Procrastinação: até a palavra é estranha! Como se livrar desse mal que enterra sonhos e deixa muita gente frustrada com sua própria forma de conduzir a vida? Confira o post de hoje!

Procrastinação: livre-se desse mal

Muita gente tem sofrido com a procrastinação, ou seja, o costume de deixar tudo para depois.

O assunto é tão interessante que fui pesquisar a respeito e gravei um vídeo para o meu canal do YouTube.

Para quem prefere ler, segue texto com as dicas e, para quem prefere assistir, segue o vídeo.

Como vencer esse mal – 5 dicas

Dica #1 – Identifique a raiz da procrastinação

O que faz você jogar as coisas de um dia para o outro? É preguiça? Medo? Auto-sabotagem?

A preguiça não precisa explicar, né? Mas sobre o medo e a auto-sabotagem eu vou dar exemplos:

O principal medo que faz a maioria das pessoas procrastinarem é medo de falhar.

Quando você acha que pode falhar e ser ridicularizado, criticado ou mal interpretado, você evita de fazer o que tem que ser feito.

Quando você descobre que essa é a raiz, sabe que primeiro tem que vencê-la para poder vencer a procrastinação.

Sobre a auto-sabotagem, vou dar o exemplo de uma amiga minha que não gosta de viajar.

Ela tem muito trabalho, duas filhas, marido casa e gosta de manter o controle de tudo.

Para isso, ela precisa estar presente. Daí vem o fato de não gostar de viajar.

E quando ela precisa viajar o que ela faz? Procrastina a compra das passagens!

Ela deixa para o último momento e paga sempre muito mais caro.

Se ela não vencer essa auto-sabotagem, vai continuar procrastinando, pagando caro ou arriscando não viajar.

 

Dica #2 – Faça uma lista possível de afazeres

Fazer uma lista ajuda muito, mas não se empolgue demais querendo tirar todo o atraso com uma lista enorme.

Senão, você vai acabar não conseguindo dar conta e ficando frustrada com o resultado.

Lista possível é aquela onde você anota tudo o que precisa ser feito, mas divide essas tarefas em prazos possíveis.

A sua lista pode ter 10 coisas, mas se você só pode fazer uma por dia, saiba que vai precisar de dez dias.

Se precisar de 20, OK. O importante é respeitar o tempo de realização das tarefas e equilibrar o tempo.

Dica #3 – Divida tarefas longas em pequenas tarefas curtas

Há dois exemplos aqui: um quando você tem prazo definido e outro quando você pode definir o prazo.

Tarefas longas com prazo definido, como o seu TCC, devem ser divididos em várias tarefas menores, como:

Pesquisar item 1, entrevistar pessoas, ler o livro tal, marcar reunião X, marcar a visita Y.

Calcule o tempo que vai precisar para realizar tudo isso e divida no prazo que você tem.

Por exemplo: se você tem 25 tarefas e vai levar uma semana para fazer cada uma, vai precisar de 6 meses.

Assim você não se sente sobrecarregada e não fica procrastinando porque sabe que se não fizer, vai encavalar para o final.

 

Um exemplo de tarefa longa que você pode definir o prazo é o casamento.

Faça a lista longa e divida em pequenas tarefas.

Calcule o tempo que vai precisar para cada uma e daí, defina uma data possível.

É meio que uma equação: se eu quero casar logo, minha lista de tarefas tem que ser curta.

Se eu não quero abrir mão da lista longa, vou precisar de mais prazo.

 

Dica #4 – Mantenha-se em movimento sempre!

Vou dar um exemplo bem simples que está acontecendo comigo nesse momento: exercícios físicos!

Tive que parar com o tipo de exercício que eu gosto quando estava fazendo um tratamento de coluna.

Mas em vez de continuar com outro tipo de exercício, eu parei de vez achando que ia voltar logo…

Quando o tratamento terminou, eu deveria ter voltado aos exercícios, mas aí já tinha preenchido o tempo com outras coisas.

Comecei a viajar e o resultado é esse: um tempão sem fazer exercícios!

Quando você para de vez uma tarefa é muito difícil retoma-la depois.

O melhor é não deixar perder o ritmo e manter-se em movimento.

 

Dica #5 – Elimine as distrações

Essa é uma das principais dicas porque quando você já tem essa tendência de procrastinar, começa a procurar distrações.

Por exemplo: você precisa ler um livro, mas não gosta muito.

Quando você senta para ler, o que acontece? Dá fome e você levanta para comer alguma coisa.

Dá sede e você vai buscar um copo d’água.

Dá até vontade de ir ao banheiro toda hora!

Isso é o seu cérebro querendo evitar o stress.

Se, somado a isso, você ainda tiver distrações externas, a coisa só vai piorar.

E você sabe bem quais são essas distrações externas:

Redes sociais, TV, WhatsApp, telefone e por aí vai.

Livre-se das distrações e você vai conseguir ser mais produtiva.

Nos vemos!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Bom dia muito bom receber esta mensagem pela manhã.A procrastinação as vezes está nos mínimos minutos de olha ao telefone e dai vamos ficando clicando ali ou lá, hj eu me policio nisso e também comecei acordar mais cedo pois estava gastando muito tempo com o sono e vi bons resultados. Precisamos focar, pedi direção a Deus , tirar todos os maus pensamentos, e ir em frente.

  • Aí Paty! Como foi bom ver seu vídeo, tenho tudo isso junto, até consegui por um tempo eliminar isso de minha vida, mas acabo voltando tudo de novo, e fico muito triste😔.

  • Oi Paty! Amo os seus posts. Sempre me ajudam. Adoro os vídeos também, sempre que posso, assisto 😀
    Posso sugerir um vídeo? Amei seu penteado no vídeo da procrastinação, foi você mesma que fez? O que acha de um vídeo para nos mostrar o passo-a-passo?

    Bom fim de semana. Beijos ;*

    • Oi, querida! Aquele “cabelón” foi feito por um dos fantásticos cabeleireiros da Gazeta. Eu não saberia fazer sozinha (eu acho!)… rs…rs… Mas algumas coisas eu sei fazer e talvez fosse interessante ensinar. Vou pensar no assunto! Beijos

  • Também amei seu “cabelon”!!!!
    Quanto a procrastinação…. ainda sou um péssimo exemplo quanto ao serviço de casa…
    Não tudo, mas algumas coisas… não sai nem “com réza braba”! rsrsr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *