Desafio detox #19 – Livre-se de costumes nocivos

Sabe aquelas coisas que você faz por costume, mas que, no fundo, sabe que não deveria fazer? Livre-se delas de uma vez por todas! Dicas no post de hoje.

fofoca

Seria impossível saber, muito menos citar, todos costumes nocivos que as pessoas têm. Mas apenas como exemplo, destaco alguns abaixo:

  • Bisbilhotar a vida alheia – perguntar para os outros ou fuçar nas redes sociais dá na mesma. Se você está fazendo algo que não quer que a pessoa saiba, provavelmente o motivo não é bom, não é mesmo?
  • Comparar-se com os outros – você não é e nem tem que ser igual a ninguém, então pare de se comparar. Cada um é fruto da experiência de vida pela qual passou e isso é fato. Todo mundo é bom em algumas coisas e ruim em outras, então por que se comparar com a amiga que é a mais linda de todas, a vizinha que é a melhor cozinheira da rua ou com a sua prima que ganha mais do que você? Querer montar um Frankenstein juntando pedaços de várias pessoas não deu certo nem na ficção!
  • Comparar as pessoas com os outros – você gostaria que o seu filho dissesse que a mãe do amiguinho da escola é mais legal do que você ou que ela faz as coisas muito melhor do que você? Não, né? Então por que você o compararia com o filho dos outros? O mesmo vale para o seu marido, suas amigas, seus parentes etc.
  • Causar discussão – você sabe que se falar tal coisa vai “apertar o botão errado” em alguém e causar uma baita discussão, mas…. mesmo assim, você fala! É um costume que você justifica com “não levo desaforo para casa” ou “eu sou sincera e falo mesmo”, ou ainda o infantil “a boca é minha, eu falo o quanto quiser”! E a pergunta é: vale a pena ser assim? Você se sente bem ou mal?
  • Reclamar – a reclamação está além de ser um costume, pois trata-se de um vício e, como todo vício, é bem difícil de largar. Porém, a única forma efetiva de cortar esse mal é parar de vez. Não ter como se propor a reclamar menos, ou você para de uma vez (e a cada deslize se dispõe a empregar mais esforços ainda em parar) ou vai diminuir um dia ou dois e depois voltar à prática. Pense: a reclamação trouxe algo de bom a você algum dia na sua vida?
  • Sentimento de autocomiseração – é aquela pessoa que tem pena de si mesma, que sempre se coloca como vítima e que vive querendo fazer com que as pessoas também sintam pena dela. Se tem uma coisa que eu detesto que sintam a meu respeito é pena. Ninguém alcança coisas boas e duráveis na vida sendo vítima, ou você conhece alguém?
  • Fofocar – outro vício: falar da vida dos outros! Tem gente que o único assunto da vida é esse, pois sua vida gira em torno disso: reparar em como os outros fazem as coisas, em como falam, com quem andam, onde trabalham, o que compram etc. Além de ser algo que não acrescenta nada, enquanto a pessoa está “estudando” os outros não tem tempo para estudar a si mesma. Foque em você e em como pode ser melhor, ou será que a vida dos outros é mais interessante que a sua?

Como comentei, os exemplos são inúmeros, mas creio que com esses já deu para pegar o espírito da coisa. Faça um detox em tudo o que é nocivo, mas que, por alguma razão, você ainda pratica. Se for preciso se afastar de pessoas para poder se desintoxicar, faça isso. Será bom para você e, provavelmente, para as outras pessoas também!

Estamos na reta final e temos apenas mais 2 desafios, quem está firme?

Nos vemos amanhã para o desafio 20!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

Categoria: Desafio
  • Bia - França diz:

    Eu continuo aqui!!!

    Beijos Patricia

  • Laura diz:

    Bom dia Patricia!

    lendo o post de hoje vi que tenho o pessimo costume de jogar a lenha na fogueira como se costuma dizer!

    gosto de causar confusão, é bem assim mesmo que voce descreveu acima: mas o meu discurso é assim: ninguem vai me humilhar ou fazer de mim o que quer, falo mesmo, doa a quem doer.

    com esse jeito firo as pessoas com minhas palavras.

    é como se fosse uma defesa pra tentar se proteger das pessoas.

    obrigada por tudo.

    nao vale a pena agir assim.

  • Adriana Oliveira diz:

    Firme e forte nos Desafios.🙌

  • Luciana diz:

    oiii, uma observação esta escrito NÃO pare de se comparar, acredito q saiu errado…

    • Patrícia Lages diz:

      Corrigido, obrigada! 😀

  • Fernanda Rocha diz:

    Ótimo post!! Algo que me incomoda muito são as fofocas, já tive alguns episódios de pessoas indagando se meu carro estava pago e dizendo que estavam com pena de mim na época que fiquei desempregada afinal, como eu ia pagar meu carrinho? Como na época que comprei não contei como paguei (que foi à vista) cada um tirou suas conclusões e quem não tirou teve a cara de pau de me perguntar. Se eu quiser conto algo da minha vida sim, mas se eu não contei e nem dei liberdade…tipo, me erra, hehehehe. Na época tudo isso me pegou desprevenida e eu fiquei calada só olhando para pessoa, hoje no caso, faço um brincadeira com a curiosidade alheia sem claro, sanar as dúvidas delas. Outro ponto que vejo que está sendo bem preocupante são as pessoas se acharem inferior às outras…esse é um assunto longo. Como sempre, aprendendo muito com você Patrícia, gratidão!

  • Bruna Góis diz:

    Uau!!! Amei, e sigo firme no Detox…e olha, uma das coisas q tbm mais detesto, é q tenham “dozinha” de mim; e NÃO aguento gente perto de mim q de goste de se fazer de vítima,ou q tenhamos pena delas… Isso realmente me irrita muito, e tenho me afastado de pessoas assim.

  • Maysa diz:

    Muito bom

  • Joana diz:

    Muito bacana esses desafios! Vou acompanhar os dois que faltam! 😘

  • Jade Oliveira diz:

    Olá, Paty.

    Estou firme e forte.

    Bjsss

    • Patrícia Lages diz:

      Vc é blindete assídua! 😀

  • PATRICIA INFANTI diz:

    Bom dia, Paty! Graças a Deus, nesses quesitos, alguns eu não pratico e outros tenho trabalhado para não fazer (autocomiseração, reclamar e me comparar com os outros). E vamo-que-vamo! rsrsrs

  • Vilma diz:

    Pratico um deles SIM😣
    Sempre to comparando meu esposo com outra pessoa na hora que estamos numa DR,tenho um senso crítico muito alto e as vezes isso me incomoda e é por essa razão que acontece essas comparações. Vou me reeducar nisso!
    Obrigada mais uma vez♥️

  • Amelia diz:

    Boas dicas. Em relação às reclamações não podemos nos deixar contaminar pelas reclamações dos outros.

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: