Não é porque estamos em feriado prolongado que vamos deixar nossa vida financeira e profissional de lado, afinal, somos blindetes! Confira o desafio #16!

Hoje o Desafio é completamente diferente! Encontrei em um post de Renato Cardoso um tema de extrema importância e sei que não vou conseguir explicar sobre a incompetência melhor do que ele. Por isso, resolvi colocar um link para você se inteirar do assunto e tirar essa semana para promover uma mudança de hábitos na sua vida cotidiana e em sua carreira também.

Clique aqui para ler e aproveite para deixar lá o seu comentário. Não esqueça de dizer que você é uma blindete e coloque #BolsaBlindada 🙂

Nos vemos!

 

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • Patrícia, em qual site eu posso mandar vir o seu livro “Bolsa Blindada” para Portugal? Gostava muito de adquirir o livro mas não estou achando como posso encomendar pela Internet

    • Oi, Patricia. O melhor seria baixar a versão e-book, pois o livro físico para Portugal sai muito caro. Tente na Amazon ou em outros sites de e-book que estejam disponíveis para o seu país. Beijos!

  • Olá, Patrícia,
    Li o artigo no blog do Renato Cardoso, é muito interessante. No meu caso, trabalho em uma Empresa Pública e me sinto muito frustrada com o meu trabalho. Procuro atender bem, e apesar da falta de treinamento, busco aprender com os colegas. Mas, a empresa é muitíssimo falha, o sistemas sempre estão sempre fora do ar, é tudo muito burocrático. E qual o resultado disso: clientes mal humorados, que descarregam a raiva nos atendentes. Me sinto impotente, desmotivada. Gostaria de Dicas para lidar com os clientes nesses casos. Para mim chega a ser angustiante trabalhar o dia todo ouvindo críticas e reclamações por um serviço sobre o qual eu não tenho nenhum controle.

    • Imagino a frustração, Suze! Os serviços públicos tendem a ser assim e quando vc leva sugestões aos superiores raramente eles querem ouvir… O que eu faria no seu lugar seria tentar descobrir mecanismos que você pudesse usar para melhorar o atendimento que você dá às pessoas. Faça com que elas vejam que você realmente quer ajudá-las, mas há coisas que você não pode fazer. Seja atenciosa e tente não levar as broncas das pessoas para o lado pessoal. Elas, na verdade não estão bravas com você, mas com o sistema em si. Pense numa forma que vc não dependa tanto desse sistema falho. Depois me conte, OK? Bjs

      • Olá, Patrícia. Há um tempinho que te acompanho.
        Gosto muito da área financeira. Suas dicas são ótimas pois vão além disso. Propõem uma qualidade de vida.
        Já tinha lido o artigo no Blog do Bispo Renato, mas meditar em bons posts nunca é demais, não é mesmo? Como recomendou, voltei a lê-lo. Sempre há alguma coisa que captamos a cada leitura, algo que às vezes deixamos passar.
        Também sou funcionária pública, como a Suze. Lidou com todas situações citadas por ela diariamente. Realmente é frustrante e desmotivador, principalmente na parte financeira. Porém, resolvi investir em mim, buscando conhecimentos que me valorizasse não só profissionalmente, mas também individualmente, como pessoa. Sabe o que acontece?Mesmo não tendo a valorização do sistema como um todo, tenho o reconhecimento e a credibilidade das pessoas as quais trabalho diretamente. Às vezes sou até solicitada como consultora ( pelos meus chefes) para opinar sobre determinados temas como leis e para realização de pesquisas diversas. E de quebra ainda tenho o agradecimento de alguns usuários dos serviços a qual estou atrelada. Só falta melhorar a parte financeira, rsrs. Beijos.

  • patrícia não sei como sair das dividas recebo um pouco mais de um salario, mas com os descontos seja ser menos que o mínimo não quero mais ser endividada mas com o meu salario não consigo paga oque deve e min manter (tenho uma filha pequena )min orienta por favor

  • Muito bom o post no blog de Renato Cardoso, e como disse lá, estou mudando hábitos em minhas atitudes mas principalmente nos meus pensamentos,pois sei que tudo o que preciso mudar, começa primeiro dentro de mim.Tem uma frase que me incentiva muito:”São os eventos de nossa vida que nos moldam,
    Mas são nossas escolhas que nos define.”
    Obrigada Patricia,por nos dar tanto.Bjs

    • É só começar desde o primeiro. Busque os anteriores na tag “Desafios”do blog. Seja bem-vinda! Bjs

  • Olá Patrícia!
    Bem, faz tempo que estou pra deixar este recado, e hoje é o dia!!
    Desde que comecei a ler seu Blog e fazer o desafio, sempre me perguntei: Como vou fazer pra ganhar uma grana extra??
    Eu trabalho em uma empresa de consultoria, tenho um bom salário, mas nunca me sobra nada… Trabalho 8 horas por dia, e até chegar em casa, não me sobra muito tempo… ESSA ERA MINHA DESCULPA!!
    Até o dia que tirei férias, e coloquei em prática o que aprendi aqui no Blog!
    Comecei a fazer artesanatos com Feltro. Fazia muito tempo que pesquisava sobre isto e sempre amei todo tipo de artesanato.
    Fiz os primeiros modelos, como Capa de Celular e alguns personagens de Desenhos Infantis… Quando as férias acabaram levei para o meu trabalho para mostrar para os meus colegas… Ainda sim, estava sem esperança que conseguiria vender alguma coisa, e se conseguisse pensava que seria somente no primeiro mês, e que depois não teria mais procura. ESTAVA MUITO ENGANADA!!
    Desde o primeiro dia, está sendo um sucesso!!!!!
    Toda semana tenho encomendas! Acabei fazendo um Blog para divulgar mais: http://o-cantodossonhos.blogspot.com.br/
    Este mês com o valor das vendas, consegui pagar a prestação da minha casa!!

    Estou muito feliz com o resultado!!

    Aprendi que temos que nos Organizar, Resistir e Dizer Não ao desperdício e Acreditar que Somos Capazes!!

    Att,

    Patrícia Soares

  • OIPatricaLi o blog Bispo Renato o que ele escreveu falou comigo eu ja estou mudando meus habitos mais o que ele escreveu vou mudar mais.Uma coisa que eu quero falar o quemais me fez enxergar mais quando vce estava falando da prosperidade de Jose Do Egito.Ali eu pode percerber como eu estava errada ,Jose foi injusticado mesmo assim ele fez so que agradava DEUS e ele nao reclamava ele deu o melhor ali eu pode perceber que em vez deu ficar reclamndo que eu fui injuticado,mais eu nao estava dando o meu melhor agora eu pode ver como eu estava fazendo as coias de qualquer maneira.Obrigado Patricia por essa menssagem por atrvez dessa menssagem eu pode enchegar como eu tenho que mundar .Que DEUS te abencoe. lucia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *