Desafio Detox #3 – Dois erros não fazem um acerto

Infelizmente muitas pessoas tentam resolver seus problemas com estratégias que simplesmente não funcionam. E, de erro em erro, se cansam de tanto tentar e não conseguir. O que fazer?

Conselho

A conta é simples: 2 erros não fazem 1 acerto. Mesmo assim muita gente tenta resolver questões do dia a dia com estratégias furadas passadas de geração em geração. Exemplos não faltam:

  • Seu marido te traiu? Dê o troco!
  • Seu chefe gritou com você? Grite mais alto!
  • Sua amiga sempre chega atrasada? Marca com ela e atrasa de propósito!
  • Seu vizinho atrapalha todo o bairro com o som alto? Liga o seu no último volume!
  • Levou uma fechada no trânsito? Corre atrás do cara e fecha ele também!
  • Te deram uma nota falsa? Passa pra frente!
  • Sua sogra fez fofoca de você? Conta os “podres” dela pra todo mundo!

Como eu disse, exemplos não faltam. É a velha e porca fórmula de querer corrigir um erro com outro erro. Obviamente essa estratégia não funciona, mas isso não impede que as pessoas continuem praticando e, pior, aconselhando que outros também pratiquem.

Conselhos tóxicos como esse não deveriam nem sequer ser cogitados, pois demonstram o caráter de quem está aconselhando. Afinal, que caráter tem uma pessoa que aconselha a trair, fofocar, enganar e dar o troco a todo custo? Mas em vez de terem vergonha de sugerir essas coisas, as pessoas parecem se orgulhar delas. #tôfora!

Sempre que alguém prejudicar você ou quando passar por uma situação difícil e tiver que tomar uma atitude, pergunte a si mesma: “será que eu estou tentando corrigir esse erro praticando outro erro?” Tenha essa preocupação em mente, pois quando você “justifica” um erro seu apontando o erro do outro você perde a razão.

Quando alguém grita com uma pessoa que gritou com ela, qual a diferença entre as duas? Quando alguém paga fofoca com fofoca, qual dos dois é menos fofoqueiro? Já deu pra entender, né?

Para completar o desafio de hoje, gravei um áudio usando o caso de duas leitoras que estavam tentando corrigir erros com erros. Separe aí 18 minutinhos e ouça  clicando aqui.

mixcloud-ogSe você quer ouvir mais áudios, assine o meu canal no Mixcloud. Sendo assinante, cada vez que eu postar um áudio novo você será informada e poderá ouvir na hora que desejar.

Você também vai poder ter seu próprio canal e salvar seus favoritos. Para assinar, clique aqui.

 

youtube_logo_detailE se você quer ter acesso aos meus vídeos, assine meu canal no YouTube.

Tem Bolsa Blindada Responde, todas as minhas participações no programa Mulheres da TV Gazeta e muito mais. Para assinar, clique aqui.

 

Nos vemos amanhã para o Desafio #4! 😀

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

Categoria: Desafio
  • Anucha diz:

    Não consegui ouvir o áudio. Teria outro link para ouvi-lo?

    • Patrícia Lages diz:

      Vc está tentando de um celular? Caso sim, baixe i aplicativo Mixcloud e vc poderá ouvir normalmente e até ter seu próprio canal 😀

    • Patrícia Lages diz:

      Meninas, falha nossa!!! rs…rs… O áudio não estava disponível, mas vai entrar no ar às 10h45. Em alguns minutinhos vcs poderão acessar. Desculpem!! 😀

  • Rinalva Santana diz:

    Tb não consegui. Clico no link e dá página não encontrada. Estou tentando do notbook.

    • Patrícia Lages diz:

      Meninas, falha nossa!!! rs…rs… O áudio não estava disponível, mas vai entrar no ar às 10h45. Em alguns minutinhos vcs poderão acessar. Desculpem!! 😀

  • Marta Ribeiro - Porto (Portugal) diz:

    Olá querida Patricia,
    Para mim o desafio está a ser muito lúdico…
    É para me auto-avaliar…
    As vezes buscamos a justiça de DEUS e praticamos a injustiça. Melhor ser justa e colheremos os frutos da obediência…
    Beijinhos

  • Magda Corrêa diz:

    Consegui ouvir o áudio,graças a Deus nunca passei por isso, mas foi muito bom olhar pra dentro de mim e analizar as minhas atitudes em relação ao trabalho.Como eu trabalho com meu marido, fico “confiada” sabendo que ele resolve tudo.Mas a partir de agora vai ser diferente?.Obrigada Patrícia!Seus desafios estão sendo ótimos?

  • Graziella Damasceno diz:

    Amei!

  • Tatiane diz:

    olá! Boa tarde

    Frase perfeita: Quando você “justifica” um erro seu apontando o erro do outro você perde a razão.

    A razão é o move as pessoas, é o motivo para se conquistar algo, e quando a perdemos ficamos desanimados e frustados.

  • catarina diz:

    Dna. Patrícia, o máximo estes posts. E lá está para colocar em prática em exemplos específicos que ocorrem muito. Pois é, não devemos pagar mal com mal mas sim resolver mal com o bem. É muito difícil, mas não é nada impossível, basta parar, pensar/raciocinar, analisar/ponderar e escolher acertar não cometendo mais um erro. Tinha consciência de que não devemos justificar nossos erros com os erros dos outros ppis assim perdemos a razão e a credibilidade, mas a emoção, o instinto e o “normal” seria essa a reacção mas com certeza seremos bem_sucedidas e com melhor reputação colocando essas dicas em prática tendo isso sempre em mente de que dois erros nao fazem um acerto. Agora vou analisar me ainda mais pois, é bom ter em mente o q devemos fazer mas praticando é q os resultados aparecem. Mt bom. Obrigada estou a acontanhar os desafios. Xx

  • Bruna diz:

    Oi Paty
    Adorei o texto e o áudio… Muito bem explicado.
    Referente aos 40% do fundo de garantia, que você mencionou, confesso que não sabia desse detalhe.
    E pensando nisso, gostaria de deixar uma sugestão… Você poderia explicar, e abordar mais sobre esses assuntos aqui no seu blog. Sobre essa área trabalhista.
    Confesso que é um assunto que me chama muita a atenção.

    Bjos e que Deus te abençoe. 🙂

    • Patrícia Lages diz:

      Esse é um assunto que só um advogado trabalhista pode falar ?

  • Dayane Gonçalves dos Santos diz:

    Foi muito esse desafio, poder ver que um erro não se arruma com outro.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: