Desafio Detox #16 – Pior inimiga

Tem crescido o número de mensagens de pessoas que causaram diversos problemas a si mesmas e, só depois, pensaram em pedir ajuda. Por que as pessoas têm sido suas piores inimigas?

Love-problem-often-faced-woman“Estava de TPM, discuti com meu chefe e o xinguei. Será que isso dá justa causa?”

“Pedi as contas no período de experiência, terei que pagar multa?”

“Faltei no trabalho vários dias e não justifiquei, pois estava fazendo testes em outra empresa, só que não fui contratada, e agora? Será que eles vão descontar os dias faltados? E se perguntarem por onde eu estive?”

“Não quis que a empresa assinasse minha carteira para não perder o seguro desemprego, mas agora o seguro acabou, me mandaram embora e quero meus direitos, como faço?”

“Meu marido não para em emprego nenhum e diz que eu já sabia que ele era assim antes de casar. Achei que ele mudaria, mas não mudou e sobrou tudo para mim… O que eu faço?”

“Comprei roupas novas porque minhas amigas estavam comprando e não quis ficar por baixo. Só que elas têm dinheiro e eu fiquei endividada. Por que o mundo é tão injusto?”

“Postei uma foto na internet, me arrependi e apaguei, mas acho que copiaram e nem sei onde foi parar… E agora?”

leiteO que essas pessoas estão fazendo é chorar sobre o leite derramado… Foram elas mesmas que causaram seus problemas e, depois de estarem numa fria, querem uma solução. Pior: querem uma solução mágica, afinal, elas já estão encrencadas e não têm cabeça para “resolver problemas”.

Amiga, não seja sua pior inimiga. Pese suas atitudes ANTES de tomá-las, assim você não terá que remediar depois. Analise os exemplos acima e veja como poderiam facilmente não ser um problema:

  • Você sofre de TPM? Busque tratamento, pois ele existe e ninguém tem obrigação de aguentá-la. Eu tinha esse problema e cheguei até a demitir funcionário simplesmente por estar “de ovo virado”. Mas tratei do problema, afinal, o problema era meu.
  • Está em experiência e não sabe se pagará multa ao pedir demissão? Leia as cláusulas do seu contrato (aquele que você nem sabe onde colocou e assinou sem ler). Não entendeu? Pergunte ANTES de tomar uma decisão sem saber as consequências.
  • Faltou ao trabalho e não justificou, por quê? Quis esconder que buscava outro emprego? E agora que você terá que permanecer onde está, o que vai dizer? Não era melhor ter jogado limpo?
  • Quis dar o golpe no seguro e agora quer “seus direitos”? Quais? Aqueles que você não tem?
  • Casou sabendo que seu namorado não gostava do batente e agora quer que ele mude? Só Deus, amiga. Só Deus… Busque muita sabedoria do alto, pois essa situação é bem complexa. Eu indico a Terapia do Amor, às quintas-feiras, pois não vejo outra saída.
  • O mundo é injusto ou você deu um passo maior que a perna para mostrar algo para pessoas que não vão pagar suas contas? Não viva uma vida que não é sua, não vale a pena.
  • Você nunca ouviu falar que internet é um território onde tudo é público? Cuidado com o que posta, pese, pense, reflita ANTES, porque depois já era…

sorrisoO detox desta semana é para que você se antecipe aos problemas e pare de remediá-los depois que eles já estão aí, enchendo a sua cabeça. Veja todos os seus pontos negativos e antecipe-se em resolvê-los. Pense antes de agir, principalmente de falar! Se está nervosa e não consegue se acalmar, melhor é pedir dispensa do trabalho e ir para casa do que colocar tudo a perder.

Seja sábia e prudente. Não seja simplória achando sempre que as coisas “não vão dar em nada” ou que “vai dar tudo certo”. Lembre-se que a maioria das pessoas que se metem em encrencas também achavam que não ia dar em nada…

Sejamos blindetes, não bobetes!

 

IMG_6883_FdoBCO_Abre

Falando em ser blindete… Se você ainda não adquiriu seu mais novo aliado na blindagem da sua bolsa, não perca a promoção com frente grátisselo-gratisClique aqui e encomende o seu (venda exclusiva aqui no blog).

 

 

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

Categoria: Desafio
  • Shirley Portugal diz:

    Adorei o post de hoje, aliás adoro praticamente todos 🙂 palavras muito sábias e preciosas, por vezes precisamos mesmo de um puxãozinho de orelha rsss …ah só mais uma coisa, tratamento para TPM existe? Você fez? Já que este blog é principalmente para as mulheres diz para nós no que consiste este tratamento por favor? Obrigada Patrícia e continuação de muito sucesso!

    • Patrícia Lages diz:

      Oi, Shirley. Existe tratamento sim, mas ele varia muito de pessoa para pessoa, por isso é preciso ir ao médico saber as causas para que ele prescreva o que for mais indicado. Bjs!

      • Shirley Portugal diz:

        Muito obrigada Patrícia pela resposta, vou procurar um médico que me ajude com a TPM sim, se nem nós nos suportamos nesta fase quanto mais as pessoas ao nosso redor, ninguém merece! Bjs

    • Daniela diz:

      Também já fiz tratamento pra TPM, eu não ficava nervosa, mas ficava arrasada com tantos problemas físicos: dores de cabeça, nas pernas, cólicas horríveis, enjôo, vista embaçada… e outros sintomas, às vezes ia parar no hospital pra tomar soro. A ginecologista te indica o melhor tratamento, como anticoncepcional adequado, um remédio próprio pra TPM (tomei gamax, um óleo em capsula…), acupuntura, atividade física e alimentação. Também li um livro do ginecologista Dr. José Bento, muito esclarecedor, vai ajudar! Abraço!

      • Shirley Portugal diz:

        Nossa Daniela, igualzinho a minha filha, ela tem apenas 18 anos e tem estes sintomas, fica doente mesmo, eu vou falar para ela ir a um ginecologista para fazer o tratamento. Também vou procurar pelo livro, pode ser que encontre online, pois aqui em Portugal pode não estar a venda. Muito obrigada pela sua resposta. Abraço!

  • Sula Laiane diz:

    Estava precisando.

  • Jarlenys Dias- Portugal diz:

    Olá, querida Paty!

    Essa mensagem detox está ajudar-me. A primeira que já devia ter feito há muito tempo: desativei temporiamente a conta do facebook. A minha mente estava cheia de lixo de informações que nada acrescentava na minha vida espiritual. A esposa do pastor alertou-me que estava mais focada nas coisas do mundo através das redes sociais. Tu que via, clicava e compartilhava. E pior a minha mente ficou cheias de lixo que nem sobrou o espaço para coisas de Deus. O que fiz? Desativei. Agora sinto-me como se não preocupasse o que está acontecendo mesmo que amigos não sabem nada e nem eu deles. É bom viver sem preocupaçoes.

    Ah, já me esquecia! É só para saber que aqui na minha Sede de Lisboa, chegaram os seus livros! Uhu! Fiquei muito contente mas com pena de não ter money nesse momento. O que interessa já estão aqui para eu lidar com gasto. Apesar de poupar mas mesmo assim gasto a toa. rsrs

    Que Deus lhe abençoe blindamente
    Beijinhos doces 😀

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Você está certa, Paty!
    Ou crescemos de uma vez por todas, ou as situações continuarão nos engolindo – e por nossa própria responsabilidade.
    Beijos,
    Vânia

  • Daniela diz:

    Excelente Post. Minha terapêuta deu um exemplo muito válido sobre a diferença entre ser um adolescente e um adulto. O primeiro age e DEPOIS avalia ou sofre as consequencias. Já o segundo avalia primero as consequencias ANTES de agir. Essa ordem faz toda a diferença! Mesmo sendo conceitos extremamente básicos, tomei como uma diretriz para a vida adulta! Beijos e boa semana a todas.

  • Fernanda Tavares diz:

    oi Paty, frase do mês: “sejamos blindetes e não bobetes” gostei desta, quando a cabeça não pensa o corpo padece mesmo, mais um exemplo, aquela reunião de família, too mundo come, e eu no regime, não adianta depois reclamar porque está gorda, porque comeu tanto?
    o negócio mesmo é cuidar da nossa própria vida.
    bjos e um mês de vitórias para todos nós.

  • Tatiana Rocha diz:

    Como sempre seus textos são uma maravilha! Fonte de discernimento e carinho para nós! Mais uma vez obrigada Paty! Sou sua fã!

  • Rosângela Nascimento diz:

    Excelente post! Obrigada por todos os conselhos… bjs.

  • Vilma diz:

    É isso ai Patrícia…Quem Planta colhe!
    Não podemos mudar essa lei da vida.

    Temos que pensar antes de falar…
    Como diz o Bispo Renato Cardoso:”o dia que descobrirmos que pensar é de graça”….Nossa vida será outra.

    Obrigada por mais uma dica de Vida!

  • ELZA diz:

    Nussss!! Q verdade doída!! Como queremos plantar limão e colher laranja??Impossível!!! Parabens, pelo post..

  • Leticia Vianna diz:

    Meu problema é com gastos , sempre prometo reduzi-los e nunca consigo , vou analisar o que me leva a gastar e para de remediar esse problema quando as contas apertam.

  • Daiana Schemes (Rio Grande do Sul) diz:

    Boenas Pati!

    Woww rsrsrs amei 🙂 mas tá louco de especial esse desafio hehe.

    Um abraço pra ti guria, do tamanho do Rio Grande!

    • Patrícia Lages diz:

      Sacramento!!

  • vanessa diz:

    Dicas maravilhosas 🙂

  • Michelle Araruna Felipe diz:

    Bom dia Patricia, Graça e paz , olha simplesmente perfeito, recebo a critica construtiva!

  • Joselene Lima diz:

    Esse é o mal de algumas pessoas, estão sempre se fazendo de vítimas!

    • Patrícia Lages diz:

      Joselene, vc tinha sumido!! Fez falta!! 🙂

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: