5 aniquiladores de sonhos que você deve excluir da sua vida

Certamente você tem projetos e ideias que sempre quis tirar do papel, mas acabou enterrando. Conheça os 5 aniquiladores de sonhos que podem fazer você morrer na praia mesmo depois de nadar o oceano todo!

 

nadar

Você tem aquela impressão de estar ficando para trás? Vê uma porção de gente – até menos qualificada que você – passar a sua frente e se pergunta por que eles conseguem o que você não tem conseguido?

Talvez seja porque eles não deixaram os aniquiladores de sonhos agirem e você sim. Dar ouvido aos aniquiladores é a receita para acabar com qualquer sonho, por maior e mais bem intencionado que seja. Conheça a lista dos 5 maiores aniquiladores e livre-se deles!

  1. Contar seus projetos antes da hora – eu sei que quando a gente tem uma ideia muita bacana quer sair contando para todo mundo, mas essa é uma péssima estratégia. As pessoas não estão na mesma sintonia que você e é mais fácil que tentem desencorajá-la do que anima-la. Quando comentei com algumas pessoas que estava escrevendo um livro à noite, depois do trabalho, a maioria delas (não sei porque) dizia que não ia dar em nada. “Vá descansar, você já trabalha muito!”. “Conheço vários que se mataram para escrever um livro e nunca conseguiram publicar!”. “Para que você vai fazer isso se nem tem certeza de que uma editora vai se interessar pelo seu trabalho?” Pois é, uma chuva de negatividade que poderia ter sido evitada se eu tivesse ficado de bico calado!
  2. Imediatismo – querer tudo de uma vez é uma das formas de jamais tirar seus projetos do papel. Você até quer começar o seu próprio negócio, mas como também quer viajar, trocar de celular e atualizar o guarda-roupa, os projetos vão sendo adiados até que você consiga terminar de pagar tudo o que comprou de uma vez só fazendo dezenas de “parcelinhas”. Se você está nessa situação, foque em pagar tudo o que deve e, enquanto isso, diga não ao imediatismo e mantenha sua visão voltada para seu projeto. Quanto antes você fizer isso, mais cedo vai conseguir o que quer.
  3. Tempo – todo mundo tem a impressão de que o tempo está passando cada vez mais rápido, porém, quando o assunto é conseguir o que quer as pessoas acham que o tempo  demora demais. Com isso, desanimam, deixam de acreditar que um dia vão chegar lá e deixam de fazer o que poderiam para realizar seus sonhos. Tenho uma amiga que tinha o sonho de ter um carro, mas não tinha dinheiro para comprar à vista e nem condições de financiar um. Aconselhei que ela fizesse um consórcio, pois não pagaria juros e em algum momento receberia o carro, mas ela disse que “consórcio demora demais” e não fez. Exatamente 1 ano depois ela me fala que ainda não havia comprado o carro e eu mencionei novamente o consórcio e que ela já poderia ter pago 12 parcelas. Foi aí que ela percebeu que o tempo havia passado voando e que ela não havia feito nada pelo que queria. Não deixe o tempo passar a toa e faça algo todos os dias em relação àquilo que quer.
  4. Viver pelas emoções – se hoje está tudo bem, você se sente super motivada a seguir em frente. Mas se amanhã acordar se sentindo meio mal, você já desanima e abre mão de tudo. Quem alcança seus objetivos não se guia pelo que está sentindo, mas sim pelos seus objetivos. É fácil de entender: você pode não ter tido vontade nenhuma de levantar e ir trabalhar nesta segunda-feira, mas foi assim mesmo, afinal, poderia sofrer consequências negativas se faltasse. Mas quando o assunto são seus sonhos – e não tem ninguém para cobrar resultados – você desanima e troca por qualquer outra coisa: descanso, televisão, sair com os amigos etc. Não viva pelo que sente, mas faça o que tem de ser feito, tendo vontade ou não.
  5. Querer agradar a todo mundo – essa é a grande fórmula do fracasso! Ninguém jamais vai conseguir agradar a todos, mas o que não falta é gente tentando fazer isso… Você conta os seus projetos porque senão suas amigas ou parentes vão ficar chateados por não saberem tudo da sua vida (só que quando você conta vem a enxurrada de negatividade). Você viaja com a família porque se ficar em casa para economizar ou trabalhar no seu projeto eles vão ficar chateados. Você gasta uma fortuna em ovos de Páscoa – mesmo sem poder – para seus sobrinhos senão todo mundo vai ficar chateado. Você diz sim a todo mundo e assume mais coisas do que pode fazer só para não deixar ninguém chateado. O resultado dessa conta é que as pessoas vão se acostumar a conseguir de você tudo o que querem e você vai se acostumar a ficar sempre no fim da fila.

Se você tem deixado algum desses aniquiladores matarem seus sonhos, é hora de colocá-los para correr o quanto antes. E uma segunda-feira é um ótimo dia para começar algo novo!

Screen Shot 2015-08-03 at 21.21.13E se você quer um empurrãozinho para tirar suas ideias do papel e dar uma virada na sua vida, adquira o livro Virada Financeira, que vem com 25 desafios semanais que vão fazer você chegar mais perto do que quer dia a dia.

São atitudes simples, mas muito eficazes para que você dê uma verdadeira virada em 180 dias. Lembre-se: o tempo vai passar de qualquer jeito, vai de você saber aproveitá-lo ou não.

É um investimento de R$ 29,90 que pode mudar o rumo da sua vida. Para comprar na nossa loja virtual e receber o livro autografado, clique aqui.

E para não perder nada aqui do blog…

Cadastre o seu e-mail agora!
Cadastre o seu e-mail abaixo e receba todas as nossas novidades!

Nos vemos!

Jornalista com atuação no Brasil, Inglaterra, Argentina e Israel. Autora do best seller Bolsa Blindada e palestrante na Universidade de Harvard.

  • Nandi Trindade diz:

    Muito inspirador este texto. Parabéns!

  • Kelly diz:

    Texto Perfeito! Deixei muitos dos meus planos serem aniquilados, e por pessoas muito próximas que com sua negatividade e seu próprio comodismo, permiti que me derrubassem dos meus projetos. Estou lendo o seu livro sobre virada financeira, e está sendo ótimo!! Seus livros são maravilhosos!

    • Patrícia Lages diz:

      😀

  • Fernanda diz:

    Muito obrigada pelo post… Deus nos fala de maneiras menos esperadas.

  • Regiane Domingos diz:

    Oi Patricia, primeiramente Parabéns pelo seu blog, tem me ajudado a manter o eixo da minha vida, estou lutando muito para conseguir realizar meus objetivos e sempre que estou desanimada ou triste aparece na minha timeline uma atualização de nova publicação do seu site e eu corro para ler e é sempre muito edificante para mim, seu blog do Bispo Renato e da Dn. Cristiane são edificantes em todos sentidos da vida.

    Nesses ultimos tempos eu estava em conflito comigo mesma por problemas da familia do meu noivo, que estavão me consumindo, gosto muito da minha sogra e não posso dizer que ela é uma mau sogra, pelo contrario ela sempre foi boa para mim, devo meu respeito e gratidão a ela. Porém, eu venho a meses me corroendo por dentro pois ela tem depressão profunda a anos,é separada do meu sogro mais vivem na mesma casa,meu noivo é o unico que se importa com ela e procura ajuda-la no que precisa, ela tem uma renda de um aluguel de loja que é herença do pai dela, meu sogro tinha uma auto-escola e por não saber administrar e com a saída do meu noivo que era o unico que fazia a empresa andar, ele se sentiu obrigado a vender, ninguem sabe o que ele fez com o dinheiro da venda, e agora o meu sogro esta desempregado, meu cunhado que também trabalhava na empresa com eles está desempregado tem mulher e três filhos sendo 1 dele e outros dois não, a unica pessoa que se salva ali é meu noivo que desde quando começamos a namorar eu o incentivei a procurar algo melhor para vida dele já que não estava feliz trabalhando com o pai sem receber pelo trabalho, ele hoje trabalha em outra empresa, ganha o dobro que meu sogro pagava a ele e conseguiu comprar o carro proprio. Estamos lutando muito para conseguir nos organizar para casar em 2017.
    Só que nos ultimos meses a familia dele tem sugado dele o que ele não tem, o irmão que se encontra desempregado tanto ele quanto a esposa não trabalham, vivem as custas da minha sogra, ele faz bico de despachante mas não tem clientes fixos e fica esperando cair clientes do céu, minha cunhada não procura fazer nada da vida com três crianças pequenas dentro de casa, eles tem uma casa para morar porque minha sogra colocou eles para morar na casa que era da mãe dela, mobiliou toda casa, fez enxoval do bebê e da casa para os dois, pois ambos não tinha e até hoje (três anos depois) não tem condições para nada, quem dá comida, paga despesas deles, agua,luz, telefone, TV a cabo, internet é minha sogra com os R$ 900,00 que ela recebe do aluguel da loja.
    Nesses ultimos tempos minha sogra tem passado necessidade, só não passou fome porque meu noivo não deixou ele assumiu as despesas de casa, mas mesmo assim minha sogra deixa de fazer por ela para fazer pelo filho e nora “acomodados”, isso me revoltou demais, e fiquei mais revoltada ainda no dia que meu noivo sem condições se sentiu obrigado a fazer compra mercado e açougue para o irmão porque ficou com dó dele por estar com a geladeira vazia ficou com pena das crianças. Eu surtei, pois já não basta minha sogra abrir mão da vida dela por eles e meu noivo esta indo pelo mesmo caminho, brigamos muito por isso, sei que tem as crianças, mas eu deixei claro a ele que não é obrigação dele, o irmão e a mãe das crianças que tem que trabalhar para sustenta-los, minha sogra não gostou da minha posição, acha que tem obrigação de fazer tudo por eles, sendo que nem quando ela esta doente a levam no médico, só querem saber o que ela tem a oferecer para eles. Meu noivo fez isso na ilusão do irmão ser mais próximo dele, pois eles nao tem convívio de irmãos nem como amigos, meu cunhado só procura ele quando quer o carro emprestado ou precisa de algo. Vejo meu cunhado e minha cunhada como aniquiladores de sonhos das nossas vidas, pois quanto mais lutamos para conquistar nossa vida juntos eu e meu noivo, sempre aparece um problema, a família dele vive nesse inferno, porque pra mim isso não é vida, não desejo isso para mim nem para meu noivo, trabalhamos,eu faço faculdade para ter um futuro melhor sem depender de ninguém, nem dos meus pais muito menos de sogros, quase terminei meu noivado por essa situação, mas conversei muito com meu noivo, e ele me garantiu não mais anular a vida dele pelo irmão ou ninguém da família, pois se eles não querem ir para frente nós queremos e nada e ninguém vai nos impedir, lá na casa dele todos estão me odiando, acham que não tenho direito de falar nada, minha sogra acha que estou errada em achar ruim a forma como ela trata o filho mais velho o tornando um acomodado, enquanto meu noivo que é o mais novo luta por uma vida melhor, meus cunhados estão com raiva pois sabem que eu não concordo com meu noivo em ajuda-los, pois já passou da hora de tomarem vergonha na cara e procurar um emprego, colocar o mais novo na creche, pois a desculpa da minha cunhada é que ele não deixa ela fazer nada, sendo que minha sogra deu uma maquina de fazer estampas e ela fez um dia vendeu bem, pegou o dinheiro e saiu para comprar roupas (revoltante), por essas e outras não tenho mais dó, uma prima do meu noivo que tem a mesma visão que eu e me defendeu na frente da minha sogra, crucificaram ela pois eles sabem o que fazem e nós estamos erradas. Meu noivo já abriu mão deles e não vai mais ficar se matando para ajudar pessoas que só querem tirar sugar, abri os olhos dele para ver a situação e deixei claro que se ele permitir que a família dele atrase a vida dele, vai ficar sozinho pois eu não aceito isso para minha vida, não vou deixar aniquilarem meus sonhos.

    • Patrícia Lages diz:

      Regiane, vc está certíssima. Seu noivo tem que viver a vida dele e se preparar para o casamento e vc não deve aceitar que ele se anule por pessoas que deveriam se mexer para se sustentar. Mantenha sua posição nem que todo mundo te odeie, isso é o de menos… Bjs

      • Adriana diz:

        Regiane, apoio você e seus pensamentos.

        Hoje, eu sou responsável por sustentar minha mãe, já que ela se separou e não ficou com a pensão. Sustentava meu irmão também. Mas, esse ano tive um “Momento Epaaaaa” e falei pro meu irmão se coçar. A namorada dele, que está desempregada, estava dormindo lá em casa e nada de procurar emprego.

        Sou um exemplo vivo de quanto esse tipo de situação atrapalha mesmo.

        Aliás, a geração cangurú, muitas vezes, ainda não saiu de casa não porque é acomodada, mas porque está carregando problemas dentro de casa.

        Quantas mulheres não pagaram seus INSS quando casadas e agora que o casamento acabou, não recebem aposentadoria e dependem de filhos. Quanta gente se acomoda no emprego que tem mas chega aos 40 totalmente desatualizados e ficam se fazendo de surdos igual seu cunhado.

        Incentive o seu marido a não se anular por eles, pois eu fiz isso e hoje tenho muitos projetos meus que ainda não consegui realizar.

        Se eu me casasse hoje, com a renda que tenho, seria briga na certa, pois ainda faltam seis anos pra minha mãe se aposentar e preciso ajudá-la.

        Esse tipo de situação precisa ser exposta mesmo, não podemos achar que estamos expondo nossa família e ficarmos quietas. É um problema e tem muitos nessa situação.

        E não pense que meu irmão, minha mãe e meu pai me apoiam, tá. Quando eu fui morar sozinha, ano passado, todos foram contra.

        Até mandei um e-mail pra Paty um tempo atrás, de tanto que a situação me sufocava e ainda sufoca.

        Tinha quitado minhas dívidas, enviado meu depoimento mas a vaca foi pro brejo de novo.

        Faz tempo que não deixo comentário aqui.

        Parabéns Paty por estar no Mulheres.

        Bjs

        Adriana

        • Patrícia Lages diz:

          Me lembro disso, Adriana e já imaginava que a família não apoiaria, afinal, vc fechou a torneira em que todos mamavam. Mas eu creio que vc já tem outra visão e sabe que ajudar não é sinônimo de se anular. Tenho certeza de que, em breve, vc vai sair dessa e construir sua vida. 🙂

        • Regiane Domingos diz:

          Adriana,
          Que Deus te abençoe e que você realize seus objetivos, continue na sua caminhada e na sua fé que Deus vai te honrar. Ninguem nos falou que seria fácil, mas com força de vontade vamos longe.

          Beijo

      • Regiane Domingos diz:

        Obrigada Patricia, que Deus á abençoe grandemente e que esse seu trabalho ajude muitas outras pessoas assim como tem me ajudado.
        Espero voltar aqui para te contar sobre a conquista da minha casa e demais projetos do futuro.

        Beijo grande.

        • Patrícia Lages diz:

          Tô te esperando! 😀

    • Jéssica diz:

      Também passei por isso, Regiane. Hoje, a situação mudou. Meu marido (na época namorado) fez compromissos altíssimos pra ajudar a família. No final das contas, houve um imprevisto e ele se enrolou todinho por conta desses compromissos. Não foi fácil pra nos casarmos. Tivemos de ser firmes. E, depois de casada, passei por um sufoco daqueles financeiramente falando.
      Seu noivo tem problemas e você querer ajudar é parte do relacionamento, mas ele também deve procurar ser justo com ele mesmo, com você e com a família dele, porque depois que se casa, as más escolhas de um prejudicam o outro.
      Acho que a melhor coisa a fazer é se afastar dos acomodados e de longe orar por eles (depois de casados será mais fácil) e deixar a pessoa colher os frutos de suas decisões até querer mudar.
      E, no relacionamento, lembre-se: temos de casar as contas também!
      Deus os ilumine!

  • Daiana(Rio Grande do Sul) diz:

    Boenas Paty!

    Impossível acessar teu blog, e não sair dele com uma visão diferente, e coisinhas tão pequenas, mas que fazem um baita estrago.
    Obrigada guria, um quebra costela rsrs.

    • Patrícia Lages diz:

      Esse até estalou, guria!! 😀

  • carla c s lima diz:

    Amei. Tava faltando so esse empurraozinho. rsrs. Obg.

  • Cidalia diz:

    Grandes verdades Patty ,
    Temos que ´engravidar’ dos nossos planos e se contar- mos somente a pessoas que sabemos que nos querem ver felizes….
    Amei seu post e seu emporrāozinho…
    Uma semana Abençoada minha Querida,
    Cidalia

  • Diana diz:

    Me encantó, es algo muy útil de saber y que todos deberían saber 😉

  • Francinalda Xavier de Sousa diz:

    Olá boa tarde! Realmente, quem nunca passou por um desses 5 pontos?! No meu caso, o primeiro ponto era o meu problema. Ansiosamente,sempre que tinha um novo projeto já de cara contava pra alguém; e batata! Não dava certo. Em um belo dia ouvindo a Palavra Amiga do Bispo Macedo que abordava justamente esse tema, aprendi a me planejar e agir de forma diferente. Graças a Deus tudo tem fluido em minha vida para a Glória de Jesus! Excelente post! Parabéns e obrigada por sempre trazer ótimos conteúdos.

  • Joana diz:

    Muitas vezes me sinto como se tivesse ficando para trás e realmente esses aniquiladores de sonhos é que tem feito isso. Mas, agora vou aniquilar esses problemas da minha vida antes deles acabarem com meus sonhos. Seguir em frente, colocando em prática essas dicas sem desanimar. Obrigada Paty! 🙂

  • Alexandra diz:

    Meu maior problema era o imediatismo e viver pelas emoções, queria tudo pra ontem e quando sentia que não ia dar certo (sem ao menos tentar) eu desistia.
    Foi lendo o livro a Virada Financeira que tive o “start” de fazer uns testes vocacionais pra definitivamente encontrar o que gosto de fazer e assim ler o livro com um objetivo mais concreto.
    Conversando com uma amiga prestes a casar, descobri a profissão de cerimonialista, logo em seguida fiz o curso de gestão profissional (ao vivo /on line), e quando a Shana contou a história que ela havia viajado para um lugar doente para palestrar gratuitamente, abriu a minha visão sobre o que é ser uma pessoa bem sucedida e fazer o que gosta independente das circunstâncias.
    Eu estava com um sonho (ainda na minha cabeça) e sabia que iria aprender alguma coisa naquele curso.
    E ontem, pela primeira vez trabalhei na assessoria de um casamento. Me ofereci para ser cerimonialista de uma colega da faculdade e ela aceitou (doida) rsrs. Sim, trabalhei duro e de graça, mas a experiência que eu tive me deu mais certeza da minha missão (aprendi no curso que precisava encontrar minha missão) ? Não fui com a cara e coragem não, pesquisei muito, estudei bastante coisa sobre cerimonial, ano passado havia assessorado um casamento bem simples (em casa), mas precisava de uma experiência real de um evento e ontem foi um com 250 convidados.
    Mesmo tendo me organizado algumas coisas ocorreram fora do script, mas os noivos ficaram satisfeitos com o meu trabalho e o carinho que os familiares dela tiveram comigo foram a resposta positiva do meu trabalho, estou muito feliz pois vi que tenho muuuito caminho pela frente e que já posso trabalhar ganhando um dinheirinho extra com algo que realmente me dá prazer.

    Muito obrigada por me dar esse empurrão e que Deus continue te dando sabedoria para nós ajudar através dos seus trabalhos.

    • Patrícia Lages diz:

      Ai que tudo!! Ficamos super felizes por vc ter se achado com o livro e o nosso workshop! É o salário do nosso trabalho e é claro que vai virar post!! 😀

      • Alexandra diz:

        Pode usar meu depoimento sim, sempre que tem alguma amiga precisando de ajuda e de uma direção, indico seu blog.
        Tenho os 3 livros e todos estão emprestados ?
        Eu pedi uma direção pra Deus e Ele colocou no meu caminho os teus trabalhos ?
        Mais uma vez obrigada!

  • Jarlenys Dias diz:

    Aniquilei o meu sonho. Quase deixei se afogar com opiniões das pessoas. O meu sonho de infância sempre foi e ainda será é me tornar estilista/designer de moda. Vi as pessoas que nem seguer tiraram curso profissional de moda, já são designers de sucesso.
    Confesso que fiquei com um pouco de inveja deles e chateada por ainda ver o meu se concretizando. Até que através das reuniões de conquistas financeiras, abri os meus olhos e Deus me mostrou que estava ser injusta e nem fiz nada para lutar e sacrificar como eles fizeram. Pois eu estava muito acomodada! Eu já deveria estar na faculdade há 2 anos e meio se não fosse falta disposição para estudar para provas. Desde então parei de olhar para o sucesso dos outros e focar no meu sonho.

    Na Fé.

  • Simone Ferreira diz:

    Amei essa publicação !!! Ela me levou a me focar mais ainda na construção Da minha casa. Meu esposo e eu estamos focado nesse objetivo.. E vi q estamos no caminho certo.

  • Talita Baltar diz:

    Eu tinha colocado essa questão de não fazer a minha vontade e sim o que ser feito em uma lista de coisas para mudar e não tinha me dado conta que esse comportamento é exatamente o conceito de viver pela emoção e o quanto isso atrasou a minha vida…

  • Fabiola Scalart Leite diz:

    Nossa estou vivendo algo parecido mas e no meu casamento, sou casada e meu esposo acabou perdendo o emprego( por causa da crise) ele trabalhava 17 anos na mesma empresa e sempre incentivei ele a estudar se atualizar, nunca me ouviu sempre me falava assim, como eu vou me aposentar aqui não preciso me atualizar, hoje com 40 anos sem qualquer tipo de preparação para mercado atual de trabalho, não consegui um outro emprego, e no qual aparece ele não quer, pois ele ganhava muito bem nessa empresa e agora não quer trabalhar ganhando muito menos, leio bom tempo já o blog, abriu minha visão, já fiz vários cursos e agora quero fazer uma faculdade que um sonho, e estou montando meu negocio planejei, por 2 anos e agora me vejo pressa, pois sou a unica que trabalha não vou conseguir pagar a faculdade e também não vou conseguir abriu meu negocio, pois meu salario era somente ajudar em algo, agora tenho que pagar todos os nossos compromissos, pode ser um pouco de egoismo mas me sinto mau, por não conseguir realizar algo que sonhei por tanto tempo, meu esposo e muito dedicado e também não gosta dessa situação. Mas aqui entre nos avisei né, aprendi aqui temos que sempre ter plano B,estar sempre atualizada, e confiar em Deus.

  • Dani diz:

    Excelente post!!!

  • simone almeida diz:

    nossa eu to vivendo issso conto meus projento pra todo mundo e nao da certo quero ajudar todo mundo e saiu por ruim

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


Carreira Profissional

Cartão de Crédito

Investimentos

Pagamento de Dívidas

Faça uma busca no site:

Acompanhe também a Bolsa
Blindada nas redes sociais:


Receba todas nossas novidades!

Livros Bolsa Blindada:

Desenvolvido por: