Amizades virtuais são possíveis?

Creio que você já deve ter ouvido alguma história com final desastroso cujo início se deu com uma “amizade virtual” que se mostrou ser o oposto. Mas será que não pode haver amizades verdadeiras na rede?

amizades

Antes de mais nada quero deixar claro que não sou nem um pouco ingênua quanto os perigos da internet. Ao contrário, como uma pessoa que tem mais de 140 mil fãs no Facebook, tenho meus olhos bem abertos em relação às pessoas com quem troco uma mensagem que seja.

Homens que enviam mensagens com “meu amor”, “linda”, “meu bem” e outros tipos de papinho sem noção são bloqueados na hora. Aliás, homens? Não imagino que um homem de verdade tenha que se rebaixar a ficar procurando mulheres pela internet. Deve ser muito desespero mesmo, coitados…

Aliás, se você dá corda a esse tipo de conversa achando que não tem nada de mais, esteja alerta. Por que um homem ficaria flertando com você pela internet? Qual a intenção de uma pessoa que se esconde atrás de um computador? Sabia que muitos deles são casados, mas acham que “só conversar” pela internet hoje em dia é normal? Você gostaria que seu namorado ou marido ficasse de papinho com mulheres na net? Seja inteligente e não caia nessa. Até Ivete Sangalo cortou o papo do “papai” com uma fã… rs…rs… O mal se corta pela raiz, amiga!

Mas o assunto de hoje são amizades que podem mesmo começar pela internet e se tornarem algo positivo. Tenho 2 exemplos:

Um é de uma leitora de Brasília, a Hammah. Publiquei um texto há uns 3 anos e ela deixou um comentário dizendo que eu não estava passando uma informação muito correta sobre o assunto abordado. Fez algumas sugestões e me passou mais informações a respeito, depois se desculpou por “intrometer-se” no blog. Na verdade não achei intrometimento algum, ao contrário, as observações dela eram muito pertinentes e me interessei em saber mais. Trocamos várias mensagens e a conversa foi muito produtiva para ambas.

Conclusão: descobrimos que temos muitas coisas em comum e frequentamos a mesma igreja, eu em SP e ela em Brasília. Quando eu e meu marido estivemos na cidade dela almoçamos juntas e nos conhecemos melhor. Ela não só esteve no lançamento do meu primeiro livro como me ajudou muito com a organização! Quando ela esteve em São Paulo nos encontramos novamente e a amizade continua até hoje. Foi um prazer conhecê-la, ainda que ela tenha feito um primeiro contato para discordar de um texto meu!

O outro exemplo aconteceu na semana passada quando recebi uma mensagem pedindo que eu retirasse uma ilustração do ar. Tratava-se da artista que fez uma ilustração que usei em um texto meu há mais de um ano. Baixei a imagem da internet, onde constava como “uso livre”, mas na verdade a imagem tinha direitos autorais. Removi imediatamente e me desculpei com a autora.

Conclusão: ela respondeu dizendo que é comum que apareçam imagens como uso livre, mesmo que não sejam, e me deu dicas de sites onde posso comprar imagens por um preço justo para não cair nesse erro novamente. Trocamos vários e-mails e agora conheço uma ilustradora muito talentosa! Algo que poderia ser uma desavença se tornou em uma coisa boa.

Esse tipo de parceria – com interesses bem definidos – pode sim nascer na internet e dar bons frutos. Quando o intuito é aprender, se corrigir e melhorar de alguma forma, vejo um caminho possível para uma amizade verdadeira. Mas quando você se corresponde com alguém que tem intenções diferentes das suas, aí a questão é diferente.

Ficar de conversinha com homens comprometidos – ou que você nem sabe direito quem são – contar sua vida para estranhos, confiar seus problemas e ser ingênua demais não é algo que alguém deva fazer hoje em dia.

Aproveite bem a internet e não faça com que ela seja uma dor de cabeça para você amanhã.

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Mira Cardoso diz:

    A visão de amizade por esse ângulo e excelente.
    Um abraço!

  • Vanessa (China) diz:

    Super concordo Paty!… quando o assunto é mundo virtual todo cuidado é pouco! Coisas boas acontecem quando usamos de maneira correta e inteligente não é mesmo, até felizes encontros 😉 😀 . Nos vemos qualquer dia em Sampa ou na China rsrs … Beijinhos :*

  • Marta Rodrigues diz:

    Patty, eu conheço a Hammah, é uma pessoa encantadora e sempre disposta a ensinar, ela esteve no meu casamento e foi uma felicidade tê-la ali sempre sorridente e com uma palavra tranquilizante, o tempo que estivemos na mesma igreja foi de grandes aprendizados, pois vi nela doçura e determinação. No lançamento do seu primeiro livro aqui em Brasília a Hammah me chamou para ir mais não pude comparecer, mais ainda aguardo por esse momento de te conhecer pessoalmente.
    Bjs.
    Na fé.

  • Gezane santos de Almeida diz:

    Paty VC falou bem!! Vou te contar algo que aconteceu comigo essa semana: eu vi no meu face um solicitação de amizade!! Ai foi olhar quem era a pessoa, pois só aceito pessoas da família, amigos e da igreja e grupo empreendedor que participo. Vi que é um vizinho meu, só que o detalhe, não tenho amizade com ele, sou casada e nem tem amigos dele no meu face. Ele se deu ao trabalho de procurar meu nome e me mandou o convite!! Não aceito mesmo, estou fora. Hj em dia por eu rsrsr esta mais arrumada…sempre tem alguem mandando convite, do sexo oposto..olho e vejo quem é e exclui. Sou seletiva sim, o diabo vem de mansinho se VC não estiver vigiando, já era!! Bjs amo suas publicações e te acho uma mulher sabia!!

  • Cidalia diz:

    Boa tarde Patty,

    Suas Amigas de hoje começaram por ser sinceras , até com o risco de desagradar se você fosse orgulhosa o que nāo foi o caso.
    Pessoas assim em geral se torna
    Amigas para sempre!!! Muito lindo.

    Beijinho – Cidalia

    • Cidalia diz:

      Olha reparei o ´peixinho’ em cima da mesa no seu programa de telivisāo ?
      Para mim foi como se estivesse là também rssss

  • Gertrude Cardoso diz:

    Excelente o texto, esses dois exemplos para mim foi mas um aprendizado e sobre as amizades virtual, sou bastante seletiva é melhor assim. Boa noite. ..

  • Hammah diz:

    Patty

    Todo cuidado é pouco na internet! Que a nossa amizade continue por muitos e muitos anos!! Aprecio muito seu trabalho e desejo que você cresça ainda mais!!!

    Mil beijos

    • Patrícia Lages diz:

      Saudade, amiga!

  • Joselene Lima diz:

    Discordo quando você diz que é desespero procurar relacionamento pela internet. Conheço várias situações em que as pessoas se conheceram e se casaram e onde o primeiro contato foi pela internet então não é um caso a se generalizar, inclusive meu namorado atual me encontrou advinha onde? Pois é rsrsrsrs

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: