Benefícios para empregados domésticos: qual sua opinião?

Participe deixando a sua resposta sobre o tema: você acredita que os benefícios dados aos empregados domésticos beneficiaram a classe ou causaram desemprego? A palavra é sua!

beneficios

A lei que concede diversos benefícios aos empregados domésticos como FGTS, 13º salário etc, causou uma grande divisão de opiniões. Há quem creia que, caso não houvesse a lei, esses profissionais jamais seriam reconhecidos por seus empregadores. E há quem creia que o aparente benefício causou danos à classe, pois muitos empregadores abriram mão de seus empregados domésticos e o desemprego se tornou maior.

Qual é a sua opinião a respeito? Você é ou conhece algum empregado doméstico que se beneficiou ou foi prejudicado pelas leis trabalhistas? Conte-nos qual é o seu ponto de vista, pois aqui você tem vez e voz!

B3

E, claro, não deixe de dar uma passadinha na nossa lojinha virtual que continua com as promoções e um frete baratinho! Clique aqui e confira 🙂

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Susan diz:

    Acho que será um benefício para a classe, embora realmente em princípio sempre haverá algum desemprego. Como o Brasil passa um péssimo momento econômico, ficou bem pior para todos, ou seja patrões e empregados. Aliás, acho que o FGTS dos empregados domésticos só saiu em virtude do rombo que o governo Dilma efetuou no FGTS dos funcionários em geral.
    Abraços,
    Susan

  • Renata diz:

    Nenhum direito causa dano à classe trabalhadora, muito pelo contrário. Hoje os trabalhadores domésticos são remunerados de forma mais justa, principalmente nos grandes centros. As trabalhadoras que não mantém vínculo empregatício trabalham como diaristas e contribuem com a previdência de forma autônoma. E conseguem receber remunerações ainda maiores. Ninguém fica sem trabalho. Já algumas famílias que desejam manter alguém que lhes sirva todo tempo, vão precisar de desembolsar uma bom dinheiro, caso contrário que aprendam a dividir as tarefas domésticas.

  • Fabiane diz:

    Tenho uma amiga que foi demitida pois a patroa alegou não poder pg o que a lei quer hoje não conseguiu um emprego fixo e atualmente tem conseguido fazer uma diária a cada 15 dias para quem ficou sem o emprego com dois filhos sendo os dois
    e um deles cursando faculdade ela não esta nada sastifeita

  • ANA MARIA MORAES DE ALBUQUERQUE LIMA diz:

    Eu acho que o complicado se tornou a base de dados para dar o FGTS e os benefícios das empregadas, pois eles fizeram uma tão difícil para o patrão preencher os dados que todo mundo teve que contratar um contador para estar quites com a receita e eles cobram entre 70 reais a 220 reais por mês. Isso onerou as famílias e muita gente está desfazendo das empregadas e ficando no máximo com uma diarista. Abraços,

  • Rozzane diz:

    Creio que todo trabalhador é digno de seu salário e também dos benefícios previstos na lei, mas com certeza prejudicou a classe, pelo fato de que o empregador agora terá um custo maior para manter seu empregado/a doméstico/a e isso tem causado muitas demissões e, por consequência, desemprego.
    Por isso muitos tem optado por fazer faxinas,em vez de ter um empregado fixo. É importante lembrar,porém, que agora, com as modificações nas leis, se uma faxineira trabalha mais de 2 dias por semana na mesma casa, ela será considerada empregada doméstica também, com todos os direitos e benefícios. É bom ficar de olho 🙂

  • Eilma Bezerra diz:

    Os benéficos são válidos sim, para mim tem uma conotação positiva apesar de algumas demissões. Porém, posso afirmar, que muitos empregadores não estão levando a sério as leis trabalhistas, há pessoas que trabalham 14 horas por dia e mesmo assim, na hora de receber o salário não se ver nem a cor das horas extras! Ou seja, muitos “patrões ” conseguem burlar a lei e levar vantagens… Sabe como é né? Estamos no Brasil, onde as leis não tem muito valor. E com o “jeitinho brasileiro” muitos se acham superior a qualquer lei.

  • Lorrane hapuque diz:

    Por um lado foi bom para as trabalhadoras doméstica, mas por outro lado prejudicou, minha mãe já trabalhou muito em casa de mulheres muito ricas na época do FHC, hoje essas mulheres não tem mais empregada como antes, no máximo tem diarista. Mas por outro lado vejo que muitas mulheres hoje não aceitam mais serem exploradas, e muitas delas buscaram outras formas ou seja saíram do comodismo, como foi o caso da minha mãe que hoje é funcionária pública. Isso fez com que o trabalho da diarista ser valorizado, diarista não são nada baratas, conheço muita delas que estabilizaram a sua vida.

  • Daniela diz:

    Sou totalmente a favor. Quantas mulheres trabalharam e muito e não puderam comprovar vínculo empregaticio na hora de se aposentar. O custo de fato é maior, mas ela merecem sim os benefícios.

  • Priscila Gomes diz:

    Patrícia, o que me indigna não são os benefícios. O salário hoje que é de direito das empregadas domésticas de R$ 1 mil é o mesmo de uma recepcionista ou auxiliar de escritório, que muitas vezes tem até nível superior. E qual a qualificação das empregadas para exigirem tanto? Elas possuem direitos, mas cumprem inteiramente seus deveres para receberem os seus direitos? Não estou falando mal da classe, longe de mim. Mas creio q o futuro será cada um cuidar da sua própria limpeza ou terceirizar o serviço para lavanderias, empresas de prestação de serviços. Pois até faxineira tornou-se um artigo de luxo.

    • Danielle diz:

      Priscila, uma empregada doméstica merecia ganhar até mais pelo esforço e trabalho duro que fazem. Uma recepcionista trabalha muitas vezes sentada e dependendo do lugar maior parte do tempo conversando quando não tem clientes.
      Já uma empregada doméstica trabalha horas em pé! Enfim, o salário não é pela qualificação (que por sinal elas são bem qualificadas no que fazem, afinal pra que vc quer nível superior em serviço doméstico?! kkkk ) mas pelo esforço físico e desgaste emocional pq mts cuidam de crianças tbm!!!

  • Josefa diz:

    Minha cunhada é empregada doméstica, e perdeu o emprego por causa disso e também por causa da crise. Mas eu acho muito bom os direitos serem iguais, para que os patrões, der valor a esse classe tão humilhada, em todos os sentidos.

  • Nayane diz:

    Na minha opinião, é necessário. Eles também trabalham, portanto também têm direitos.
    Mas no meu caso, as minhas condições financeiras no momento, me permitem apenas ter diarista em casa, uma vez por semana.

  • Vanessa Ribeiro diz:

    Minha mãe trabalhava de empregada domestica em uma casa de família, porem após sair essa lei a patroa dela a demitiu alegando não poder pagar todos esses benefícios. Acredito que a lei esta sendo justa com os empregados domésticos, pois os mesmos devem receber esses benefícios, porem isso causou desemprego sim! Essa é minha opinião.

  • Cristina zaago diz:

    Eu acho justo eles receberem pelos serviços e tb terem exigencias como cumprir horário fazer um serviço nem feito e etc… eu naum tenho empregada pois creio q se tivesse metade do meu salário iria p pagar. No Brasil estamos muito acostumados a terceirizar os serviços domésticos enquanto em outros países só os muito ricos o fazem. Acho q agora ira mudar a mentalidade. .

  • Débora Rodrigues diz:

    Boa tarde.
    Direitos adquiridos é sempre uma vitória. Cabe agora os empregados domésticos se qualificarem mais e mais, para se tornarem indispensáveis. Eu mesmo tive que contratar uma ED, pois trabalho 8 horas p/dia e tenho quatro filhos, dentre eles dois são menores que 4 anos. Meu marido tem feito um esforço para garantir os direitos dela, e tem no site da receita federal um espaço para gerar o contra cheque mensal. Aí, fica mais fácil fazer os cálculos de Fgts e etc. Vale cada centavo.
    Débora Rodrigues

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: