Desafio da Prosperidade #30 – Não perca tempo com quem não vale a pena

28/07/2014

Desafio da Prosperidade #30 – Não perca tempo com quem não vale a pena

É isso mesmo. Nem todo mundo merece o seu tempo e atenção, então fique esperta! Você já deve ter passado…

É isso mesmo. Nem todo mundo merece o seu tempo e atenção, então fique esperta!

Você já deve ter passado por situações em que só queria ajudar alguém, mas foi terrivelmente mal interpretada. Você empregou seu tempo, suas energias e até o seu dinheiro para fazer alguém enxergar uma situação que precisava ser mudada, mas, ao contrário do agradecimento que você esperava, veio uma resposta atravessada.

  • Vá cuidar da sua vida!
  • Se acha que pode fazer melhor, vá em frente!
  • Você é uma preconceituosa!
  • Deixe-me cometer meus próprios erros!
  • Você está me julgando!
  • Tá pensando que é melhor do que eu?
  • Puxa, e eu que achava que você era minha amiga…

 

No ambiente de trabalho não é diferente. Você vê que o cliente é mal-tratado, que as coisas são feitas de qualquer jeito, que o padrão de qualidade praticado é básico demais, mas por mais que você fale, sugira soluções e tente fazer as coisas melhorarem, mais as pessoas te odeiam. Por que isso acontece?

Há um Provérbio de Salomão que diz:

“Não repreendas o escarnecedor, para que não te odeie; repreende o sábio, e ele te amará.” (Prov. 9:8)

Aí você fala: sujou! Não sei o que é escarnecedor! rs… rs… Consultando o dicionário (coisa que faço frequentemente), vi que escanecedor é aquele que zomba das pessoas, ou seja, aquele que não está nem aí.

Quando tentamos ajudar alguém que não está nem aí, o resultado é esse acima. Além de a pessoa passar a nos odiar, ela fará outras nos odiarem, afinal, ninguém gosta de fazer nada de errado sozinho. Todos os acomodados e os “tô nem aí” querem ter os seus apoiadores.

Então, amiga, não perca tempo com essas pessoas, pois enquanto você dá confiança a quem não quer nada com nada, as pessoas que querem ficam a ver navios. Seu desafio da semana é se afastar das pessoas que lhe fazem mal. Aí você pensa: “mas isso não é errado? Não devo ajudá-las?” Só podemos ajudar quem quer ser ajudado e não será impondo ou tentando fazer entrar algo forçadamente na cabeça do outro.

Faça o que elas mesmas sugerem: fique na sua, cuide da sua vida. Quando elas precisarem, saberão a quem recorrer. Enquanto isso, continue buscando o melhor e invista tempo em quem vale a pena. Se a empresa onde você trabalha não está sabendo reconhecer seus esforços e não cresce, procure um lugar que esteja de acordo com os seus padrões e não se molde pelos baixos padrões deles. Falaremos mais sobre padrões amanhã. Não perca! 😀

Nos vemos!

32 comentários

    Não vejo a hora de ler o post de amanha e aprender mais sobre esse assunto…

    BOM DIA, D. PATRICIA.

    Concordo plenamente com este texto, gosto muito de ajudar as pessoas aconselhando-as quando observo que elas precisam mudar em algo. Mas muitas vezes sou mal interpretada, ai digo para mim mesma que preciso controlar a minha língua, Como devo agir, preciso de uma orientação.

    Um abraço.

      Não faça nada, Maria. Fica na sua!! rs… rs…

    Ameiii…foi confirmação de Deus pra mim, estava precisando muito dessa palavra, pois me envolvo muito em ajudar as pessoas e infelizmente tem sempre aqueles que não fazem e só criticam os que fazem. Deus te abençõe!

      😀

    Já passei por isso e foi bem constrangedor , só estava querendo ajudar mas recebi como resposta um “eu sei das minhas obrigações” no momento fiquei muito chateada mas depois simplesmente fiz o que a pessoas indiretamente quis me falar , ou seja “cuida do seu serviço que do meu eu cuido, aqui não tem nenhuma criança e sei de minhas responsabilidades” , já houve situações depois desse episódio que surgiram problemas que eu poderia solucionar com mais facilidade que ela mesma … Mas não o fiz pq como ela mesmo havia dito problemas dela ela mesmo resolve então deixei de lado e sinceramente me stresso menos me preocupando apenas com o meus afazeres..

    Ahh Paty parabéns pelas suas conquistas 😉

      Eu teria feito o mesmo! Bjs

    Olá Patricia , muito forte , já estou neste desafio #30 , mesmo preocupada , estou na minha, e esta fazendo tão bem ainda mais que você disse que na hora certa vem procurar ajuda , não estou sendo errada ,puxa bacana mesmo !
    Me permita ? E não somente em uma empresa o dia -dia também feri o financeiro, para ajudar quem não merece é muito bom entender esse desafio #30 bjs.

    Paty,

    Obrigada esse texto abriu meus olhos agora veja o meu caso o que devo fazer?

    Trabalho com uma pessoa q e super grossa vive me dando mal resposta,não da um sorriso p mim sempre de cara amarrada e ela vive fazendo coisas para me prejudicar por exemplo eu largo serviço 18h ela larga 18:30 ela tem que fecha a sala só que ela desce atrasada ou deixa a bolsa dela na minha mesa e diz que vai no banheiro e pede para eu esperar quando ela voltar final das contas saio 4 minutos depois do meu horário o que eu faço ela e uma pessoa grossa e desculpa pela palavra folgada. Eu sou muito correta com meus horário nunca fiz nada para prejudicá-la.
    Obrigada

      Oi, Debora. Esse tipo de pessoa que vc descreve só se “vence” fazendo exatamente o contrário. Se ela é grossa, vc deve ser educada. Se ela não dá um sorriso, sorria vc para ela. Se ela faz coisas para te prejudicar, ajude-a. E o fato de vc ir embora apenas 4 minutos depois do seu horário (se entendi bem), não me parece um problema. São apenas 4 minutos… Se vc agir fazendo o bem a ela, a tendência é que ela fique tão sem graça, que vai parar de te perturbar. Bjs

    Aj Pat…o duro quando a pessoa que faz isto com vc, mora debaixo do seu teto. …

      Sim, Gisele, posso imaginar. Mas não se deixe contaminar. Fica firme! 😀

    Muito bom Pati! Realmente existem pessoas que não querem nossa ajuda e só querem nos colocar para baixo. Precisamos fugir de pessoas desse tipo, pessoas que nao nos ajudam em nada e só nos fazem sentir pior.
    https://omundocoloridodebia.wordpress.com/

    MUITO FORTE! Amei o Post e pela primeira vez eu entendi bem o que é escarnecedor, antes eu imaginava que eram apenas as pessoas que faziam brincadeiras por tudo, que zombavam de tudo, mas essa atitude de: “não estou nem aí, me deixe errando que da minha vida cuido eu” eu não sabia! Foi um esclarecimento que me fez até mesmo interpretar melhor a Bíblia agora! 😀

      Nada como um dicionário para nos ajudar!! 😀

    Oie Paty, estou em uma situação difícil, há 1 ano trabalho na loja da minha tia, mas agora estou tendo a oportunidade de fazer uma sociedade para trabalhar no próprio negócio. Na loja as coisas não vão muito bem, o faturamento caiu muito e constantemente falta dinheiro até para repor a mercadoria. Não sei o que fazer, como explicar para ela que vou sair, por ela estar nesse momento tão delicado, não quero ser mal interpretada, nem que fiquem mágoas, ressentimentos. Ela me diz que as coisas vão melhorar, e que não sabe o que vai fazer o dia que eu sair, pois não confia em mais ninguém para assumir o meu lugar, e não tem condições de pagar um salário melhor para essa tal pessoa. E tem o meu marido que está fazendo uma pressãozinha, pra nós firmarmos a sociedade logo. Como devo agir paty?
    As suas dicas tem sido de grande valia para mim… parabéns pelas conquistas alcançadas, e estou anciosa pelo lançamento do bolsa blindada 2. bjOs

      Oi, Karina. Entendo a sua preocupação com a sua tia, mas acho que vc deve dar mais ouvidos ao seu marido do que a qualquer outra pessoa da família. Vc esteve com ela até este momento, mas não é responsável pelo sucesso ou fracasso do negócio da sua tia. O responsável é o dono e se ela não sabe o que fará quando vc sair, é hora de que ela comece a pensar num plano B. Não é justo colocar toda a responsabilidade nos ombros de outra pessoa e ainda por cima não remunerá-la adequadamente. Avise à sua tia que vai sair (se essa for a sua decisão) e, se possível, diga quantos dias mais poderá ficar até que ela arranje outra pessoa. Cumpra o acordado e parta para a sua própria oportunidade. Bjs!

    Boa tarde Paty,
    Primeiramente Parabéns pelas conquistas e que Deus continue lhe abençoando e dando está sabedoria maravilhosa que tem nos ajudado e até mesmo nos tirado do buraco não só financeiramente mais em todos sentidos.
    Quanto ao post de hoje maraa, disse tudo que preciso saber agora só me basta por em prática. Pois sofro muito com isso acabo pegando os problemas dos outros e fazendo deles meus e o pior esqueço da minha vida e do mal que faz. Será que se pode fazer isso com marido também? Pois ultimamente tenho passado situações que só Jesus. Por querer ajudar ele interferir tenho sofrido. Mesmo que as vezes ele reconhece e até agradece pela minha ajuda. Mais sempre antes de chegar este ponto já brigamos muito.
    Mais deixo Beijos e és muitooooo especial.

      Oi, Viviane. Nós não podemos tirar das pessoas o seu direito de escolha e não podemos também querer poupá-las de tudo. Cada um tem que ser responsável por suas atitudes, então deixe o seu marido tomar suas decisões, ainda que vc veja que ele vai se dar mal. No seu lugar, eu o avisaria de algum problema, mas não me intrometeria na decisão dele. Se ele tiver problemas e vc o avisou, ele reconhecerá que, futuramente, deverá ouvir mais a sua opinião. Mas fique atenta para esta dica: NUNCA diga a ele a frase “eu te avisei!”. Pode crer que se ele se deu mal, não vai precisar de ninguém colocando-o mais para baixo ainda. Ele vai lembrar que vc avisou, não precisa se indispor para se autoafirmar. Faça parte do time dele! Bjs

    Pura verdade!

    Já passei muito por isso, até aprender o que a senhora disse.

    Boenas!!

    Ma nem me fala Pati, tem uns aí que são mais grosso que porta de cofre 😉
    Baita desafio, um beijão pra ti guria.

    Dai.

      hahahahahaha… essa é nova! Vivendo e aprendendo 😀

        😉

    As vezes querendo ajudar acabamos jogando pérolas a porcos…Triste realidade!!!!

    Eu aprendi e tenho aprendido com gente que se importa e me ensina.Então achei que dava certo para todo mundo…Mas o que recebi em troca todas as vezes que tentei ajudar falando algo?
    Todas essas respostas aí de cima,por isso vou seguir seus conselhos,e olhar só para Deus que está no controle de tudo….

    Oi Pati, há algum tempo percebi a necessidade de me afastar dos “escarnecedores” que conheço. Lutei por isso e consegui, agora estou com uma vida muito melhor e conseguindo resolver minhas coisas. Estas pessoas além de tudo, atrasam nossas vidas!!
    Beijinhos e que Deus a abençoe!

      Elas sugam nossa energia e isso não é nada bom. Parabéns, continue sem os sangue-sugas! 😀

    Paty, na minha empresa eu sou exatamente assim, pois por natureza eu gosto de ensinar as pessoas, mas vejo que as pessoas realmente não querem aprender e por conta disso o padrão da empresa é baixíssimo. Tenho orado muito a Deus para conseguir outro emprego. Mas será que eu não deveria tomar um ato de fé e sair mesmo sem ter algo em vista? pois não é nessas horas que devemos usar a fé? Pois estou há tempos orando e ainda não encontrei. Será que não é exatamente isso que Deus está esperando que eu faça? Abs

      Oi, Juliana. Temos que usar a fé inteligente e, particularmente, não acho bom sair sem ter outra coisa em mente. Vc está buscando esse novo emprego como? Está se empenhando em encontrá-lo? O que pode fazer para encontrar estando ainda nesse emprego?

    Poxa Patricia,tenho aprendido muito estou lendo o livro e cada post tem falado!
    Vivi muito isso em minha casa com minha falecida mãe,estava sempre tentando ajudar os irmãos e sempre se dava mal,ainda se prejudicava por conta deles,e na verdade ajudar também nunca conseguiu!

    Muito bom!

    É Bem isso Mesmo!
    Ajudar a quem Quer ajuda…
    E Não a Quem Se Sente incomodado Por Ser Ajudado.
    Dica Excelente!!!

    Obrigada.
    Mais uma Vez.
    Deus Abençoe.

    Tem uma frase muito comum em italiano que diz ” No me ne frega niente!”. Significa mais ou menos ” Eu não dou a mínima!” Toda vez que passo por uma situação que tenho vontade de ajudar, de me meter, mas sei que estou no meio de escarnecedores, eu aplico esta frase mentalmente. Já fui algumas vezes desprezada e zombada por querer ajudar sem ter sido solicitada. Cansei! Agora só ajudo quem me pede ajuda. Sou educada e polida, mas só abro a boca quando me perguntam. Em caso de amigos e parentes, eu ainda falo de forma suave, mas se eu sinto que não tem receptividade… Ahh, no me ne frega niente! E tudo se resolve! rs

Gostou? Comente aqui!

Deixe um comentário




Outras notícias


Produtos




TV Patrícia Lages




Não perca nada. Seu dinheiro agradece!

Digite seu e-mail no campo abaixo para se
inscrever em nossa newsletter.

Shopping cart

0

No products in the cart.