Conhecimento: aprender é chato?

Esta é a “Semana do Aprendizado”! Portanto, vamos postar textos de hoje a sexta-feira voltados ao tema. Quem acompanhar vai terminar a semana com mais conhecimento, você topa?

Conhecimento

Conhecimento: aprender é chato?

Quando dou palestras para adolescentes é bem comum que eles, logo de início, comecem a me testar para saberem até onde podem ir. O jovem tem essa coisa de querer ultrapassar os limites e, para isso, precisa saber quais são eles.

Se você é professor ou convive com os chamados teenagers sabe bem do que estou falando!

Muitas vezes tenho que me posicionar de uma forma mais enérgica, deixando claro que o momento da palestra não deve ser confundido com a hora do recreio.

Em uma ocasião, iniciei a palestra, dizendo: “Hoje vamos aprender a lidar melhor com o dinheiro…”, mas fui interrompida pelo grito:

“Credo, aprender é muito chato!”

Logo identifico o dono da frase: um garoto que está sendo aplaudido e cumprimentado por seus colegas por ter a coragem de dizer “na minha cara” o que todos gostariam de falar.

Quando a comoção inicial passa, retomo a fala e digo:

“Você está enganado. Chato é ser burro!”

A gritaria recomeça, mas agora, os mesmos colegas que cumprimentaram o garoto “corajoso”, passam a rir dele.

Mais uma vez retomo minha fala e digo:

“Uau, vocês realmente são jovens com opiniões bem fortes, não? Em um momento apoiam um colega e, 15 segundos depois, o ridicularizam. Vocês realmente têm muito o que aprender. Todos vocês!”

É um tom um tanto pesado, reconheço, mas eu sabia que seria uma das poucas coisas que os faria sentar e ouvir. É o famoso termo em inglês tough love que, em português, seria algo como “amor rude”.

Pior que isso é o fato de que muitos adultos agem assim, pois só se dispõem a aprender algo quando são obrigados a isso. Preciso dizer o quanto essa atitude é negativa?

O ensino no Brasil

O Programa Internacional de Avaliação de Estudantes – PISA, Programme for International Student Assessment – que avalia o ensino em 65 países,  classificou o Brasil no 53º lugar.

Temos uma das médias mais baixas do mundo em matemática e o desempenho em leitura ficou 80 pontos abaixo da média. Triste, não? (Para mais informações sobre o assunto, clique aqui).

É difícil ouvir quase todos os dias, dos únicos seres dotados de raciocínio, que aprender é chato! A pergunta que sempre me vem à cabeça é: o que é legal então?

Dizer que não sabe nada? Que não tem ideia do que fazer? Que prefere ficar de bobeira no Facebook, fiscalizando a vida dos outros do que ler um livro?

Para onde esse tipo de pensamento vai nos conduzir? Para uma posição ainda pior entre os demais países do mundo?

Por essas e outras não é difícil encontrar alguém que ache barato um jeans de 100 reais (que vai “causar” na balada), mas considere caríssimo um livro de 50.

Por isso eu sempre digo: em um país onde as pessoas detestam estudar, não têm interesse em aprender e fazem nada mais que o mínimo, é muito fácil se destacar. 

Aproveite a “Semana do Aprendizado” e reserve na sua agenda um tempo para aprender alguma coisa que vem adiando ou que precisa aprender. Tenho certeza de que você não vai perder nada com isso!

Deixe nos comentários sobre o que vai estudar esta semana e, assim, vamos motivar umas as outras, que tal?

Lançamento “O sucesso não cabe na bolsa”

CapaFaltam 3 dias para lançamento do meu quinto livro. Uhuuuuu!

“O sucesso não cabe na bolsa” já está em pré-venda e você pode garantir o seu exemplar no site da Saraiva, clicando aqui.

Você vai receber em casa e começar a traçar o seu sucesso, aquele que vai muito além da conta bancária!

E se você está em São Paulo, convido a estar comigo no lançamento que acontecerá na Saraiva do Morumbi Shopping, dia 12/04, às 19h30.

Nos vemos aqui ou na Saraiva!

Jornalista especialista em finanças, autora do best-seller Bolsa Blindada, colunista do programa Mulheres, TV Gazeta e youtuber.

  • JUSSARA MERCALDI DONADON diz:

    Ola Patricia que legal a semana do aprendizado adorei , estou tentando aprender ingles um pouco por dia. eu adoro aprender e quero mto ficar ligada no que vc tem a dizer durante esta semana do aprendizado. Parabens e mto sucesso com o novo livro. o bolsa blindada eu ja tenho e gostei mto. bjus.caso venha autografar em Ribeirao Preto/SP avise .

  • michelly diz:

    Que tapa necessário! Fui professora de inglês para adolescentes durante um tempo e sei bem o que é esse comportamento. Concordo plenamente que fica fácil se destacar pois a maioria dos profissionais não querem nem fazer o mínimo, e ainda difamam os que se destacam dizendo que eles “tem sorte” ou tem caso com o chefe. Adoro seus textos, Patrícia. Verdadeiros e necessários.

  • PATRICIA INFANTI diz:

    Oi Paty! Tudo bem? Eu já dei aulas de inglês para teenagers e, como vc, sempre tive uma resposta na ponta da língua para colocar essa trupe do barulho no lugar deles. E eles me adoravam! Acho que é isso o que falta: quando a gente tem esse tipo de atitude, a gente mostra que se importa com eles e é isso o que eles precisam sentir. Já inclusive encaminhei o link deste post para o meu filho! bjs!

    • Patrícia Lages diz:

      É isso, Paty. Eles pedem limites porque, no fundo, querem um liderança em quem possam confiar. A liberalidade de pais e professores não faz com que o jovem seja mais seguro, ao contrário. Eles estão tão livres que não sabem o que fazer. Ao final dessa palestra eles até vieram fazer fotos comigo, ou seja, reconheceram que eu estava ali por eles. Beijos!

  • Janeide Santos diz:

    Bom dia Patricia.
    Estou tendo muitas dificuldades com o meu esposo estou começando a trabalhar com chocolate.
    E quero fazer alguns cursos para aprender técnicas novas e diferentes.
    Mas ele fica o tempo todo reclamando no meu ouvido.
    Estou muito chateada eu gosto de aprender porque o conhecimento ninguém tira da gente.
    Mas ele não gosta de aprender nada.
    Mas eu vou em frente e depois dessa semana eu vou querer aprender muito mais.

    • Patrícia Lages diz:

      Vc já tentou entender o motivo de ele reclama com vc? Já perguntou para ele porque de tanta reclamação?

      • Janeide Santos diz:

        Ele reclama porque temos um filho e se eu saio ele tem que ficar com ele.
        E elé diz que atrapalha o trabalho dele.
        Eu Não quero depender dele quero fazer algo que eu realmente tenha prazer

        • Patrícia Lages diz:

          Eu creio que vcs devem conversar melhor sobre isso, pois o filho é dos dois. Porém, se vc impor que ele cuide, provavelmente ele vai pular fora. Escolha um momento apropriado e diga o que vc deseja, que quer fazer algo por prazer e que ele ajudaria muito se pudesse colaborar na educação do filho de vcs. Falando com jeito vc consegue!

  • Silvana diz:

    Parabéns novamente! Puxão de orelha necessário e certeiro!!
    Sempre amei estudar e aprender. Apesar de atualmente, com uma agenda bem complicada devido a problemas de saúde na família, ainda estou desafiando o tempo e fazendo “outra” graduação on line, até quando Deus permitir. Lamento ver tantos jovens que tem o tempo a seu favor e a oportunidade de estar numa sala de aula, agirem assim. Onde será a raiz deste problema? Arrisco dizer que em grande parte começa na falta de tutoria dentro família…Afinal, o ser humano não aprende só com orientações faladas e sim com exemplos!
    Obrigada Patrícia, sua jornada é um exemplo! Não perco seus posts. Abraços.

  • Alessandra Emerick diz:

    Amei o post, porque realmente aprender é o melhor negócio que podemos fazer.
    Como estou cursando Psicologia (e amando), essa semana vou estudar sobre motivação e linguagem.
    Bom aprendizado para todas nós!
    Bjs Paty

  • Patricia Colaço Ricardo Santana diz:

    Olá Patricia!
    Comecei hoje a ler o seu Livro ” Virada Financeira”.
    Tenha uma ótima semana, bjs

    Patricia Santana

  • Eloisa Lages diz:

    Faço exatamente isso com meus alunos, tento passar uma visão positiva de tudo, mas quando saem da linha dou os ‘recadinhos do coração’. Depois muitos agradecem.

    • Patrícia Lages diz:

      Hahahaha…! Isso mesmo!

  • Andrea Poggi diz:

    Há anos tento aprender um monte de coisas ao mesmo tempo…
    sou aposentada e ainda tento aprender inglês para minhas viagens…
    Ultimamente estava tentando aprender a investir como você mesma indicou e acabei por desistir porque não consigo entender…
    Bem, vou lançar-me ao desafio….
    Sinto-me inspirado com seus posts

  • Jéssica Valentim diz:

    Oi Paty! Preciso finalizar um curso online de Facebook Ads. falta os últimos módulos. Por falta de tempo acabei parando e depois não voltei mais, mas vou voltar a fazer essa semana. Obrigada pelo incentivo e desafio! Abraços!

  • leila diz:

    Tenho tanta coisa que quero aprender e retomar o hábito de estudar todos os dias. Mas essa semana, seguindo o seu “desafio” quero terminar um curso de horta em pequenos espaços na EDUK e um curso de administração on line. Escolher duas coisas, uma por hobby outra para ajudar na profissão é muita coisa?

    • Patrícia Lages diz:

      Eu acho sue estatégia ótima! Assim vc aprende algo que precisa e algo que gosta, arrasou!! Bjs

  • Luany diz:

    Ola Patricia, boa tarde.

    Seu blog foi uma das fontes de inspiração para eu escrever meu TCC, na verdade estou no início ainda!
    O tema será: Educação Financeira para os jovens e a importância em sua vida. Iria dedicar o tema especifico a mulher, mas resolvi ampliar para os jovens, pois é explicito como a EDUCAÇÃO, principalmente a educação financeira esta precária em nosso País.

    E quando estava no ensino médio (2009 a 2011), somente no último ano que implementaram a disciplina Educação financeira. Para alguns alunos da minha sala era uma aula extraordinária (assim como era pra mim) e para outros, era pura chatice.
    Parabéns pelo seu blog, venho toda semana aqui lê os textos.
    Adquiri ontem 3 livros seus para agregar conhecimento e também agregar ao meu trabalho de conclusão de curso.

    Beijos

    • Patrícia Lages diz:

      Parabéns!!! 😀

  • Vânia Maria Gabriel de Souza diz:

    Bom dia!
    Fica a dica para quem mora perto de biblioteca (como euzinha aqui, que sou vizinha da Mário de Andrade): me sinto vitoriosa quando abro mão da comilança em frente a tv para ir até lá estudar, ler. A sensação é única e com o melhor dos bônus: “conhecimento”. Beijos

  • Taila Martins diz:

    Obrigado, obrigado, obrigado. Vou ler tudo💟.

  • Dienefer Vendramini diz:

    Tenho me esforçado o máximo para continuar aprendendo. Trabalho como fisioterapeuta e sempre estou estudando. Revendo anatomia e fisiologia humana. Ha quem pergunta o porquê de estudar tanto. Acredito que isso faz diferença pros meus pacientes e pra mim.

  • Francisca diz:

    Oi Paty,

    conheci seu trabalho através da Gazeta, suas dicas sao muito valiosas.Fiz o pedido dos seus livros e estou aguardando chegarem, preciso de umas dicas de como trabalhar educacao financeira em sala de aula com criancas. Desde já , muito obg.

    • Patrícia Lages diz:

      Vamos ter em junho/julho o lançamento de um livro para crianças! Bjs

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: