procurar o equilíbrio e ter flexibilidade para lidar e encaixar os imprevistos que surgem passei a estar mais calma e parei de fazer a “tempestade num copo de água”.

  • Já fui assim, sempre anotei tuuudo e a minha agenda era impecável, chegava perder o sono lembrando de coisas que havia realizado e não havia anotado, virei escrava do meu próprio tempo !!!

    Parei e dei um basta em tudo, tanto que a palavra ROTINA não faz parte do meu vocabulário, ao meu ver, tem o sentido de OBRIGAÇÃO e isso me destrói, pois me vejo realizando algo obrigatoriamente e para mim não faz sentindo algum, tento estar presente em cada momento e tem dado resultado, aproveitando muito mais o meu precioso tempo \o/.
    Ah! A troca foi RITUAL, meu ritual da manhã, tarde, noite =)).

    A agenda continua firme e forte, amo dar os / em cada tarefa realizada, uma vitória =))).

    Obrigada.

  • Verdade Paty. Se condicionarmos a nossa mente a ser assim, teremos que lhe dar com outro problema, a frustação de não ter conseguido e ainda ter que ficar redefinindo todos os dias as tarefas, outro trabalho. Organizar o dia com as prioridades e cumpri-las sem as distrações, faz toda a diferença.

  • Bem complicado diferenciar rotina de disciplina, pq ao meu ver as duas andam juntas, pq para vc cumprir sua rotina tem que ter disciplina, mas o que concluí de bom nessa explanação foi a questão das prioridades. Dentro desse cenário, temos que fazer o que for essencial e não nos descabelarmos se nao dermos conta da nossa” listinha”. Vida que segue… e tentar fazer no dia seguinte… Melhor fazer pouco do que nada!!!

  • Esse post falou muito comigo, estava precisando ouvir isso! Acomteceu comigo exatamente isso: eu vinha seguindo uma rotina certinha, com base naquilo que eu havia me organizado, mas aconteceu q em uma dessas semanas, eu fiquei um pouco mal, e eu não consegui cumprir, e acabei ficando estagnada depois rsrs
    E pra voltar ao eixo é uma luta, temos q ter foco e determinação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *