Será que você tem mesmo noção da importância do controle financeiro na sua vida em geral? Veja como fazer isso na prática do dia a dia e entre no nosso desafio 2020!

A importância do controle financeiro

Primeiramente quero desejar (mais uma vez) a você que nos acompanha por aqui um 2020 incrível!

Provavelmente você recebeu votos (e também desejou) de prosperidade para este novo ano.

Porém, nós que somos “blindetes”, temos que ir além dos desejos.

De nada vai adiantar apenas querer ter um ano próspero se não implementarmos ações de prosperidade no nosso dia-a-dia.

Por isso, separei uma primeira dica para você refletir e ver se realmente tem uma resposta para essa pergunta:

Você considera mesmo que um controle financeiro é de suma importância?

Pergunto isso porque, ao longo dos 8 anos de blog e dos atendimentos que faço constantemente, vejo que as pessoas não reconhecem a real importância desse controle.

Há quem diga que faz uma planilha, que sabe quanto gasta e quanto ganha, mas o controle em si, pouca gente faz.

E o que é esse controle afinal?

É o seguinte:

Não adianta apenas anotar tudo o que entra e tudo o que sai, o que é preciso, de fato, é saber o que fazer com essas informações.

Muita gente me escreve dizendo basicamente o seguinte:

Tenho anotado tudo, mas continuo gastando demais e me arrependo depois!

O que está faltando para essas pessoas é exatamente isso: CONTROLE.

 

Como ter um controle financeiro no dia a dia

O que você precisa fazer definitivamente é ter controle sobre o que gasta.

Geralmente as pessoas reclamam muito das contas normais como aluguel, condomínio, água, luz etc.

Porém, se você colocar no papel os seus demais gastos como comer fora, carro de aplicativo, salão de beleza etc., vai ver que gasta bastante nesse tipo de coisa.

A ideia não é que você corte tudo, mas que preste atenção ao que gasta.

Por exemplo: uma seguidora comentou que gasta demais com as necessidades do bebê.

A princípio, parece que não tem jeito, afinal, ela não vai deixar de ter um bebê…

Mas pergunto no que exatamente ela gasta, se eram fraldas, roupinhas, farmácia etc. e a resposta foi:

“Fraldas eu tenho até os 18 meses e meu bebê ainda tem 5. Roupinhas eu até cheguei a perder de tanto que ganhei e ainda tem muita. Farmácia, graças a Deus não gastei nenhum centavo ainda!

Então, perguntei novamente o que era responsável pelo “gasto demais” e ela respondeu:

“Brinquedo toda semana e coisinhas para decorar o quartinho… Não é necessidade, né? Agora está caindo a ficha…

É disso que estou falando!

Às vezes você assume um gasto sem pensar e não se dá conta de que ele é desnecessário.

O que um bebê de 5 meses vai fazer com tanto brinquedo?

Somando esses pequenos gastos, o bebê dela poderia ter uma continha com mais de 300 reais em apenas 5 meses!

Só que, na cabeça dela, seria impossível poupar com a vinda do bebê.

Esse tipo de coisa é dito e repetido milhares de vezes: “criança traz muito gasto”.

Porém, será que é a criança mesmo?

No desafio de hoje, use o seu fim de semana para passar um pente fino nas contas.

Veja no que você pode estar gastando por gastar e corte sem dó.

Afinal de contas, será mais dinheiro para você usar em coisas melhores para si mesma!

 

Curso “Gerenciando a si mesmo”

Está sabendo da nova turma do meu curso on-line Gerenciando a si mesmo?

Aproveite para dar uma olhada na programação das aulas (são 48!) e em todos os temas abordados.

Tenho certeza de que será um novo norte nas suas finanças, carreira profissional e aprendizado para 2020.

Todas as informações sobre o curso estão neste link: https://cursos.patricialages.com.br/

 

Confira os próximos desafios:

Desafio 2 – O que lhe impede de mudar de vida?

Desafio 3 – “Não sei por onde começar”

Desafio 4 – Mude seus hábitos financeiros e cresça

 

Nos vemos amanhã no resumo da semana!

 

Jornalista, especialista em finanças, autora de 5 best-selleres, colaboradora dos programas Mulheres (TV Gazeta) e Escola do Amor (Record TV). Colunista do portal R7 e youtuber.

  • Estou acompanhando faz pouco tempo o seu blog e o canal no YouTube, estou me interessando cada vez mais pelos assuntos abordado no blog e nos vídeos do canal, já estava vendo desafios antigos e buscando colocar em prática..
    Que maravilha, vou já iniciar o ano de 2020 participando desse desafio…

    Parabéns pelo seu trabalho Patrícia para mim já é uma inspiração.

  • Oi Paty! Segunda eu fui no Mercado Municipal de SP, levar meu filho para conhecer e aproveitar e comprar alguns itens que preciso usar no meu novo empreendimento. Eu só tinha ido lá uma vez, quando era adolescente. Fiquei tão encantada com tudo, que acabei gastando o que não poderia… Me senti uma idiota por ter me deixado levar… Arrependida até o último fio de cabelo, branco ou não… Então, como não adianta chorar pelo leite derramado, tentei transformar o erro em aprendizado. E bateu exatamente com o teu texto de hoje. Não adianta colocar na planilha o que foi gasto se a gente não controlar o consumo, não importa o tipo. E um bom exemplo do tipo de consumo é que comprei frutas caras. Mas, não tenho como vender doces caros. Então, eu provei o sabor amargo da compra por emoção. Horrível. Até o próximo post!

  • “criança traz muito gasto”
    casar engorda
    se não se endividar, a gente não consegue nada na vida

    Gente, como temos crenças circulando na sociedade, daria um livro.

  • Patricia, entendo o que quer dizer…

    Há anos te seguindo e só consegui fazer planilha em outubro 2019…😅
    O controle Fica muito mais fácil. Não é automático, planilha não me faz parar de gastar.. Mas o fato de saber o que tenho que pagar nos meses seguintes me permitiu parar de pensar em gastar o dinheiro que poderia utilizar pra pagar contas, planejar férias e assim pagar tudo à vista em vez de tapar um buraco criando um outro

  • Vamos Patrícia! Rumo a um 2020 determinado por nós mesmas através de escolhas inteligentes que aprendemos aqui no blog. Sucesso!

  • Oi Patrícia que massa essa dicas é tenho que ser determinada e começar uma coisa e terminar ,meu controle financeiro em 2020 vai da certo …

  • Olá Paty tudo bem ? Parabéns pelo seu crescimento no trabalho de nós orientar a tomarmos decisões financeiras certas.

    Pois é Paty, já percebi que não basta apenas ter uma planilha e registar as receitas, as despesa fixas e variável, arbitrárias. Mesmo assim você pode continuar vendo seu dinheiro indo para o ralo ou melhor para um bolso furado. Embora com a planilha tenha aprendido a planificar as prioridades, e nisso fui muito bem mas algumas coisas escaparam. Durante os últimos dias de 2019 senti necessidade de me aprofundar e, graças a Deus tenho enchergado que posso mehorar ainda mais a minha condição financeira, estou desenhando estratégias de tirar mais dinheiro através do controlo financeiro e fazê-lo trabalhar para mim bjs..!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *